A A A C
email
Retornando 64 resultados para o mês de 'Dezembro de 2012'

Quarta-feira, 12/12/2012

Visitando e Lendo o Sítio

Tags: 3ªcre, riodeleitores, blogsdeescolas.

 

 

A leitura é sempre um mergulho em um mundo novo e inesquecível. Envolve toda a magia de poder viajar nas palavras impressas e conhecer pessoas e lugares nunca antes imaginados. Os alunos da E.M. Professor Visitação, da 3ª CRE, estiveram em um mundo mágico e aprenderam muito.

 

 

As palavras nos transportam não só para novos espaços, mas também a outros tempos. A obra de Monteiro Lobato nos levou a conhecer todo o mundo do Sítio do Picapau Amarelo. A Escola Municipal Professor Visitação mantém a tradição e apresenta à nova geração os personagens dessa deliciosa história.
As atividades fizeram parte do projeto político pedagógico Lendo o Mundo que tivemos o prazer de conhecer no post Felizes e Lendo o Mundo. Durante todo o terceiro bimestre, eles visitaram o Sítio do Picapau Amarelo e os personagens passaram a fazer parte da rotina pedagógica da escola.

 

 

 

 

 

 

Cada turma produziu textos de diversos tipos à medida que os personagens se tornavam mais íntimos. As receitas da Tia Anastácia rechearam as aulas do EI-30, fazendo-os conhecer este tipo de narrativa e suas características, muito parecidas com a estrutura dos feitiços da Cuca estudados pela turma 1302. Assim, cada aluno pôde utilizar o caldeirão da bruxa para inventar o seu próprio feitiço. 

 

 

 

 

 

 

A descrição, tipo de texto que apresenta as características físicas e psicológicas dos personagens, foi utilizada para mostrar quem são o Visconde de Sabugosa e o Marquês de Rabicó. Para os pequeninos, a melhor maneira de conhecer o personagem é se vestir como ele, sentindo na pele sua personalidade.

 

 

 

 

 

 

Claro que ela não passaria despercebida. A boneca mais famosa da nossa literatura aparece toda prosa nos trabalhos que caracterizam a personagem e, em todos, seu jeito sapeca se destaca. As crianças se identificam muito com a curiosidade da boneca-gente, e sua vontade de aprender contagia a todos. 

 

 

 

 

 

 

A culminância do subprojeto Visitando o Sítio do Picapau Amarelo coincidiu com a festa do Dia das Crianças e aproximou ainda mais os personagens dos alunos da escola. A produção dos alunos foi a decoração da festa e todos puderam aprender com o conhecimento exposto por seus colegas. Ler é assim: mergulhar no mundo da fantasia e trazer um pouco dele para o seu mundo também.
Saiba mais sobre o projeto acessando o blog da E.M. Professor Visitação. Tem muito mais do trabalho da escola por lá.

 

 

 

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 12/12/2012

A Caminho da Escola e ao Encontro do Sonho!

Tags: 8ªcre.

 

 

 Carolina Neves, bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, foi recebida na Escola Municipal Pintor Lasar Segall para compartilhar com os alunos sua história de determinação e busca pelo sonho.

A presença da bailarina marcou a culminância do projeto "Nas Asas da Leitura, da Arte e da Poesia".

O evento foi de grande importância para a Comunidade Escolar e agradou a todos os presentes!

 

 

 

 

 

A bailarina Carolina Neves  apresentando-se para os alunos

 

 

Durante o ano letivo de 2012 a Escola Municipal Pintor Lasar Segall desenvolveu o projeto "Nas Asas da Leitura, da Arte e da Poesia".

Para a culminância do projeto, que movimentou grandes ações no espaço escolar, a bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Carolina Neves, esteve na escola para compartilhar sua história com todos os presentes.

Ela foi recebida por todos com muito carinho e entusiasmo.

