A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.
Retornando 26 resultados para o mês de 'Maio de 2018'

Quarta-feira, 30/05/2018

Prorrogado! Concurso de Poesia nas escolas: Ooni de Ifé no Rio de Janeiro

Tags: concurso, poesia, áfrica.

 

Concurso de Poesia nas escolas

Semana de Ooni de Ifé no Rio de Janeiro

 

Nos dias 11, 12 e 13 de junho o Rio de janeiro estará recebendo Ooni de Ifé, a maior liderança do povo Iorubá. Tendo como base a lei 10.639/2003, que incluiu, no currículo oficial da rede de ensino, a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, a African Pride, por meio de seu GT Educação e Literatura, torna público o concurso de poesia: A Cidade de Ifé como berço da civilização”.

 

 

A African Pride, por meio desse regulamento, abre inscrições para o concurso de poesia “A Cidade de Ifé como berço da civilização” destinado a alunos/poetas iniciantes, sem nenhuma obra publicada e regularmente matriculados na Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro, em turmas do 5º ao 9º ano.

 

Para fazer a sua pré inscrição, precisa logar com seu email Rioeduca. Caso não saiba qual é, clique aqui.

 

 

FAÇA SUA PRÉ INSCRIÇÃO

 

CLIQUE AQUI E LEIA O REGULAMENTO


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 29/05/2018

Programa Educativo Cultural Light: Premiação do 1º Concurso de Redação

Tags: light, redação, concurso.

 

Light premia alunos em concurso de redação

 

 

As escolas municipais Ubaldo de Oliveira, em Bangu, e Carlos Delgado de Carvalho, no Recreio, que participam do Projeto Comunidade Eficiente da Light, foram as vencedoras do 1º Concurso de Redação Exclusivo para Escolas de Comunidades, que trabalhou o tema “Desperdício de Energia. Ação de Alguns, prejuízo para todos’’, que faz parte do Programa Educativo Cultural Light.

 

No dia 22 de maio, às 14h, no Centro Cultural Light, na Rua Marechal Floriano, os alunos e professores das escolas vencedoras receberam prêmios e participaram do espetáculo Quanta Energia. Depois, os estudantes visitaram o Museu Light da Energia e as escolas foram capacitadas pelo Light nas Escolas, recebendo treinamento e material didático, além de palestras de conscientização sobre o uso seguro e responsável da energia elétrica e o benefício da Tarifa Social.

 

O objetivo do evento é incentivar alunos de 8 a 11 anos a refletir sobre os perigos causados pelo furto de energia e estimular a criação de alternativas para o consumo consciente dentro e fora do ambiente escolar. Por meio do concurso, os alunos tiveram a oportunidade de construir novos conhecimentos e desenvolver a escrita e a leitura de forma criativa e protagonista. Ao todo foram 58 anos participantes de escolas.

 

Enviado por:

Waleria de Carvalho

(Gerência de Projetos de Extensão Curricular)


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 28/05/2018

Concurso de Produções Audiovisuais Tirando a Droga de Cena 2018

Tags: droga, concurso.

 

 

Circular E/SUBE n.º 023

 

Rio de Janeiro, 03 de maio de 2018


Assunto: Concurso de Produções Audiovisuais “Tirando a Droga de Cena”

Edição 2018

 

Senhor(a) Coordenador(a) de E/CRE,

Senhor(a) Assessor(a) de Integração da E/CRE/GSM, Senhor(a) Gerente da E/CRE/GED,

Senhor(a) Diretor(a) de Unidade Escolar,

 

A Secretaria Municipal de Educação, através da Subsecretaria de Ensino e da Empresa Municipal de Multimeios – MULTIRIO, em consonância com a legislação vigente e acreditando na prevenção como caminho eficiente e eficaz para a mensagem antidrogas, dá continuidade ao programa Tirando a Droga de Cena, apresentando o Concurso de Produções Audiovisuais Tirando a Droga de Cena edição 2018.

 

2. O presente concurso é voltado para alunos do 4.º ao 9.º Ano do Ensino Fundamental e do Programa de Educação de Jovens e Adultos da Rede Municipal de Ensino. Estão aptos também a participar os alunos matriculados nos Centros de Pesquisa e Formação de Ensino Escolar de Arte e Esporte (Unidades de Extensão) e nos Programas de Reforço Escolar (Acelera 4, Acelera 6 e Acelera 8).

