A A A C
email

Sexta-feira, 26/04/2019

Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo - 5ª CRE

Tags: célula, animal, 5ªcre.

Aula Sobre Célula Animal na E.M. Aspirante Carlos Alfredo

A professora Vivian Pandolpho da E. M. Aspirante Carlos Alfredo trabalhou, no primeiro bimestre de 2019, o conceito de Célula Animal, a partir de materiais alternativos, produzindo, com seus alunos, verdadeiros trabalhos artísticos. Confira!

 

 

Um dos maiores desafios para o docente é engajar seus alunos em conceitos trabalhados em sala de aula, de forma que o conteúdo seja muito bem compreeendido e haja participação ativa  nas atividades. 

Para que isso acontecesse, a professora Vivian Pandolpho, da Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo, trabalhou o conceito de Célula Animal com seus alunos do 5º ano de uma forma criativa, buscando, assim,  o interesse e o envolvimento dos alunos nessa atividade.

 

 

Primeiramente, foi trabalhada a parte teórica do conteúdo, para que houvesse compreensão e aquisição do conhecimento necessário para as atividades posteriores que, por sua vez, possuiam um caráter mais prático. 

 

 

O estudo de célula, na maioria das vezes, é considerado vago pelos alunos. Como não é possível observar as células animais em um laboratório de Ciências, muitas vezes o professor se prende apenas a ensinar a função desempenhada por cada parte celular. A fim de tornar as aulas mais interessantes, a professora Vivian sugere a criação de um modelo concreto de célula animal com seus alunos.

 

 

Após o conteúdo ministrado pela professora, foi proposto aos alunos a construção de uma maquete, usando vários tipos de materiais como bolas de isopor e tinta, gel, de modo que ilustrasse tudo que foi aprendido. 

 


Dentro dessa proposta, os alunos pintaram bolas de isopor de cores variadas. A bola maior representava a Membrana Plasmática e a bola menor o Núcleo da célula. Após a pintura, os alunos colaram a bola menor no centro da maior e no vão entre elas encheram de gel colorido com corante, representando outra parte da célula, o Citoplasma.

 

 

A seguir, o passo-a-passo dessa atividade:

 

"Primeiramente peça para que os alunos pintem o isopor que representará a Membrana Plasmática e o Núcleo. Enquanto o material seca, peça para que eles observem atentamente a figura  de uma célula. Após a secagem das bolas de isopor, peça que iniciem a montagem da célula. Depois que colem o núcleo na bola oca, adicionem o gel e coloquem plaquinhas indicando os nomes das partes da célula." Professora Vivian Pandolpho

 

 

 

O objetivo da aula foi fixar o aprendizado teórico da matéria de Ciências, usando a criatividade e a ludicidade, estimulando o interesse dos alunos de forma prazerosa, favorecendo, assim, o aprendizado de todos.


Foi uma experiência divertida e muito produtiva! Os alunos ficaram muito interessados e aula foi sensacional!

 

Sobre a escola:
Unidade Escolar: Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo
Diretor(a): Tereza De Jesus Costa Santos Rocha
Endereço: Rua Ibia 105, Turiaçu 
Telefone: 3018-2591 | 3018-2629
E-mail: emalfredo@rioeduca.net 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/04/2019

Escola Municipal Otelo de Souza Reis - 10ªCRE

Tags: 10cre, cre10, samba.

Alunos da Escola Municipal Otelo de Souza Reis conhecendo os gêneros musicais do Carnaval

 

A E/CRE (10.19.017) Escola Municipal Otelo de Souza Reis, está localizada na Avenida Antares, s/n° - Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A Unidade Escolar atende alunos do 1°ao 6° ano do Ensino Fundamental. Tem como diretora, a professora Rachel Santana, como diretora adjunta, a professora Adriana Santos e como Coordenadora Pedagógica, a professora Marcia Brandão.

As turmas do 4º ao 6º ano das professoras Carolina, Roselaine e Meirelaine conheceram os gêneros musicais utilizados na festa popular do carnaval. Isso porque, essa festa é um marco na nossa Cidade, desde a marchinha ao samba-enredo. Dessa forma, o trabalho pedagógico se deu a partir da necessidade de se conhecer um pouco mais sobre a maior festa cultural do nosso país.

 

Professor Luis com a turma 1401

 

O professor de música Luis Gabril, trabalhou com as crianças o samba e suas vertentes. Os alunos puderam conhecer os gêneros musicais: samba e marchinha. Tocaram os instrumentos, pesquisaram sobre compositores, analisaram as letras e compararam os sambas antigos com os novos. Além disso, colocaram em prática tudo o que estavam aprendendo.

 

— As turmas foram divididas em pequenos grupos para que realizassem  rodas de conversa a partir das letras de sambas e suas peculiaridades. Além de ter sido muito divertido, eles puderam compreender que as letras das músicas vinham de encontro ao momento politico da época. — afirma o professor Luis

 

 

Alunos em atividade

 

 

 

 

Ao longo das aulas, os alunos conheceram os instrumentos utilizados no samba e nas baterias das escolas de samba.

Depois de uma pesquisa dos sambas e marchinhas de carnaval, eles escolheram duas canções para que as turmas trabalhassem. Dessa forma, foram escolhidas as músicas: A banda de Chico Buarque e Todo menino é um rei de Roberto Ribeiro.

 

Com a ajuda do professor de música os alunos criaram arranjos musicais com instrumentos de percussão, voz e palmas. Os arranjos foram feitos e divididos em naipes de agogô, tamborim, pandeiro, reco-reco e chocalhos.

