A A A C
email

PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

 

 

 

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO DE COMUNICAÇÃO EM CASOS DE SURTO DE DOENÇA TRANSMITIDA POR ÁGUA/ALIMENTOS NAS UNIDADES ESCOLARES


Passos a serem seguidos:


1. Identificação do surto

Definição de surtos de DTA: quando há a ocorrência de dois ou mais casos suspeitos (com sintomas de vômitos e/ou diarreia, náuseas, anorexia, acompanhados ou não de febre) com evidências de uma fonte comum de água ou alimentos entre eles e/ou por meio de transmissão pessoa-pessoa (contato fecal-oral).


2. Notificação Imediata do surto

  • Ligar imediatamente para a CRE (GIN) correspondente E para a Coordenação de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde
     
  • (CIEVS-Rio) fornecendo as informações básicas como: número de alunos e funcionários acometidos, sintomas apresentados, data e horário de início dos sintomas.
     
  • CIEVS: horário comercial (das 8h às 18h): 3971-1710 / 3971-1708
     
  • Plantão noturno ou final de semana: 9-8000-7575
     
  • Endereço eletrônico: cievs.rio@gmail.com


3. Procedimentos de cautela

  • Suspender imediatamente os procedimentos de recebimento de gêneros/ produtos alimentícios, pré-preparo, preparo, distribuição de alimentos e água (inclusive bebedouros) na Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) das dependências da UE até o momento da visita técnica, a ser realizada pelos órgãos competentes, ou até que sejam feitas outras orientações;
     
  • Suspender os procedimentos de higienização do ambiente, utensílios e equipamentos;
     
  • Estar disponível à visita dos órgãos competentes de investigação de surtos à unidade, busca de outras informações e/ou contato com os casos e/ou família.
     
  • Realizar todas as orientações dadas pelo CIEVS no momento da comunicação inicial.