A A A C
email
Retornando 321 resultados para a tag '2ªcre'

Terça-feira, 15/01/2019

Vale a Pena Ler de Novo: Representante de Turma - Desenvolvendo a Cidadania

Tags: 2ªcre, educaçãoinfantil.

 

Os alunos do EDI Igor Moraes da Silva participaram de um projeto que incentivou a cidadania e o pensamento democrático.

 

A partir do momento de eleições que vivemos no segundo semestre de 2018, a professora Tamires Coutinho, regente do Maternal, no EDI Igor Moraes da Silva, aproveitou para desenvolver um projeto cujo os objetivos foram a participação cidadã dos alunos e o incentivo ao pensamento democrático, que contou ainda com a colaboração das auxiliares Viviane Belo e Maria do Carmo.

 

 


O projeto destacou a importância de introduzir a responsabilidade social desde a Educação Infantil. Com a eleição do representante de turma, as crianças do maternal II puderam desenvolver aos poucos as primeiras noções de cidadania, participação política, entendimento do sistema eleitoral (voto individual e secreto, urna, cabine, primeiro turno e segundo turno - quando acontece empate), possibilitando assim a formação inicial de uma consciência política.

 

 

 

 


“Quem você acha que será um bom representante?” – Pergunta feita pela professora Tamires, antes dos alunos escolherem o voto.


A ideia promoveu nos alunos atitudes de cooperação, participação, responsabilidade, tolerância, sensibilidade e espírito de liderança. “Quem ganha a votação se compromete a ajudar a todos no que for preciso e a ser um bom exemplo para seus amigos.” Explica a professora.

 

 

 


As crianças adoraram e ficaram entusiasmadas com o projeto. As famílias e a comunidade escolar apoiaram a ideia.


Em um primeiro momento, foi perguntado aos alunos quem gostaria de se eleger representante. Apenas as fotos das crianças interessadas foram disponibilizadas dentro da cabine para votação. Como ainda são muito pequenos, o sistema de organizar por fotos é importante para que eles possam escolher visualizando. Cada um escolheu um amigo para votação e escreveu o nome do candidato eleito em um papel legível e grande (trabalhando o letramento e o reconhecimento das letras). 


Após todos votarem, os alunos sentaram na roda junto com a professora e contaram juntos os votos. Se houvesse empate, haveria segundo turno.


A criança com mais votos seria o representante durante toda semana, colocaria um crachá de representante e se comprometeria a ajudar todos os amigos e a dar bons exemplos.


“Acho muito bom eles poderem exercer a cidadania. Gostei muito do projeto”. Relatou a mãe de uma aluna da turma. Ela disse, ainda, que a filha chegou em casa contando que votou e que o amigo tinha sido eleito.


Agradecemos a professora Tamires Coutinho por compartilhar conosco esta atividade que incentivou a cidadania e o pensamento democrático na Educação Infantil.

 

Quer saber mais?

O contato do EDI Igor Moraes da Silva é: edisete@rioeduca.net

Telefone: 2484-7809

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 

 



 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 26/12/2018

Brincando Também se Aprende Matemática

Tags: 2ªcre, literatura, matemática.

 

Os alunos do terceiro ano da Escola Municipal Albert Schweitzer estudaram os conceitos da divisão de uma forma dinâmica e divertida.

 

 

A professora Viviane Lima, regente da turma 1.301 na Escola Municipal Albert Schweitzer, contou ao portal Rioeduca como apresentou aos alunos os conceitos de divisão. A professora relata que trabalhou este conceito matemático contando histórias e usando balinhas de chocolate.


O projeto foi realizado no quarto bimestre e durou uma semana. O objetivo principal foi introduzir o conhecimento inicial da divisão, através de mecanismos interdisciplinares.

 

 

 


A professora partiu do princípio que trabalhar de forma lúdica, ajuda a melhorar o entendimento e apreensão do conteúdo pelas crianças. Para tal, usou o livro “O menino, o dinheiro e os três cofrinhos”, de Reinaldo Domingos, como ferramenta pedagógica, buscando a interdisciplinaridade português-matemática.


