A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.
Retornando 2 resultados para o mês de 'Setembro de 2012'

Sexta-feira, 07/09/2012

Evolução do IDEB 2011 na 5ª CRE

 

A evolução do IDEB 2011, segundo resultados gerais veiculado em agosto de 2012, através da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, foi muito satisfatória. Nesta publicação, conheceremos mais um pouquinho do IDEB, além de mostrarmos escolas que mais evoluíram na 5ª CRE e três que tiveram suas metas superadas.

 

 

IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 

 

 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do INEP e em taxas de aprovação. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente as aulas. O  IDEB é medido a cada dois anos e o objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, tenha nota 6 [seis] em 2022 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.

Para que pais e responsáveis acompanhem o desempenho da escola de seus filhos, basta verificar o IDEB da instituição, que é apresentado numa escala de zero a dez. Da mesma forma, gestores acompanham o trabalho das Secretarias Municipais e Estaduais pela melhoria da educação.


A cidade do Rio de Janeiro está entre as cinco melhores capitais do País no Ensino Fundamental. Os avanços surgem dois anos após a implantação de programas para a melhoria do ensino nas escolas, como um intensivo e contínuo programa de Reforço Escolar, que vem corrigindo os déficits de aprendizagem, principalmente nos anos finais, com apoio incondicional dos professores da rede.

Nesta publicação, veremos algumas escolas que superaram suas metas, porém, na 5ª CRE e em toda rede municipal, muitas com este índice maior do que o projetado para 2022.

 

Escolas que mais evoluíram na 5ª CRE

 


Segundo os resultados gerais do IDEB 2011, as escolas que mais evoluíram na 5ª CRE, são:

 


 

 

A 5ª Coordenadoria de Educação está de parabéns.

Escolas e professores superando seus próprios desafios!

 

 

Superando Obstáculos

 

Três escolas se propuseram ser entrevistadas para relatar como superaram obstáculos.

São elas: E. M. Conde Pereira Carneiro, E. M. Albert Sabin e Rosa Bettiato Záttera.
 


Escola Municipal Conde Pereira Carneiro  

 

 Equipe da E. M. Conde Pereira Carneiro

 

 

O IDEB da escola em 2009 foi de 2.9 e em 2011 foi de 3.4.

 

Segundo a direção da escola, as dificuldades enfrentadas foram carência de professores, falta de compromisso dos alunos, ausência da família e falta do hábito de estudo.

"Conseguimos ampliar o quadro de professores com a chegada de novos concursados, trabalhamos a responsabilidade dos alunos através de simulados, premiação por frequência com passeios, e as reuniões de responsáveis aos sábados que trouxeram um maior número dos mesmos à escola. O empenho dos profissionais em garantir uma educação de qualidade foi o que nos levou a essa meta no IDEB/2011”, relata a direção.

Como proposta de trabalho para superar a meta de 2009, a escola teve como pilares responsabilidade, assiduidade e participação de todos.

“O reconhecimento do trabalho realizado por toda a equipe da escola nos mostra que o caminho que escolhemos nos levará ao sucesso”, finaliza a direção da escola.

 

 

Escola Municipal Albert Sabin

 

 

 Diretora -  professora Maria Aparecida Fiocchi

 

 

Em entrevista concedida ao Portal Rioeduca, a diretora Maria Aparecida Fiocchi falou sobre propósitos de superação da E. M. Albert, que em 2009 atingiu o índice 6.1 e em 2011 o índice 6.6, chegando no percentual projetado pelo IDEB para 2022.


Rioeduca/5ª CRE: Quais as dificuldades enfrentadas ao longo deste processo de conquista? Como foram superadas?
E. M. A. S.: Uma das maiores dificuldades encontradas foi conseguir trabalhar o conteúdo na linguagem das questões da prova. É um desafio, porque o que percebemos muitas vezes é que o aluno sabe aquele conteúdo, mas erra por não entender a forma como foi solicitado. Já houve avanços nesse sentido.


