A A A C
email
Retornando 21 resultados para o mês de 'Fevereiro de 2018'

Quarta-feira, 28/02/2018

Alterações em três CREs

 

Alterações em três CREs

Resolvi aproveitar no nível central três coordenadoras de CREs: Gisele Maria de Amorim Bandeira (2a CRE), Maria Helena dos Santos Prazeres Costa (5a CRE) e Mariana Grolla de Souza (7a CRE). A primeira vem reforçar a equipe da SubE e as outras duas vêm para a equipe da SubG.

Nomearei suas substitutas provisórias, que responderão pelo expediente até a realização de nova consulta aos(às) diretores(as) dessas áreas.

Para a chefia da 2a CRE vai a professora Sueli Pontes Gaspar, para a 5a CRE a professora Vera Lucia Delgado de Oliveira e para a 7a CRE a professora Márcia Arruda Bastos.

Atenciosamente,

Cesar Benjamin

Secretário


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 26/02/2018

Escola de Bamba Corações Unidos do CIEP é nota DEZ!

Tags: samba, bamba, mirim, unidos, ciep.

 

 

Escola de Samba Mirim Corações Unidos do CIEP conquista vários prêmios!

 

 

 

Projeto que exalta os valores culturais do Carnaval, através de ações nas escolas, culminando com a apresentação de uma escola de samba mirim. 

 

A Escola de Bamba consiste na articulação de um conjunto de ações de caráter pedagógico e técnico que se constitui na formação de uma escola de samba genuinamente pública municipal, chamada Corações Unidos do CIEP.

 

Este ano a escola Corações Unidos do CIEp homenageou o centenário do cordão do bola preta, a escola conta com alunos de diversas escolas municipais e desfila na abertura oficial do Carnaval Carioca.                                                                                                                            

 

 

VIDEOCLIPE
Direção e Edição: Leandro Donner
Câmera: Fabian Cantieri

 

Realização: Corações Unidos do Ciep/Prefeitura do Rio (Educação)
Patrocínio: Espaço e Vida
Produção: Lucas Torres e Equipe de Direção do CIEP Gilberto Freyre

 

MÚSICA
Enredo: O RIO REVISITA SUA HISTÓRIA NOS 100 ANOS DE CORDÃO
Presidente: Marilene Monteiro
Compositores: Oficina de Compositores
Intérprete: João Vinícius

 

Confira a relação de premiações recebidas pelo Projeto Escola de Bamba 2018.

 

  •  Melhor Casal Mestre Sala e Porta Bandeira - Jornal O dia
     
  •  Melhor Enredo - Associação das escolas de samba do RJ
     
  •  Melhor Evolução -  Associação das escolas de samba do RJ
     
  •  Melhor samba enredo - O globo
     
  •  Melhor Conjunto - O globo         

   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 23/02/2018

Caça aos Desafios Utilizando QR CODES

Tags: qr code, desafio, projeto, inovação, tecnologia, 5ªcre.

 

 

A nossa rede municipal de ensino desenvolveu vários projetos nas unidades escolares no ano de 2017. Um deles foi o projeto "Caça aos Desafios Utilizando QR CODES", da Escola Municipal José do Patrocínio, com o professor Rafael Costa. Confira!!!

 

 

 

 

No 4º bimestre do ano de 2017, o professor de matemática Rafael Costa, desenvolveu um projeto com a sua turma de 8º ano que provocou uma grande motivação entre os os alunos. A 1802 vibrou com um desafio que envolvia o conteúdo de Equações do primeiro grau com distributivas, leitor de QR baixado pelo Playstore no celular de 5 alunos: QR CODE READER (1,5mb) e 2 tempos de 50 minutos para a execução da atividade.

Para fazer os QR CODES do Desafio, o professor utilizou o seguinte site: https://www.invertexto.com/qrcode

Saiba mais detalhes sobre o projeto a seguir:

 

Objetivo do projeto:


Fazer aulas diferenciadas onde os alunos participem da construção do conhecimento juntamente com seus companheiros, utilizando jogos matemáticos construídos através do uso de tecnologia, criando uma competição sadia entre eles, aumentando seu interesse e motivação para a participação nas atividades e resolução de tarefas.

.


Desafios coletados pelos grupos

 


Desenvolvimento do projeto:


O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles.


