A A A C
email

Terça-feira, 08/04/2014

Brincando Também se Aprende

Tags: 5ªcre, edi, .

No Espaço de Desenvolvimento Infantil 05.14.802 Luxemburgo aconteceu a Brinquedoteca Escolar que é um espaço de compartilhamento de brincadeiras. Lá se aprende brincando.

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil 05.14.802 Luxemburgo resolveu criar uma brinquedoteca possibilitando o acesso a uma grande variedade de brinquedos, dentro de um ambiente especialmente lúdico de forma enriquecedora, para seus pequenos alunos.


A Professora Jacira C. da Costa, PI – Educação Física, Psicomotricista e Brinquedista foi a precursora deste projeto colaborando com a consultoria deste trabalho.


Funcionamento e Manutenção

Definição, segundo a ABBri, Associação Brasileira de Brinquedotecas, a brinquedoteca é um espaço proporcionado para aplicar o brincar. A ITLA, International Toy Library Association, a define como um serviço que fornece aos seus membros a oportunidade de compartilhar brincadeiras ou emprestar brinquedos.


As brinquedotecas podem ser um meio de oferecer informação, orientação e apoio aos seus membros, além do empréstimo de brinquedos, sem preconceito de raça, sexo, religião, língua ou país de origem.


A Associação das Ludotecas Francesas (ALF), em 2003, organizou uma carta (LUCOT, 2003) que vem a ser um quadro de referência para todas as ludotecas na França, ao qual se tornou o principal referencial no mundo e que podem tratar da formulação das principais condições de implantação e funcionamento de uma brinquedoteca, com base sólida e criteriosa qualidade, que possam assegurar o seu reconhecimento social.


Dentre os objetivos de uma brinquedoteca existem muitos, nos quais podemos citar os principais informados pela ABBri:


• Proporcionar oportunidade para que as crianças possam brincar sem cobrança de desempenho ou que apresentem algum tipo de dificuldade. • Estimular o desenvolvimento da capacidade de concentrar a atenção e de construir uma vida interior rica. • Estimular a operatividade da criança, favorecendo assim, o seu equilíbrio emocional. • Dar oportunidades para a manifestação de potencialidades. • Alimentar a inteligência e a criatividade. • Proporcionar maior número de experiências. • Proporcionar oportunidades para que elas aprendam a jogar, a participar, a esperar a sua vez, a competir e a cooperar. • Valorizar os sentimentos afetivos e cultivar a sensibilidade. • Enriquecer o relacionamento entre as crianças e as suas famílias. • Incentivar a valorização do brinquedo como atividade promotora do desenvolvimento intelectual e social. • Estimular a expressão livre da criança, permitindo a representação do imaginário; desenvolvimento da linguagem, a interação social, estruturação da personalidade com o objetivo de favorecer a brincadeira através do mundo do “faz de conta”.

 


 

Critérios de Qualidade

A de promover a atividade lúdica e o prazer de brincar; favorecer e promover o brincar livre (de livre escolha do material, de sua utilização, dos parceiros), saber estar presente sem intervir, respeitar o jogo e o não jogo; valorizar o patrimônio lúdico, possuindo jogos de diferentes épocas e de diferentes culturas; etc (LUCOT, 2003).


“A brinquedoteca é o espaço mágico criado para dar oportunidade às crianças de brincar de forma enriquecedora, de mergulharem em seus brinquedos sem adultos para atrapalhar. Lá existem muitos brinquedos, muita magia e criatividade.” (ABBri – Associação Brasileira de Brinquedotecas).


Proposta

Atender as crianças da comunidade escolar, inicialmente, as que se encontram no Maternal e na Educação Infantil deste Espaço de Desenvolvimento Infantil oferecendo-lhes mais um recurso de intervenção; permitir que as crianças se expressem nas suas brincadeiras, com liberdade, manifestando suas opiniões e críticas.


Para que isso aconteça, o professor precisa favorecer o aspecto lúdico e criar com as crianças os acordos e as regras de manutenção e utilização.


Critérios de organização 

Quanto à faixa etária, exclusivo para crianças; quanto ao contexto e finalidade será escolar; quanto à Operacionalização, em suas múltiplas combinações será fixa, onde as crianças circulam entre os cantos conforme a sua disposição no espaço. O que pode variar são os espaços temáticos conforme a demanda.


Quanto à Disposição 

A fim de esquematizar as diversas modalidades de uma brinquedoteca, propomos uma classificação básica, passível de n combinações diversas, dependendo dos critérios de organização. Os Brinquedos ficarão dispostos em cantos temáticos (Ex.: mercadinho) podendo pensar em vários títulos sugestivos que possam relacionar-se com ações que divirtam nossos alunos e estimular a criatividade, assim como facilitar a aprendizagem, e a partir daí, tendo como algo presente à distribuição dos alunos no espaço, em uma situação atrativa e prazerosa.


Conclusão

O Brincar vem a ser uma atividade espontânea e natural do ser humano, que se caracteriza pelo predomínio do prazer sobre o desprazer e do relaxamento sobre a tensão, na visão piagetiana, assim sendo ele se torna extremamente necessário e valioso em todas as fases do desenvolvimento humano, principalmente quando a velocidade das transformações físicas e psíquicas exigiria um grande esforço, não fossem elas facilitadas pelo prazer em brincar que leva a agir, a explorar, a descobrir e a inventar.


Os jogos facilitam o corte do cordão umbilical parental e o ingresso no grupo dos pares (Oliveira, 2011). Observa-se, portanto, como, esta grande diversidade de objetivos e procedimentos das brinquedotecas, possibilita uma rica combinatória e uma adequação às mais variadas situações e finalidades. O importante, contudo, é manter sempre em mente os objetivos básicos de uma brinquedoteca, como recomendado pela Associação Brasileira de Brinquedotecas. Através da brincadeira, a criança dramatiza o seu dia-a-dia, elabora suas experiências, enfrenta desafios e faz descobertas. Para isto, várias propostas serão utilizadas de acordo com a espontaneidade da criança através de brincadeiras livres, individuais ou em grupo, construção de jogos e bonecos, entre outras. As crianças têm acesso a vários jogos e brinquedos, para que possam desenvolver aspectos sociais e psicológicos, vivenciando diferentes situações.

 

 

 

O EDI Luxemburgo está localizado a Rua Aveiros, nº 40 – IAPC, em Vista Alegre e é gerido pela professora Lucia Gonçalves.

 

A EDI Luxemburgo também está nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/ediluxemburgo.sme?fref=ts

 

Autoria da postagem professora Regina Bizarro, SME/Rioeduca_5ªCRE.
 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

5ªcre (360)
(98)
edi (71)

Comentários
Ensinar brincando é um prazer para ambas partes... é muito gratificante ver o aluno feliz e satisfeito. E mais gratificante ainda acompanhar sua evolução percebendo que essa parceria dar certo: aprender brincando!

Postado por Kezia Gomes em 12/04/2014 18:47