A A A C
email
Retornando 75 resultados para a tag 'gec'

Terça-feira, 02/10/2012

Dia Nacional do Folclore e Centenário de Luiz Gonzaga

Tags: 2ªcre, gec, protagonismojuvenil.

 

No mês de agosto, o Ginásio Experimental Carioca Orsina da Fonseca comemorou o Dia Nacional do Folclore e o Centenário de Luiz Gonzaga. Os alunos realizaram pesquisas e produziram material sobre o tema.

 

 

A professora Fabiana Bianco, regente no GEC Orsina da Fonseca, conversou com a professora Renata Carvalho, representante do portal Rioeduca, na 2ªCRE, e contou sobre o trabalho realizado na unidade escolar durante o mês que se comemora do Dia Nacional do Folclore, 22 de agosto.


A professora Fabiana nos conta que as atividades começaram no mês de julho, quando os alunos da turma 1801 e alguns alunos das turmas 1703 e 1704, acompanhados por ela e pela professora Elaine, tiveram a oportunidade de visitar o Museu Casa do Pontal e participar de uma ciranda organizada pelos guias do museu. Nesta visita, os educandos conheceram todas as galerias e se maravilharam com as obras confeccionadas em madeira, em argila e com areia colorida, além de terem conhecido a história da fundação do museu e de terem percebido a importância desse espaço para a divulgação da nossa cultura.


 

 

Da esquerda para a direita: Professora Fabiana, Diretora Rose e Professora Elaine

 

 

O objetivo deste trabalho foi aproximar os alunos da cultura brasileira, tão rica e diversificada e, com isto, resgatar a memória e a história de nosso povo.


Todo trabalho foi elaborado pelas professoras Fabiana Bianco Scoralick e Elaine da Silva Sá e executado pelas mesmas com as turmas 1701, 1704, 1801 e 1902, com a participação de alunos das turmas 1702, 1901 e 1903. A professora Maria Cristina Esteves, auxiliada pela professora Elizabeth Tupper Gil, desenvolveu atividades com a turma 1703.


Os alunos do sétimo ano do Ensino Fundamental pesquisaram sobre as lendas folclóricas e expuseram os resultados da pesquisa através de slides e vídeos.


Neste ano de 2012, comemoramos o centenário de Luiz Gonzaga, grande representante da cultura popular brasileira, e para homenageá-lo a turma 1703 preparou, com muita criatividade, alguns cordéis.


O trabalho de produção de cordéis foi resultado de uma pesquisa sobre a vida de Luiz Gonzaga, de conversas sobre seu contexto histórico, da leitura e escuta de suas músicas, e, por fim, da pesquisa do gênero cordel, já objetivando a produção textual.


 

 

 

 

 

De acordo com as informações da professora Fabiana, a turma 1801 ficou encarregada de falar sobre Luiz Gonzaga, contando sua história e influência na cultura nacional. Além disto, a turma falou sobre a culinária e danças nordestinas. Os alunos também apresentaram um trabalho sobre Lampião e Maria Bonita, falaram sobre o artesanato no nordeste e as lutas e danças folclóricas que marcam a identidade brasileira. Encerraram as atividades dançando a música “Asa Branca” em homenagem ao Rei do Baião.

 

A professora Elaine Sá coreografou as danças que foram apresentadas no evento realizado na escola em comemoração ao Dia Nacional do Folclore, presenteando a plateia com um belo show e a turma 1902 dançou uma bela quadrilha alegrando a todos os que estavam presentes.


 

 

Elenco da apresentação sobre Bumba Meu Boi

 

Na comemoração do Dia Nacional do Folclore e Centenário de Luiz Gonzaga, foi apresentado, pelos alunos, o auto do Bumba Meu Boi. Assista no vídeo abaixo aos momentos desta apresentação.

 

 

 

Parabéns aos professores e alunos do Ginásio Experimental Carioca Orsina da Fonseca, pela realização destas atividades que proporcionaram conhecimento e valorização da cultura brasileira.


Clique aqui e conheça o blog do GEC Orsina da Fonseca.


 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Participe também! Entre em contato com o representante de sua CRE para divulgar o blog ou projetos desenvolvidos por sua escola.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 25/09/2012

Não bata. Eduque

Tags: 10ªcre, extensividade, proinape, gec, rio sem violência, protagonismo.

