A A A C
email

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO

 

 

O Programa Mais Educação, ofertado às escolas públicas de ensino fundamental, consiste no desenvolvimento de atividades de educação integral que expandem o tempo diário de escola para o mínimo de sete horas ou de 35 horas semanais e que também ampliam as oportunidades educativas dos estudantes.


As atividades de educação integral compreendem estratégias para o acompanhamento pedagógico diário da aprendizagem dos estudantes quanto às linguagens, à matemática, às ciências da natureza, às ciências humanas; bem como quanto ao desenvolvimento de atividades culturais, da cultura digital, artísticas, esportivas, de lazer e da abertura das escolas aos finais de semana.


A reorganização curricular e a ampliação das dimensões que constituem a ação pedagógica fomentadas pelo Programa implicam em possibilitar a garantia do direito à aprendizagem significativa e ao desenvolvimento desses estudantes. Desta forma, diz respeito aos processos socializadores e formadores amplos, envolvendo práticas que desenvolvem as múltiplas dimensões humanas — cognitiva, psicomotora, sócio afetiva, estética e ética — e incentivam a construção de projetos de vida. 


O Programa Mais Educação constitui-se como estratégia do Ministério da Educação para indução da construção da agenda de Educação Integral nas redes estaduais e municipais de ensino que amplia a jornada escolar nas escolas públicas, para no mínimo 7 horas diárias, por meio de atividades optativas nos macrocampos:

 - Acompanhamento Pedagógico (obrigatório);

 - Comunicação, Uso de Mídias e Cultura Digital e Tecnológica;

 - Cultura, Artes e Educação. Patrimonial;

 - Educação Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Economia Solidária e Criativa/Educação Econômica;

 - Educação em Direitos Humanos;

 - Esporte e Lazer;

 - Promoção da Saúde.

De acordo com o projeto educativo em curso na escola, são escolhidas quatro atividades, no universo de possibilidades ofertadas. Uma destas atividades obrigatoriamente deve compor o macrocampo Acompanhamento Pedagógico.

 
Diferentes experiências pedagógicas indicam o papel central que a escola tem na construção de uma agenda de Educação Integral articulando, a partir da ampliação da jornada escolar, políticas públicas, equipamentos públicos e atores sociais que contribuam para a diversidade e riqueza de vivências que tornam a Educação Integral uma experiência inovadora e sustentável ao longo do tempo.

 
A definição de um paradigma contemporâneo de educação integral entende que o território da educação escolar pode expandir-se para além dos muros da escola, alcançando seu entorno e a cidade em suas múltiplas possibilidades educativas. É desejável que os conteúdos da base nacional curricular, Lei 9.394/96 (LDB), dialoguem organicamente com temas estruturantes e contemporâneos para a vida em uma sociedade que se afirma como republicana e democrática.


O Programa Mais Educação é coordenado pela Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC), em parceria com as Secretarias Estaduais e/ou Municipais de Educação. Sua operacionalização é feita por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).


O processo de adesão, a partir de 2014, passou a ser operacionalizado por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Interativo), uma plataforma online mais flexível e estruturada para a gestão dos programas de repasse financeiro e que engloba os seguintes programas do Ministério da Educação, além do Mais Educação: PDE Escola, Atleta na Escola, Ensino Médio Inovador (PROEMI), Escolas do Campo, Escolas Sustentáveis e Água na Escola.


Para o desenvolvimento de cada atividade, o governo federal repassa recursos para ressarcimento de monitores, aquisição dos kits de materiais, contratação de pequenos serviços e obtenção de materiais de consumo e permanentes. 


Compreende-se que a Educação Integral em jornada ampliada no Brasil é uma política pública em construção e um grande desafio para gestores educacionais, professores e comunidades que, ao mesmo tempo, amplia o direito à educação básica e colabora para reinventar a escola.


Na Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro o Programa Mais Educação foi implantado em 2009. E a cada ano, mais escolas foram aderindo ao Programa. Atualmente temos 659 Unidades Escolares que integram o Programa. A Coordenação do Programa Mais Educação na SME está na Coordenadoria de Gestão Escolar e Governança (E/SUBG/CGG) que faz a interlocução com os gestores escolares e demais atores do Programa, juntamente com os Comitês Regionais. A Coordenação do Programa Mais Educação integra o Comitê do Nível Central de Análise e Avaliação dos Programas Federais.

 

 

Clique no link abaixo para conhecer as escolas que participam do Programa:

 

RELAÇÃO DAS UNIDADES ESCOLARES PARTICIPANTES