A A A C
email
Retornando 69 resultados para o mês de 'Janeiro de 2014'

Sexta-feira, 10/01/2014

A Escola Municipal Mário Lago visita o CCBB

Tags: 10ªcre.

 

Em agosto, os alunos da Escola Municipal Mário Lago foram contemplados com a visita ao Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde está concentrada uma gama de conhecimentos sobre a história do Banco do Brasil e da Cidade do Rio de Janeiro.

 

A Unidade Escolar, pertencente à 10ª Coordenadoria de Educação (10ª CRE), está localizada no bairro de Manguariba e atende alunos do 1º ao 6º ano e da Classe especial.

 

Alunos visitando o CCBB.

 

O Centro Cultural contém o programa CCBB Educativo, que realiza visitas mediadas e atividades relacionadas às exposições e à história do CCBB.


Neste mês, no Centro Cultural, os alunos participaram de ações educativas relacionadas à exposição "Da Vinccis do Povo", do artista chinês Cai Guo-Qiang que, atualmente, vive nos Estados Unidos.


A exposição mostra o desenvolvimento das obras desse artista que, para desenvolver suas obras, nunca trabalha sozinho. Como técnica, ele utiliza pólvora e estêncil para elaborar suas obras de arte através da explosão e com a participação de muitos voluntários.


Nessa exposição, além de conhecerem as obras criadas pelo artista, todos puderam conhecer a coleção pessoal de obras adquiridas por Cai Guo-Qiang, que contém obras de artistas camponeses que um dia sonharam em voar.


Os alunos realizaram atividades de laboratório.

 

Espaços da Exposição no CCBB.

 


Dentre as atividades realizadas no laboratório, os alunos aprenderam a usar o estêncil (do inglês stencil), que é uma técnica utilizada pelo artista. Com o objetivo de aplicar um desenho ou ilustração, que pode representar um número, letra, símbolo tipográficos ou qualquer outra forma de imagem figurativa ou abstrata, a tinta é aplicada através de corte ou perfuração em papel ou acetato.


Outra atividade desenvolvida pelos alunos foi a Técnica de Mozarts do Povo, no projeto “Musicando”. O objetivo era escrever uma frase relacionada à exposição e criar uma melodia para ela, utilizando vários instrumentos.


A visita ao espaço foi de grande importância para a aplicação de conceitos trabalhados em diversas disciplinas que fazem parte do currículo do Ensino Fundamental.


Os professores das disciplinas de História, Ciências e Geografia puderam aproveitar os conceitos da evolução da tecnologia, os contextos socioeconômicos e históricos, além do uso de várias técnicas que trabalham o raciocínio.


É, também, uma oportunidade dos alunos entrarem em contato com o Centro do Rio de Janeiro, pois muitos deles ainda não tiveram a oportunidade de passar por um lugar tão importante e repleto de construções antigas e memórias de acontecimentos históricos ocorridos no Brasil.

A professora responsável pelo Projeto na Unidade Escolar é Micheli Pires da Silva, regente nas turmas de 6º ano na disciplina de Ciências.

 

Alunos participando das atividades no CCBB.

 


Além dessa, outras exposições do CCBB já foram visitadas pelos alunos da Unidade Escolar, contemplando diversos anos de escolaridade, tais como as exposições: “Movie-se – Nos tempos da animação” e “ELLES – Mulheres artistas”.
 

 

Suelen Corrêa

é professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 10ªCRE

suelencorrea@rioeduca.net

twitter: @suelencorrea29

                               

 

 

 


  

Quinta-feira, 09/01/2014

Aproveitando as Férias com as Crianças.

Tags: família.

Não é todo mundo que consegue viajar em janeiro, não é mesmo? O que fazer então com as crianças no período de férias? Não dá para deixá-las o dia inteiro assistindo televisão ou jogando videogame. Elas podem continuar aprendendo longe da escola, e o que é mais importante, estreitar laços afetivos que ficam um pouco esquecidos na correria do período letivo.

 

Estimule a imaginação de seu filho nestas férias, confeccionando com ele brinquedos com sucatas.

 

Em tempos de tecnologia e diversões para todos os tipos e bolsos, o que muitos pais podem estar pensando é: “o que fazer nas férias?”. Mais importante que o valor financeiro gasto nas férias, é aquilo que podemos oferecer afetivamente aos nossos filhos. As experiências afetivas geram memórias positivas bastante significativas na formação de uma pessoa.

 

Procure experiências de qualidade que possam ser compartilhadas em família, com direito a aprendizado e descobertas. Não se preocupe em elaborar “super-roteiros” de férias. Na verdade, há muitas coisas para se fazer que não gastam muito dinheiro e são ótimas opções de lazer e diversão.