 

 

Roda de conversa , realizada no dia 15 de setembro de 2012 (sábado), no Centro Cultural Municipal de Santa Cruz Dr. Antonio Nicolau Jorge, compôs as atividades do mês contra a violência doméstica.

 

Roda de conversa.

Professor Pedro e alunos do GEC Princesa Isabel

 Organizada pela equipe do Programa Interdisciplinar de Apoio às Escolas, o PROINAPE, em conjunto com a Gerência de Educação da 10ª CRE, a roda de conversa contou com parceria do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel e da Fundação Xuxa Meneghel.

 

 


 

O encontro, que aconteceu no teatro do Centro Cultural Municipal de Santa Cruz Dr. Antonio Nicolau Jorge, atualmente vinculado à Secretaria Municipal de Educação e administrado pela 10ª CRE, foi uma atividade do mês contra a violência doméstica, destinada aos responsáveis dos alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel.

 


 

Atuando como  protagonistas, que é um dos objetivos do programa do Ginásio Experimental Carioca na Cidade do Rio de Janeiro, os alunos da Escola Municipal Princesa Isabel, GEC da 10ª CRE, apresentaram o esquete intitulado “Coisas de Família”, sob a direção do professor Pedro de Assis, quando os jovens interpretaram cenas do cotidiano familiar, mostrando algumas formas de violência corriqueiras, e situações que acabam se tornando habituais, como a prática do machismo, visões estereotipadas e convicções preconceituosas.

 


Tendo a infância como um dos mais importantes períodos do desenvolvimento do ser humano, com registros de acontecimentos positivos e negativos, coube à equipe da Fundação Xuxa Meneghel, presente ao evento do dia 15 de setembro de 2012, promover dinâmica com os participantes da roda de conversa, objetivando rememorar momentos bons e ruins que costumam acontecer na vida das crianças.

 


 Foram exibidos slides com informações obtidas a partir de pesquisas e várias opiniões sobre a violência como meio de processo educativo, tendo como conclusão e proposta de reflexão, as inúmeras formas de educação da criança e do adolescente, sem castigos físicos, sem palmadas, surras ou quaisquer outras formas de violência que acabam causando constrangimento, coação, humilhação e outros.

 


 A equipe do PROINAPE  da 10ª CRE, composta por assistente social, professora e psicóloga, produziu um folder contendo informações sobre a temática da violência contra criança e adolescente, formas de se identificar seus sinais, prevenção e até mesmo como proceder as denúncias aos órgãos competentes pela defesa de seus direitos.

 


O Ginásio Experimental Carioca da Escola Princesa Isabel, com o apoio do PROINAPE já está reorganizando um grupo de responsáveis para continuar este trabalho contra a violência doméstica e iniciar outros possíveis. Provisoriamente recebeu o nome de “Protagonista É a Mãe!”

 

 


 

Os participantes foram presenteados com um kit contendo camisetas, bonés e broches da rede “Não bata. Eduque!”

 


Com os agradecimentos do Rioeduca à equipe do PROINAPE (Professora Ana G. Gomes, psicóloga Patrícia Dumite e assistente social Felipe Moreira)  que disponibilizou  os links dos Blogs para quem desejar conhecer outras iniciativas. 

 

 


 

 

PROINAPE : http://proinape10cre.blogspot.com.br/ 
GEC PRINCESA ISABEL : http://empisabel.blogspot.com.br/  



Contatos: Professor Sinvaldo do Nascimento Souza, representante do Rioeduca na 10ª Coordenadoria Regional de Educação.
E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net

Twitter: @SinvaldoNSouza
 

 

 

 

                                      

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 19/09/2012

Feira de eletivas: aprendendo a conviver e a fazer

Tags: 2ªcre, protagonismojuvenil, gec.

As disciplinas eletivas fazem parte do currículo dos Ginásios Experimentais Cariocas e para apresentá-las aos alunos, o GEC André Urani realizou uma “Feira de Eletivas”.

 

 

O Ginásio Experimental Carioca está constituído sobre três bases fundamentais, que são: A Excelência Acadêmica, o Projeto de Vida e a Formação para os Valores humanos. Estas bases relacionam-se com os quatro pilares da educação para o século XXI, de Jacques Delors (Unesco), que são o Aprender a Ser, Aprender a Fazer, Aprender a Conviver e Aprender a Conhecer.