 

3. O objetivo é promover, através de produções audiovisuais, a reflexão/discussão acerca da importância da PREVENÇÃO À DEPENDÊNCIA QUÍMICA.

 

4. Para tanto, propomos estimular os estudantes a explorar a linguagem midiática em produções de própria autoria, abordando questões como a importância de escolhas saudáveis, projeto de vida e consequências do uso/abuso de drogas psicotrópicas, e também o protagonismo promover juvenil. 

 

5. A presente circular segue acompanhada dos seguintes documentos:


- Regulamento do Concurso


- ANEXO I - Ficha de Inscrição


- ANEXO II - Termo de Autorização de Uso do Audiovisual


- ANEXO III - Texto Base e Sinopse

 


6. Considerando a importância desta ação, contamos, mais uma vez, com o empenho de todos no sentido de garantir a ampla divulgação junto à comunidade escolar, de modo a favorecer a participação de todos os interessados.

 

 

 

Atenciosamente

 

Maria de Nazareth Machado de Barros Vasconcellos 

Subsecretária de Ensino
 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 28/05/2018

III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro

Tags: cijmaerj, meio ambiente.

 

Sete escolas da rede municipal representam a cidade do Rio de Janeiro na

III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro

(III CIJMAERJ)

 

Nos dias 21, 22 e 23 de maio aconteceu na cidade de Resende a III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro (III CIJMAERJ).

 

 

O evento contou com a participação de 92 escolas fluminenses. A III CIJMAERJ é a etapa estadual da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (V CNIJMA).

 

A cidade Rio de Janeiro esteve representada por sete escolas da rede municipal:

 

E/CRE 06 – E.M. Alberto José Sampaio

E/CRE 07 – E.M. Marechal Canrobert Pereira da Costa

E/CRE 08 - E.M. Lima Barreto

E/CRE 09 – E.M. Medalhista Olímpica Mayra Aguiar da Silva

E/CRE 10 – E.M. Eulália Rodrigues de Oliveira Vieira

E/CRE 11 – E.M. Cuba

E/CRE 11 – E.M. Tenente Antônio João

 

Para participar desta etapa as escolas tiveram seus projetos de ação selecionados pelo coletivo jovem de meio ambiente (CJs), grupos de jovens, entre 15 e 29 anos, engajados e atuantes nas questões socioambientais. A conferência tem por princípios orientadores: jovem educa jovem, jovem escolhe jovem e uma geração aprende com a outra.

 

A abertura da conferência contou com autoridades do Ministério da Educação e do Ministério do Meio Ambiente. A professora da rede municipal do Rio de Janeiro, Elvira Lúcia Monteiro, representou a Comissão Organizadora do Estado (COE RJ) na mesa de abertura. Elvira iniciou discorrendo sobre a importância pedagógica da conferência para formação dos estudantes. Destacou a capacidade técnica e o intenso trabalho dos membros da COE RJ durante todo o processo. E finalizou ressaltando o valor da etapa escolar, fase em que a construção coletiva dos projetos de ação e as conferências nas escolas foram realizadas.

 

 

Durante todo o evento professores e estudantes puderam participar de atividades pedagógicas transdisciplinares. A educação ambiental esteve presente nas oficinas, gincanas, cursos e discussões. Os participantes pautados pela cooperação puderam compartilhar saberes e fazeres.

 

A culminância se deu com as apresentações dos trabalhos desenvolvidos pelos grupos de estudantes delegados. O encerramento da III CIJMAERJ foi repleto de emoção e expectativa, pois foi nos momentos finais que ocorreu a divulgação da delegação que representará o estado do Rio de Janeiro na etapa nacional, que acontecerá de 15 a 19 de junho em São Paulo.

Na delegação estadual estará Kauã Sobreira estudante do oitavo ano da Escola Municipal Medalhista Olímpica Mayra Aguiar da Silva (E/9ºCRE). Ele foi um dos dezesseis eleitos para participar da última etapa da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que reunirá estudantes de todo o Brasil.

 

A V CNIJMA é regulamentada pelo órgão gestor da política nacional de educação ambiental e tem como tema “Vamos cuidar do Brasil Cuidando das Águas”. Seus objetivos principais são fortalecer a educação ambiental na educação básica e o protagonismo infantojuvenil.

 

Enviado por:

Waleria de Carvalho

(Gerência de Projetos de Extensão Curricular)


   
           



Yammer Share