 

 

 

 

Vamos ver algumas sugestões:

 

  • Programe uma seção com pipoca e suco, com amigos ou família, escolha um filme de preferência das crianças e assistam juntos;

 

  • Monte algumas partidas com jogos, tais como Detetive, Dominó, Quebra-cabeças, Banco Imobiliário, com primos ou irmãos. Essa é uma dica boa para quem fica só na internet, pois o estar com as pessoas “ao vivo” e conversar é bem melhor;

 

  • Leia livros e revistas em quadrinhos com seus filhos. Inverta os papéis e peça para seu filho ler para você. Mesmo não alfabetizado, ele pode “ler” as figuras e contar do jeito dele;

 

  • Ensine seu filho a fazer sanduíches, docinhos ou, até mesmo, ajude-o a assar um bolo. As receitas são um gênero textual e podem ser lidas por pais e filhos nos preparos das guloseimas;

 

  • Atividades manuais como pintura, brinquedos e jogos de sucata, reutilizando objetos que seriam descartados, são muito divertidas, além de estimular a criatividade das crianças;

 

  • Jogar videogame é uma opção para os dias de chuva. Peça-o para te ensinar;

 

 

  • Um passeio ao zoológico não é tão caro e as crianças adoram ver os animais;

 

  • Levá-lo ao Planetário pode se tornar um passeio mágico entre astros e planetas;

 

  • Visitas a Museus e Pontos Turísticos da região, lugares que colecionam histórias e que vale a pena conhecer;

 

  • Ir a um Parque Público para fazer piquenique, jogar bola, andar de bicicleta, trilhas e caminhadas ecológicas. Você pode fazer seu filho se divertir e aprender sobre meio ambiente (conscientização ambiental);

 

  • Uma ida à praia, onde possam jogar frescobol, bola e tomar aquele sorvete;

 

  • Os shoppings podem oferecer boas formas de diversão, pois neles é possível fazer um bom lanche, ir ao cinema, brincar em jogos de fliperama. Algumas livrarias agendam momentos de contação de histórias com fantoches, livros atrativos e até personagens caracterizados. É uma atividade divertida e de muito conteúdo, uma vez que incentiva o interesse das crianças pela leitura e a atração pelos livros.

 

Aproveite as férias de forma saudável e afetuosa com seus filhos! Mais do que o conforto material, essas lembranças de convivência familiar são extremamente importantes no desenvolvimento humano e, certamente, serão lembradas por toda a vida!

 

 

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

 e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

 

                               

 

 

 


  

Quinta-feira, 09/01/2014

Para Falar de Educação Infantil

Tags: 4ªcre, projetos.

 

Para falar de Educação Infantil, primeiro devemos abordar aspectos que traduzem as características dessa fase da criança, ou seja, a imaginação, a ludicidade, o simbolismo e a representação. A partir disso, nos deparamos com a riqueza de possibilidades que esse universo novo e encantador tem a nos mostrar.

 

"Embora o crescimento infantil seja um processo global e interligado, não se produz nem de maneira homogênea nem automática. Cada área do desenvolvimento exige intervenções que o reforcem e vão estabelecendo as bases de um progresso equilibrado do conjunto." (Zabalza, 1998, p. 52.) 

 

Contudo, promover interações é muito mais do que aproximar fisicamente as crianças, é muito mais do que uma nova organização do ambiente. Para tal, é necessário que todos os envolvidos com a educação infantil conheçam as premissas básicas do contexto cultural que envolve a primeira infância e descreve o processo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças nesse período. Só assim esses envolvidos se reconhecerão mediadores de um rico processo de formação.

 

Semana Educação Infantil 2013 no EDI Profª Kelita Faria de Paula

 

Com alegria, a garotada fez a festa na abertura da Semana da Educação Infantil no Parque de Madureira. Registramos nossa presença...

 

Recorte da exposição de trabalhos durante evento no Parque Madureira

 

 

Durante a semana recebemos os responsáveis que participaram da Desgusta-ação!

 

 


 

Responsáveis durante o Degusta-Ação



Em seguida, a Emília levou os responsáveis para visitar a exposição dos trabalhos das crianças. E, no dia 27, comemoramos o dia do brincar...

 


 

Dia do Brincar no EDI Professora Kelita

 


 

A Emília fez a festa durante a entrega dos livros da Minha Primeira Biblioteca na presença dos responsáveis! O Visconde de Sabugosa fez a entrega dos livros para os pequenos nas turmas do berçário.

 

 

Emília em plena atividade com as crianças

 

Como no dia 31 de agosto é o dia de combate contra o mosquito da dengue, o "Seu Mosquito" foi visitar as crianças para ensinar como combatê-lo...

 

 

 

Dramatização  sobre a Dengue

 

 A experiência foi muito boa. A semana foi inesquecível!

 

Texto enviado pela Professora Rosângela Barbosa Alves - Gestora da Unidade.
  

Nesse contexto, podemos afirmar que a vivência com outras crianças e a interação com adultos nos espaços escolares são muito importantes para o desenvolvimento infantil. Isso porque provoca novas experiências, permite adquirir novos hábitos, atitudes, valores e também alavanca a apropriação da linguagem para essa faixa etária.

