A A A C
email
Retornando 630 resultados para a tag 'projeto'

Quarta-feira, 17/10/2018

Chico, o Homem da Floresta!

Tags: projeto, 8ªcre, meio ambiente.

 

Pensando em educar os alunos para o futuro, o CIEP Maestrina Chiquinha Gonzaga buscou no passado a ideologia de um homem que lutou pela preservação ambiental: Chico Mendes.

 

 

,,

 

 

O CIEP Maestrina Chiquinha Gonzaga, buscando promover uma educação integral, sendo pautada em valores humanísticos, como a responsabilidade social e ambiental, promoveu o estudo da vida e obra do seringueiro e ambientalista Francisco Alves Mendes Filho, mais conhecido como Chico Mendes.

 

Chico Mendes lutou pela preservação da Floresta Amazônica e suas seringueiras nativas. O conhecimento que ele adquiriu sobre como obter da natureza os meios de vida instigou sua curiosidade e deram origem a uma teoria que seria, mais tarde, comprovada: a de que os benefícios derivados da manutenção da floresta são maiores do que o valor que se obtém com a sua derrubada, por isso Chico Mendes recebeu da ONU o Prêmio Global de Preservação Ambiental.

 

 

 

 

Para iniciar o projeto, os alunos do 5° ano do CIEP Chiquinha Gonzaga realizaram a leitura do livro "A história de Chiquinho" para a turma da educação infantil, para que toda a escola estivesse envolvida no projeto alcançando a compreensão e importância da luta de Chico Mendes.

 

Em seguida as professoras Iareli Areias e Tânia Oliveira, regentes das turmas 1501 e 1502, organizaram trabalhos e pesquisas sobre Chico Mendes e o seu legado.

 

Para encerrar o projeto foi organizada a exposição Chico Mendes, que foi uma mostra dos trabalhos com temas como reciclagem, sustentabilidade, responsabilidade ambiental e atitudes conscientes a respeito do lixo que produzimos, além do uso consciente da água.

 

Esse tipo de atividade materializa os conceitos que são passados durante as aulas e transforma a pesquisa em algo real e que pode ser compartilhado.

 

 

 

 

"Os visitantes da exposição Chico Mendes puderam conhecer um pouco mais sobre a riqueza dos seringais e da Amazônia. Assim como Chico Mendes, queremos que nossos alunos descubram que quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da Criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar e respeitar o seu semelhante"Professora Bruna Alves - Coordenadora Pedagógica do CIEP Chiquinha Gonzaga

 

 

 

 

O Rioeduca parabeniza o CIEP Maestrina Chiquinha Gonzaga pela realização do projeto que é tão significativo para a formação de uma sociedade mais consciente sobre o meio ambiente!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: CIEP Maestrina Chiquinha Gonzaga

Telefone: 3338-9241

E-mail: ciepcgonzaga@rioeduca.net

 

 

Participe do Rioeduca. Entre em contato com o representante da sua CRE!

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/10/2018

IV FLIG - Feira Literária da Gastão Monteiro Moutinho

Tags: 7ªcre, projetos.

 

A Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho está desenvolvendo o projeto anual: Construir, conscientizar, cooperar, compartilhar: uma prática cidadã.  Entre as atividades desenvolvidas: a  Feira Literária da Escola Gastão Monteiro Moutinho, a FLIG, aconteceu no final do segundo bimestre e teve como um dos objetivos o incentivo a  leitura. Em agosto foi realizada a Semana da Educação Infantil,  momento de encontro de responsáveis e inauguração do pátio coberto da unidade.

 

 

A FLIG é um projeto inserido no calendário anual da Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho e surgiu da idealização da Diretora Patricia Greco, quando imaginou que uma feira literária poderia acontecer dentro da escola, assim como a FLIP, que acontece em Parati.

 

 


Foi um projeto inicialmente desafiador, mas que em sua IV edição, já atinge hoje mais de 300 pessoas circulando na escola e participando das atividades que acontecem no dia. A FLIG é desenvolvida mediante um tema norteador. Uma vez definido, todos os professores partem para pesquisa, informação e confecção de trabalhos com os alunos, que são expostos nas tendas de cada turma.

 

 

Estandes temáticos.

 

 

     Estandes temáticos .

 

 

                Estandes temáticos.

 


Tudo acontece muito conectado. Desde a apresentação do teatro realizado pelos alunos, passando pelas opções de entretenimento (SL, SR, Cinema, Oficinas, espaço Gourmet, Brinquedões,...) Existia, por parte da Direção, uma necessidade de incentivo à leitura e busca pelo conhecimento, que a FLIG veio preencher. Além disso, é uma estratégia prática-pedagógica para apresentar aos responsáveis toda equipe e trabalho realizado, como convite à participação e estreitamento da presença eficaz do responsável atuante e participativo na escola.

 

 

Apresentação sobre o Projeto Tamar (preservação ambiental).

 

 

Estande temático.

 


Esse ano, a FLIG teve como tema "Água: uma gota de esperança - Meio Ambiente e Cidadania" e apresentamos os trabalhos realizados e profissionais. A FLIG integra, conecta e pertence ao Projeto Político Pedagógico  "Para que a escola nos dê cidadãos". É através da leitura que adquirimos conhecimento, é através do conhecimento que desenvolvemos relações!

 

 

Cartaz sobre inclusão.

 

 

Apresentação de trabalhos.

 

 

    Equipe da unidade escolar.

 

 

Semana da Educação Infantil 

 

De 20 a 24 de agosto, a Escola Gastão Monteiro Moutinho realizou a Semana da Educação Infantil. Como culminância, foi planejada a inauguração do pátio coberto, que foi indicado para reforma. Os responsáveis foram convidados para o Encontro das Famílias e a Coordenadora  Marcia Arruda da 7ª CRE também.

