Rio Educa
A A A C
email

Segunda-feira, 20/08/2018

As Aventuras de Alfa e Beto

Tags: 1ªcre, educaçãoinfantil, riodeleitores, projetos.

 

De forma lúdica, projeto envolve a família em atividades de letramento em turma de Educação Infantil.

 

Com o objetivo de iniciar o letramento, de forma lúdica e prazerosa , a professora Gisele, da turma de Educação Infantil da Escola Guatemala, desenvolve, ao longo do ano letivo, o projeto “As aventuras de Alfa e Beto”.

 

 

 


Inicialmente, a professora Gisele idealizou e mandou confeccionar dois bonecos, um branco e outro pardo. Os bonecos são irmãos gêmeos e receberam os nomes de Alfa e Beto, em uma alusão ao alfabeto, objetivo fim do projeto.


A professora elaborou uma carta para as famílias, explicando como o projeto seria desenvolvido e como as famílias participariam do mesmo. Na carta as famílias autorizaram a participação das crianças e se comprometeram a zelar pelos bonecos durante a permanência dos mesmos em suas casas.

 

 


No mês abril, a professora apresentou Alfa e Beto às crianças. Explicou que eles eram novos amigos da turma e que, uma vez por semana seria realizado um sorteio entre os alunos da turma para saber qual aluno levaria o amigo para casa. Alfa é o amigo que visita os alunos da turma EI51 e Beto é o amigo que visita os alunos da turma EI52.

 

 

 


O projeto funciona assim: a professora lança uma letra do alfabeto e trabalha com a turma, no final da semana acontece o sorteio e a criança leva o amigo para casa com a proposta de fazer uma aventura em família envolvendo a letra trabalhada. Na sacola personalizada, junto com o amigo, segue o Passaporte de aventuras, onde a família registra a aventura realizada e anexa uma foto.

 

 


 


A primeira aventura foi realizada na escola, para servir como exemplo para as demais. A professora Gisele lançou a letra A e fez a brincadeira Amarelinha com as crianças.

O projeto tem uma página na Rede Social Facebook, onde semanalmente são registradas as fotos das aventuras, de forma que todas as famílias das turmas possam acompanhar o desenvolvimento do projeto.

 

Clique na foto abaixo para acessar a página:

 

 

A partir da letra B as aventuras foram feitas pelas famílias. Eventualmente, a professora realizará aventuras na escola, já que são apenas 20 alunos por turma e o alfabeto possui 26 letras. Alfa foi para a casa da ADRIELLE. A aventura escolhida pela família foi a brincadeira “BATATA QUENTE. Beto foi para a casa da MARINA. A aventura escolhida pela família foi brincar no Balanço da pracinha.

 

 

 

 

E assim, Alfa e Beto vão vivendo várias aventuras, ao longo do ano, seguindo as letras do Alfabeto. Visitaram pracinhas, foram a Feira de São Cristóvão, ficaram em casa... E continuam vivendo muitas aventuras.

 

 

 


Quando o alfabeto terminar, a professora pretende fazer uma festa de aniversário dos amigos como finalização do projeto, preferencialmente no dia da criança.

 

Através do retorno nos comentários na Rede Social e das agendas, além do feedback dado na reunião de responsáveis, já foi possível perceber a satisfação das famílias! “Estamos todos muito animados com o projeto!”, finaliza a professora Gisele Lima Tílio.

 

 

 


E por falar em professora Gisele, outro grande trabalho desenvolvido com Educação Infantil já foi destaque aqui no Portal Rioeduca, “O passaporte da Leitura”. Clique na foto abaixo e releia esse belíssimo projeto.

 

 


 


Para Saber Mais:

ESCOLA MUNICIPAL GUATEMALA

Telefone: 2224-7687

E-mail: emguatemala@rioeduca.net

Direção: Rose Leon

Direção-Adjunta: Marília Amaral

Coordenação Pedagógica: Márcia Cristina Hernandes

Professora Responsável pelo Projeto: Gisele Lima Tílio

 


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 20/08/2018

Copa Eugenial: promova a paz entre a gente

Tags: 6.ª cre, copa do mundo.

 

O projeto Copa Eugenial: promova a paz entre a gente foi realizado entre os meses de maio e julho na Escola Municipal Eugênia Dutra Hamann.

Ele contou com a participação de todas as turmas da escola e teve como objetivo aprimorar a cultura da paz entre os alunos, através do estímulo ao espírito “Fair Play”, à compreensão da necessidade do respeito e da tolerância com o próximo, do aprendizado da vitória e da derrota e, principalmente, do espírito de equipe.

 

Vamos acompanhar como tudo aconteceu?

