A A A C
email
Retornando 320 resultados para a tag 'educação'

Quinta-feira, 14/06/2018

Projeto Esgrima no Primário Antonio Boaventura

Tags: 9cre; primario carioca; esgrima; educação fisica.

 

A esgrima fez parte das atividades dos alunos do 6º ano Experimental, no Primário Professor Antonio Boaventura, no primeiro bimestre deste ano.

 

 

O professor de Educação Física, Alberto Esteves Daniel, tem desenvolvido esta ação junto a outros colegas em práticas integradoras entre as diferentes áreas do conhecimento. O Prof. Felipe (Artes) e os professores Thiago Castro (Turma 1602) e Sandra Manso (Turma 1601) integraram a esgrima às suas aulas. Com isso, os alunos ampliam seus conhecimentos, além de desenvolverem a agilidade, concentração e velocidade.

O projeto Esgrima, idealizado pelo professor Alberto Esteves, foi desenvolvido para as duas turmas de 6º experimental da E. M. Professor Antônio Boaventura e articulou a Educação Física com outras disciplinas, contemplando os seguintes aspectos:

Objetivo Conceitual:

  • Conhecer um pouco da história da esgrima e suas peculiaridades.

Objetivos Procedimentais:

  • Realizar movimentos básicos da esgrima; 
  • Vivenciar atividades que exijam agilidade, concentração e velocidade de reação. 
  • Criar estratégias para ludibriar o companheiro e pontuar.

Objetivos Atitudinais:

  • Reconhecer a importância do outro para realização da atividade;
  • Respeitar as diferenças e dificuldades do companheiro;
  • Melhorar as relações intra e interpessoais.
  • Cooperar com o outro entendendo que o espírito de equipe é necessário para manutenção da ludicidade da atividade;
  • Respeitar e cuidar do outro;
  • Cumprir as regras e reconhecê-la como necessária.


As atividades aconteceram através dos seguintes momentos:


1° Momento Teórico

 Apresentação de vídeos com informações sobre a esgrima como: Apresentação dos equipamentos e espaços utilizados na prática da esgrima, sistema de pontuação etc.

2° Momento Teórico

Discussão e reflexão sobre o acesso a esta modalidade esportiva, bem como sobre a possibilidade de adaptação dos equipamentos e espaços para aplicação no ambiente escolar.
 

3° Momento Teórico

Definição e coleta dos materiais necessários para produção das espadas e alvos.

 

 

1ª Atividade Prática (Toque de Mãos)

Os alunos foram separados em duplas, dispostos um de frente para o outro com uma distância aproximada de 2mts.
Os alunos foram orientados a saltitar com um dos braços projetados a frente e ao comando do professor, por meio de um sinal sonoro do apito, deveriam se deslocar a frente e tocar a mão do companheiro o mais rápido possível e após, retornar ao lugar inicial.
Posteriormente na mesma disposição, os alunos foram numerados em grupo 1 e 2. Quando o professor falava grupo 1, este se deslocava para frente tentando tocar a barriga do companheiro, enquanto o grupo 2 deveria se deslocar para trás o mais rápido possível, para evitar que fosse tocados e vice versa.


 

 

2ª Atividade Prática (Acerte o Alvo)
Toda turma foi dividida em grupos de 5 a 6 alunos. Enfileirados e em postura de ataque, os estudantes deveriam acertar com uma das mãos um alvo amarrado no teto (bola pequena de papelão amarrada com barbante) que foi pendurado a frente de cada grupo. Posteriormente, os alunos usaram uma espada de jornal sem tinta e depois com tinta nas pontas para acertar os alvos. Após acertarem se dirigiam para o fim da fila dando oportunidade a outro colega do grupo.

 


 

3ª Atividade Prática

Produção das espadas de jornal com algodão na ponta e seus respectivos alvos nas aulas de Artes.

 

 

4ª Atividade Prática (Combate)
Toda turma foi dividida em duplas num espaço específico, cada aluno estava com seu alvo de papelão fixo ao peito e sua espada de jornal com tinta na ponta. Após o comando do professor, foram orientados a pontuar tocando a ponta de suas espadas nos alvos dos companheiros, atentando para as regras pré-estabelecidas e cuidado com o companheiro. Ao final o alvo que estivesse com menos marcas de tinta era o vencedor da dupla.

 

 

 

Clique aqui e assista um vídeo com momentos especiais desta aula.
 

 

Depoimento dos alunos:

 

“Eu nem sabia que existia esse esporte, achei muito legal, vou fazer uma espada para brincar com meus colegas fora da escola”.

