A A A C
email
Retornando 400 resultados para a tag '5ªcre'

Sexta-feira, 13/07/2018

Projeto: A Matemática está em tudo

Tags: 5ªcre, matemática, projeto, .

 

Entre os meses de abril e maio de 2018, os professores da Escola Municipal Maestro Pixinguinha elaboraram o Projeto " A Matemática Está em Tudo", com o objetivo de inserir e mostrar a matemática no processo de ensino-aprendizagem em outras disciplinas. Confira!

 

 

Ensinar matemática é desenvolver o raciocínio lógico, estimular o pensamento independente, a criatividade e a capacidade de resolver problemas. Os educadores matemáticos devem procurar alternativas para aumentar a motivação para a aprendizagem, desenvolver a autoconfiança, a organização, concentração, atenção, raciocínio lógico dedutivo e o senso cooperativo, estimulando a socialização e aumentando as interações do indivíduo com outras pessoas.

E isso não é uma tarefa fácil para os professores de matemática, pois muitas vezes os alunos não percebem relação do que é aprendido na escola com o cotidiano. 

 

 

Com base nessas reflexões, os professores da Escola Maestro Pixinguinha desenvolveram o Projeto "A Matemática Está em Tudo", onde as professoras Zelia Domingos e Vânia Loraine foram as responsáveis pelo projeto e os professores Solange Quintella, Ana Pantoja, Jorge Carlos, Sergio Castanheira, Mara Mariano, Edson Araújo, Alessandra Neves, Alexsander e Marcelle participaram colaborando com o mesmo. Todas as disciplinas fizeram parte das áreas de concentração do projeto.

A ideia veio como consequência do biênio da matemática, que são dois anos de eventos e ações que colocarão a Matemática, Ciência e Tecnologia no foco da comunicação - contribuindo para o crescimento do país e o desenvolvimento humano. Nesse período, nosso país sediará pela primeira vez a Olimpíada Internacional da Matemática IMO 2017 e o Congresso Internacional de Matemáticos ICM 2018, o mais importante evento do mundo voltado à disciplina. Um movimento em prol da educação que se propõe a criar, produzir e trazer para o país múltiplas experiências que gerem novas descobertas e estimulem o aprendizado da Matemática de forma geral.

Por isso mesmo,  “ A Matemática está em tudo” mostra uma relevância extraordinária ao agregar valores, vivências e reflexões comuns a diversas disciplinas do currículo, possibilitando um espaço de discussão permanente dentro da escola.

 

OBJETIVOS DO PROJETO

1 OBJETIVO GERAL

      - Inserir matemática no processo de ensino-aprendizagem por meio de uma visão multidisciplinar aproximando o público estudantil aos conteúdos matemáticos.

2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

            - Apresentar a matemática aos estudantes de forma mais lúdica e simples de entender;
            - Desenvolver a partir do gosto por outras disciplinas, à vontade de conhecer mais a matemática;
            - Perceber que a matemática está presente em outros ambientes e disciplinas;
            - Possibilitar transdisciplinaridade em torno de temáticas de outras disciplinas;
            - Estimular os alunos da rede pública a criarem o hábito relacionar conteúdos; 

 

                                                                   

 

O Projeto foi desenvolvido no Ensino Fundamental II, sendo executado em 02 (duas) etapas:

1ª - Estudo, preparação e execução do material multidisciplinar criado pela turma e professor representante;

2ª - Apresentação desses materiais para toda a escola com a explicação feita pelos alunos; 

 

1ª FASE

A primeira fase foi feita com atuação direta dos professores, que ficaram responsáveis por escolher uma turma e o conteúdo interdisciplinar para trabalhar com a mesma. A escolha de subtemas teve a duração de uma semana.

• Matemática: (Solange): Sólidos geométricos e planificações, turmas: 1701 e 1601
• Matemática: (Zelia): Construção de sólidos geométricos com material concreto, turma: 1702 e criação da paródia para turma 1801
• Geografia (Jorge): Gráficos na Geografia, turma: 1701 e 1902
• Língua Portuguesa (Mara): Entrevista e a estatística, turma: 1901
• Ciências (Ana): IMC, turma: 1801
• Educação Física(Alessandra): Descobrindo a matemática da quadra esportiva, turma: 1703
• Música (Sérgio): Paródia dos ângulos, turma: 1801
• História (Alexander): Séculos na história e matemática, turma: 1601
• Coordenação (Vânia): Quiz de matemática, toda a escola
• Artes (Marcelle): Tangram e Tsuru, turmas: 6º e 7º ano
• Inglês (Edson): Números e Operações em inglês, turma: 1602 

 

 

2ª FASE

A segunda foi a fase de pesquisa e execução dos subprojetos pelos alunos, sendo auxiliados pelos professores representantes. Nesse momento,  os alunos tiveram a oportunidade de relacionar a matemática com outras disciplinas e perceber o quanto ela está presente e atuante em tudo; A fase de execução teve duas semanas de duração.

