A A A C
email
Fique por dentro das novidades e possibilidades da plataforma online de aulas colaborativas Educopédia.

Segunda-feira, 10/11/2014

Professor Educopedista, Douglas Francisco Neves, Selecionado Para Ser "Google Certified"

Tags: educopedia, inovação, tecnologianaeducação.

 

 

 

Professor da E.M. Reverendo Álvaro Reis (3ª CRE) tornou-se "Google Certified" no Google Teacher Academy da América Latina. Um relato de experiência do Professor Douglas Francisco Neves.

 


Nem acreditei quando recebi o email informando que fui selecionado para o primeiro Google Teacher Academy da América Latina, realizado em São Paulo, nos dias 9 e 10 de outubro. Fiquei sabendo do processo de seleção por um compartilhamento via rede social poucos dias antes de acabar. Não fiquei muito animado, pois pensei que nunca seria selecionado.

Quando acordei, no dia seguinte, comecei a recolher material e me preparar para a inscrição, que envolvia responder um questionário, enviar documentos e um vídeo. Fiz tudo muito a minha maneira, simples e descontraído, e acho que este foi o segredo, pois sempre trabalhei com novas tecnologias em sala de aula.

O tema da integração da tecnologia na educação é uma discussão polêmica, mas vital, que todos nós precisamos ter. Ir até a Google, aprender um pouco mais já era um grande sonho se tornando realidade. Fui selecionado com um grupo de aproximadamente 50 participantes que foram lá adquirir experiência prática com produtos e tecnologias do Google. Aprender sobre estratégias de ensino inovadoras e receber recursos para compartilhar com os colegas.

O programa Google Certified Teacher foi lançado em 2006 com a primeira edição realizada na sede do Google em Mountain View. O programa, desde então, realizou diversas academias ao redor dos EUA, Austrália e Reino Unido, expandindo o número de Google Certified Teachers para mais de 800 educadores em todo o mundo. O Google Teacher Academy no Brasil é realizado pela Google em conjunto com a Foreducation, uma empresa focada no uso da tecnologia em ambientes educacionais.

A Google Teacher Academy é um programa intensivo de dois dias, que reconhece os educadores que estão fazendo coisas inovadoras e empolgantes em suas salas de aula com tecnologia. Eu tive a honra de ser selecionado e poder representar a Escola Municipal Reverendo Álvaro Reis, da 3ª CRE no Município do Rio de Janeiro e o grupo de Professores da Educopédia, da Família de Educação Especial.

No evento tive contato com pessoas de todo o Brasil e algumas de fora do país, todos apaixonados pela educação e usuários das mais diversas e intensas tecnologias. O clima era de muita descontração e alegria. Fomos recepcionados com total alegria e uma mesa farta. A decoração era alegre, divertida e convidava à descontração e a se fantasiar para “entrar no clima da empresa”.

Mas não pensem que foi moleza ou brincadeira. Fomos imersos em tão grande número de informações e formações que saíamos de lá com a mente fervilhando de possibilidades (e está assim até agora). E ainda tivemos momentos de muita emoção, compartilhamento de experiências e mais um pouquinho de networking e festa.

 

 

Após a conclusão, os participantes tornam-se Google Certified Teachers e compartilham o que aprenderam com outros educadores em suas regiões. Google Certified Teachers são educadores com uma paixão para a utilização de ferramentas inovadoras para melhorar o ensino e aprendizagem, líderes criativos e embaixadores para a mudança. Eles são especialistas reconhecidos e amplamente admirados por seu comprometimento com alto desempenho na aprendizagem continuada e na colaboração.

 

 

Foi uma experiência incrível!

Hoje faço parte de um seleto grupo de educadores que, pela primeira vez no Brasil, participou desse evento e tem uma certificação tão importante arrolada em seu currículo. Não posso deixar de agradecer a todos os promotores e organizadores do evento pelo brilhantismo com o qual conduziram tudo, aos colegas GCT, que são a minha família de professores tecnológicos, a minha escola, que me permite desenvolver algumas inovações com os alunos, e ao pessoal da Família de Educação Especial da Educopédia. 

Vamos avante rumo ao futuro!

 

Professor Douglas Francisco Neves


Para mais informações visite
http://www.google.com/edu/programs/google-teacher-academy/

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 13/10/2014

Educoteca - Estratégia Pedagógica Satisfatória no Desenvolvimento da Formação Leitora

Tags: educoteca, educopédia, leitura.

 

 

 

                                Educoteca - Estratégia Pedagógica Satisfatória no                                  Desenvolvimento da Formação Leitora.

