A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.

Segunda-feira, 19/02/2018

Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Rio de Janeiro (FEEJA)

Tags: fórum, eja, ufrj, adultos.

 

O Fórum é uma articulação informal de educadores, educadoras e entidades do poder público, de universidades, de organizações não-governamentais de movimentos sociais e de empresas privadas interessados na formação de uma rede de práticas na EJA e que, em espaço plural, vem se comprometendo na discussão, fortalecimento e proposição de caminhos para a educação de jovens e adultos no âmbito do Estado do Rio de Janeiro. Nessa perspectiva o Fórum discute desde a Alfabetização na EJA, até a EJA no Sistema Prisional, no Ensino Médio e Médio Profissionalizante.

 

 

Data e local: Dia 05/03 - Segunda-feira, das 10h às 17h, na UERJ. Auditório 11

 

Para quem é voltado: Para todos os interessados

 

Quanto custa: É gratuito

 

Há dispensa de ponto?  Não haverá dispensa de ponto.



Como serão feitas as inscrições? Não tem inscrição prévia. É só chegar ao local e participar
 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/02/2018

Workshop: Gamificação de Experiências

Tags: gamificação, games, jogos.

 

 

 

 

 

No dia 14 de março a Gerência de Inovação e Tecnologia Educacional (GITE) e a Escola de Formação do professor Carioca Paulo Freire, irão realizar o primeiro Workshop de Gamificação em sala de aula. O workshop tem objetivo de debater com o professor, sobre como trazer caracteristicas dos games para dentro das salas de aula, motivando os alunos e melhorando o processo de aprendizagem.

 

 

Dia: 14 de Março

Local: Av. Pres. Vargas, 1314 - Centro / Escola de Formação do Professor Carioca Paulo Freire

Vagas: 80 vagas, sendo 40 por turno.

 

 

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

 

 

 

O Workshop será realizado em dois horários, podendo o professor escolher entre: 08:30h às 12:00h ou 13:30h às 17h


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 15/02/2018

COMUNICADO: Programa de escolas bilíngues

Tags: bilíngues, programa, comunicado.

 

 

COMUNICADO

 

Na ponta da língua!

 

 

Bem-vindo, welcome, bienvenue, bienvenido, willkommen. As boas-vindas ao ano letivo para os alunos de 25 escolas municipais de diferentes bairros da cidade estão sendo dadas em bom português, sempre! Mas também em inglês, francês, espanhol e alemão. Em 2018 o programa de escolas bilíngues da Secretaria Municipal de Educação segue em fase de expansão, seja na ampliação de unidades com a oferta de uma segunda língua, seja na introdução de novos idiomas, caso do francês e do alemão.

 

“Está bem estabelecido o valor pedagógico do bilinguismo. As experiências em curso são muito positivas. Por isso resolvemos ampliá-las”, avalia o secretário municipal de Educação, César Benjamin. Entusiasta do programa, ele estabeleceu como meta para 2019 elevar o número de escolas bilíngues da rede para 50. Mas a expansão pode crescer ainda mais. Estudos já estão sendo feitos nessa direção.

 

A oferta de um segundo idioma enriquece o universo de conhecimento do aluno, sem deixar de lado o português. Nelas, os alunos têm 60% das aulas na língua oficial do Brasil e 40% na segunda língua. Em 2017 a rede contava com nove escolas bilíngues de inglês e uma com a oferta de espanhol. Nesse ano, são 12 de português-espanhol, nove de português-inglês, três de português- alemão e uma de português-francês.

 

O aprendizado de uma segunda língua na infância tem inúmeros ganhos para o ser humano. A melhoria dos resultados em funções executivas do cérebro e o auxílio na consolidação da capacidade de processamento de informação e no processo de aprendizagem de outros conteúdos, são alguns exemplos, segundo estudiosos do tema.