 

Alunos em atividade

 

 

— A sala de aula virou praticamente uma roda de samba. É bem melhor quando eles saem da teoria e conseguem experimentar todo o contexto da aula. — afirmou o professor Luis

 

Os alunos puderam mostrar o resultado da aula para toda a comunidade escolar, pois ao final do processo, desceram as escadas tocando, cantando e simulando um desfile de escola de samba.

 

Professor Luis com a turma 1601

 

 

Quer saber mais sobre o nosso trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.081) E. M. Otelo de Souza Reis
Diretora: Rachel Santana
Diretora adjunta: Adriana Santos
E-mail: emoteloreis@rioeduca.net
Telefone: 3354-9090

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 25/04/2019

Escola Municipal Luiz Edmundo - 9ª CRE

Tags: 9ª cre, inclusão, síndrome de down.

Escola em Campo Grande promove atividade de inclusão entre professores, alunos e funcionários.

 

A Escola Municipal Luiz Edmundo, situada na rua Félix Bernardelli, s/nº, Tingui, Campo Grande, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, atende a 515 alunos devidamente matriculados do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, além de uma classe especial.

 

No dia 21/03/2019, a unidade trabalhou a conscientização da Síndrome de Down com todos os professores, alunos e funcionários. Os discentes da Classe Especial e os estudantes do 1º e 2º anos participaram do momento de contação de histórias com a professora da sala de recursos Michele Nascimento de Sant'anna Minda Nascimento. A atividade, coordenada pela própria professora Michele, aprofundou os conhecimentos sobre a síndrome e suas características.

 

 

Professores e alunos participam da atividade de inclusão

 

 

O livro utilizado na ação foi "Meu Amigo Down". A obra traz uma reflexão sobre a importância da amizade e do cuidado com um amigo. O livro ensina o quanto faz bem brincar, amar e se divertir. Os educandos, coletivamente, produziram um mural com o símbolo da campanha.

 

 

Alunos observam atentamente a professora

 


Os alunos do 3º, 4º e 5º anos assistiram a uma palestra sobre a Síndrome de Down. A apresentação foi baseada no tema "Superação"

 

 

A atividade também mobilizou os funcionários da unidade escolar

 

 

A estrela do espetáculo foi Isabelle Cristinne França Barros, aluna do 1º ano, classe na qual leciona a professora Renata Cristina da Silva Teixeira. A educanda brilha a cada dia dentro e fora da unidade escolar. Com enorme charme, carisma, cooperação e inteligência, a discente foi a atração principal do evento. Isabelle, como uma linda borboleta azul com asas amarelas, nos convida a vencer todo preconceito pelo amor. A aluna é super integrada com todos os colegas, além de uma referência para os professores e funcionários da escola.

 

 

A linda aluna Isabelle é a estrela do espetáculo

 

 

A Coordenadora Pedagógica Marília Caroline acompanha todas as atividades realizadas com a aluna, inclusive as desenvolvidas na Sala de Recursos. A gestora Marcia Andrea relata que possui um contato direto com seus responsáveis  e que a parceria entre a família e a escola é a principal ferramenta para a evolução da menina.

 

 

Para saber mais sobre a Escola Municipal Luiz Edmundo:

Direção Geral: Marcia Andrea de Castro Miranda Zeferino
Direção Adjunta: Milvia da Silva Monte Medeiros
Coordenação Pedagógica:Marília Caroline Lessa Ferreira
Telefone: 3394-6085
Email: emedmundo@rioeduca.net

 

 


Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 25/04/2019

EDI Medalhista Éder Carbonera - 4ªCRE

Tags: 4ªcre, edi, linguagem artística, educação infantil.

Sou criança e faço arte, na Maré e em toda parte!

 

Na última semana de março, a equipe do Espaço de Desenvolvimento Infantil Medalhista Éder Carbonera inaugurou a “Galeria da Galerinha”, um desdobramento do projeto pedagógico anual: ‘Sou criança e faço arte, na Maré e em toda parte!’, que visa explorar, na perspectiva da Educação Infantil, a linguagem artística em suas diversas possibilidades.

 

 

Educação Infantil: a linguagem artística em suas diversas possibilidades.

 


Este espaço irá abrigar e expor, durante todo o ano, as produções de nossas crianças.  Neste primeiro momento, o projeto voltou-se para “A ARTE DE SER E PERTENCER”, envolvendo as crianças e toda comunidade escolar em experiências de valorização da cultura local.

 

Inauguração da “Galeria da Galerinha: A arte de ser e pertencer

 

 

A atividade contou com a participação do artista plástico Afonso Augusto, o "Carlinhos", morador da Comunidade Vila do João. O artista enriqueceu o evento com suas lindas obras que retratam paisagens da Maré, além de conversar com os responsáveis e crianças sobre técnicas de pintura, incentivando-os a expressar-se através da arte. Ao final, "Carlinhos" presenteou o EDI com uma de suas obras.

 

 

Artista plástico Afonso Augusto, o "Carlinhos", morador da Comunidade Vila do João

 


 

 

 

Parabéns a toda Equipe!

 

 

Quer conhecer um pouco mais do EDI Med. Éder Carbonera?
Endereço: Rua J do PAL 44.811 Acesso pela travessa I (Rua 222) Comunidade Salsa e Merengue 0 Bloco 2
Tel.: (21) 2086-2852
Email: edimcarbonera@rioeduca.net
Facebook: https://www.facebook.com/edimcarbonera/

 

 

Contato para publicação:


 


   
           



Yammer Share