 

 

             “O bom leitor lê sentidos. Quanto mais uma criança se apega ao sentido,            melhor leitora ela será”.

Marina Colasanti

 

Vivemos numa cultura letrada onde os textos (verbais, não-verbais e mistos) se cruzam em nossas atividades cotidianas. Os registros escritos são usados não apenas como apoio à memória, mas como forma de argumentação, informação, defesa de ideias e pontos de vista, transmissão de conhecimentos, etc.


O trabalho para desenvolver o gosto e o hábito de ler não se faz apenas em momentos específicos, isolados na prática pedagógica. Sabe-se que é preciso estar atrelado a um planejamento direcionado para esse objetivo. Com a Educoteca, você e seus alunos podem mergulhar no universo da leitura e exercitar diferentes capacidades leitoras, inclusive com apoio de suporte digital. Algumas atividades alternativas são o acesso e exploração de obras literárias com roupagem transmidiática, como o exemplo de “A Cartomante”, de Machado de Assis.


“A Cartomante” de Machado de Assis faz parte do acervo da Educoteca e apresenta recursos diferenciados - possibilidades onde os leitores interagem no momento de leitura, seja por meio da ampliação de texto com o zoom, ouvindo o áudio com a narração do texto e/ou inserindo anotações durante a leitura.

 

A sugestão de livros pode acontecer, sempre que possível, através da condução de aulas (no planejamento docente), por meio de rodas de leituras e/ou com um projeto específico. A Educoteca, Biblioteca Digital da Educopédia, disponibiliza obras de autores consagrados, adaptações e livros inéditos interativos.

Eis uma forma diferenciada de trabalhar a formação leitora!

 

 

Além disso, propor atividades que despertem a vontade de ler e permitam a descoberta podem ter grande relevância na prática pedagógica, inclusive em caráter interdisciplinar. Seguem algumas indicações de atividades como sugestões para o trabalho que poderá ser desenvolvido na escola:

  • Provocar o olhar de quem ainda não leu a obra, trabalhando a leitura de imagens do livro lido;
     
  • Roda de conversa com os colegas, expondo sua opinião e apresentando as razões pelas quais indicariam (ou não) a leitura do livro lido;
     
  • Confeccionar cartazes, murais ou ainda compor uma paródia para apresentar a obra aos colegas. Que tal filmar a atividade? Pode ser uma boa opção!
     
  • Reescrever um trecho da história modificando o foco narrativo, ou transformá-lo em História em Quadrinhos (HQ);
     
  • Realizar uma entrevista (real ou fictícia) com o autor ou personagem do livro;

 

São ideias que possibilitam planejar de acordo com a dinâmica de aprendizagem, considerando faixa etária, situação de comunicação e produção (para quem e por que).

Professor(a), considere a Educoteca, que é uma ferramenta eficaz para ajudar os alunos a se apaixonarem pela leitura, percebendo que se trata de uma fonte de prazer, descontração e conhecimento. A Educoteca possui navegação simplificada, o uso é intuitivo e a linguagem utilizada é de fácil compreensão.

 


Ficou como vontade de conhecer nosso acervo e explorar a Educoteca?

Acesse já. Inspire-se!


Siga-nos em nossas Redes Sociais e socialize suas ideias de uso da Educoteca na prática pedagógica.


 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 06/10/2014

Mil e Uma Histórias da Educopédia

Tags: educopedia, youtube, professores.

 

 


Mil e Uma Histórias da Educopédia é o canal da Educopédia no Youtube. Professores e alunos que já utilizam o Facebook, Twitter e Instagram agora também contam com o canal para enviar, assistir e compartilhar vídeos de conteúdos educativos.


Porque utilizar vídeos na sala de aula?

 

“Uma pessoa pode produzir algo por conta própria, sem quaisquer recursos extras e atingir milhões de pessoas.”
Salman Khan, da Khan Academy

 

É do conhecimento dos professores que crianças e jovens estão sempre conectados às diversas mídias digitais, portanto, aliar tecnologia ao ensino torna o processo de aprendizagem mais rico e dinâmico.

Como se sabe, vídeos on-line se tornaram um elemento-chave para a maioria dos usuários da Internet e são uma grande “febre” entre os jovens. Então, porque não tornar essas ferramentas, grandes aliadas do professor na sala de aula? Com poucos cliques, é possível capturar e salvar projetos, aulas e pesquisas realizadas na escola.
Os registros são memórias que podem ser utilizados de diversas formas. Quando esse material é armazenado no Youtube, torna-se referência para toda a comunidade escolar, pois pode ser facilmente compartilhado entre os alunos e professores da escola e fora dela.



