A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.
Retornando 25 resultados para o mês de 'Junho de 2018'

Sexta-feira, 29/06/2018

Resultado: Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar 25.ª Edição

Tags: prêmio comdedine, concurso.

 

Veja os ganhadores do Prêmio COMDEDINE

 

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Gerência de Projetos de Extensão Curricular, vem divulgar os trabalhos selecionados no Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar 25.ª Edição. O Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro, tem por objetivo fomentar, no âmbito da Rede Pública Municipal de Ensino, a discussão crítica sobre temas afro-brasileiros.

 

 

Os trabalhos selecionados ficarão expostos no Museu do Negro, no segundo andar da Imperial Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, na Rua Uruguaiana, 77, Centro. A exposição poderá ser vista até o dia 2 de setembro, das 10h às 17h.

Essa iniciativa corrobora os preceitos da Lei n.º 10639, de 09/01/2003, e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnicos-Raciais e para o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

O Prêmio COMDEDINE recebeu 166 trabalhos, envolvendo alunos e professores do Sistema Municipal de Ensino. A Cerimônia de Homenagem será realizada no próximo dia 4 de julho de 2018, das 9 às 13 horas, no Consulado Geral de Angola (Av. Rio Branco, 311 – Centro – Edifico Brasília - Centro, Rio de Janeiro).

 

Resultado Final da Modalidade Imagem /Categoria A

Espaço de Desenvolvimento Infantil 04.30.808 Azoilda Trindade

Aluna: Alice Alves Siqueira de Santana

 

Resultado Final da Modalidade Imagem /Categoria B

Escola Municipal 04.11.014 João de Deus

Aluna: Ana Beatriz Barros Alves

 

Resultado Final da Modalidade Imagem/Categoria C

CIEP 01.01.501 Henfil

Aluno: Átila Melo de Araújo

 

• Resultado Final da Modalidade Texto/Categoria D

Escola Municipal 11.20.017 Capitão Fragata Didier Barbosa Vianna

Aluna: Júlio Cezar Santos de Souza

 

• Resultado Final da Modalidade Digital/Categoria E

Escola Municipal 02.08.012 Orsina da Fonseca

Aluno: Rhamyle Fabres de Oliveira

 

• Resultado Final da Modalidade Aula Digital (Professor)

Escola Municipal 01.03.001 Estados Unidos

Professor: Ricardo Luiz da Silva Fernandes

 

 

Enviado por:

Waleria de Carvalho

E/SUBE/GPEC


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/06/2018

Seminário Movimentos em Rede no dia 03 de Julho

Tags: seminário, movimentos em rede.

 

Professores da SME participam do Seminário Movimentos em Rede

 

Depois de uma série de encontros de dança em diálogo com outras linguagens, os professores da SME que participaram da Formação/ Residência Artística para a Mostra Municipal de Dança 2018 realizam, no dia 3 de julho, das 9h às 17h, o Seminário Movimentos em Rede, com oficinas, performances e roda de conversa, no Centro no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Tijuca.

 

 

 

As inscrições para as três oficinas que ocorrerão simultaneamente, das 9h30 ao meio-dia, serão realizadas no local (30 minutos antes do seu início).

 

 

São elas: História da Dança e Danças Brasileiras, com Ana Paula Santiago e Mônica Ferreira Luquett, Dança do Ventre com objetos, ministrada por Andréia Vieira da Costa e Claudia Suellen Teixeira e Dança Afro Contemporâneo, com Marcia Victor.

 

A Residência Artística, sob a coordenação da professora Cláudia Petrina, da Gerência de Projetos de Extensão Curricular (GPEC), aconteceu de março a junho no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, com a orientação de professores-bailarinos convidados, entre eles: Pedro Bárbara, Juliana Manhães, Giselda Fernandes, Maria Elvira Machado, Diego López, Veríssimo Junior e Cosme Galindo.

 

Enviado por:

Waleria de Carvalho

E/SUBE/GPEC


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/06/2018

Hortas Orgânicas

Tags: gpec, hortas, orgãnicas.

 

Hortas orgânicas: uma realidade na Rede Municipal de Ensino

 

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Gerência de Projetos de Extensão Curricular (GPEC), está cada vez mais empenhada na luta pela sustentabilidade do planeta. Prova disso é que tem realizado vários trabalhos junto às escolas da Rede Municipal de Ensino sobre o assunto com o objetivo de preservar o meio ambiente. Uma das ações é a GPEC Hortas, que tem realizado com os alunos várias atividades.

 

Na quinta-feira (21 de junho), na Escola João Proença, em Campo Grande, aconteceu um mutirão de alunos e professores para uma horta orgânica. Houve plantio de salsa, coentro, alfaces roxa e americana, chicória, couve manteiga e cebolinha. O professor de técnicas Agrícolas Lúcio Teixeira é o responsável pela implantação de acompanhamento deste projeto na escola, mas conta com o apoio da diretora, da coordenadora e de outros colegas da escola. O professor explicou que duas turmas do Acelera participaram do mutirão com tarefas de limpeza do terreno, capinha e afofamento. Foi escolhida uma das turmas do Acelera para dar continuidade a horta. A turma e o professor Thiago, de Língua Portuguesa, serão responsáveis pelos cuidados de irrigação, capina, adubação, nivelamento dos canteiros, colheita e replantio das mudas.

