A A A C
email
Retornando 56 resultados para a tag 'saúde'

Quarta-feira, 25/07/2018

Escola Alerta: Vida Saudável para Combater a Obesidade Infantil!

Tags: 8ªcre, saúde, pse, ciências.

 

Diante da urgência do debate sobre a Obesidade Infantil, a Escola Municipal Abrahão Jabour inseriu no seu calendário de atividades a “Semana Vida Saudável”. 

 

 

Alunos da E.M. Abrahão Jabour na Oficina de Dobraduras

 

 

O número de adolescentes obesos continua a crescer assustadoramente em todo o país, muitas crianças e adolescentes sofrem com problemas de obesidade e muitos deles permanecem acima do peso quando atingem a fase adulta.

Diante de um índice que se torna cada vez mais alarmante, a obesidade infantil já é encarada pela comunidade médica como problema de saúde pública. Pensando no bem-estar dos seus alunos, a equipe da Escola Municipal Abrahão Jabour desenvolveu a Semana Vida Saudável.

A proposta do evento é estimular a reflexão em torno dos fatores que desencadeiam o sobrepeso e conscientizar os alunos e toda a comunidade escolar sobre a importância do assunto para melhor qualidade de vida e saúde.

 

 

Professora Danielle Barreto realizando a proposta de debate sobre a publicidade infantil

 

 

Durante o evento na escola, foi apresentado o documentário nacional Muito Além do Peso, da roteirista Estela Renner. O filme fala diretamente sobre as doenças, que até pouco tempo eram restritas aos adultos, mas que hoje estão comuns entre as crianças e adolescentes, como diabetes, pressão alta e depressão.

Após a exibição do filme os alunos participaram de um debate que foi organizado pelo professor de Educação Física, Glauco Salatino. O objetivo é que os alunos façam uma reflexão sobre os alimentos que consomem, as escolhas que precisam fazer e a quantidade de tempo que passam sem nenhuma atividade física. 

No pátio externo da escola os professores Nelson Rocha e Alexandre Mathias fizeram diferentes jogos e brincadeiras populares, estimulando o movimento e a interação em grupo.

 

 

 

 

Dentro do projeto Vida Saudável, foi trabalhado o tema Mente Sã, Corpo São, promovendo a prática de atividades manuais que estimulam a concentração e a calma. Nesse momento, os professores aproveitaram para trabalhar valores ligados à cultura da paz no cotidiano escolar. 

Durante as atividades, os alunos pensaram juntos em como podem tornar a escola um ambiente mais harmonioso, onde o diálogo seja a melhor opção para a mediação de conflitos individuais e coletivos.

A professora regente de História, Danielle Barreto, a partir da exibição de vídeos de curta duração, trabalhou com os alunos a relação entre publicidade infantil e consumo. 

 

 

Alunos da E.M. Abrahão Jabour em atividades no pátio da escola

 

 

A Escola Municipal Abrahão Jabour fez um importante alerta à toda a comunidade escolar: a obesidade infantil é algo muito sério e precisa ser encarada como fator prejudicial ao desenvolvimento e qualidade de vida das crianças e adolescentes. A mudança de hábitos diários é fundamental para revertê-la e garantir uma vida mais saudável e feliz!

 

O Rioeduca parabeniza à E.M. Abrahão Jabour pela realização da Semana Vida Saudável!

 

E. M. Abrahão Jabour 

Rua Raul Azevedo, nº 378
Senador Camará – Rio de Janeiro – RJ -  CEP 21883-140

Telefone: (21) 2403-0115/ 2403-0220
Correio eletrônico: emajabour@rioeduca.net

 

 

 

Faça como o professor Uelton Souza, Coordenador Pedagógico da E.M. Abrahão Jabour, entre em contato com o Rioeduca e compartilhe as ações e projetos da sua escola!

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 30/04/2018

Wolbito, O Mosquito do Bem!

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, saúde, pse, alfabetização.

 

Através de Atividade Lúdica, professores Alfabetizadores são chamados a participação na campanha “Aqui Mosquito não se cria 2018”.

 

Durante Encontro dos professores do Time de Alfabetizadores da 1ª Coordenadoria Regional de Educação, realizado no mês de Março, os participantes foram convidados, juntamente com seus alunos, a se engajarem na continuidade das ações de combate à Dengue, Zika e Chikungunya.