Rioeduca/5ª CRE: A que se deve o desfecho de sucesso no IDEB? A escola criou alguma estratégia especial?
E. M. A. S.: Houve um investimento por parte de todos, mas principalmente pelos professores em se planejar para trabalhar o que era necessário.


Rioeduca/5ª CRE: Quais os pilares que a Escola teve como proposta de trabalho para conseguir ultrapassar a meta?
E. M. A. S.: Acreditar no potencial do aluno e do professor. Acredito que foi principalmente o investimento e dedicação do professor em fazer um bom trabalho, drioorizando o mais importante.


Rioeduca/5ª CRE: Como a equipe da Escola se sente ao saber do bom desempenho da unidade escolar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB?
E. M. A. S.: Ficamos felizes, ganhar o prêmio é muito bom e saber que seus alunos saíram-se bem é muito satisfatório. Fizemos questão de parabenizar cada professor e funcionário da escola para que todos se sintam parte deste processo.

 Blog da E. M.  Albert Sabin http://emsabin2011.blogsppot.com

 

 

Escola Municipal Rosa Bettiato Záttera 

 

Equipe da E. M.  Rosa Bettiato Záttera
 

 

Em 2009, a E. M. Rosa Bettiato Záttera  atingiu a meta no 5º ano = 4.2 e no 9º ano  = 3.1. Já em 2011, a meta foi elevada no 5º ano para 5.3 e no 9º ano para 3.8.


Percepção das dificuldades enfrentadas ao longo desse processo de conquistas e superação:

“Em primeiro lugar, o número de DR era muito grande, o que causava uma alta rotatividade de docentes, prejudicando a continuidade dos trabalhos. Hoje, praticamente, todos os professores são da Escola. Havia um desrespeito grande de horário e uso do uniforme por parte dos alunos. Entretanto, a violência não fazia parte do dia a dia da UE. Para tanto, foi necessário ganhar a confiança dos responsáveis, e fazer um trabalho de conscientização da Escola, como um todo, e investir mais no aluno, fazendo com que enxergasse a responsabilidade sobre o seu futuro. Outro fator grave foi - e continua sendo - a violência no entorno da Escola. Esta apresenta um crescimento, prejudicando a tranquilidade e o foco dos educandos na aprendizagem.


Desfecho de sucesso no IDEB e estratégia especial criada pela escola:

“Não criamos nenhuma estratégia especial visando ao IDEB. A nossa preocupação sempre foi a melhoria das nossas práticas diárias, melhorando-as e revendo-as continuamente”.


Pilares que a Escola tem como proposta de trabalho, visando ultrapassar a meta:

“Conscientização, União, Trabalho e Respeito mútuo”.


Sensação da e equipe da Escola em relação ao bom desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB:

“Todos da Comunidade Escolar estamos muito gratificados por saber que trilhamos o caminho em direção às metas propostas desde que assumimos a UE, em 2009. Dentre elas, a de realizar uma Educação centrada na Excelência e Qualidade do Ensino. Além do mais, os Projetos implantados pela SME vieram ajudar-nos a consolidar mais ainda as nossas metas. Com isto ficamos certos de que as mudanças de mentalidade e de posicionamento - com uma boa dose de coragem para realizá-las - estão surtindo o efeito que desejamos atingir”.
Ainda relata a RBZ: “Como dizemos na abertura do nosso blog: A RBZ não quer ser “apenas” mais uma escola municipal, ensinando muitas coisas. Não. Voamos mais alto. Na RBZ há uma diferença: AQUI SE APRENDE A SER FELIZ!”.

Blog da E. M. Rosa Bettiato Záttera www.vitrinerbz.blogsbopt.com



 

Parabéns a todas as escolas que, mesmo com tantos obstáculos (às vezes diários), conseguem transpor barreiras difíceis de serem vencidas!

 

Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades, lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.

Charles Chaplin
 

 

Fontes de pesquisa:

Resultados Gerais do IDEB 2011/SME/RJ http://200.141.78.79/dlstatic/10112/3066956/DLFE-248901.pdf/Divulgacao_IDEB2.0.1.1.paraosite.pdf

MEC http://ideb.inep.gov.br/resultado/

SME/RJ http://www.rio.rj.gov.br/web/sme/exibeconteudo?article-id=3066949

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

Twitter: @rebiza

Facebook: http://facebook.com/rebiza

 

   


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 04/09/2012

A 2ª CRE em Busca da Educação de Qualidade

Tags: 2ªcre.

