A A A C
email
Retornando 321 resultados para a tag 'educação'

Quinta-feira, 16/03/2017

Seminário de Ambientação para Agentes de Apoio à Educação Especial

Tags: agentes, educação, especial, secretário.

 

O Prefeito Marcelo Crivella e o secretário municipal de Educação, Esportes e Lazer, César Benjamin, recepcionaram na segunda-feira, dia 13, os novos agentes especiais que estão chegando às escolas para ajudar na integração de 14 mil crianças que necessitam de cuidados especiais. 

 

 

 

 

Esses profissionais já haviam sido aprovados em concursos realizados desde 2014, mas não haviam sido chamados.

 Além dos novos agentes de apoio, os alunos com deficiência continuarão a ter acompanhamento de estagiários, que começam a chegar às escolas do município seguindo o calendário de reinício das aulas nas universidades. Os convênios firmados entre a Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer e as instituições de ensino públicas e privadas permanecem. Há ainda os voluntários.
 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 03/03/2017

Aula inaugural e primeira semana de acolhimento na Creche Municipal Estrelinha Dourada

Tags: aula inaugural, acolhimento, educação infantil, edi, 5ªcre.


Iniciamos mais um ano letivo, cheio de empolgação e novidades...
No primeiro dia, os responsáveis foram convidados a participar de uma aula inaugural, onde acompanharam um pouquinho da rotina dos alunos na creche.

 

 

Nos dias que se seguiram foi feito um trabalho com os pequeninos alunos da turma do MI, pois eles estão conhecendo e começando a se adaptar ao novo espaço.

Os nossos alunos do MII, aproveitaram para matar as saudades e ir retornando à rotina aos poucos.

 


Trabalharemos neste 2017 com o PPA (Projeto Pedagógico Anual) “VENDO O MUNDO COM OS OLHOS DA ARTE” e, por isso, desde o nosso primeiro contato com crianças e famílias a proposta já foi o do pintar, do experimentar e do vivenciar as diversas possibilidades que a arte pode nos proporcionar. As artes têm o poder de conduzir as crianças a conhecerem suas limitações, dificuldades e possibilidades de desenvolver, explorar e conhecer suas potencialidades. Trabalhar com artes na Educação Infantil é uma oportunidade de despertar a sensibilidade nas crianças, aguçar os sentidos e proporcionar sensações.

 


E, para finalizar esta semana especial para toda comunidade escolar, sábado, dia 11/02/2017, aconteceu a RR (Reunião de Responsáveis) onde realizamos uma dinâmica da “ÁRVORE DOS COMPROMISSOS”: cada responsável sorteou uma parte da árvore e tinha que ler e comentar as atitudes dos pais em relação à creche, atitudes cotidianas que resultam em um grande impacto no compromisso e na responsabilidade de estarmos juntos neste processo de estabelecer vínculo e confiança. Ao final, nossa árvore ficou bem cheia e bonita e o mais importante, houve a possibilidade dos responsáveis entenderem a necessidade de sua participação neste processo. Contamos com a participação da equipe do C.M.S. Alice Toledo Tibiriçá, que realizou uma dinâmica onde todos puderam conferir seus conhecimentos sobre as Arboviroses, doenças transmitidas pelo mosquito da Dengue. Descobrimos alguns mitos e verdades a respeito da doença e principalmente a prevenção.

 



E assim demos o nosso ponta pé inicial neste 2017 e, como nos diz Candido Portinari,

“Só o coração nos poderá tornar melhores e é essa a grande função da Arte”

 

Texto: Diretora Elizabeth Ferreira

 

Sobre a escola:

E/CRE(05.14.604) Creche Municipal Estrelinha Dourada

Rua João Adil de Oliveira 25 Irajá 

E-mil: cmedourada@rioeduca.net 3372-5052

 

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades bacanas e que gostariam de compartilhar. Clique AQUI para saber o e-mail do seu representante.

E não esqueça de deixar aqui o seu comentário. Ele é muito importante para nós!

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 02/12/2016

Compartilhando Saberes na Educação Infantil

Tags: 1ªcre, projetos, eventos, educaçãoinfantil.

 

 

 

Evento promove troca de Saberes entre os Profissionais que atuam na Educação Infantil nas Escolas, Creches e EDIS da 1ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

Amplamente discutido na VII JPEI de nossa Rede, o MEC, a partir da elaboração do novo texto da Base Nacional Comum Curricular, propõe que a Educação Infantil vivencie diferentes campos de experiência, tendo como eixos centrais a ludicidade e as interações.