No pátio da escola, ornamentado com trabalhos feitos pelos alunos em homenagem à arte da dança clássica, a bailarina se apresentou ao som da música "A Valsa da Bailarina", cantada por todas as crianças.

 

 

 

 

 

Alunas entusiamadas cumprimentando a bailarina Carolina Neves

 

 

O dia 23 de novembro se tornou um dia muito especial!

Alunos, professores, funcionários e responsáveis renderam-se ao encanto e a leveza representada pela bailarina.

Carolina Neves, vencedora do Concurso "Se Ela Dança, Eu Danço" em 2011, foi entrevistada pelos alunos e falou de suas conquistas que vieram a partir da determinação, do esforço e da fé em seu sonho.

No evento, os alunos também declamaram poesias, desenharam, pintaram bailarinas e cantaram músicas como  "A Bailarina", de Chico Buarque.

 

 

 

 

 

 

Alunos entrevistando a convidada

 

 

 

"Esta menina

tão pequenina

quer ser bailarina."

                                           Cecília Meireles

 

 

 

 

 

Carolina Neves e alunas da escola em uma linda apresentação de ballet

 

 

O evento oportunizou aos alunos o contato com a manifestação cultural da dança clássica, o Ballet. A presença e o depoimento de Carolina Neves mostrou que é possível sonhar e acreditar que este sonho um dia fará parte de sua realidade.

Estudar muito, ter disciplina, cuidar da alimentação e da saúde, foram alguns conceitos percebidos pelos alunos.

Os alunos entenderam que a dança pode ser mais do que expressão artística, ela pode ampliar os horizontes como uma demonstração de luta e perseverança; é assim que os alunos devem buscar alcançar o futuro que desejam.

Essa foi a mensagem que a E.M. Pintor Lasar Segall desejou semear em todos os presentes!

 

 

 

 

 

 

 

 

"Na minha opinião, o momento marcante da visita foi quando um grupo de alunas da escola que fazem ballet, participou de uma breve apresentação com a convidada. Os olhinhos das meninas brilhavam!"

                                                               Sonia Maria - Coordenadora Pedagógica da E.M. Pintor Lasar Segall

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe conosco as ações e projetos bem sucedidos na sua escola!

Entre em contato com o representante da sua CRE!

 

 

 

 

 

 

 

Meus Contatos:

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: Prof_Neilda

 

 

 

                                       

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 12/12/2012

Círculo Montessori: Individualidade, Atividade e Liberdade

Tags: 6ªcre, protagonismojuvenil.

 

 

A professora Gwendolyn Sônia do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes utiliza o Círculo Montessoriano no início e no término de suas aulas. A metodologia montessoriana tem como base a individualidade, a atividade e a liberdade bem como a busca pela formação integral da criança.

 

 

Para a educadora Maria Montessori, a educação deve privilegiar a busca direta e pessoal do aprendizado por meio do manuseio dos objetos e de atividades práticas. Dessa forma é possível desenvolver a esfera motora e a esfera das sensações, não só em seu caráter individual, mas também coletivo - movimento que estimula o desenvolvimento particular e o social.

 

 

 

No Método Montessoriano, o aluno assume sua obrigação de responder pelos próprios atos durante o processo pedagógico. O saber não é infligido compulsoriamente ao aprendiz, mas construído por ele com o apoio de livros e objetos didáticos, singelos e sedutores, que incitam os aspectos sensórios, motores, racionais e intelectuais do estudante.

 

 

 

Segundo Maria Montessori, o mestre apenas conduz o estudante em direção ao conhecimento, solucionando dúvidas e questionamentos.

 

 

Na metodologia montessoriana, o professor dispõe os alunos em formato circular, cercado de estantes com materiais lúdicos e pedagógicos disponíveis para o manuseio da criança. O aluno tem a liberdade necessária para selecionar artefatos com os quais irá trabalhar. Daí a extrema preocupação de Montessori em desenvolver os recursos didáticos mais aptos  a atrair a atenção do aprendiz e a incentivar a recepção do conhecimento, enriquecendo, assim, o processo educativo.