• Matemática: (Solange): Murais com desenhos feitos somente com figuras geométricas e construção de sólidos geométricos.
• Matemática: (Zelia): Construção de poliedros com canudos, nylon e massinha
• Geografia (Jorge): Construção de diferentes gráficos sobre distribuição populacional por regiões e pirâmide etária.
• Língua Portuguesa (Mara): Realização de entrevista sobre gravidez na adolescência e análise estatística com os dados coletados.
• Ciências (Ana): Cálculo de IMC com balança e fita métrica e interpretação dos dados.
• Educação Física: Retirada das medidas da quadra com trena e cálculo do perímetro, área e volume da quadra.
• Música (Sérgio): gravação e estréia do vídeo clipe da paródia sobre ângulos
• História (Alexander): Trabalho sobre datação dos séculos, a partir dos anos em os eventos históricos aconteceram por meio da matemática, utilizando algarismos romanos.
• Coordenação (Vânia): Quiz de matemática, os alunos foram divididos em turmas e tiveram o tempo de uma música de 3 minutos para responder cada pergunta relacionada à matemática ou raciocínio lógico.
• Artes (Marcelle): Trabalho com figuras geométricas utilizando o tangram e os 1000 tsurus da paz.
• Inglês (Edson): Apresentação dos números e operações matemáticas em inglês. 

 

 

3ª FASE

O Projeto: “A Matemática está em tudo" teve a culminância com a participação de todos os docentes e discentes da escola. As turmas que realizaram os subprojetos sob a supervisão dos professores representantes, apresentaram os trabalhos para toda a escola no formato de exposição. Todos os alunos tiveram a oportunidade de conhecer todos os temas, aprender com eles e tirar suas dúvidas com alunos responsáveis pelas bancadas. Teve a estréia do vídeo clipe e o quiz de matemática.

 

 

O Projeto também contou com o apoio e a colaboração do professor de música que fez o clipe: Sérgio Castanheira, e os diretores da E.M. Maestro Pixinguinha Eduardo de Castro Brittes, adjunta Jacqueline Melo e da Coordenadora Pedagógica Vânia Loraine Barbosa de Carvalho. 

Foi um trabalho conjunto, toda a equipe da unidade escolar se envolveu e com isso, o sucesso do projeto foi absoluto. 

 

Clique no link abaixo para assistir ao clip:

https://bit.ly/2Kk6E40

 

Parabéns a escola, aos alunos e a todos os profissionais pelo trabalho colaborativo, inovador e de excelência na Educação Pública!

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: Escola Municipal Maestro Pixinguinha 
Diretor: EDUARDO CASTRO BRITTES
Endereço: Rua Anambes 50, Vila Kosmos.
Telefone: 3352-1005 | 2482-9875
E-mail: empixingui@rioeduca.net 

 

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/06/2018

PROJETO COPA DO MUNDO NA E. M. CONDE AFONSO CELSO

Tags: copa do mundo, futebol, 5ªcre, projeto.

 

Aproveitando o tema "Copa do Mundo", a Escola Municipal Conde Afonso Celso desenvolveu o projeto que trabalha conceitos matemáticos, relacionando-os a confecção das bandeiras dos países, as pesquisas e curiosidades desse evento esportivo. Confira! 

 

 

 

A Copa do Mundo de Futebol de 2018 está sendo disputada na Rússia, o maior país do mundo, desde o dia 14 de junho e vai até o dia 15 de julho. O torneio tem a participação de 32 nações, incluindo o Brasil, com jogos em 11 cidades e 12 estádios. A Escola Municipal Conde Afonso Celso entrou com tudo na participação desse evento grandioso junto com as turmas 1601, 1602, 1701, 1801, 1802 e 1901 na disciplina de matemática.

 

 

 

 

 

No período de 21 a 29 de maio de 2018, a professora Karlla Ines Pollig (professora de matemática) desenvolveu o Projeto "COPA DO MUNDO NA  E.M. CONDE AFONSO CELSO" nas turmas em que leciona a disciplina, contando com o engajamento dos alunos nas atividades atraídos pelo interesse ao tema proposto.

 

 

 

Contou também com a colaboração do aluno Gabriel Silva, da turma 1902, com o desenho do mascote. O mascote da Copa do Mundo da Rússia é um lobo siberiano que, como o próprio nome diz, é um animal típico da Sibéria, região que ocupa quase 80% do território russo. Ele recebeu o nome de “Zabivaka”, que significa “aquele que marca um gol”. 

