A A A C
email
Retornando 61 resultados para a tag 'dengue'

Sexta-feira, 12/04/2019

5ª CRE em Combate às Arboviroses

Tags: arboviroses, mosquito, dengue, aedes.

5ª CRE em Combate às Arboviroses

 

As Escolas da 5ª Coordenadoria Regional de Educação se engajaram na Semana de Combate às Arboviroses, que aconteceu no período de 18 a 22 de fevereiro.

O objetivo da semana era conscientizar toda a Comunidade Escolar sobre importância das formas de prevenção ao mosquito Aedes aegypti.

A seguir, confira os trabalhos maravilhosos desenvolvidos em algumas Unidades Escolares.

 

 

Escola Municipal França

A E.M. França desenvolveu o Projeto: “discutindo doença e reciclando lixo, a leitura dos dias atuais”. Esse projeto foi desenvolvido na sala de leitura em parceria com as disciplinas de Matemática e Ciências. O professor

Marcelo Silva Bastos, de Matemática discutiu as formas de calcular, classificar e selecionar lixos para sua transformação em arte.

A professora Valéria, de Ciências,  discutiu o lixo pela perspectiva da necessidade de controle e vigilância sobre o acúmulo de lixo e água. 

O Projeto também contou  com a exibição do filme IIha das Flores,  uma palestra e vídeo sobre lixo e Arboviroses, além da transformação do lixo em arte com a criação de peças artísticas, a partir da reciclagem do lixo.

 

 

Escola Municipal Mestre Darcy do Jongo

A E.M. Mestre Darcy do Jongo desenvolveu várias atividades na Semana da Arbovirose, com o Projeto “Mestre Darcy dá uma Mãozinha Contra o Mosquito da Dengue”.

A Unidade Escolar tinha como proposta incentivar as pessoas da comunidade a pensarem e refletirem coletivamente o problema da Dengue, Zika Vírus e Chikungunya. Para isso foi elaborada e implantada uma sequência de atividades entre os dias 18/02/2019 e 22/02/2019 no intuito de intervir na saúde da comunidade escolar, levando ao grupo questionamentos, são eles:

•Como esclarecer os pequenos sobre os verdadeiros problemas causados pela Dengue?

•O que fazer para combater uma doença que parece tão simples, mas causa tanto mal?

Tendo em vista toda essa problemática, percebeu-se a necessidade de estimular as crianças a buscarem as respostas e se envolverem diretamente no combate a proliferação da doença. Além de conscientizar toda a comunidade escolar de sua responsabilidade no combate e prevenção ao mosquito da Dengue.

 

 

Escola Municipal Barão de Itararé

A E.M. Barão do Itararé elaborou o projeto “Aqui na Barão, mosquito não se cria”, trabalhando o tema das Arboviroses. Com a participação de todas as turmas, o desenvolvimento do projeto abrangeu atividades das mais diversas, como: exibição de vídeo explicativo, visitação do grêmio nas turmas, passeata pela escola, confecção de cartazes, artesanato, maquetes, oficina de mosquitoeiras, exposição de trabalhos, paródias e danças.

A culminância do projeto ocorreu no dia 22 de fevereiro e contou com a participação de todos os segmentos da comunidade escolar.

Todas as turmas realizaram atividades que contemplaram informações como: o significado da palavra arboviroses e quais as doenças dentro desse contexto; quem transmite as doenças; características do Aedes Aegypti; ciclo de vida do mosquito; sua reprodução; como prevenir; os cuidados necessários nos ambientes e tratamento.

A culminância do projeto foi bastante prestigiada pelos responsáveis, que assistiram as apresentações, visitaram os stands e as exposições de trabalhos. Isso só prova que valeu a pena todo o trabalho desenvolvido e realizado. E mais do que isso, que transformamos nossos alunos em multiplicadores nessa batalha contra o Aedes Aegypti.

 

 

Escola Municipal Professor Souza da Silveira

A E.M. Professor Souza da Silveira fez um belo trabalho de conscientização de prevenção contra as Arboviroses junto com a comunidade escolar!

Foram feitas apresentação de vídeo explicativo para os alunos do primário; caracterização das crianças de Aedes e a presença de um médico que distribuiu panfletos informativos; já os alunos do ginásio fizeram belos trabalhos para exposição!

 

 

Escola Municipal Mato Grosso

A E.M. Mato Grosso desenvolveu uma atividade muito bacana dentro do Projeto sobre as Arboviroses. A Professora de Sala de Leitura Rosa Dias promoveu um dia de muitas alegrias passeando pelas salas e contando a história: "Que febre de mosquito!".

Assim, de forma lúdica e divertida, as crianças puderam aprender vários pontos importantes sobre prevenção às Arboviroses, as formas de tratamento e como cada um pode fazer a sua parte tomando os cuidados necessários para acabar com a proliferação do mosquito.