 

Assim, o espaço escolar de Educação Infantil deve ser aquele em que as crianças se sintam num ambiente onde o protagonismo infantil exerça o seu papel em sua plenitude. Deve também propiciar a elas a oportunidade de exercer o seu direito à brincadeira, à imaginação, à ação,  enfim, à produção das próprias culturas infantis.

 

Parabéns a todos da Equipe do EDI Professora Kelita Faria de Paula pela promoção de
interações e pela mediação do conhecimento de nossas crianças!

 

Ana Accioly é Professora da Rede Municipal e

Representante Rioeduca da 4ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: anaaccioly@rioeduca.net

Twitter: @Ana_Accioly

 

 

                               

 

 

 


  

Quarta-feira, 08/01/2014

1ª Semana da Educopédia na E. M. Joaquim da Costa Ribeiro

Tags: 8ªcre, educopédia.


A 1ª Semana da Educopédia na Escola Municipal Joaquim da Costa Ribeiro promete ter sido o início de um novo tempo para alunos e professores. Jansen Fonseca, o Embaixador da Educopédia da escola, trabalhou bastante para o evento que considera ter sido um grande sucesso!

 

De 21 a 25 de outubro aconteceu a 1ª Semana da Educopédia na Escola Municipal Joaquim da Costa Ribeiro, na 8ª CRE. A professora Cintia Moreira, que é Embaixadora da Educopédia, organizou a semana com diferentes ações para apresentar a Educopédia para toda a escola.

 

O aluno Jansen Fonseca, da turma 1901, teve uma ideia que vem trazendo bons resultados. Ele criou o site "Amigos da Educopédia".

 

Jansen Fonseca, da turma 1901.

 

Antes, em grupo fechado no Facebook, os alunos compartilhavam suas experiências com a Educopédia e a Educoteca. Agora, no site, todos podem acessar informações sobre a plataforma além de ter acesso às informações mais importantes sobre o que acontece na escola.

 

 

Professora Cintia Moreira falando sobre  a Educopédia aos professores da E. M. Joaquim da Costa Ribeiro.

 

Na Semana da Educopédia também aconteceu a inauguração da Sala de Informática da unidade escolar.

 

Jansen teve como sua principal missão visitar as turmas, apresentar o projeto do site da escola e informar sobre como estudar com a Educopédia é importante, diferente e muito interessante!

 

O aluno, que é apaixonado por Língua Portuguesa e Informática, sempre se mostrou parceiro dos alunos e da Escola Joaquim da Costa Ribeiro. Já foi ajudante na Sala de Leitura, organizando o sistema de empréstimo de livros, dá dicas de redação para os colegas nos tempos vagos, idealizou placas para sinalizar as Salas de Leitura e de Informática e agora trabalha junto com a professora Cintia Moreira na divulgação da Educopédia.

 

Jansen Fonseca apresentando o site Amigos da Educopédia aos alunos

 

Na 1ª Semana da Educopédia os alunos produziram frases com o tema: "Nossa Escola e a Educopédia". As melhores frases eleitas pelos alunos serão publicadas no site.

 

A professora Cintia Moreira, o aluno Jansen Fonseca e toda a equipe da escola espera que esta seja a primeira de muitas outras semanas dedicadas à aprendizagem com o uso de novas tecnologias.

 

Jansen falou ao Rioeduca sobre sua experiência como embaixador da Educopédia. Veja o texto a seguir:

 

Jansen apresentando seu projeto à Susan Rocha, da SME

 

"A Educopédia é um projeto magnífico que deve ser preservado, pois, para mim, ela é a realização parcial de um desejo que eu tinha desde quando entrei na escola.

Meu sonho era integrar a vida virtual ao ensino escolar, considerado por muitos alunos rudimentar.

A posição que defendo é de que a tecnologia deve apoiar a educação e não substituí-la.

 A Educopédia deve estar cada vez mais presente em todas as escolas do município, inclusive a minha!

Espero que a Educopédia, assim como o site que criei, possam trazer mais computadores para as escolas, salas de informática mais bem equipadas, internet mais rápida e mais equipamentos de informática para todas as áreas da escola.

A tecnologia está aí para fazer com que todos se interessem pelos estudos. É só saber usá-la corretamente, e é isso que a Educopédia, eu e minha escola pretendemos fazer para todos..."

 

 

Jansen Fonseca é um aluno muito querido por todos na E. M. Joaquim da Costa. Como é seu último ano lá, ele já faz planos de voltar em 2014 como um Amigo da Escola, para fazer o que mais gosta: compartilhar seu conhecimento em Língua Portuguesa e divulgar o quanto a Educopédia e a Educoteca trouxeram uma nova perspectiva de estudos.

 

*     *     *

 

Jansen tem muitos sonhos e projetos.

Nós desejamos que ele possa realizar todos eles!

Se você deseja conhecer o site que ele criou, clique na imagem abaixo:

 

 

Professora Neilda Silva

 Representante Rioeduca da 8ª Coordenadoria Regional de Educação

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda