A A A C
email
Retornando 11 resultados para o mês de 'Fevereiro de 2019'

Quinta-feira, 28/02/2019

Acolhimento bom da Von

Tags: 9ª cre, acolhimento, ginásio carioca.

 

Semana de Acolhimento na Von Martius

 

Há muitos anos, a Escola Municipal (09.18.070) Von Martius, localizada na rua Jape, nº 26, Campo Grande, realiza os acolhimentos dos novos alunos com enorme envolvimento de toda a comunidade escolar. Em 2019, não foi diferente. Foi realizado um mega acolhimento que marcou a vida de centenas de estudantes da escola. Os protagonistas já começam o ano esperando por este momento. São alunos extremamente atuantes dos 7°, 8° e 9° anos.

 

A escola é referência no ensino público de toda a Zona Oeste da cidade. Na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), feita pelo Ministério da Educação, a unidade de ensino alcançou o índice de 5,9 e ficou entre as dez melhores escolas públicas municipais do Rio de Janeiro.

 

A semana de acolhimento também contou com a presença de ex-alunos, que já passaram por este processo e, agora, contribuem com esta importante ação de início de ano letivo. Muitos desses ex-alunos, que já estão fazendo cursos de graduação em Universidades Públicas, ainda se sentem pertencentes à escola. Os jovens têm o compromisso de fazerem mais pela comunidade escolar que um dia também os acolheu.

 

 

Início da semana de acolhimento na Von Martius

 

 

Assim, no primeiro momento do acolhimento, os professores atuaram como orientadores, conversando e trocando ideias sobre as diversas etapas do processo. Foram feitas diversas sugestões para que cada ano tivesse um gostinho singular e autêntico.

 

 

Ex-alunos e veteranos recebem os novos alunos

 

 

A temática do SONHO permeou todas as atividades desenvolvidas e percorreu em todos os anos de escolaridade, enfatizando no 9° ano o sonho de seguir os estudos e exercer uma determinada profissão. Desse trabalho, resultaram várias manifestações, como cartazes, varais dos sonhos, paródias e jogo de perguntas e respostas (com direito à brincadeira sadia de torta na cara). Os alunos e professores realizaram um firmamento de metas, além de contratos de convivência a serem respeitados no dia a dia.

 

 

Alunos e professores realizando as atividades

 

 

Ao final desses acolhedores dias, todos os estudantes já estavam entrosados e trocando diversas experiências. Os protagonistas ressaltaram a importância de receberem bem os novos colegas. Já os alunos novos, mencionaram que deixaram de lado a preocupação e ansiedade por estarem entrando em uma escola nova, a partir do momento em que foram bem recebidos pelos veteranos.

 

Ao final da semana de acolhimento, foi servido um merecido e gostoso café como forma de agradecimento a todos os participantes.

 

A escola Von Martius segue fazendo a diferença na vida das pessoas e formando discentes críticos, solidários e autônomos, afirma a diretora Mágda Santos Pinto.

 

 

O acolhimento terminou com um delicioso café da manhã

 

 

Para saber mais sobre a Escola Municipal Von Martius:

Direção Geral: Mágda Santos Pinto
Direção Adjunta: Ana Paula Moderno Sieira Silva
Coordenação Pedagógica: Letícia Tupper
Telefone: 3394-2990
Email: emvmartius@rioeduca.net
 

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações

 

      
 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/02/2019

Acolhimento no Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Kelita Faria de Paula

Tags: 4ªcre, acolhimento, colo, felicidade.

 

Acolhimento no Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Kelita Faria de Paula


 

 

"Estamos iniciando nosso ano letivo e com ele um momento de muita importância, o acolhimento de todos: nossos funcionários, responsáveis e nossas crianças. Acolher significa oferecer proteção, conforto, abrigo, amparo... dar colo! E assim foi a nossa semana! O EDI Profª Kelita Faria de Paula preparou atividades para receber as crianças no retorno das férias com muita alegria! Os professores, os agentes de educação infantil e todos os funcionários se envolveram no Acolhimento." Equipe do EDI Professora Kelita

 

Segundo a equipe do EDI Professora Kelita, acolhimento é um período muito importante, no qual família e escola dialogam e criam vínculos fundamentais para fortalecer esse elo de amor. Um elo que ajuda nossas crianças a se desenvolverem melhor e mais felizes, conhecendo nossos espaços e rotinas mais confiantes e seguros. 

 

 

 

 

A Unidade Escolar está localizada em Bonsucesso e recebeu suas crianças de acordo com as orientações do acolhimento 2019 dadas pela Secretaria Municipal de Educação. Nesse momento, houve afeto, diálogo sobre o novo ambiente e atividades lúdicas e divertidas.

 

 

 

 

O EDI aposta que quanto mais receptivo e acolhedor for o clima organizacional, maiores são as chances do sucesso do acolhimento. Dessa forma, cada ação foi planejada para a criação e o fortalecimento dos vínculos, não apenas dos alunos com a escola, mas também de seus responsáveis.

 

 

 

 

Nesse contexto, a Unidade Escolar propõe um lema para seu trabalho e seu espaço: "EDI Professora Kelita Faria de Paula um lugar de gente feliz!"