 

 

 

 

O projeto teve como objetivo trabalhar conceitos matemáticos na elaboração das bandeiras dos países participantes da copa do mundo e nas pesquisas sobre as curiosidades e dados sobre este evento esportivo. Foram trabalhadas atividades diferenciadas de acordo com os seguintes anos:

 

  • 6° e 7° ano: Incentivar a pesquisa e desenvolver o conceito do tratamento da informação com a elaboração de tabelas.

 

Para a montagem dos cartazes foi pedido aos alunos de 6° e 7° anos a pesquisa sobre curiosidades e principais estatísticas a respeito da copa do mundo, para serem expostas pelos corredores da escola. 

 

 

 

 

  • 8° e 9° ano: Desenvolver os conceitos de polígonos, retas paralelas e proporcionalidade.

 

As bandeiras foram entregues em miniatura para os alunos do 8° e 9° anos e solicitada sua ampliação para serem expostas no pátio de entrada da escola, utilizando os conceitos de proporcionalidade. 

Os materiais utilizados para a elaboração do projeto foram cartolina, papel cartão, caneta hidrocor, lápis de cor, giz de cera, lápis, borracha, régua, esquadro, compasso, calculadora, barbante.

 

 

 

 

Sobre a escola: 

Unidade Escolar: Escola Municipal Conde Afonso Celso
Diretora: MARIA DAS GRACAS LOPES COTTA
Endereço: Rua Ivinheima 15, Bento Ribeiro
Telefone: 3017-3047 | 3017-3256
E-mail: emcondec@rioeduca.net 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 15/06/2018

Projeto Power Senha

Tags: projeto, power senha, matemática, games, gamificação, 5ªcre.

 

 

A Escola Municipal Irmã Zélia está envolvida em um Projeto de matemática Inovador, onde os alunos são desafiados a descobrirem uma senha através de atividades matemáticas. O professor Rafael Costa, idealizador do Projeto, está revolucionando o ensino da matemática nessa escola. Confira!

 

 

O professor de matemática Rafael Costa idealizou o "Projeto Power Senha" com o objetivo de tornar suas aulas diferenciadas onde os alunos participem da construção do conhecimento juntamente com seus companheiros, utilizando jogos matemáticos construídos através de atividades lúdicas, criando uma competição sadia entre eles, aumentando seu interesse e motivação para a participação nas atividades e resolução de tarefas.

 

 

Neste ano de 2018, o professor está desenvolvendo o Projeto na Escola Municipal Irmã Zélia, trabalhando com a turma 1702 Operações Básicas e Operações com números Inteiros., utilizando materiais simples como uma caixa com suporte para cadeado ou algo similar e um cadeado de senha.
 

 

Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles. 

Foi construída e personalizada um caixa com encaixe para cadeados e o cadeado utilizado foi um cadeado de senha para que assim pudessemos fazer o desafio. As atividades foram propostas no quadro para que os grupos desenvolvessem e interagissem entre eles de forma com que todos os alunos do grupo estivessem sabendo os resultados dos problemas. Após as resoluções, os alunos tinham que somar todos os resultados encontrados para assim chegar a senha do cadeado. 

 

 

Cabe ressaltar que não bastava resolver os desafios, juntar os resultados e obter a senha do cadeado, pois para terem direito a chegar até ele 2 componentes do grupo deveriam resolver 2 desafios dos já feitos, porém agora no quadro e sem consulta de material. A questão a ser feita era selecionada por mim apenas quando o aluno chegava no quadro e os 2 alunos que iriam fazer eram selecionados por um grupo adversário. Fazendo assim com que os alunos tivessem a preocupação de deixar todos os seus elementos prontos para resolverem, trabalhando como monitores involuntarios dos amigos com maior dificuldade. Caso o grupo não conseguisse executar a tarefa no quadro ficavam 5 minutos congelados sem poder tentar novamente. Os alunos ao irem ao quadro tinha 5 minutos para resolver seu desafio.

Os alunos que conseguiram acessar o cadeado podiam testar sua senha e em caso de êxito recebiam uma recompensa e pontos extras na matéria.

 

Veja a seguir, o vídeo com a gravação da atividade:

 

 

Feedback dos alunos:

Os alunos mostraram muito interesse em participar da atividade, por ser algo que traz uma motivação de competição sadia e por ter componentes que desconheciam, como a utilização do cadeado de senhas que não é algo usual entre eles. Os grupos mostraram muita união e comprometimento na resolução dos exercícios, tentando auxiliar na aprendizagem dos componentes dos grupos, promovendo a monitoria da turma tentando nivelar os conhecimentos para assim diminuir as chances de erros. As turmas que ainda não estão no projeto estão muito motivadas a participarem também.