 

 

A 1ª Coordenadoria Regional de Educação, através de sua Gerência de Educação, engajada neste movimento, realizou no dia 28 de novembro de 2016, em sua sede, o Compartilhando Fazeres na Educação Infantil.

 

 

A ação reuniu Professores e Agentes, que atuam com turmas de Educação Infantil, socializando práticas pedagógicas desenvolvidas ao longo do ano de 2016.

 

 

As práticas foram apresentadas em duas categorias: pôster ou comunicação.

 

 

Os trabalhos e experiências relatados foram de grande riqueza pedagógica, em consonância com a política educacional traçada pela rede municipal para a Educação Infantil, incentivando a outras experiências na Unidade e envolvendo todos os profissionais da instituição além da Comunidade Escolar e participação ativa da criança na vivência, trabalhando com as diferentes linguagens.

 

 

Para Saber Mais:

Gerência de Educação da E/1ª CRE

Rua Edgard Gordilho, 63 – Saúde

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net

Profissionais Responsáveis: Ana Beatriz Glech, Maria Duque Estrada e Rodrigo Machado.

 

 


 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 17/11/2016

Inspiração no dia a dia da Classe Especial

Tags: 8ªcre, educação especial, iha.

 

 

Os alunos com deficiência na Escola Municipal Getúlio Vargas estão descobrindo habilidades, criatividade e desenvolvimento de seu potencial através de oficinas. Mais do que uma atividade lúdica, essas oficinas contribuem com a inclusão social, o conhecimento de si mesmo e a superação de desafios.

 

Professora Vera Lúcia Alves e os alunos da Classe Especial da E. M. Getúlio Vargas

 

A educação especial é uma educação organizada para atender específica e exclusivamente alunos com determinadas necessidades especiais.

Na Escola Municipal Getúlio Vargas, a professora Vera Lúcia Alves tem experiência de mais de 15 anos regendo a Classe Especial da unidade.

Atualmente, com a classe de surdos e a professora Márcia Cristina com a classe de deficientes intelectuais, a professora Vera Lúcia está realizando um projeto de desenvolvimento de habilidades manuais e culinárias para o dia a dia dos alunos.

 

Alunos da Classe Especial na oficina de tapetes

 

É direito da pessoa com deficiência ter o máximo desenvolvimento possível de sua personalidade, dos seus talentos e da sua criatividade, assim como suas habilidades físicas e intelectuais.

Ao proporcionar diferentes experiências aos alunos da classe especial, a escola cumpre seu importante papel para a inclusão e para o desenvolvimento individual, subtraindo as dificuldades e multiplicando as possibilidades e as habilidades.

O projeto é baseado em oficinas. Os alunos já participaram de oficinas de crochê, artesanato, tapetes e pintura. Na oficina de culinária já produziram doces e salgados de forno.

Cada etapa das atividades é um universo de aprendizagem para todos.

 

 

O aluno William Breno dando os retoques finais na sua produção

 

Ao iniciar o trabalho com as oficinas, os alunos são reunidos e a proposta é apresentada. São relacionados os materiais que serão usados e a professora esclarece aos alunos onde são adquiridos esses produtos.

Todas as etapas do trabalho que será realizado são detalhadamente registradas através da escrita e de imagens no blocão ou no mural da sala.

Na etapa da produção, os alunos experimentam as texturas, as cores e a habilidade para cortar, separar, alinhavar, colar e concentrar-se para realizar a atividade até a sua conclusão.

 

O aluno Yuri empenhando-se na preparação do material para a oficina

 

As propostas das oficinas estimulam, entre outros saberes, a criatividade e a autonomia.

Com o auxílio do telefone celular, os alunos podem também registrar as etapas das oficinas e posteriormente recorrer ao registro para repetir a produção do que foi realizado na escola.

 

"A professora Vera realiza um trabalho que merece ser compartilhado! Sempre tem uma novidade na Classe Especial. Ela e a professora Márcia Cristina estão proporcionando uma aprendizagem significativa e prazerosa para esses alunos (...)"

Luciane Antunes - Coordenadora Pedagógica da E.M. Getúlio Vargas

 

 

A aluna Deise, com o celular,  fazendo o registro das etapas da oficina de culinária

*     *     *

"Diga-me eu esquecerei, ensina-me e eu poderei lembrar, envolva-me e eu aprenderei."

                                                                                                                                 Benjamin Franklin

 

O Rioeduca parabeniza a professora Vera Lúcia Alves, que é inspiração para outros professores regentes de Classes Especiais!

 

Sua escola também realiza um projeto significativo?

Entre em contato comigo:

Neilda Silva - Representante do Rioeduca na 8ª Cre

neildasilva@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share