A A A C
email
Retornando 53 resultados para a tag 'leitura'

Quinta-feira, 12/10/2017

Projeto: Alfabetizando com o "Seu Alfabeto"

Tags: 4ªcre, texto, leitura, escrita.

 

Sabendo o quanto é importante trabalhar diversos gêneros textuais, o projeto "seu alfabeto" foi adaptado para o 3º ano de escolaridade da E. M. Escritor Bartolomeu Campos de Queirós, por entender que havia histórias atraentes e divertidas, onde os alunos foram estimulados a adquirir o gosto pela leitura, refletir e avançar nos conhecimentos sobre a língua escrita de maneira significativa.

 

A ideia inicial foi partir para um trabalho lúdico, em que os alunos pudessem interagir e serem integrados, participando ativamente das atividades propostas.

 

 

Com os objetivos de incentivar os alunos a ler e ouvir a história usando o boneco; conhecer e dominar o alfabeto; compreender diferenças entre a escrita alfabética e outras formas gráficas; desenvolver a oralidade; participar das interações cotidianas em sala de aula; desenvolver a percepção auditiva com atenção e compreensão; respeitar a diversidade das formas de expressão oral manifestada, por colegas, professores, funcionários da escola, bem como por pessoas da comunidade extra-escolar; usar a língua falada em diferentes situações; proporcionar atividades de leitura desafiadoras que envolvam o interesse pela escrita; despertar o letramento através da ludicidade; envolver a criança de forma prazerosa no processo ensino aprendizagem; sistematizar o estudo das letra do alfabeto apresentando diferentes grafias e estudando o valor sonoro de cada uma delas; facilitar a assimilação das letras do alfabeto; desenvolver a escrita espontânea e a leitura; e resgatar valores e trabalhar emoção, o Projeto foi desenvolvido em etapas.

 

 

DESENVOLVIMENTO:

• 1ª etapa (1ª semana de aula): Roda de conversa para aguçar a curiosidade dos alunos e fazer a proposta do projeto; apresentação do boneco e sua certidão de nascimento.

A cada palavra-chave ensinada para os alunos, foi colada no boneco uma letrinha para fixar a letra aprendida.

• 2ª etapa (Dia do Livro): Emília visita a escola, através do convite do Seu Alfabeto. Com o objetivo de falar sobre o Dia do Livro, o Seu Alfabeto convida a Emília para ir da Fazenda das Letras para a escola, a fim de conversar e contar uma história aos alunos.

 

 


• 3ª etapa (Mês de junho): A festa de aniversário do Seu Alfabeto. Após ter trabalhado o livro “A festa de aniversário do Seu Alfabeto”, foi realizada a festa em sala de aula, na qual cada aluno sorteou uma letra do alfabeto e fez um desenho de algo que eles gostariam de dar para o boneco, depois escreveram uma frase sobre esse objeto. Os convites do aniversário também foram confeccionados pelos alunos.

 

 

• 4ª etapa (Dia do Estudante): Gincana estudantil. A fim de criar um dia bem alegre, o Seu Alfabeto organizou uma gincana entre as turmas do 3º ano, para comemorar o Dia do Estudante. Com isso os alunos, aprenderam sobre o trabalho em equipe, a interação social e a colaboração.

Em todas as atividades realizadas, os professores estavam orientando. E, para finalizar esse dia da gincana, brincamos com tinta zin e tomamos banho de mangueira.

 

 

• 5ª etapa: ( Entrega do livro). Para incentivar cada vez mais a leitura e também para concluir o Dia do Estudante, cada aluno recebeu do Seu Alfabeto um livro de história para ler e colorir.

Parabéns à Equipe da escola pelo excelente trabalho realizado!

Sobre a escola: E/CRE (04.30.010) Escola Municipal Escritor Bartolomeu Campos de Queirós.

Endereço: Rua Praia de Inhaúma, S/Nº Maré
CEP: 21044-725
Tel: 2482 3787
Email: emqueiros@rioeduca.net
Diretor: Luiz Felipe Vieira Ferrão
Adjuntas: Juliana Vieira Ferrão
CP: Raquel Pereira de Oliveira

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 11/10/2017

Lê comigo - Projeto anual de mediação de Leitura Literária

Tags: 3ªcre, leitura, incentivo.