 

Parabéns ao professor e a escola pelo trabalho realizado com excelência!!! 

 

 

Sobre a escola:

Escola Municipal Irmã Zélia
Diretor: MARGARETE ALVES DOS REIS DE SOUSA
Endereço: Av. Ministro Edgard Romero, 895, Madureira
Telefone: 3457-1006 | 3457-1050
E-mail: emzelia@rioeduca.net  


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 01/06/2018

Projeto "Poetas de Escola" na E. M. Ministro Edgar Romero

Tags: 5ªcre, projeto, poetas, poesia, escola.

 

O projeto "Poetas de Escola" é realizado desde 2014, tendo início na Escola Municipal Rugendas e continuidade na E.M. Ministro Edgard Romero. Confira!

O projeto foi criado e desenvolvido em 2014 pelo professor Leonardo Torres, professor regente de Língua Portuguesa e desde o ano de 2017 conta com a parceria da professora Valquíria de Farias (sala de leitura) da escola Ministro Edgard Romero, na qual contribui no desenvolvimento do projeto e na orientação dos alunos. Inicialmente, a ideia foi realizada em turmas de oitavo ano, entretanto, hoje é feito com todas as turmas, nas quais o professor Leonardo exerce sua regência.

 

 

A ideia de recitar poesias nasceu com o objetivo primário de aprimorar a capacidade de interpretação textual dos alunos, entretanto, tomou proporções maiores.

Hoje o "poetas de escola" tem outros objetivos, tais como: inserção da poesia na vida do aluno; recital aos pais, professores e aos próprios alunos; valorização do trabalho e do aluno da escola pública; formação de novos poetas e, na opinião do professor, o mais importante dos objetivos, o aproveitamento dos poemas como uma forma de expressão pessoal.
 

No final de 2013, o professor Leonardo participou de um curso de poesia falada. A partir desse momento, resolveu experimentar com seus alunos. Em 2014, na escola Rugendas, implementou a poesia como prática em duas turmas de oitavo ano.

 


Os primeiros passos do "poetas de escola" foi a aula sobre poesia falada, na qual o professor mostra como se desenvolve e os alunos escolhem o texto que mais o represente. A partir da escolha, toda semana é feita a roda da poesia e, então um mergulho de forma individual a cada poema escolhido, interpretando os sentimentos ali contidos e trabalhando as nuances desses sentimentos na voz e na expressão corporal.


No princípio todos ficam tímidos, contudo, ao longo das aulas ficam mais íntimos do poema escolhido e passam a falar com mais segurança. Interessante pontuar que é estimulado um clima de silêncio no momento em que o colega fala e aplausos após o término, justificando, respeitando e enfatizando que não é fácil estar na roda recitando.


Ao final do processo, quando todos estão falando com segurança, é marcado o recital. Novas ideias têm surgido com relação aos locais de recital, pois o "poetas de escola" está expandindo, saindo da sala de aula. A ideia é trabalhar, quando possível, a poesia com o grupo desde o sexto ano até o nono. 

 


Dentro do projeto, o professor responsável, ainda, criou uma página no Youtube do "poetas de escola", inclusive para manter contato com os alunos já egressos da escola. Outra motivação para criação do canal é a fala dos ex- estudantes da Unidade que desejam continuar a declamar suas poesias. Dessa forma, o contato foi mantido e houve a possibilidade de rodas de poesia virtuais, além de ser um espaço de divulgação do projeto.

 

 

Clique no link abaixo com o canal do Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCFUiUixt0joOwUG6D-LIqOg/featured 

 

Confira a poesia ''Esse pequeno mundo'' de Pedro Bandeira por Rebeca Souza.

 

 

 

Vale ressaltar que o foco do "poetas" é tornar o aluno protagonista. Desse modo, em muitas situações, um aluno com baixo rendimento nas atividades cotidianas de Língua Portuguesa se destaca nas rodas de poesia. Fazê-lo descobrir essa aptidão diversas vezes é um ponto motivacional, e, justamente, nesse ponto que mora o valor do projeto, na transformação do aluno.

Dentro desse processo, nada e nem ninguém é maior que o aluno, nem a escola, nem o professor,  sem a colaboração e doação do próprio aluno, o sucesso, com certeza, não é possível. Vale pontuar, ainda, que nas duas escolas o apoio ao projeto é irrestrito, o que facilita muito sua execução.

 

Parabéns professor Leonardo, parabéns Poetas de Escola!

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.15.055) - Escola Municipal Ministro Edgard Romero 
Diretor: Ana Carla da Silva Ferreira

Endereço: Avenida Ministro Edgard Romero, 31 - Madureira
Telefone: 2464-3715 | 2489-5024 | 2464-3594
E-mail: emromero@rioeduca.net


   
           



Yammer Share