 

 

Na semana passada, integrantes da GPEC estiveram na Escola José Mauro Vasconcelos, em Bangu, acompanhando uma matéria dos 50 anos do livro Meu Pé de Laranja Lima feita pela TV Brasil. Na ocasião, os alunos plantaram uma árvore de laranja lima com o apoio da empresa Biovert, que também disponibilizou um funcionário para fazer o serviço.

 

O Professor Álvaro Madeira está junto à GPEC apoiando a ação das hortas orgânicas, que irá se estender por várias escolas da Rede Municipal de Ensino, participou do Mutirão sendo o responsável pela compostagem relatou: "O projeto HORTAS NAS ESCOLAS é um sonho e foi apresentado ao Secretário de Educação que vem apoiando nossas iniciativas. A GPEC abraçou o projeto, reuniu outros colegas também professores de Técnicas Agrícolas, e hoje a implantação das hortas vem ganhando força na educação. Vamos concretizar esse sonho."

 

 

Enviado por:

Waleria de Carvalho

E/SUBE/GPEC


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/06/2018

Valorização feminina integra alunos na escola

 

Diário Oficial nº : 68
Data de publicação: 27/06/2018
Matéria nº : 500019



COMUNICADO

Feminismo transforma escola

 

Lugar de mulher é onde ela quiser. Foi com essa frase simples, mas cheia de significado, que a professora de Artes Visuais Geane Senra deu voz ao feminismo na Escola Municipal Mozart Lago, localizada em Oswaldo Cruz, na Zona Norte da cidade. Mesmo próprias da juventude, as eventuais abordagens dentro e fora do colégio sinalizaram para a necessidade de discutir o papel da mulher na escola e na sociedade e questionar as consequências das atitudes de cada um.

 

 

O assunto acabou levado à sala de aula das turmas do 7º e do 9º anos depois que a própria professora foi abordada de forma desrespeitosa a caminho da unidade. Durante os debates, o grupo de estudantes surpreendeu com a participação e o empoderamento sobre o tema, mas um aluno inquieto chamou atenção da professora. Allan Fernando da Silva, transferido de outra unidade, não prestava tanta atenção por conta das rimas que gostava de fazer.

Para atrair e inserir o estudante no assunto, Geane o desafiou a criar um funk no improviso sobre o feminismo. O MC “2 LL”, como também é conhecido na escola, fez os versos na hora e chamou atenção da professora e dos colegas. A mensagem cantada, que falava que homem que bate em mulher precisa ser denunciado, foi gravada despretensiosamente pela docente. O vídeo, publicado em uma rede social, passou de mais de meio milhão de visualizações, inúmeros compartilhamentos e elogios.

“O sucesso do vídeo foi o que a gente precisava para fortalecer ainda mais o projeto com toda a escola. Os alunos viram o quanto é importante à mulher lutar por respeito, igualdade e ter a sua opinião levada em consideração nas decisões” explicou a professora.

Para Kamilla Victória Rabelo, de 14 anos, a atitude da professora de reunir os alunos para discutir temas considerados tabus foi inédita. “Ninguém falava sobre isso na escola. Todos merecem respeito, independente de ser menino ou menina” ressalta a estudante.

Os debates também transformaram o conceito dos alunos. É o caso de Leandro das Mercedes, de 16 anos. “O assédio era algo muito comum no nosso dia a dia. Mas basta a gente se colocar no lugar delas para ver que não é legal. Agora o nosso objetivo é abrir mais a mente das gerações dos nossos pais e avós” relata.

 

Iniciativa de debates levanta outros temas

Geane está há dois anos na Rede Municipal e antes nunca havia lecionado. Após os debates sobre o feminismo e com um grupo de alunos mais fortalecido e maduro, a professora percebeu que estava no caminho certo. Com aulas atrativas, os alunos ficaram mais motivados e o espaço escolar se tornou mais interessante.

Entre a teoria, a prática e as rodas de debates, a docente inseriu outros assuntos importantes como autoestima, diversidade de gênero, racismo e ocupação urbana. Os dois últimos temas foram apresentados em forma de arte. Os alunos foram apresentados às obras do artista Jean Michel Basquiat, grafiteiro, negro e ativista.

Discutimos muito sobre o preconceito, estudamos as obras de Basquiat e no final os alunos produziram uma arte inspirada no artista americano no portão de entrada da escola” relembra a professora.

A pintura segue conservada, sem ter sofrido nenhum tipo de vandalismo, algo antes incomum no colégio. A participação ativa dos estudantes contagiou toda a escola e extrapolou os muros da unidade.

Com uma direção nova, com apenas seis meses de mandato, a Mozart Lago vem se transformando. O espaço escolar está mais conservado, os responsáveis estão comparecendo em mais número nas reuniões e o número de matrículas vem aumento a cada dia.

Temos uma equipe de professores e funcionários unidos e que estão sendo estimulados a inovar sempre que possível. Com autonomia pedagógica e estratégias criativas estamos criando uma nova era na escola” conta a diretora Marli Stuart.

 

Fonte: Diário Oficial 


   
           



Yammer Share