 

 

 

 

Parabéns a Equipe do EDI Profª Kelita Faria de Paula pelo excelente trabalho realizado!

 


Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Kelita Faria de Paula - 44416
Diretor: ROSANGELA BARBOSA ALVES
Endereço: Avenida Guilherme Maxwell 107
Bairro: Bonsucesso
Telefone: 3353-0456
E-mail: edikelita@rioeduca.net 

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/02/2019

Curso: O aluno com Baixa Visão na Escola: Desafios e Possibilidades

Tags: curso; baixa visão; aluno.

 

 

Já se encontram abertas as inscrições para o curso:

"O Aluno com Baixa Visão na Escola: Desafios e Possibilidades", promovido pelo IHA.

 

 

 

 

Objetivo do Curso: Promover ações de formação de professores e profissionais que atuem com crianças com deficiência visual – baixa visão, no ensino fundamental, suscitando a comprensão acerca do desenvolvimento histórico do aluno com baixa visão no contexto escolar e levando o professor a distinguir os termos cegueira e a baixa visão em situações do cotidiano da sala de aula. Habilitar o professor a determinar qual recurso óptico irá beneficiar o seu aluno. Estimular a reflexão da práxis pedagógica a partir de estudo de caso de alunos com baixa visão no ambiente escolar.

 

Ementa: Cegueira e baixa visão. Recursos não ópticos. Recursos ópticos. Recursos e equipamentos. Acessibilidade e baixa visão. Utilização funcional do resíduo visual. Laboratório prático – como meu aluno enxerga e como posso ajudá-lo? Informática, adaptações e ampliação do material didático. O aluno com baixa visão no ambiente escolar - estudos de caso.

 

Público-alvo: professores da rede municipal de ensino que atuam diretamente com o aluno que apresenta baixa visão.

 

Carga horária: 16 horas distribuídas em quatro encontros de 4 horas (8h às 12h)

 

Vagas: 15 vagas no período da manhã, das 8h às 12 h.

 

Local: Instituto Municipal Helena Antipoff – Rua Mata Machado, nº 15, Maracanã

 

Período de realização: de 26 de março a 07 de maio de 2019.

Março: 26

Abril: 09 e 30

Maio: 7

 

Orientações para Inscrições:

1.As inscrições serão online no endereço: https://docs.google.com/forms/d/1hTWRQUezYyKg9VJQ_GZZFNIdX7f0GGb1FkYZY5JA-DI/viewform?edit_requested=true

2. Prioridade para o professor do Atendimento Educacional Especializado que atua diretamente com o aluno que apresenta baixa visão.

3. Após a inscrição o professor deverá aguardar a confirmação da mesma. Será respeitada a ordem de inscrição.

4. O professor do AEE deverá realizar o curso como “5º dia”, no seu horário de trabalho.

5. Não haverá dispensa de ponto.

6. Serão certificados os professores que obtiverem 75% de frequência.


   
           



Yammer Share

Postado por Katia Nunes Ver Comentários (0)

Quarta-feira, 27/02/2019

Mas o que são arboviroses mesmo?

Tags: cre03, arboviroses, dengue.

 

   Mas o que são arboviroses mesmo? Toda a cidade faz essa pergunta no verão e graças a um projeto desenvolvido na Escola Municipal Benevenuta Ribeiro, responsáveis, alunos e toda a comunidade do entorno poderão adotar comportamentos preventivos para combatê-las.

 

 

 

 

Com a chegada do verão, toda a cidade começa a se preocupar com as doenças típicas dessa época do ano. Nas escolas municipais isso não poderia ser diferente. Dessa forma, as equipes gestoras, docentes, discentes e funcionários estão empenhados na campanha contra as arboviroses, com o objetivo de promover um comportamento preventivo para essas doenças em toda a comunidade escolar e entorno.

 

 

 

A Secretaria Municipal de Educação, sempre atenta ao cotidiano de nossa cidade, instituiu a Semana de Enfrentamento às Arboviroses, que aconteceu de 18 a 22 de fevereiro.

O objetivo da Semana era que os alunos da Rede tivessem a oportunidade de participar de palestras, assistir documentários, defender suas ideias, apresentar suas sugestões em debates e elaborar materiais como textos e cartazes. 

 

 

Mas afinal o que são arboviroses? Arboviroses são doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, Chikungunya e Febre Amarela.

Essas doenças se tornam cada vez mais frequentes, diante disso surge a urgência de investir, ainda mais, na conscientização da população sobre risco e sobre as ações preventivas e simples que cada um pode incorporar em sua rotina.

 

 

 

Na Semana de enfrentamento às Arboviroses, a Escola Municipal Benevenuta Ribeiro realizou inúmeras atividades como: palestras, jogos, debates, criação de horta com garrafa PET, confecção de repelente caseiro e concurso de marchinha de carnaval com a temática de arboviroses.

 

 

 

 

 

Quer saber mais?

E.M. 03.13.016 Benevenuta Ribeiro

embribeiro@rioeduca.net

Telefone: 2218-5503

 

Contato para divulgação:


   
           



Yammer Share