“Eu achei muito legal, nunca imaginei que um dia eu praticaria esgrima na escola”

“Foi muito legal, diferente, mas legal, poderíamos fazer mais vezes, eu me diverti muito ”

 

 

 

Para o professor Thiago Castro, PEF, regente da turma 1602 (6º ano experimental):“A aula de esgrima promovida pelo professor de Educação Física, Alberto, contribuiu significativamente para aprendizagem dos alunos, uma vez que este assunto foi um norte interdisciplinar para as aulas que eu leciono: trabalhamos a leitura, utilizamos medidas de tempo, construímos uma linha do tempo da história do esgrima até a sua chegada ao Brasil e verificamos os países envolvidos na formação desse esporte até os dias de hoje. A interdisciplinaridade é fundamental no ensino contemporâneo. Fazer os alunos estudarem outras disciplinas a partir do esporte trazido pelo professor Alberto foi meu maior ganho. “

 

 

Para a diretora geral da unidade, Adriana Santos:“É muito gratificante poder contar com profissionais como o professor Alberto, que com sua prática inovadora leva o aluno a experimentar esportes pouco acessíveis à nossa comunidade. Tudo isso a despeito da escassez de recursos e envolvendo seus colegas regentes que são contagiados e embarcam nas suas ideias, enriquecendo também suas aulas. Temos o compromisso de oferecer aos nossos alunos uma Educação de qualidade e de mostrar que a Escola Pública é espaço de aprendizagens significativas que farão a diferença e irão marcar de forma positiva a vida dos nossos alunos, preparando-os para o futuro, sejam quais forem as suas escolhas. Nossa equipe e, neste caso, o professor Alberto, nos ajuda a sonhar cada vez mais alto e nos mantermos firmes em nosso propósito. Quando trabalhamos com amor, nada é impossível”. 

 

Parabéns à equipe da E. M. Prof.Antonio Boaventura pela inovação na prática esportiva com os alunos!

 

Quer saber mais sobre esta ação?

Escola Municipal Prof. Antonio Boaventura

Rua Nova Era , 401, Campo Grande

Telefone: 2323-7025

Direção: Adriana Santos e Andrea Santos

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 13/06/2018

Orquestra Maré do Amanhã Visita o EDI Maria Cecília Ferreira

Tags: 8ªcre, educação infantil, edi, música.

 

A Orquestra Maré do Amanhã visita o EDI Professora Maria Cecília Ferreira

 

Possibilitar interação com os outros e ampliar o conhecimento do mundo por meio da música é um dos objetivos propostos nas Orientações Curriculares da Educação Infantil da Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

 

Para cumprir essa importante etapa na construção do conhecimento dos pequenos alunos do Espaço de Educação Infantil Professora Maria Cecília Ferreira, o projeto Orquestra Maré do Amanhã transformou um dia letivo em um dia inesquecível para alunos, professores e funcionários!

 

No dia 16 de maio, a Orquestra Maré do Amanhã visitou o EDI Professora Maria Cecília, trazendo muitas novidades ao apresentar os seus instrumentos e a forma como funcionam.

 

 

 

Além do projeto anual desenvolvido por toda a escola, cada turma do EDI Maria Cecília desenvolve um projeto personalizado, de acordo com o interesse e perfil dos alunos.

A professora Érica Costa é a responsável pelo projeto onde a música é o foco principal. Ela é a regente da turma EI-31, carinhosamente conhecida como a Turma do Cavaquinho. Ao observar que o seu grupo tem como centro de interesse a Linguagem Musical, a professora Érica planejou uma experiência totalmente inovadora para as crianças.

Receber a Orquestra Maré do Amanhã na escola entusiasmou a todos os presentes, não só os alunos!

Antes da apresentação os pequenos puderam ver os instrumentos de perto, fazer perguntas e conhecer os músicos.

 

 

 

O acesso à essa manifestação cultural clássica, que não é comum no cotidiano das crianças, é muito enriquecedora. Essa experiência contribui para a construção de seu conhecimento e percepção da amplitude da arte e da cultura.

O repertório da apresentação foi bem variado e a orquestra se deparou com uma plateia formada por alunos curiosos e atentos a tudo, mas quando a música  Billie Jean, de Michael Jackson, foi tocada, as crianças dançaram bastante!

A visita da Orquestra Maré do Amanhã na escola foi inesquecível para a Turma do Cavaquinho, que está agora ainda mais musical e feliz!

O evento foi marcante na verdade para todos que estiveram presentes, pois a música alegra, inspira... e só faz bem!

 

 

 

O Rioeduca parabeniza à professora Érica Costa e a Turma do Cavaquinho (EI-31) pela realização do projeto!

Um agradecimento especial ao professor Bruno Rossato, Diretor do EDI Professora Maria Cecília Ferreira, pela colaboração com essa publicação.

 

 

 

Para saber mais sobre o Projeto Maré do Amanhã:

http://www.maredoamanha.com.br/

 

Para entrar em contato com o EDI Maria Cecília:

Email.: edimferreira@rioeduca.net

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 29/05/2018

Caça ao Tesouro Pelo EDI Irmã Margarita Alarcón

Tags: 2ªcre, literatura, educaçãoinfantil.