Foram construídos e espalhados por toda a escola 8 QR CODES para serem encontrados pelos grupos de alunos. Cada QR CODE possuia um desafio envolvendo equações do primeiro grau com distribuíção. Os alunos sairam de uma base (sala de aula) em busca dos QR, anotando os desafios encontrados para possível resolução. O simples encontrar dos QR e fazer a leitura não garante a vitória do grupo, mas sim resolver corretamente os desafios e em menor tempo.
 

 


Produção dos QR CODES e criação das tarefas

Turma reunida para repasse das regras

 


Para isso, formamos 5 equipes de aproximadamente 5 alunos, que foram escolhidos de acordo com a afinidade dos próprios alunos e com a obrigatoriedade de um aluno ter um celular carregado com ou sem internet. Para os que tinham internet foi solicitado que baixassem pelo Playstore, o aplicativo super leve (1,5mb): QR CODE READER. O mesmo procedimento foi solicitado para os que não possuíam internet, porém foi feito o roteamento da internet do celular do professor.
 

 

Busca pelas pistas

Utilizando o QR CODE READER

 

 

Após espalhados os QRs pela escola foram liberados os grupos para a caça aos desafios. Os alunos mostraram total empenho em buscar os desafios, “suando a camisa” para procurar e capturar os códigos.

A medida que os grupos capturavam os 8 desafios, corriam até a base para tentar resolver. Foi um momento de treinamento do psicológico, pois os alunos foram tirados do conforto físico para realizar as atividades, logo tinham que mediar seu cansaço físico com os conflitos de resolução dentro dos grupos.

 



Resolvendo os desafios

 


A medida que os grupos acabavam as tarefas vinham até o professor para computar suas respostas. Sem o feedback ainda de que estavam certos ou errados. Isso gerou um conflito interessante: entregar rápido e correr o risco de errar questões, ou demorar um pouco mais na análise e ter certeza das respostas.

 


Repasse de resultados dos grupos

 


Após contabilizar a quantidade de acertos e erros dos grupos, foi divulgado a classificação e feita a correção para que não tivessem mais dúvidas.

 

Feedback dos alunos:

Os alunos mostraram muito interesse em participar da atividade, por ser algo que traz uma motivação de competição sadia e por ter envolvimento com algo que eles costumam gostar muito que é o envolvimento com recursos tecnológicos. Os grupos mostraram muita união e comprometimento na resolução dos exercícios tentando alcançar a vitória. As outras turmas já estão reivindicando a atividade nas suas turmas, visto o sucesso que a atividade fez, repercutindo pelos próprios alunos das turmas participantes.
 

 

Feedback dos alunos

 



 

Finalização da atividade

 

 

Assista ao vídeo abaixo com a gravação da atividade:
 

 

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.14.020) - Escola Municipal José do Patrocínio
Diretor(a): HELANE TAVARES SIAS MARTINS
Endereço: Rua Gustavo de Andrade 270 - Irajá
Cep: 21235-500
Telefone: 3455-8524
E-mail: empatrocinio@rioeduca.net   


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 22/02/2018

DIAGNOSE DAS TURMAS DO 1º, 2º E 3º ANOS

Tags: diagnose, turma.

 

 

 

 

 

Circular E/SUBE N.º 005 

Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2018.
Assunto: DIAGNOSE DAS TURMAS DO 1.º, 2.º E 3.º ANOS

 

Senhor(a) Coordenador(a) de E/CRE,
Senhor(a) Gerente da E/CRE/GED,
Senhor(a) Diretor(a) de Unidade Escolar,
Senhor(a) Coordenador(a) Pedagógico(a),
Senhor(a) Professor(a) Regente do 1.º, 2.º e 3.º Anos,


A Equipe da Gerência de Alfabetização da Subsecretaria de Ensino, tendo em vista o trabalho de alfabetização desenvolvido nesta Rede em 2017, a continuidade desse trabalho e as matrículas de novos alunos, encaminha, em anexo, documentos com orientações que servirão de base ao PROCESSO DE DIAGNOSE DAS TURMAS DE 1.º, 2.º E 3.º ANOS.


2. O objetivo é levantar e confirmar informações acerca do desenvolvimento de cada turma e do caminho percorrido, individualmente, pelos alunos, identificando os conhecimentos consolidados, os que se encontram em fase de construção e os que ainda não foram construídos.