 

A E.M. Eugênia Dutra Hamann fica localizada em Pavuna e atende alunos do 1.º segmento

 

O projeto Copa Eugenial Consciente: promova a paz entre a gente foi dividido em três etapas. No dia 18 de maio, foi realizada a preparação e a abertura da Copa Eugenial. Entre os dias 20 de junho e 05 de julho, aconteceram os jogos eliminatórios e finais. O encerramento, última etapa do projeto, foi realizado no dia 12 de julho.

 

A primeira etapa envolveu toda a preparação para o evento, tendo como ponto de partida principal a abertura. Durante todo o bimestre, o conteúdo sobre a copa do Mundo foi trabalhado e as informações eram trazidas também pelos alunos, buscando discussões sobre de que forma o Brasil poderia ser de verdade um campeão. Além de vídeos e reportagens, confecção de cartazes do tema também fizeram parte do projeto e da ornamentação da escola.

 

A abertura do evento aconteceu no dia 18 de Maio, dando início ao projeto com o desfile das seis turmas, vestidas com as cores sorteadas anteriormente, bandeiras, enfeites e acessórios da mesma cor, além da entrada do pelotão das bandeiras do Brasil, Estado, Município e a da escola. 

 

Exposição dos trabalhos realizados

 

 

Após o desfile, as turmas se posicionaram para cantar o Hino Nacional, ouvir a palavra da direção e a explicação do evento. Nesse dia, as turmas apresentaram o grito de torcida, coreografado ou não, e um cartaz com uma mensagem de paz, contextualizando o projeto ao evento internacional, a Copa do Mundo. 

 

 

Prof.ª  Juliana - Turma 1301

 

 

A segunda etapa aconteceu entre os dias 20/06 e 05/07, período em que foram realizados  torneios: futsal masculino e queimado feminino para as turmas de 3.º ao 5.º ano e futsal para as turmas de 1.º e 2.º anos. As eliminatórias aconteceram até o dia 4/07, dentro do horário das aulas de Educação Física. As finais, no dia 5/07, em horário especial, com as turmas envolvidas e a participação de suas professoras, além da professora de Educação Física.

As regras foram adaptadas à faixa etária e ao espaço disponível.

 

Professora Cláudia - Turma 1102

 

 

As turmas foram divididas em times e o torneio foi adaptado dentro das competências e habilidades de cada turma. As turmas dos 2º e 3º anos realizaram o torneio com times da própria sala, não competindo uma com a outra devido à diferença de tamanho e maturidade dos alunos. Nas turmas de 4º e 5º anos, o time vencedor de cada uma disputou com a outra, de acordo com a sua faixa etária.

 

Durante o evento, foram escolhidos destaques (1 feminino e 1 masculino por turma), considerando o significado de Fair Play, expressão que significa “jogo limpo”, ou seja, modo leal de agir. “O conceito de fair play está vinculado à ética no meio esportivo, onde os praticantes devem procurar jogar de maneira que não prejudiquem o adversário de forma proposital”.

 

 

 

Prof.ª Edite Fagundes - Turma 1201

 

 

O encerramento foi a terceira e última parte do projeto e aconteceu no dia 12/07. As turmas realizaram o desfile idêntico ao da abertura. Cantaram o Hino, ouviram a palavra da direção e da Professora de Educação Física, os resultados dos jogos, os destaques foram homenageados recebendo um certificado e alguns brindes conseguidos através de doações. Outros brindes arrecadados foram sorteados entre todos os alunos e dois brindes foram sorteados entre as professoras. 

 

 

Jogos realizados na E.M Eugênia Dutra Hamann

 

Todos os alunos receberam uma medalha de papel com o desenho da Mascote da Copa “Zabiwaca”, confeccionadas pela professora de Educação Física, que se preocupou em distribuir balas a fim de contemplar os alunos que não foram sorteados. Os alunos destaques entregaram uma medalha para a professora da turma e também para todos os funcionários da escola, pois constituímos a Família Campeã Eugenial.

 

Após o cerimonial de encerramento, os alunos foram para a confraternização com lanche compartilhado, combinado anteriormente, através de bilhete enviado aos responsáveis, onde cada aluno contribuiu com um item (doce, salgado, refrigerantes e descartáveis). Ao som de músicas atuais, os alunos foram organizados no pátio em cadeiras e servidos pelos funcionários da escola, promovendo o espírito de união, celebração e cidadania.

 

 

Prof.ª Cristiane - Turma 1501

 

Prof.ª Amanda - Turma 1401 / Turmas 1101 e 1102 ao final da partida / Prof.ª Paola - Turma 1201

 

Parabéns à professora Edite Fagundes e à toda equipe da E.M. Eugênia Dutra Hamann pelo trabalho de excelência que realizam com nossas crianças. É um orgulho tê-los na 6.ª CRE!

 


Quer conhecer um pouco mais do trabalho desenvolvido pela equipe da E.M. Eugênia Dutra Hamann? Entre em contato com a Unidade Escolar!