 

Momentos da Semana da Educação Infantil na unidade escolar.

 

 

A Diretora Patrícia Greco abriu o evento se dirigindo aos responsáveis, agradecendo a adesão, presença e aproximação que sente entre a comunidade e a escola nos dias de hoje, através do seu Conselho de Pais. A Coordenadora da 7ª CRE, Márcia Arruda,  agradeceu o convite, elogiando também a presença dos responsáveis de maneira tão significativa e toda a equipe, que aos olhos dela, fazem a escola brilhar pela Educação de pé no chão e amor pelo que faz.

 

 

Inauguração do pátio coberto com a presença da Coordenadora Márcia Arruda.

 

 

Um vídeo em homenagem às famílias foi apresentado e, em seguida, juntamente com o Grêmio Estudantil da U.E, a faixa inaugural foi cortada e o pátio ficou aberto à visitação. Os responsáveis tiveram um momento de descontração, interação com outros responsáveis, degustaram do café oferecido e na hora de ir embora, foram acarinhar suas crianças.Foi um momento muito marcante para a escola Gastão Monteiro Moutinho. 

 

                                                                                                                          Informações enviadas pela unidade escolar.

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato da Escola Gastão Monteiro Moutinho:

emmoutinho@rioeduca.net

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 15/10/2018

Descobrindo o Egito

Tags: 1ªcre, projetos, riodeleitores, timedealfabetizadores, alfabetização, letramento.

 

Egito foi o eixo condutor do Projeto de Alfabetização da professora do Time de Alfabetizadores da 1ª CRE.

 

A Professora Kássia Portes, regente da turma 1.102 da Escola Edmundo Bittencourt, no Bairro de Benfica, Zona Norte do Rio, resolveu levar para a Sala de aula um pouco da História e da Cultura Milenar do povo egípcio.

 

 

 

“Descobrindo o Egito” trata-se de um projeto sobre um país tão peculiar, sempre abordado em filmes e desenhos, mas pouco lembrado em sua essência e importância na construção do pensamento contemporâneo e evolução das ciências. Com uma proposta interdisciplinar, a “viagem” tem como veículos o diálogo, reflexão, produção, construção coletiva, uso da imaginação e apresentação de conteúdos programáticos para o ano escolar, entrelaçando diferentes linguagens como: matemática, artística, das emoções, escrita e oral.

 

 

 

 


Os pequeninos puderam “viajar” através da história, tendo acesso a um mundo distante geograficamente, mas tão presente no imaginário.

 

Sempre com o foco voltado para a Alfabetização e Letramento, foram propostas várias atividades, que perpassaram por diferentes áreas do conhecimento.

 

 

 

 


Enfim, uma riqueza de possibilidades foi levada para a sala de aula, o que despertou o interesse e a participação ativa de toda a turma. Isso foi possível, porque a professora acreditou e acredita na potencialdade de cada aluno.

 


Parabéns professora Kássia! Através da professora Kássia, parabenizamos a todos os professores que incansavelmente procuram proporcionar sempre uma Educação de Qualidade a Todos as nossas crianças! Feliz Dia do Mestre!

 

 

E você, tem alguma experiência que queira compartilhar conosco? Estamos aguardando o trabalho de sua unidade!

 


Para Saber Mais:

Escola Municipal Edmundo Bittencourt

Direção: Márcio Viégas

Professora Responsável pelo projeto: Kássia Portes

Telefone: 3895-8651

E-mail: emebitencourt@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/10/2018

1º Chá Literário da Sala de Leitura Olavo Bilac

Tags: 7ªcre, projetos.

 

O 1º Chá Literário da sala de leitura Olavo Bilac da Escola Municipal Barão da Taquara aconteceu no mês de agosto e reuniu alunos autores para um evento cheio de poesia.

 

Durante os meses de maio, junho e julho foram realizadas oficinas de poesia semanais na sala de leitura Olavo Bilac da Escola Municipal Barão da Taquara, com a professora Fátima Ramirez e envolvendo alunos do 6º ao 9° aluno.

 

Ao longo desse tempo, os alunos puderam saborear diferentes nuances de poesia, brincar com esse gênero por meio de atividades orais, de leitura e escrita, bem como por meio de artes visuais.

 

 

 

 

Além disso, ao final, todos foram convidados a produzir seus próprios poemas. Vários foram selecionados para participar do Concurso Poesia na Escola. Outros foram selecionados para composição de um livro, juntamente com trabalhos artísticos desenvolvidos em parceria com a professora de artes, Lilian Heringer.

 

 

Cartaz com convite para o 1º Chá Literário.

 

 

A partir desse trabalho, foi planejado o Chá Literário nos turnos da manhã e da tarde, com a finalidade de divulgar as obras produzidas à comunidade escolar e assim sensibilizar todos os participantes. Os alunos autores dos poemas fizeram uma lista de convidados, incluindo familiares e colegas da escola. 

 

 

Espaço reservado para o chá.

 

 

      Espaço reservado para o chá.

 

 

Enfim, nos dias 22 e 23 de agosto, foram realizados os chás, que superaram as expectativas. Os participantes desfrutaram de momentos maravilhosos, em que os estudantes se afirmaram como escritores, leitores e compartilharam as dores e as alegrias do dia a dia.

 

 

      Apresentação das poesias para alunos e convidados.

 

 

 Alunos e seus convidados participando do 1º Chá Literário .

 

 

Os ouvintes participaram ativamente, cantando as músicas propostas, aclamando os apresentadores, sorrindo e chorando. A emoção tomou conta de todos! 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicação :

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato da Escola Barão da Taquara:

emtaquara@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share