Como participar do Mil e Uma Histórias da Educopédia

 

No Mil e Uma Histórias da Educopédia, o aluno e o professor são protagonistas, pois todos podem produzir vídeos educativos que, após analisados, poderão ser compartilhados.


O Mil e Uma Histórias da Educopédia está separado por disciplinas. Nesse primeiro momento, temos os seguintes canais:

Língua Portuguesa, Matemática, Artes, Inglês, Educação física, História, Geografia e Ciências.

A proposta é que o canal esteja constantemente atualizado com novos vídeos.

 

Esteja atento a algumas observações importantes, antes de enviar o seu vídeo:

• Alunos, professores e gestores podem produzir os vídeos;
• As gravações devem ser de até um minuto;
• Os vídeos passarão pela curadoria antes de serem publicados;
• Enviar no mesmo e-mail que o vídeo uma pequena resenha sobre o trabalho, identificando escola, coordenadoria e participantes;
• Manter arquivado na escola a autorização de imagem assinada pelos responsáveis dos alunos.

 

 

Não perca tempo! Comece logo a produção dos seus vídeos e envie para:

mileumahistoriasdaeducopedia@gmail.com.

 

Queremos compartilhar a sua história!

 

"Siga também o perfil da Educopédia nas demais redes sociais: Twitter e Instagram -@educopedia, e Facebook: Educopédia SME"
 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 22/09/2014

Em Busca de Maneiras para Deixar suas Aulas Mais Interativas? Veja Alguns Exemplos

Tags: educopedia, leitura, planejamento.

 

 

 

A utilização da plataforma Educopédia na prática pedagógica representa um forte aliado no planejamento docente.

 

Nosso aluno já nasce conectado, imerso no mundo digital. Nesse novo panorama, deve-se pensar nos desafios e também nas oportunidades que isso pode representar. É fundamental a mediação do professor, estabelecendo harmonia entre os educandos, os conteúdos, a metodologia e a inserção de agregados digitais.

A Educopédia representa uma solução para combinar estratégias de ensino e aprendizagem com o uso na tecnologia na Educação. Muitas aulas incluem retomadas de conhecimento prévio e recursos diferenciados de acordo com a realidade de cada disciplina.


Os professores que desejam estabelecer ponte entre educação e tecnologia podem usar a Educopédia em suas aulas. Trata-se de um REA (Recurso Educacional Aberto), ou seja, mesmo sem login é possível acessar e navegar como visitante (FIG. 1).
 

Página de abertura da Plataforma Educopédia

(FIG. 1)

 

As aulas podem ser usadas na própria plataforma ou baixadas em PowerPoint (PPT). Além do suporte de aulas prontas estruturadas por professores da Rede Municipal de Educação do RJ, a Educopédia possui um repositório de objetos de aprendizagem que incluem: vídeos, jogos, textos, imagens, histórias em quadrinhos, links etc, que podem ser usadas em conjunto ou dissociadas na dinâmica do professor. Elas são indicadas a cada aula. (FIG.2).

 

Educopédia – 6º ano – Língua Portuguesa – Aula 29

(FIG. 2)

Exemplo de objeto de aprendizagem sugerido como atividade associada à aula digital e/ou como forma de enriquecimento do conteúdo. Apresenta-se na Educopédia 6º ano, Língua Portuguesa, Aula 29 (4º bimestre). Tema: "O texto publicitário: a propaganda e os modos verbais".

 

A plataforma Educopédia apresenta interface de navegação simplificada, direta e funcional. É um novo conceito para a prática pedagógica. A linguagem utilizada no comando das tarefas e nas aulas é de fácil compreensão, logo os alunos poderão acessar, estudar, usar os desafios, avançar em seus aprendizados. O foco é o protagonismo, a interação e a participação ativa. Além disso, é possível usar os exemplos de Educoquiz – atividades direcionadas sobre os tópicos trabalhados. É um estilo de questionário interativo onde o aluno recebe feedback imediato (FIG. 3).

 

Educopédia – 8º ano – Ciências – Aula 32

(FIG. 3)

Exemplo de Educoquiz usado para sondagem de conhecimento prévio e como forma de revisão/fixação do conteúdo estudado. Apresenta-se na Educopédia, 8º ano, Ciências, Aula 32 (4º bimestre). Tema: "A importância da atividade física orientada".

 

E aí? Ficou como vontade de conhecer e explorar as funcionalidades da plataforma? Acesse, use e torne suas aulas mais interativas. Sem dúvida, será uma aula diferenciada para você e seus alunos.


Siga-nos nas Redes Sociais e socialize suas ideias de uso da Educopédia na prática pedagógica. Boas aulas!


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share