 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB é uma avaliação criada pelo Governo Federal para medir a qualidade das escolas e redes de ensino. Nesta publicação, conheceremos mais duas escolas da 2ª CRE que se destacaram no IDEB.

 

Hoje falaremos sobre a E. M. Alberto Barth e a E. M. Sérgio Vieira de Mello que também superaram desafios e se destacaram no IDEB 2011, buscando uma educação de qualidade.

 

A E. M. Alberto Barth está localizada no bairro do Flamengo e se destacou no IDEB 2011 conseguindo a nota 7.4. A professora Regina Célia Pimenta, diretora da unidade escolar, respondeu algumas perguntas do portal Rioeduca, contando sobre a trajetória que levou a este desfecho de sucesso.

 


 

 

Imagem retirada do blog da escola

 

Rioeduca: A qual fator pode ser atribuído o sucesso no IDEB? A escola criou alguma estratégia especial?


Diretora Regina Célia: A união, o desejo de fazer acontecer da grande maioria que foi sendo conquistada através de conversas, esclarecimentos, solicitações e notórios convites. Sem dúvida, tudo isso contribuiu, e muito, para o sucesso.

 

Rioeduca: Como a equipe da E. M.  Alberto Barth se sente ao saber do bom desempenho da unidade escolar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB?


Diretora Regina Célia: Não só a nossa equipe, mas também grande parte da comunidade se sente muito feliz e almejando melhorar mais e mais o desempenho de nossa Unidade Escolar.

 


 

 

Professores da E. M. Alberto Barth

 

E. M. Sérgio Vieira de Mello

 

A E. M. Sérgio Vieira de Mello, localizada no bairro do Leblon, tem à frente da direção a professora Catarina das Graças Barbosa. A unidade escolar também demonstrou bom resultado na avaliação do IDEB 2011, aumentando sua nota para 7.0.

 

 

 

Imagem do blog da E. M. Sérgio Vieira de Mello

 

 

Sabemos que para alcançar estes avanços, confirmados pela avaliação do IDEB, existe um empenho por parte da direção, professores e alunos.  E para falar sobre isto, a diretora Catarina também respondeu as perguntas do portal Rioeduca.

 

Rioeduca: A qual fator pode ser atribuído o sucesso no IDEB? A escola criou alguma estratégia especial?


Diretora Catarina: O grupo de professores da escola é bem comprometido. As professoras do 5º ano se empenharam em formular exercícios e simulados para aplicar a seus alunos ao longo do ano. Professores de outras séries também contribuíram com suas sugestões. A análise constante dos resultados dos “simulados da escola” serviu de parâmetros para novos desafios e, assim, no último bimestre, já foi possível perceber o avanço significativo das turmas de 5º ano.  Cerca de 10 alunos nossos conseguiram ingressar no Colégio Pedro II.


 

 

Alunos da turma do 5º ano de 2011

 

 

Rioeduca: Como a equipe da E. M. Sérgio Vieira de Mello se sente ao saber do bom desempenho da unidade escolar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB?


Diretora Catarina: Estamos muito felizes, com a autoestima elevadíssima e cientes de que o êxito é de todos e que não seria possível sem a nossa união. Nossa certeza é de que não vamos nos acomodar com este resultado. Buscaremos índices ainda melhores.


 

 

Direção, Coordenação e professores da E. M. Sérgio Vieira de Mello

 

Parabéns a estas unidades escolares que superaram desafios e alcançaram bom desempenho no IDEB 2011. Sucesso a vocês!

 

Conheça mais sobre o trabalho destas escolas visitando seus blogs

E. M. Alberto Barth


E. M. Sérgio Vieira de Mello

 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Participe também! Entre em contato com o representante de sua CRE para divulgar o blog ou projetos desenvolvidos por sua escola.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share