 

Os alunos do EDI Margarita Alarcón participaram de uma caça ao tesouro na semana de acolhimento

 

A professora Ana Claudia Ribeiro, diretora da unidade escolar, entrou em contato com o portal Rioeduca contando sobre as atividades da semana de acolhimento.


O início do ano letivo é marcado pelos reencontros, surpresas, e expectativas. As crianças mostram-se empolgadas ao mesmo tempo em que precisam lidar com as mudanças e perdas. São novos colegas e professores na turma, novos desafios e organizações. Por isso o período de adaptação precisa ser cuidadosamente pensado e observado pelos educadores. É importante que as crianças se sintam seguras e, aos poucos, integradas ao grupo e à rotina escolar.

Contação de história.

 


A brincadeira pode e deve auxiliar nesse processo! As professoras das turmas de Pré I, Amanda Morganna e Wanderlea Lopes, seguiram a sugestão da SME preparando a atividade “Caça ao Tesouro” para iniciar a semana de acolhimento do EDI Irmã Margarita Alarcón.


A atividade começou com o auxílio de um livro que conta a história de um pirata que havia cruzado os mares e perdido um tesouro valioso. As crianças puderam ver as imagens do livro e imaginar as cenas conforme as professoras iam contando a história. Em seguida, o grupo foi convidado para desvendar o mistério do baú perdido. Cada criança ganhou um tapa-olho que foi enviado pelo pirata que precisava de ajuda para retomar o seu baú.


Além do tapa-olho, o pirata também mandou um mapa e pistas para que as crianças encontrassem o tesouro perdido. Com o mapa em mãos, a aventura começou.


Depois de desvendarem os enigmas, seguirem as pistas e observarem o mapa, as crianças descobriram onde estava o baú do pirata que, bondosamente, dividiu seu tesouro com os seus desbravadores.

 

Professora Wanderlea com as crianças abrindo o baú.

 

 

Tesouro sendo compartilhado com todos!

 


A partir dessa brincadeira as crianças puderam se integrar com os novos e antigos colegas, conhecer melhor os espaços da escola e suas finalidades, relacionar-se com os funcionários, além de desenvolver habilidades ao resolver problemas, seguir pistas e estimular a imaginação (re)criando histórias que fazem parte do imaginário infantil.


Agradecemos a unidade escolar por compartilhar conosco a atividade e desejamos um ano letivo de sucesso.

 

O contato da unidade escolar é: edialarcon@rioeduca.net

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 28/05/2018

Um Dia do Brincar Musical

Tags: 1ªcre, educaçãoinfantil, projetos, brincarsemmuros.

 

Espaço de Desenvolvimento Infantil transforma o Dia do Brincar em Dia do Brincar Musical.

 

No último mês de março, o "Brincar Sem Muros"  foi muito especial. Aproveitando a proposta e o encerramento do tema mensal "Comunicação pela música" do projeto anual "Quem não se comunica se trumbica!", o EDI Heloísa Marinho, localizado no bairro de Santa Teresa, realizou o "THE VOICE HELÔ 2018". 

 

 

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI), os eixos estruturantes das práticas pedagógicas são as interações e a brincadeira. Dessa forma, as crianças podem construir conhecimentos, por meio das suas ações e trocas com seus pares e adultos, o que possibilita aprendizagens, desenvolvimento e socialização.

 

 

Durante todo o mês, as famílias foram estimuladas e ensaiaram suas canções preferidas, para que, assim, se apresentassem no grande dia, com direito a jurado virando a cadeira para todas as nossas crianças.

 

 

 

 

E assim, os objetivos estabelecidos foram atingidos, pois a Unidade conseguiu envolver toda comunidade escolar no projeto, através da música, promovendo experiências, nas quais as crianças construíram e se apropriaram do conhecimento. 

 

 

Veja o que disseram alguns participantes:

 

“Foi uma experiência incrível e enriquecedora para toda nossa equipe, responsáveis e principalmente nossas crianças. Os alunos se soltaram e nos encantaram!” (Vania Enes, Diretora Adjunta)

“Oportunidade rica em que as crianças puderam expressar os seus talentos musicais.” (Tatiana Queiroz, professora do maternal II, EI- 31).

“Estou feliz pra caramba! Fui finalista do THE VOICE ( HELÔ) na minha escola” (Gustavo Brasileiro, aluno do EI- 52)

 


“THE VOICE HELÔ é líder de audiência em Santa Teresa. Sucesso!”

 

PARA SABER MAIS:

ESPAÇO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL HELOISA MARINHO

Diretora: Paula Cancella Januário Zuppo 

Diretora Adjunta: Vania Soares Blanco Enes

E-mail: edimarinho@rieduca,net

Telefone: 2224-5920

 

 


   
           



Yammer Share