 

  O ponto de partida do Projeto "Lê comigo", da Sala de Leitura da Escola Municipal D. João VI,  aconteceu no ano de 2016 e, como todo o projeto de incentivo à leitura deve ser, prossegue em 2017 renovado após ajustes e avaliações de percurso por parte de todos os envolvidos. Para conhecer essa história, por favor, "Lê comigo".

 

 

O Projeto de promoção, incentivo e mediação literária LÊ COMIGO tem como principais objetivos ampliar o repertório literário dos estudantes, professores e demais integrantes da comunidade escolar, através do acesso aos livros e a participação em atividades de mediação de leitura literária. Conta com amplo acervo, cerca de nove mil exemplares, distribuídos entre literatura infantil, infanto juvenil, clássicos da literatura e títulos voltados à formação docente.

Nosso acervo é composto por duas midiatecas importantes: o acervo disponibilizado pela equipe MultiRio e o acervo disponibilizado pelo projeto Cine Literário.

A cada ano de escolaridade são oferecidas atividades diversas de caráter contínuo. São adequadas ao interesse por faixa etária, envolvendo dramatizações, leituras em público, leituras individuais, empréstimos de títulos literários e incentivo à autoria. Acreditamos que o estudante em contato com o objeto livro e mediação constante, compreende o fazer literário como algo inerente em seu cotidiano, aprimorando consequentemente seu vocabulário e sua forma de expressar-se tanto oralmente quanto em sua escrita. Nesta linha de trabalho, espera-se a ampliação da visão, encontrando sempre novos caminhos e possibilidades através de diferentes linguagens.

Passeando por diferentes gêneros literários durante o ano letivo, somos sempre surpreendidos quando construímos linha pós-linha novos enredos para nossas histórias. LÊ COMIGO configura, neste panorama, as mudanças permanentes que o livro deixa na vida do leitor. Uma mudança real que não admite retrocesso, pois uma vez o livro lido, suas marcas permanecem e moldam a postura deste leitor sempre em direção ao avanço como ser humano e cidadão atuante.

 

 

O suporte filosófico, político e psicopedagógico para o desenvolvimento deste projeto é a concepção sócio interacionista de Vygotsky sobre o funcionamento do cérebro humano. Isto quer dizer que o homem é herdeiro da evolução cultural e seu desenvolvimento dar-se-á em função de características do meio social em que vive. Logo, acreditamos que um meio social permeado pelo livre acesso à leitura, propiciará vivências e trocas ímpares, verdadeiramente significativas para crítica, argumentação e incentivo à autoria.

Compartilhar leituras...

Do ponto de vista de Vigotyski (1988) e seus colaboradores, os momentos de desenvolvimento cultural são motivados por atividades que façam avançar a formação e o aperfeiçoamento das capacidades psíquicas. Nesse sentido, é possível um novo olhar em relação à literatura infantil como fundamental para a formação da humanidade das pessoas em suas máximas possibilidades.

Para medirmos o grau de interesse cultural de uma escola, bairro ou cidade, podemos usar como parâmetro a biblioteca, seja esta escolar ou pública. Para que exerça a cidadania de forma plena o indivíduo necessita fundamentalmente de formação e informação, bases estas encontradas em nossa linha de trabalho e acervo, o qual disponibilizamos constantemente oferecendo orientação e mediação.

A atividade promovida pela Sala de Leitura J.G. de Araújo Jorge desenvolve a oralidade, livre expressão e aprimoramento da escrita através da realização da leitura literária em diferentes modalidades.

 

 

Com a palavra, o Pé de Poesia!