Primeiramente, a professora contou à turma a história, segurando o livro em uma das mãos e uma porquinha, feita de material reciclável, na outra. Após isto, passou então à interpretação oral, apresentando aos alunos as questões relacionadas abaixo:

 

  • Quais eram os três cofrinhos do menino?
     
  • Quando ele ganhou os cofrinhos?
     
  • O que ele fez com os cofrinhos?
     
  • Qual o primeiro sonho realizado?
     
  • Qual a cor do segundo cofrinho do menino?
     
  • Qual o segundo sonho realizado?
     
  • Para quem o menino comprou o terceiro cofrinho?
     
  • Por que o menino comprou um cofrinho para seu pai?
     
  • O que eles conseguiram comprar com as economias do cofrinho branco?

 

 

 

Logo após, as crianças receberam uma folha contendo o desenho dos três porquinhos da história e um copo cheio de balinhas. E a professora lançou um desafio matemático, no qual os alunos precisariam dividir o número de balas recebidas pela quantidade de porquinhos.


Após a leitura de cada desafio, os alunos distribuíram as balinhas no quadro desenhado abaixo de cada porquinho.

 

 

 


Ao final das atividades, os alunos puderam comer as balinhas. A professora percebeu que, motivados pelo êxito e ludicidade da estratégia adotada para o trabalho, todos participaram com entusiasmo. Pôde então compreender que, para as crianças, a aprendizagem foi bastante prazerosa e gostosa!.

 

Agradecemos a professora Viviane Lima por compartilhar conosco esta atividade interdisciplinar que motivou os alunos a aprenderem os conceitos matemáticos.

 

 

Quer saber mais?

O contato da Escola Municipal Albert Schweitzer é: emschweitzer@rioeduca.net

Telefones: 2245-5572 2225-1692

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 25/12/2018

Projeto "Vou Te Contar" de incentivo a leitura

Tags: 2ªcre, alfabetizacao, literatura.

 

Os alunos da Escola Municipal Conselheiro Mayrink participaram de um projeto de incentivo à leitura.

 

A professora Cristiane Joazeiro, Coordenadora Pedagógica, da Escola Municipal Conselheiro Mayrink entrou em contato com o portal Rioeduca e compartilhou o projeto de incentivo a leitura realizado na Unidade Escolar.

 

O projeto que recebeu o nome de “Vou Te Contar” foi realizado com as turmas da Educação Infantil, 4º e 5º anos, sob a orientação da professora Angela Ramos, regente da Sala de Leitura.

 

 

 


O projeto teve vários objetivos e dentre eles: desenvolver o hábito/prazer pela leitura como prática social; exercitar a habilidade da leitura; desenvolver a escuta atenta; ampliar a formação e visão de mundo; valorizar o livro físico.


Na primeira etapa da atividade, a professora Angela, responsável pela Sala de Leitura, conversou com os alunos de 4º e 5º anos, em suas respectivas aulas, sobre os livros que foram selecionados para a atividade. Os alunos foram convidados a escolher um livro cada um para treinar a leitura em casa, já que teriam que ler para os pequenos. Na segunda etapa, os alunos treinaram a leitura com seus próprios amigos de turma, nas aulas de Sala de Leitura.

 

 

 

 

Na última etapa, a professora marcou um dia com as turmas que estavam treinando a leitura e os alunos da Educação Infantil foram convidados a ouvir essas histórias, contadas pelos alunos maiores. Dessa maneira, a criança maior dividiu um colchonete com a criança menor para lhe contar a história.

 

 

 


A contação de histórias foi simultânea, quem acabava de contar, sinalizava para a professora e ela trocava os leitores. Cada criança da Educação Infantil ouviu aproximadamente de três a quatro histórias na mesma atividade. Os livros selecionados apresentavam textos curtos e simples para que a Educação Infantil conseguisse acompanhar e ouvir muitas histórias na mesma atividade. A preocupação com o tipo de texto também foi importante para que as turmas de 4º e 5º anos pudessem ler com segurança e tranquilidade.