 


As disciplinas eletivas estão associadas diretamente com os pilares Aprender a Fazer e Aprender a Conviver. Os alunos, durante um semestre, podem escolher com quais colegas da escola querem estudar e, também, a matéria que desejam cursar. Estas escolhas têm como objetivo desenvolver a autonomia e a responsabilidade dos educandos.


 

 

O professor Lindomar Araújo, diretor do GEC André Urani, relatou ao portal Rioeduca como foi realizada a “Feira de Eletivas” que aconteceu no mês de agosto.

 


A disciplina Eletiva valoriza o "fazer", a experimentação, a ação contextualizada, evitando seguir qualquer material preestabelecido. O professor escolhe como montar a Eletiva, como um "Projeto de Vida Acadêmica Semestral", inclusive, saindo da sua área de atuação e passando a pesquisador com seus alunos.

 


Realizamos "Feira de Eletivas", porque é uma forma de o professor "vender" a sua disciplina não convencional e os alunos poderem trocar ideias, sobre quais eles querem estar juntos estudando e quais são as mais interessantes.

 


A nossa "Feira de Eletivas" foi na quadra, porque é o lugar que os alunos mais gostam de ficar.” ( Professor Lindomar Araújo)

 


 

 

 

O objetivo das disciplinas eletivas é trabalhar temas que envolvam os alunos, de uma maneira lúdica e prazerosa, sem perder o foco do desenvolvimento pedagógico. Após a apresentação feita pelos professores, os alunos escolhem qual eletiva querem cursar.

 

 

Nesta publicação, conheceremos um pouco das disciplinas eletivas propostas pelo GEC André Urani no segundo semestre de 2012.

 

 

A eletiva “Some saberes, multiplique seu dinheiro!” foi apresentada pelo professor Marcelo Nascimento Lorio, e  visa desenvolver nos alunos a compreensão da organização financeira como uma habilidade essencial para vida contemporânea.


 

Os alunos que escolheram participar destas aulas terão a oportunidade de desenvolver habilidades de elaboração de orçamentos diários, semanais, mensais e ainda conhecer técnicas de cálculos de porcentagens.


 

Na disciplina “Filmografia”, proposta pela professora Juliana Teixeira, os alunos poderão melhorar a compreensão da Língua Portuguesa, da história e da atualidade através da análise e entendimento de filmes.


 

As habilidades a serem desenvolvidas nesta eletiva irão relacionar fatos históricos com os atuais através da observação de releituras artísticas dos mesmos. Os educandos poderão assistir filmes com conteúdo históricos, políticos e atuais e, ainda, escrever sinopses sobre os mesmos.


 

 

 

O professor Gilberto Felix propôs a disciplina “Criação de Blogs”, que são meios de comunicação e desenvolvimento da escrita bastante utilizado pelos jovens. Os blogs podem ser úteis como um recurso de divulgação do trabalho da escola e também como uma ferramenta de construção do conhecimento fora do espaço escolar.


 

A disciplina “Karaokê” foi apresentada pelo professor Marcello Borring, de Língua Inglesa, e sua proposta é praticar a Língua Inglesa de forma divertida através da música. A sugestão é que os alunos desenvolvam a fluência oral no idioma e tenham uma visão crítica sobre as letras das músicas, para isto, ao longo das aulas realizarão pesquisas de vocabulários, assistirão vídeos e participarão de outras atividades. E, por fim, serão incentivados a  cantar músicas no estilo karaokê, praticando as  palavras e  expressões vistas em sala.

 

 

“Tênis de Mesa” é a eletiva que tem como objetivo desenvolver as regras do tênis de mesa e também exercitar múltiplas qualidades e valências físicas. Ela foi proposta pelo professor Luiz Claudio e durante as aulas desta disciplina os alunos poderão adquirir novos conhecimentos sobre as práticas desportivas.


 

 

 

 

Parabéns ao GEC André Urani pela realização da “Feira de Eletivas”! Muito sucesso a vocês!


