A A A C
email

Quinta-feira, 22/08/2013

Cantando e Encantando Histórias

Tags: 4ªcre.

 

Contar histórias para as crianças permite ampliar suas conquistas, vivências e  experimentações de modelos de ações e soluções apresentadas pela própria história. Tudo isso faz aumentar consideravelmente o repertório de conhecimento dessa criança sobre si e sobre o mundo. 

 

"(...) o bom contador de história é alguém que possui a virtude natural para fazer da palavra o canto mágico das narrativas." 

Cavalcanti (2009)

 

 

 

 

A história é uma narrativa que se baseia num tipo de discurso calcado no imaginário de uma cultura. Quando essas narrativas são lidas por um contador para uma criança, abre-se uma oportunidade para que esses mitos, tão importantes para a construção de sua identidade social e cultural, possam ser apresentados a ela de forma impactante e fantasiosa.

 

A Escola Municipal Laís Netto dos Reis trouxe a atriz e contadora de histórias Sílvia Castro para abrilhantar esse momento tão especial: o momento de ouvir histórias. Acompanhem a matéria e confiram como o trabalho de uma contadora de histórias repercute de forma bastante positiva diante de crianças de todas as idades.

 

 

"Recebemos a visita da Contadora de História Sílvia Castro, acompanhada no violão por Dininho Silva, no projeto "Tardes Poéticas" do Sesc de Engenho de Dentro. 

 

 

 

Sílvia Castro contou histórias baseadas nos livros: "Fabulosas fábulas de Iauaretê" (Kaká Werá Jecupé), "A flauta do Tatu" (Angela Lago) e "Que história é essa?" (Flávio de Souza). Silvia encantou os alunos... Eles nem piscavam ouvindo bem quietinhos..."  

Texto retirado do http://escola-lais-netto-dos-reis.blogspot.com.br/

 

O caminho para a leitura começa na infância quando as crianças passam a gostar de palavras e de ouvir histórias, além de animarem-se ao contar momentos de sua vida para pessoas próximas, afirma Dixxon (2003).  

 

Através da contação de histórias, desenvolve-se a imaginação, o gosto pela leitura, a concentração e estimula-se o espírito crítico. Nesse momento, o educador consciente exerce um papel fundamental, pois ele deve selecionar os  textos adequados para transmitir através dessas histórias momentos de aprendizagem, que deverão ser incorporados nas atividades diárias.

 

Portanto, a contação de histórias é de grande importância, devendo ser valorizada e desenvolvida no meio escolar para potencializar a imaginação, a linguagem, a atenção, a memória, o gosto pela leitura e outras habilidades humanas. 

 

Parabéns a todos da equipe Laís Netto dos Reis por  investir na contação de histórias e por   fazer dela uma ferramenta fundamental para o amadurecimento e o desenvolvimento de nossas crianças.

 

 

Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós!

Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

4ªcre (247)

Comentários
A querida Silvia Castro também esteve na Biblioteca Escolar Municipal do Dique e foi contar histórias para as crianças da Creche Sempre Vida Dique e Escola Municipal Cônego Fernandes Pinheiro, todas no bairro do Jardim América. Como sempre sua atividade foi um sucesso e todos amaram! Aqui tem uma mat´ria sobre a Silvia nas BEM: http://goo.gl/3TFk1K e aqui tem fotos do dia em q ela foi na BEM do Dique: http://goo.gl/iEJGJx

Postado por Cilene Oliveira em 22/08/2013 12:21

Mais que uma linguagem prazerosa e educativa, a ação de contar e ouvir histórias possibilita o resgate da memória cultural e afetiva, tornando possível a construção da aprendizagem relacionada à competência cognitiva da criança. Parabéns por atuar de forma tão significativa na educação carioca.

Postado por Patrícia Fernandes em 22/08/2013 20:57

A escola Laís Netto agradece a Silvia e ao Dininho Silva pela linda contação de histórias. Nossos alunos e todos os professores adoraram! E aguardamos ansiosos o retorno. Obrigada Ana Accioly pela matéria!

Postado por Maria Delfina Rodrigues em 23/08/2013 08:37