O Pé de Poesia é um mural interativo que expõe e disponibiliza poesias diversas de autores renomados, dispostas lado a lado com produções dos estudantes da nossa escola. As dinâmicas oferecidas incluem autoria e ampliação do repertório dos estudantes, mediante leitura, transcrição e criação autoral. Ao ler um livro de poesias é comum ter preferência por esta ou aquela obra, seja pelo ritmo ou mensagem que transmite. Nesta perspectiva é possível transcrever poesias e endereçá-las aos amigos ou criar uma nova poesia, ler, presentear, trocar. Com o desenvolvimento das atividades do Pé de Poesia incentivamos a participação de nossa Comunidade Escolar no projeto Poesia na Escola, promovido pela Secretaria Municipal de Educação. Consiste da publicação de uma coletânea de poesias de autoria de estudantes, professores e funcionários da Rede. Sempre uma vivência significativa quando indicamos obras da nossa escola para este concurso. A semeadura do Pé de Poesia desenvolve repertório, oralidade e estimula a autoria e interação através da arte literária e da linguagem poética.

 

 

Luz, câmera, ação: conheça nosso Cine Literário!

O Cine Literário é composto por cinquenta títulos em livros e seus respectivos filmes, incentivando mutuamente a literatura através do cinema nacional e o cinema através da literatura.

Neste projeto realizamos exibições dos filmes, debates, rodas de conversa e rodas de leitura objetivando fomentar a criticidade, argumentação e ampliação do repertório e vocabulário.

Realizamos durante o ano letivo exibições semanais de filmes e foi instaurada uma roda de leitura aberta à comunidade escolar, onde recebemos as famílias dos estudantes. O exercício da cidadania passa pela paixão pela leitura e valorização do livro no caminho de formação.

O Projeto Cine Literário, uma parceria com o cinema Ponto Cine é uma importante vivência cultural fomentada pela Sala J.G. de Araújo Jorge.

 

 

Piquenique Literário!

São deliciosos os piqueniques literários promovidos pelo projeto LÊ COMIGO! Neles, além de lanchinhos super gostosos para saborear, compartilhamos leituras e vivências literárias de forma descontraída e prazerosa. Cada turma vivencia um autor diferenciado e nestes piqueniques são lidos trechos de obras, enumerados títulos, e seguimos com breve explanação sobre a vida e obra do autor assim como disponibilização de títulos literários.


 

Dedicado aos estudantes da Escola Municipal Dom João VI, sem os quais meus dias jamais seriam os mesmos. Por vocês, desafio meus limites para ser a cada dia uma profissional de educação à altura da sinceridade que transparece em vossos olhares.

Texto enviado pela Professora Ana Cláudia de Abreu Soares.

 

São tantos e tão fascinantes os projetos desenvolvidos pela sala de leitura J.G. de Araújo Jorge que dá muita vontade de conhecer mais. Para isso basta enviar um email para slsdjoaovi@rioeduca.net.

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 28/08/2017

Família e Escola, Parceria Que Sempre Dá Certo!

Tags: 1ªcre, projetos, leitura, riodeleitores, família.

 

Projeto Literário é utilizado por escola da 1ª CRE para estreitar os laços com os familiares dos alunos.

 

Localizada no tradicional bairro Carioca do Catumbi, a Escola Municipal Estados Unidos oferece atendimento a alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, em horário parcial.

Dando continuidade às ações de estímulo à leitura, ampliando o conhecimento literários das crianças e jovens, os gestores e toda equipe pedagógica da escola se envolveu na elaboração do Projeto “Leitura...Passaporte para o Conhecimento”, desenvolvido a partir dos eixos norteadores contidos no Projeto Político Pedagógico da escola.

 

Alunos e suas produçoes


Os alunos foram incentivados à leitura de diversos autores e, simultaneamente, desenvolviam atividades relacionadas à importância da família, resgatando valores como Respeito, União e Diversidade.


Vinícius de Moraes, Cecília Meireles, Roseana Murray, dentre vários outros, foram autores que permearam o universo da escola ... Poemas e poesias foram pretextos para desenvolver no aluno a apreciação do “belo”, através de rodas de leitura, onde textos eram analisados, reescritos e ilustrados.

Todo o trabalho desenvolvido foi apresentado aos responsáveis durante a realização da “Semana da Família”, onde os pais tiveram a oportunidade de vivenciar o cotidiano da escola e ver de perto o trabalho que a escola e seus filhos estão desenvolvendo.

 

À esquerda, as crianças vestidas como os persoganens das histórias lidas


Para a Professora Thayana, da turma 1.205, “ (...) foi emocionante ver a participação dos pais e alunos, ambos tão entusiasmados” , “ foi o momento em que as crianças se sentiram mais felizes, por ver a presença dos pais no espaço em que estudam, participando juntamente com eles”, completa a professora Charbelle, da turma 1.103.