Quer conhecer mais sobre a Feira de Eletivas? Visite o blog do GEC André Urani!


http://gec-andreurani.blogspot.com.br/

 

 Conheça outras publicações sobre o GEC André Urani no portal Rioeduca: O Blog do GEC André Urani Apresenta: Criação de Horta Suspensa e Inauguração do Ginásio Experimental Carioca André Urani.

 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Participe também! Entre em contato com o representante de sua CRE para divulgar o blog ou projetos desenvolvidos por sua escola.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 07/09/2012

Sucesso da 3ª CRE no IDEB 2011

Tags: 3ªcre, gec, protagonismojuvenil, visitas.

 

Os números do IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica ajudam a montar o perfil da ensino fundamental no país. O GEC Bolívar e a E. M. Jean Mermoz vão nos mostrar o que há por trás dos números.
 

 

 

A receita parece simples quando lemos a definição de IDEB do Portal MEC: “ O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do INEP e em taxas de aprovação. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.” Porém, muito trabalho precisa ser bem feito para que o sucesso no índice seja comemorado. A 3ª CRE, representada pelo GEC Bolívar e pela E. M. Jean Mermoz, figuram entre as dez melhores da rede tanto no 1º quanto no 2º segmento do ensino fundamental. Vamos conhecer um pouco das ações que as levaram a este resultado.

O GEC Bolívar atingiu o nível de excelência, mesmo em seu primeiro ano de funcionamento. O projeto de uma escola com uma estrutura diferenciada em que o aluno é agente de seu aprendizado deve estabelecer um projeto de vida e trabalhar para a realização dele mostrou-se viável e proveitoso. O protagonismo juvenil é estimulado como já vimos aqui no post Protagonismo Juvenil no GEC Bolívar 3ª CRE e também na organização do Blog Bolívar.

 

 

 

 

 

 

 

Segundo a diretora Jacira Cerqueira, “ com a implantação do GEC, conseguimos ter uma visão mais uniforme da Escola. Ampliamos o tempo de Centro de Estudos e o aluno não é mais o aluno da turma "tal". Ele é aluno da Escola toda.” O GEC funciona em turno único. Então, o aluno tem mais tempo para se dedicar aos estudos e está em permanente interação com seus professores. A família também está cada vez mais próxima e participativa. “ Os recursos da Educopédia e dos Cadernos Pedagógicos ” além de “ muito suor, muito trabalho e muita alegria de dirigir esta Escola” também contribuíram para o alcance de índices tão satisfatórios.

 

 

 

 

 

 

Já a Escola Municipal Jean Mermoz só passou a funcionar em turno único em 2012. Então, a diferença, segundo a diretora Silvia Delmondes, é a união e a dedicação da equipe. A professora Janete Guedes, responsável pelo 5º ano da escola, já tem 30 anos de experiência em educação pública. Ela ressalta a maneira como a escola trabalha unida pelo sucesso dos alunos como figura no Projeto Político Pedagógico deles: Juntos e Unidos.

 

 

 

 

 

 

Prof.ª Janete Guedes, a diretora Silvia Delmondes, a funcionária Odete e a equipe gestora.

 

 

 

 

Aqui, também o aluno é  de todos, sempre. E, desde a Educação Infantil, é envolvido pelo desejo de uma educação de qualidade, apesar de qualquer dificuldade. Os alunos são preparados pra este sucesso.

 

 

 

 

 

 

 

Estar entre os melhores índices não é novidade. No IDEB de 2009 e no IDE-RIO de 2010, a escola já apresentava números excelentes. Além de ter sido certificada entre as 40 melhores do Prêmio SESI. As premiações são expostas com orgulho na entrada da escola e no Blog da Jean Mermoz.

 

 

 

 

 

 

 

Números satisfatórios são belos de se ver, mas rostos e escolas dinâmicas em busca de uma educação pública de qualidade nos fazem acreditar na superação de todos os problemas. A alegria que emanava do e-mail de resposta do GEC Bolívar e de toda a equipe que me recebeu na E. M. Jean Mermoz é mais do que a sensação do dever cumprido. É esperança de um futuro melhor para cada aluno atendido nestas unidades escolares.

Às escolas da 3ª CRE, que atingiram suas metas, superaram-se e superam todos os dias: PARABÉNS!

 

Contate-nos

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share