 

 


Através de atividades que uniram conhecimento e brincadeira, os professores participantes puderam aprender sobre o processo biotecnológico de modificação do mosquito Aedes Aegypti e sua transformação no “Wolbito”, o mosquito do bem, incapaz de transmitir o vírus das arboviroses. Transformação essa que ocorre no Aedes, quando o Wolbachia, um microorganismo que vive naturalmente nas células de alguns insetos, é inserido no mosquito, reduzindo sua capacidade de transmissão das doenças. Descoberto na Austrália e trazido para o Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, é um método natural, seguro e autossustentável.

 

 

Professora Renata Ricoca, apresentando a proposta de atividade com o Wolbito

 


As atividades propostas aos professores, proporcionaram que os mesmos conhecessem as diversas etapas do processo: a transformação do Aedes em Wolbito, a importância dos viveiros e a participação da FIOCRUZ nesse processo.

 

 

 


Foi discutido também a importância e o papel da Rede Municipal de Educação no apoio e na divulgação para que a sociedade entenda e participe da campanha, assim como,  o papel da escola como difusora do conhecimento científico e como transformadora da realidade.


Temas como biotecnologia, impactos ambientais , cadeia alimentar, equilíbrio ecológico, dentre outros, foram levantados como temáticas que poderão ser trabalhadas com os alunos .

 

Professora Mônica, dinamizando a atividade com os professores.

 


Os professores também conversaram sobre a capacidade de multiplicação da informação e sua territorialização no mapa da 1ª CRE.


Nesse contexto, foi proposta a utilização das Redes Sociais para compartilhamento das ações de sucesso no desenvolvimento do trabalho nas unidades escolares, através da hastag #wolbitona1cre.

 


E você, está fazendo sua parte ?

 


Para Saber Mais:

Gerência de Educação

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net

 



 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 24/11/2017

Descobrindo os Parasitas na Escola

Tags: parasitas, piolho, lombriga, pse, saúde.

 

Os alunos da Escola Municipal Irineu Marinho aprenderam sobre os Parasitas e como devemos evitá-los, de uma forma lúdica e divertida. Confira!

 

 

No dia 12 de setembro de 2017, a professora Danielle fez uma apresentação aos alunos do primeiro segmento da E. M. Irineu Marinho no período da manhã e tarde. Esta apresentação foi apoiada pela direção e coordenação pedagógica, assim como professores das turmas envolvidas.

 

 

O objetivo do projeto foi proporcionar aos educandos uma vivência diferenciada da sala de aula quanto a compreensão das consequências da falta de higiene e reconhecimento de dois parasitos frequentes na infância (piolho – Pediculus humanus e lombriga – Ascaris lumbricoides) através da utilização de teatrinho com fantoches e música.

 

 

A apresentação consistiu inicialmente num questionamento às crianças sobre “o que é saúde” e sobre “o que eram os parasitas”. Os alunos foram super participativos e responderam a primeira pergunta, porém a segunda, se sentiram um pouco inseguros. A professora Danielle, então os explicou e deu dois exemplos de parasitas. Em seguida, ela perguntou se as crianças gostariam de conhecê-los um pouco mais. As crianças aceitaram e foi uma farra!

 

 

Foram apresentados a eles o piolho e a lombriga, em forma de fantoches num teatrinho. O piolho se apresentou, informando que ele causava muita coceira, porque estava sugando o sangue da cabeça de alguma pessoa, dizendo que ele poderia trazer doenças e como era importante a utilização do pente fino, muito mais importante que remédios convencionais da farmácia.

Logo após, veio a lombriga, que os informou como a presença dela na barriguinha poderia causar muitas dores e o mais importante era a prevenção. As crianças questionaram como prevenir e a lombriga disse que lavar as mãos quando saísse do banheiro, assim como, antes das refeições ajudaria bastante. Cortar as unhas e não pegar comidas que caíssem no chão seria uma maneira bem legal de não contrair a lombriga em forma de ovo, porque o ovo ao chegar na barriga se transformaria em uma nova lombriga. Após as explicações, a professora apresentou a eles uma pequena música que explica a importância de lavar as mãos e todos cantaram animadamente.


“As minhas mãos,
Eu vou lavar!
Para os parasitas
No meu corpo
Não entrar!”


“Parasitas Pequenos” – Paródia de “Mundo Pequeno” (Turma Do Re Mi).