3. Esse processo de diagnose se dará no período de 19/02/2018 a 28/03/2018, conforme orientações contidas nos documentos relacionados a seguir.

 

4. Documentos para o 1.º ANO:
Instrumentos para Diagnose em Leitura, Escrita e Matemática (planilha em Excell composta de 6 (seis) “abas”, onde cada “aba” é um anexo):
- Aba Carta aos Professores (Anexo I).
- Aba Preenchimento de Dados (Anexo II).
- Aba Leitura (Anexo III).
- Aba Escrita (Anexo IV).
- Aba Matemática (Anexo V)
- Aba Origem dos Alunos (Anexo VI)

 

Folha 2 da Circular E/SUBE N.º 005, de 19/02/2018.


5. Documentos para o 2.º ANO:
Instrumentos para Diagnose em Leitura, Escrita e Matemática (planilha em Excell composta de 5 (cinco) “abas”, onde cada “aba” é um anexo):
- Aba Carta aos Professores (Anexo I).
- Aba Preenchimento de Dados (Anexo II).
- Aba Leitura (Anexo III).
- Aba Escrita (Anexo IV).
- Aba Matemática (Anexo V)


6. Documentos para o 3.º ANO:
Instrumentos para Diagnose em Leitura, Escrita e Matemática (planilha em Excell composta de 5 (cinco) “abas”, onde cada “aba” é um anexo):
- Aba Carta aos Professores (Anexo I).
- Aba Preenchimento de Dados (Anexo II).
- Aba Leitura (Anexo III).
- Aba Escrita (Anexo IV).
- Aba Matemática (Anexo V)


7. A presente circular segue, também, acompanhada dos seguintes anexos, que se referem ao 1.º, ao 2.º e ao 3.º Anos de Escolaridade:

  • Planilha de Habilidades, com quantitativo, níveis e escalas de desenvolvimento (Anexo A).
  • Quadro de Interpretação dos Níveis de Desenvolvimento das Habilidades (Anexo B).

 

8. Data limite para preenchimento, pelo(a) Professor(a) Regente(a), dos Instrumentos para Diagnose em Leitura, Escrita e Matemática e de devolução para o(a) Coordenador(a) Pedagógico(a): 23/03/2018.


9. Data limite para lançamento dos dados no DESESC, pelo profissional responsável na Unidade Escolar: 28/03/2018.

 

Folha 3 da Circular E/SUBE N.º 005, de 19/02/2018.


10. Algumas considerações relevantes:

a) A fim de contribuir para o trabalho do(a) Professor(a) Regente, encontram-se disponibilizados, no Portal Rioeduca - os Cadernos de Apoio Pedagógico do Professor (1.º, 2.º e 3.º Anos), com orientações acerca de cada habilidade tratada nos Instrumentos para Diagnose.

b) Nos Instrumentos para Diagnose do 1.º Ano (“aba” Origem dos Alunos – Anexo VI), o(a) Professor(a) Regente do 1.º Ano e o(a) Coordenador(a) Pedagógico(a) deverão indicar se o aluno cursou ou não a Educação Infantil.

c) Consideramos importante que, ao final do processo, os Instrumentos para Diagnose, a Planilha de Habilidades (Anexo A) e o Quadro de Interpretação dos Níveis de Desenvolvimento das Habilidades (Anexo B) sejam devidamente analisados e estudados pelos(as) Professores(as) Regentes e pelo(a) Coordenador(a) Pedagógico(a), de modo que possam propiciar ações interventivas para os problemas observados e viabilizar o desenvolvimento das habilidades que ainda se encontram em processo de construção.

d) Ressaltamos a importância de que os Instrumentos para Diagnose sejam devidamente arquivados na escola.


11. Em caso de dúvidas acerca do preenchimento desses documentos, estaremos à disposição pelos telefones 2273.4200 / 2976.2325 / 2976.1410 e também pelo e-mail: galsme@rioeduca.net. 

 

12. Esta circular acompanha 15 anexos*.

 


ANEXOS

 

 

Atenciosamente,

 


Janaína Cruz da Silva de Andrade
Gerente II da Gerência de Alfabetização - E/SUBE/GAL

Maria de Nazareth Machado de Barros Vasconcellos
Subsecretária de Ensino - E/SUBE

 


 


   
           



Yammer Share