 

Conheça abaixo quais são as escolas bilíngues da rede:

 

 

Português-inglês

 

E.M. Mestre Waldemiro - São Cristóvão

CIEP Presidente Agostinho Neto – Humaitá

E.M. Professor Afonso Várzea – Inhaúma

CIEP Augusto Pinheiro de Carvalho – Marechal Hermes

CIEP Glauber Rocha – Pavuna

E.M. Dyla Sylvia de Sá – Taquara

CIEP Mestre André – Padre Miguel

CIEP Francisco Cavalcante Pontes de Miranda – Campo Grande

E.M. Professora Zulmira Telles da Costa – Santa Cruz

 

Português-espanhol

 

E.M. Holanda – Ilha do Governador

E.M. Calouste Gulbenkian - Centro

E.M Orsina da Fonseca - Tijuca

E.M Bolívar – Engenho de Dentro

E.M Anibal Freire – Olaria

E.M. Carneiro Felipe – Marechal Hermes

E.M. Fernando Rodrigues da Silveira – Barros Filho

E.M. Ginásio Aleksander Henryk Laks – Anil

E.M. Rondon – Realengo

E.M. Professor Castro Rebello – Campo Grande

E.M. Ginásio Professor Neemias Rodrigues de Mello – Santa Cruz

E.M. Anísio Teixeira – Ilha do Governador

 

Português-alemão

 

E.M Epitácio Pessoa – Andaraí

CIEP Oswald de Andrade – Parque Anchieta

CIEP Darcy Ribeiro – Campo Grande

 

Português-francês

 

E.M. Professora Didia Machado Fortes – Barra da Tijuca

 

 

Link no Diário Oficial: http://doweb.rio.rj.gov.br/do/navegadorhtml/mostrar.htm?id=471973&edi_id=3665


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 15/02/2018

MATRÍCULAS ABERTAS Projovem Urbano: 04/01/2018 a 28/02/2018

Tags: projovem, urbano, jovens.

 

 

 

 

Quem pode participar do PROJOVEM URBANO?

Jovens com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e que não concluíram o Ensino Fundamental. no ano da matrícula em curso.

 

Qual o objetivo do PROJOVEM?

Garantir ações de elevação de escolaridade, na forma de curso, qualificação profissional inicial e participação cidadã.

 

Qual o tempo de duração?

O PROJOVEM URBANO terá a duração de 18 meses ininterruptos com aulas de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h.

Os alunos receberão além das aulas do currículo obrigatório, a iniciação qualificação profissional e aulas de informática .

 

Como é feita a qualificação profissional inicial?

A qualificação profissional será oferecida através Arco Ocupacional Turismo e Hospitalidade (organizador de eventos, cumim, recepcionista de hotéis, monitor de turismo local

 

Os alunos recebem certificado ao final do curso?

O aluno do PROJOVEM URBANO, aprovado ao término do curso, receberá o certificado de Conclusão do Ensino Fundamental, modalidade EJA, com a indicação da Qualificação Profissional Inicial oferecida na escola onde estudou.

 

Quais os benefícios que os alunos do PROJOVEM URBANO têm direito?

Os alunos do PROJOVEM URBANO têm direito aos mesmos benefícios dos outros alunos da Rede Municipal: material escolar, livros, uniforme e uma refeição completa diariamente (jantar). Os alunos que utilizarem o transporte coletivo para dirigir-se à escola receberão o “Riocard”, sistema eletrônico de passe livre para estudantes.

Além disso, os alunos do PROJOVEM URBANO também poderão fazer uso de todos os espaços da escola (laboratório de informática, sala de leitura etc.), como auxiliares de sua aprendizagem.

 

Para que local são encaminhados os alunos que concluem o PROJOVEM URBANO?

Após a conclusão do Ensino Fundamental os alunos são orientados para realizar suas matrículas nas escolas de Ensino Médio do Estado. Eles também podem optar por participar da seleção de ingresso no Ensino Médio articulado com a formação profissional (PROEJA) que é oferecido no Colégio Pedro II e no Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). Além disso, são divulgadas ofertas de vagas para o Ensino Médio e em cursos de qualificação profissional.

 

 

 

 

Mais Informações:

Gerência de Educação de Jovens e Adultos - GEJA.

Telefone: 2976-2292 / 2976-2307 E-mail: projovem@rioeduca.net


   
           



Yammer Share