Tradução de It’s a small world – Robert Sherman (Walt Disney)

 

Impressões das crianças participantes:

“Eu gostei muito. No final cantamos uma música muito legal!” (Mayara Reis – T: 1302)

“O piolho vai para a sua cabeça quando você abraça outra pessoa. Quando ele encontra um piolho fêmea, tem filhotes (lêndeas). Se cuide passando pente fino.” (Carlos Eduardo Torres – T: 1301)

“Na minha escola teve uma tia de Ciências, a tia Danielle Moura. Ela ensinou coisas de piolho e da lombriga.” (Anna Clara – T: 1301)

 


Impressão da coordenação e direção:

“O trabalho foi exposto de maneira lúdica para os pequenos que gostaram e participaram muito bem. O objetivo foi atingido: apresentou às crianças o tema com humor, mas sem perder a seriedade necessária.” (Geralda Cristina – Dir. Adjunta)

“Achei pertinente visto que as crianças aprendem a ter noções de higiene, reconhecer e evitar a proliferação de alguns parasitas.” (Priscila Bastos – Coordenadora Pedagógica)

 

Sobre o Projeto:

Nome do projeto: Descobrindo os Parasitas na Escola
Idealizadora: Prof. Danielle Fonseca de Moura
Professores colaboradores: Ana Claudia Soeiro, Márcia Bueno Pacheco, Renata Pessoa, Conceição Miranda, Maria de Fátima, Raquel Leal.
Turmas participantes: Manhã – 1101, 1201, 1301, 1302
Tarde – 1102, 1202, 1303
Local da apresentação do Projeto: Escola Municipal Irineu Marinho (5º CRE – Marechal Hermes)

 

Sobre a Escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.15.030) - Escola Municipal Irineu Marinho - 10975
Diretor: Deise Barroso da Silva e adjunta Geralda Cristina da Silva.
Endereço: Rua Américo Rocha 821 - Bairro: Marechal Hermes
Cep: 21555-300
Telefone: 3018-2593 | 3833-5965
E-mail: emirineu@rioeduca.net 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 13/02/2017

Mosquito Não se Cria na 1ª CRE!

Tags: 1ªcre, eventos, pse, saude, nsec01.

Escolas, EDIs e Creches da 1ª Coordenadoria de Educação realizam evento de Mobilização da Comunidade para ações de combate ao Aedes.

 

CLIQUE NA FIGURA ACIMA E ASSISTA AO VIDEO DO GINÁSIO RIVADÁVIA CORRÊA

 

Diante da ameaça de uma tríplice epidemia de Arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya) as unidades educacionais no âmbito da 1ª Coordenadoria Regional de Educação arregaçaram as mangas e promoveram uma intensa Semana de Mobilização de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti.

 

Alunos na E.M. Estados Unidos aprendendo como combater o Mosquito


A mobilização começou com a apresentação da Campanha “Aqui mosquito não se Cria” para os professores e demais funcionários das escolas, unidades de Educação Infantil e PEJA.

 

Mobilização do Ginásio NIlo Peçanha


A partir daí, varias ações de conscientização e orientações foram realizadas. Cartas à comunidade, panfletos, orientações de eliminação do foco, dentre outras ações, foram realizadas. Muitas ações contaram a parceria da Saúde e de Assistência Social!

Alunos da E.M. Mém de Sá prepararam material de Divulgação da Campanha


O ponto alto da Mobilização foi a Caminhada no entorno das unidades escolares, onde os professores e alunos, com a participação dos responsáveis, chamaram a atenção de toda a comunidade escolar para a gravidade do problema e a necessidade e importância da ação diária de cada um para que consigamos vencer a ameaça que o Mosquito Aedes representa para toda a nossa cidade.

 

Bouvelard Olímpico ocupado pela Caminhada do Ginásio Vicente Licínio

 

Afinal, “o Mosquito não se cria na 1ª CRE e em nossa Cidade! Não se cria mesmo!!!!!”


Veja mais alguns momentos das Caminhadas:

CLIQUE NA FOTO ACIMA E VEJA A PASSEATA DA GUATEMALA

 

 

Funcionários e Alunos envolvidos - GEA Vicente Licínio Cardoso

 

Escolas João de Camargo e Floriano Peixoto

 

E.M. Edmundo Bittencourt

 

E.M. Mestre Waldemiro

 

Escolas Cardeal Leme e Alice do Amaral Paixoto

 

Para Saber Mais:

1ª Coordenadoria Regional de Educação – Gerência de Educação

Rua Edgar Gordilho, 63 – Praça Mauá

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net

 

 


   
           



Yammer Share