 

 

 

 

A professora a turma da Educação Infantil e os alunos leitores deixaram seus depoimentos sobre o projeto:

 

“As crianças gostaram muito da atividade, além de ter propiciado a interação entre as crianças.” Michele Firmino – Professora da Ed. Infantil.

 

“As crianças gostaram de ouvir as histórias que a gente contou. É uma oportunidade para eles.” Matheus 1501.

 

“Gostei porque as crianças prestaram a atenção. A gente se sente feliz. Ler em voz alta para outra pessoa melhora a nossa leitura.”Giovanna 1501.


“Gostei porque eu nunca tinha feito isso. Foi uma experiência muito boa. Poder ler para uma criança pequena, estimula a gente a ler.” Maria Luíza 1501.

 

“Ótimo porque conheci mais e me senti feliz. Agora não tenho mais vergonha de ler na frente de ninguém.” Sophia Campos 1501.


“Gostei porque eu gaguejava muito na hora de ler e melhorei.”Thamires 1501.

 

 

Agradecemos a equipe pedagógica por compartilhar conosco relatos de uma atividade que incentivou o trabalho em equipe, a interação entre os alunos de diferentes turmas e o incentivo à leitura. Desejamos sucesso a toda comunidade escolar!

 

Quer saber mais?

O contato da Escola Municipal Conselheiro Mayrink é: emmayrink@rioeduca.net

Telefones: 2284-1627  ou 2264-6279

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 

 

  


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 21/12/2018

Colocando as Mãos na Massa!

Tags: 2ªcre, ciências.

 

Os alunos do sexto ano da Escola Municipal Rodrigo Mello Franco de Andrade participaram de um projeto de Ciências que envolveu experimentos e aquisição de novos saberes.

 

A professora Rosemar de Almeida, Coordenadora Pedagógica da Escola Municipal Rodrigo Mello Franco de Andrade, escreveu ao portal Rioeduca contando sobre o projeto de Ciências realizado pelos alunos do sexto ano, que tem como regente a professora Rosani Damázio.

 

 

 


O projeto foi realizado nas turmas do 6º ano, porém no decorrer da realização dos experimentos, os alunos demonstraram desejo em compartilhar os saberes e vivências com todos os alunos e pais. Dessa forma, foi sugerida a realização de uma culminância para que todos pudessem ter acesso ao trabalho realizado pela turma.


O objetivo principal do projeto foi despertar o espírito investigativo, no qual a disciplina Ciências propõe, através de pesquisas, debates e consolidação dos dados, resultados e conhecimentos coletados 

 

 

 

 


Os alunos iniciaram o projeto utilizando o Caderno Pedagógico, livros e internet. A professora Rosani trabalhou o conteúdo através de pesquisas e trocas de informações; debates entre os alunos, induzindo-os a dúvidas e uma parte prática, a partir da realização de experimentos sugeridos no Caderno Pedagógico de Ciências do 3º bimestre.

 

 

 

 

No dia da culminância, os alunos se mobilizaram e prepararam todo o ambiente no qual realizaram os experimentos feitos em sala de aula. O local escolhido foi o pátio de entrada onde foram colocados mesas e cartazes. O local foi estratégico, pois era entrada e saída dos alunos e responsáveis. Os horários também foram divididos para que os dois turnos tivessem acesso a exposição. 

 

 

 


“Acho muito importante para os alunos este momento onde mostram o trabalho deles para os menores. Eles se sentem importantes e valorizados e nossos filhos aprendem e se entusiasmam para também fazer trabalhos assim”. - Pai de aluno do 2º ano do Ensino Fundamental.

 

Agradecemos a equipe pedagógica da Escola Municipal Rodrigo Mello Franco por compartilhar conosco relatos de um projeto que associou teoria e prática.

 

Desejamos sucesso a toda comunidade escolar!

 

Quer saber mais?

O contato da  Escola Municipal Rodrigo Mello Franco de Andrade é: emrfandrade@rioeduca.net

Telefone: 2288-1267

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 


 


   
           



Yammer Share