 

E.M. Eugênia Dutra Hamann

E-mail:emeugenia@rioeduca.net

Telefone: 2407-4042

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 20/08/2018

A Voz dos Refugiados

Tags: 11ªcre, refugiados, senegal.

 

A Escola Municipal Holanda, localizada na Ilha do Governador, juntamente com a Subsecretaria de Direitos Humanos levou para a escola a palestra "A Voz dos Refugiados" com um Senegalês que contou um pouco sobre como é a vida dos refugiados, assim como, os motivos que os levam a sair de seus países e tentar uma nova vida no Brasil. 

 

 

O tema foi tratado como de extrema importância para compreender melhor o fluxo migratório que está acontecendo no mundo todo, e se tratando de uma escola bilíngue o estudo e contato com outros culturas é de grande relevância.

 

Os alunos amaram a apresentação e participaram com perguntas ao imigrante do Senegal que, por sua vez, foi muito atencioso com todos.

 

 

 

Antes, houve uma apresentação sobre o que é a Copa dos Refugiados, que aconteceu no Rio de Janeiro, no dia 4 de agosto, um evento esportivo que tem como objetivo a integração social dos imigrantes e refugiados.

 

Disputada pela primeira vez no Rio de Janeiro, a competição uniu cariocas e refugiados em um evento onde a ação social assumiu o protagonismo. Com apoio da Prefeitura, foram oferecidos serviços de saúde, oportunidades de trabalho e, claro, muito futebol.

 

Veja como foi:

 

Copa dos Refugiados: mais do que futebol, integração social
 

 

As crianças adoraram a visita e fizeram muitas perguntas. Direção, professores e funcionários também gostaram muito da visita que só contribuiu para a aprendizagem dos alunos da Unidade Escolar.

 

 

A Escola Municipal Holanda adorou e soube aproveitar bastante a visita do Grupo dos Direitos Humanos e do Refugiado/imigrante do Senegal!
 

 

Parabéns a E.M. Holanda e a Subsecretaria de Direitos Humanos por propiciar aos alunos estes momentos tão preciosos com culturas diferentes.

 

 

Quer saber mais sobre?

E-mail: emholanda@rioeduca.net

Telefone: 3353-9933 / 3393-9122

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 17/08/2018

Rimas na Alfabetização: Caminhos para Leitura e Escrita

Tags: redescobrindo, youtubers, 7ªcre.

 

Redescobrindo as Rimas

 

 

As rimas são ótimos recursos para despertar nas crianças o prazer pela leitura e escrita. Os pequenos se encantam com a sonoridade das palavras e se divertem com a possibilidade mágica de construir suas próprias combinações.
 

 

As palavras realmente são mágicas e nos apresentam milhares de possibilidades!

 

Por isso a dica de hoje começa com a indicação do livro: "O Livro Mágico".

 



Essa história nos mostra o poder que as palavras têm, e a rima é um desses poderes. Após a leitura, os alunos da Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro foram convidados a fazerem suas criações.

 

 

 

 


Cada aluno recebeu uma palavra e a missão de fazer uma ilustração que rimasse com ela. Após muita diversão construíram um cartaz coletivo:

Ainda no clima das rimas, os alunos do segundo ano tiveram a oportunidade de assistir ao vídeo “Redescobrindo as Rimas” elaborado pelas professoras Youtubers e disponível no link:



 

A videoaula inicia-se com um problema, como fazer uma música para o canal “Redescobrindo”?


 

 


É claro que a turminha já tinha a resposta na ponta da língua e sabiam que as rimas eram a solução que a tia Ju e a tia Ly procuravam!

 

 



E para continuar a diversão, a videoaula interativa apresenta às crianças um jogo no qual elas devem descobrir quem mora nas casas apresentadas por meio da rima com o nome dos animais!

 

 

E ainda dois jogos com a rima como tema principal:

 

 

Depois de assistir ao vídeo...Mãos à obra!


Segundo Emília Ferreira as mãos são a porta de entrada para o cérebro. E nesta atividade, constatamos que quanto mais oportunidade as crianças têm de manipular objetos e trabalharem os sentidos, mais eficiente se torna o processo de aprendizagem.

 



Para Vygotsky o jogo tem grande importância no processo criativo, pois a imaginação estimulada por eles contribui para expansão das habilidades cognitivas. Sendo assim, por que não experimentar outros jogos? A diversão propiciada pelas rimas foi o gatilho para utilização de jogos de formação de palavras.

 

 

E assim, mais uma vez os alunos aprenderam brincando... E entre uma risada e outra construíram importantes conceitos e aprimoraram sua habilidade de leitura e escrita!

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 

Contato para publicações:

 


 


   
           



Yammer Share