 

 

A professora Gwendolyn Sônia do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes utiliza o Círculo Montessoriano no início e no término de suas aulas com uma roda de leitura e também para desenvolver projetos, como o Amigo do Zippy. "Sei que é complicado, requer uma mobilização de toda a turma, pois são 35 crianças na sala. Mas deixo aqui o meu depoimento de que é possível, com muita boa vontade", relata a professora.

 

 

 

 Segundo o método Montessoriano, existem cinco áreas do conhecimento: Linguagem, Matemática, Ciências e Geografia, Vida Prática e Sensorial.


 

 

Numa era em que olhar as pessoas está cada vez mais difícil, a professora percebe a grande oportunidade de olhar e ser olhada pelos seus alunos, de fazer com que eles percebam o quanto é importante olhar o outro, prestar atenção no que o outro está falando ou fazendo.

 

 

Ao utilizar o método montessoriano em suas aulas, a professora Gwendolyn  proporciona, aos seus alunos o desenvolvimento das bases desta teoria - individualidade, atividade e liberdade - com ênfase para o conceito de indivíduo como, simultaneamente, sujeito e objeto do ensino.

 

 

 

Vida prática é considerada a parte mais importante do método, já que ajuda a criança a cuidar de si, dos outros, dos animais e do meio em que vive. Engloba exercícios focados para a relação social, independência, ordem, disciplina, coordenação, concentração e refinamento do movimento.
 

 

Parabéns à professora Gwendolyn Sônia por buscar a formação integral dos seus alunos, uma educação para a vida. O uso desta metodologia desenvolve o potencial criativo dos seus alunos, associando-a à vontade de aprender, conceito que Maria Montessori considerava inerente a todos os seres humanos.

 

 

Utilize o espaço do Rioeduca para divulgar  suas práticas pedagógicas. Esse espaço é meu, é seu, é nosso! Nós somos a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ªCRE

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 11/12/2012

Professora Aline Scalercio e o Chá Literário

Tags: 5ªcre.

 

 Aline Scalercio e o Chá Literário na E. M. Rugendas mergulhando de corpo e alma em suas criações literárias.

 

A literatura está presente na  vida da professora  de Língua Portuguesa Aline Scalercio, regente das turmas de 7º ano na Escola Municipal Rugendas, localizada no bairro de Madureira.

 

 

O Chá Literário foi uma atividade desenvolvida por Aline com os alunos das turmas 1701, 1702 e 1703 e consistiu em muita pesquisa sobre os autores homenageados. O evento culminou em 19 de setembro, com a apresentação oral sobre a biografia dos artistas, apresentação visual com trechos de suas obras, entrega de lembrancinhas e um delicioso lanche com muito chá, café, bolos, pães e muitas outras coisas deliciosas.

 

Chá Literário

 

Chá Literário

 

 

As turmas envolvidas  apresentaram seus trabalhos e prestigiaram o trabalho de outras turmas juntamente com responsáveis, professores e convidados, enriquecendo ainda mais seus conhecimentos.

"Cada turma desenvolveu um super carinho e uma grande intimidade com o escritor homenageado. Estou muito feliz por ter dado aos meus alunos, com o auxílio da professora da sala de leitura, a oportunidade de realizar um trabalho tão rico, tão cultural, e por que não dizer, tão legal?!", finaliza a professora Aline em seu relato.

 

 

 

Parabéns à E. M. Rugendas e à professora Aline Scalercio pelo seu desempenho.

 

A E. M. Rugendas tem um blog que pode ser visitado e acompanhado por todos os leitores

http://escolamunicipalrugendas.blogspot.com/

 

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos.

 

Acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

Representante do Rioeduca na 5ªCRE _ Professora  Regina Bizarro

Twitter: @rebiza / Facebook: rebiza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                                


   
           



Yammer Share