A A A C
email

Quarta-feira, 29/01/2014

Ouvindo Mãos

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsdeescolas.

 

 

 

A professora Fabiana Costa, regente da Sala de Leitura, partilhou via e-mail uma atividade do Projeto Inclusão da E. M. Reverendo Álvaro Reis. A escola abraçou o uso da Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS.

 

 

Parodio o livro Vendo Vozes, de Oliver Sacks para apresentar este projeto que envolve a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Ela é a primeira língua dos portadores de deficiência auditiva e precisa ser aprendida como nós aprendemos a falar português em nossa primeira infância com nossos familiares. É necessário estar imerso em um universo que utilize a língua de sinais para aprendê-la. Por isso, é importante o contato do aluno surdo com a língua em seu cotidiano.

 

 

“Desde o começo do ano, nós estamos, equipe da direção, sala de recursos, professores, funcionários e instrutor de LIBRAS, buscando uma escola que seja acessível a todos, onde todos possam ser protagonistas neste meio. Como ações para tal, estamos fomentando o uso de LIBRAS por todos os alunos, colocando etiquetas, ensinando alguns sinais de comunicação simples e a datilologia (alfabeto em LIBRAS), permitindo um convívio maior entre o alunado e o instrutor e outras atitudes.”, nos relata o professor Douglas Neves, da sala de recursos.

 

Ainda segundo o professor Douglas, ao projeto político pedagógico da escola Construindo a Cidadania com a Formação de Valores foi adicionado o subprojeto Valor da Inclusão porque: “No caminho para esta sociedade (mais justa), entendemos que se faz necessário trabalhar na perspectiva da inclusão, valorizando a diversidade e fomentando a aceitação das diferenças individuais, sejam elas quais forem". O objetivo é: “Uma escola inclusiva em que todos entram e todos aprendem.” 

 


 

 

Então, com o trabalho conjunto da sala de recursos, do instrutor de LIBRAS Augusto Machado e da sala de leitura, o projeto tomou forma. Os alunos das turmas do quarto e quinto anos foram apresentados à língua de sinais e conscientizados da sua importância. Uma oficina de LIBRAS realizada pelo instrutor ensinou e fomentou o uso da língua de sinais na escola. Foram colocadas etiquetas com alguns sinais mais simples e o alfabeto de sinais (datilologia) foi divulgado. Uma música foi escolhida e, com ajuda das professoras Tatiana Moraes, da turma 1401, e Hebe Duarte, da 1501, os ensaios começaram.

O resultado podemos ver no vídeo que mostra a festa de Páscoa da escola. O intérprete de LIBRAS foi o cinegrafista emocionado do evento que registrou, entre lágrimas, a apresentação da música “cantada” na língua de sinais.

 

 

A inclusão, então, ocorre em uma via de mão dupla. O professor Douglas ainda arremata:

 

“Crescem todos: nossos alunos DA (deficientes auditivos) aprendem sua língua primeira em um ambiente em que esta é valorizada e os que não o são acabam apreendendo mais uma língua e um universo de possibilidades.”  

 

Visitem o blog da escola para conhecer um pouco mais o trabalho e o projeto. Deixem seu comentário por lá também.

 

 

 

Angela Freitas é Professora da Rede Municipal e

representante da 3ª CRE, no Portal Rioeduca.

E-mail: angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

RIOEDUCA/3ªCRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

blogsdeescolas (402)
3ªcre (325)
protagonismojuvenil (76)

Comentários
Ficou linda a apresentação das crianças. Apenas uma correção, professora de Sala de Leitura chama-se Fabiana Costa

Postado por fabiana costa em 18/04/2013 21:03

Toda a Equipe da nossa Escola está de Parabéns! Como sempre as nossas apresentações são um sucesso!

Postado por Eunice Barros em 19/04/2013 22:51

Obrigada, Fabiana. A correção já foi feita. Um abraço

Postado por Angela Regina de Freitas em 19/04/2013 23:04

Parabéns A professora Fabiana Costa, regente da Sala de Leitura da E. M. Reverendo Álvaro Reis. Uma profissional valorizado eleva o potencial da equipe e com isto o nome da escola! Parabéns a todos pela excelente profissional.

Postado por Helena(by troia) em 22/04/2013 13:06