 

Alunos apresentam suas produções durante a "Semana da Família"


A equipe da escola nos relata que “falar da Família foi essencial para resgatas os valores necessários à vida humana e para estreitar os laços de parceria entre a família e a escola".

 

 


Que saber detalhes do Projeto? Para saber mais:

Escola Municipal Estados Unidos

Direção: Alessandra Ribeiro

Direção-Adjunta: Alba Reis

Coordenação Pedagógica: Gabrielle Vieira

Telefone: 2213-5658

E-mail: emeunidos@rioeduca.net

 

Você que leu esta postagem, também vai gostar de rever reler esta:

 http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=5444

 

E você, que ver o trabalho de sua escola e professores aqui no Portal? Estamos Aguardando!!!

 


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 23/08/2017

A Arte Retratando a Vida na Escola

Tags: 8ªcre, sala de leitura.

 

 O ensino da Arte voltado para o cotidiano da criança enriquece o aprendizado e fortalece seus significados. Essa foi a proposta da Sala de Leitura da Escola Municipal Engenheiro João Thomé, que, através da obra Abaporu, encantou quem visitou a exposição dos trabalhos realizados com maestria pelos alunos da unidade.

 

 

 

Muitos são os desafios da educação do século XXI e entre eles está o desafio de formar jovens que sejam capazes de expressar suas ideias e se perceberem como protagonistas de suas próprias histórias de vida.

A Arte e suas diversas manifestações são fundamentais para o estímulo dessas habilidades, por isso reconhecemos tantos importantes trabalhos sendo desenvolvidos nas escolas da Prefeitura do Rio de Janeiro, nas aulas de Artes Visuais e Musicais.

 

 

Partindo da releitura da tela Abaporu, da pintora modernista Tarsila do Amaral, os alunos do 8º e 9º anos da Escola Municipal Engenheiro João Thomé produziram lindos trabalhos.

A proposta foi feita sob a orientação da professora de Artes Visuais, Aline Telles. Os alunos viajaram em sua imaginação criativa, passando pela Cidade Maravilhosa e com escala na Capital Federal: Brasília.

De forma crítica, bem-humorada e cheia de pinceladas multicoloridas, os alunos transformaram o Abaporu, um dos quadros mais famosos da Arte Modernista Brasileira, em personagens do cotidiano da nossa sociedade.

Nas retratações, tais como o político, o turista, o morador de rua, o flamenguista, o desempregado, o jogador e até o doente mal assistido no hospital, cada aluno demonstrou seu poder artístico e de livre expressão, tornando esse momento rico em aprendizado.

 

 

Com esse projeto, os alunos tiveram a oportunidade de enriquecer seu conhecimento aprendendo um pouco da biografia da artista Tarsila do Amaral. 

A obra Abaporu também já é reconhecida por eles e foi uma inspiração que trouxe um resultado surpreendente.

Os desenhos finais receberam molduras e se tornaram belíssimos quadros, que foram expostos como em uma galeria de Arte, na Sala de Leitura da E. M. João Thomé.

Ficou claro para todos os que visitaram à exposição que os alunos, autores dos trabalhos expostos, estavam orgulhosos de suas produções.

 

 

 

"Percebemos que verdadeiramente a obra de arte cumpriu e continua a cumprir seu papel: encantar os olhos, tocar o coração e nos levar à
inquietude do pensar, do refletir. E, neste caso, uma reflexão sobre a degradação da saúde e da educação, o mau uso do dinheiro público, as
desigualdades sociais e os diversos tipos de violência a qual todos nós estamos cotidianamente submetidos (...)"

                                                                                            Ruth Nóbrega - Professora na E;M. Engenheiro João Thomé

 

 

 

O Rioeduca parabeniza a todos os alunos que fizeram  esse projeto acontecer com tanta criatividade e talento!

Para entrar em contato com a E.M. João Thomé:

emthome@rioeduca.net

 

 

Entre em contato com o Rioeduca e compartilhe as ações e projetos da sua escola!

 


   
           



Yammer Share