 

 

 

Sobre as Escolas:

 

Escola Municipal França

emfranca@rioeduca.net

3273-1614 1 3073-1614 3273-1587

 

Escola Municipal Mestre Darcy do Jongo

emdjongo@rioeduca.net

3457-0095 3457-7633

 

Escola Municipal Barão de Itararé

emitarare@rioeduca.net

3018-2192 3018-2153

 

Escola Municipal Professor Souza da Silveira

emsouzas@rioeduca.net

2592-6091 2592-6257

 

Escola Municipal Mato Grosso

emgrosso@rioeduca.net

3372-5568 3372-5573

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 09/04/2019

Combate às Arboviroses nas Escolas da 2ª CRE

Tags: 2ªcre, dengue, arboviroses.

 

As unidades escolares da 2ª CRE estão dedicadas na luta contra às Arboviroses. 

A Creche Municipal Doutor Sobral Pinto realizou o projeto “Sai Mosquito”. O objetivo do projeto foi conscientizar, por meio das brincadeiras e interações, o perigo das Arboviroses e como combatê-las.

 

Atividades desenvolvidas pelos alunos da creche.

 


Os alunos e seus responsáveis participaram das atividades da seguinte maneira:


• Leituras das histórias “A Turma do Bixuxujo”, do autor Ziraldo, e “O Mundinho”, da autora Ingrid Bellinghausen;


• Apresentação de filmes sobre o assunto adequados à idade das crianças;


• Confecção de cartazes coletivos;


• Confecção de máscaras do mosquito transmissor de doenças;


• Palestra sobre Arboviroses ministrada pela enfermeira chefe do CRAS de Irajá. Atividade direcionada aos responsáveis das crianças e a todos os profissionais de educação da Unidade Escolar;


• Mutirão para a limpeza do pátio coberto da escola. Todas as crianças tinham a missão de recolher o lixo para evitar água parada e ,assim, afastar o mosquito. 


Alguns pais e professores relataram que a palestra ministrada na escola foi muito informativa. Outros, levaram panfletos a mais para distribuir entre seus pares.

 

 

Mutirão de limpeza do pátio coberto da escola.

 

 

No EDI Gabriela Mistral, os alunos também participaram de várias atividades e aprenderam a  prevenir as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, dentre elas:


• Conversas sobre o mosquito e as doenças que ele pode transmitir;


• Confecção de cartazes e trabalhos sobre o tema;


• Circuito usando lupas e buscando descobrir possíveis focos de proliferação de mosquito na escola;


• Bloco “Xô Mosquito”, com todas as turmas da manhã.   A letra da marchinha de combate ao mosquito acompanhou as atividades da semana até a culminância que foi o bloco;


• Dramatização feita pelos alunos da turma EI 51, apresentada a todos os alunos da manhã;


• Exibição de vídeo e conversa sobre o mosquito e as doenças que ele transmite, no turno da tarde, feita pela médica do CMS Rocha Maia;


• Confecção de cartazes para expor no refeitório da escola feitos pelas turmas EI 51 e EI 52. 

 

Atividades realizadas sobre a importância do combate às Arboviroses.

 

 

Já a Escola Municipal Menezes Vieira, durante o ano de 2019, terá como foco o tema Sustentabilidade. Dessa forma, na semana do combate às Arboviroses, as turmas do 1º, 2º e 6º anos produziram trabalhos para os murais e para utilizar no dia do Carnaval da escola.

Além do baile de Carnaval realizado, o 6º ano fez uma paródia do samba enredo da Portela de 2008 e as turmas produziram adereços e estandartes para o bloco da escola. Todos se empenharam! Cada turma montou uma ala: “Ala do Mosquito” - 1º e 2º anos, “Cuidado com Nossas Florestas” - 3º ano, “Não Foi Acidente” - 4º ano, “O Agrotóxico nos Alimentos” - 5º ano e “Impacto Ambiental” representada pelo 6º ano.


Importante lembrar que para confeccionar as fantasias para o bloco foi utilizado material reciclado.


Os responsáveis, através da página da escola no Facebook, disseram que os alunos estavam muito animados e que adoraram as atividades e a festa do Carnaval. Os estudantes  gostaram muito de produzir os estandartes e comentaram sobre o significado de suas alas. Os professores também se divertiram muito e puderam interligar conteúdo do bimestre às atividades lúdicas carnavalescas.

 

 

Produção de material sobre o combate às Arboviroses.

 

 

Baile de Carnaval com o tema sustentabilidade.

  

 

No período de 18 a 22 de fevereiro, foi realizada a Semana de Combate às Arboviroses da Escola Municipal Pedro Ernesto. Toda a comunidade escolar foi envolvida nas atividades de combate às arborviroses. Esse tema sempre é tratado nas aulas da unidade escolar ao longo do ano, porém se faz necessário um período intenso de reflexão sobre as doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti e a forma combatê-lo.

 

Alunos e professores realizaram diversos trabalhos manuais, e no dia 22/02, intitulado como Dia D, foram apresentados os trabalhos realizados. Na apresentação a escola contou com a presença dos responsáveis para assistir ao teatro e as músicas ensaiadas. A equipe pedagógica junto com os alunos realizou também uma passeata ao redor do quarteirão distribuindo panfletos confeccionados pelos próprios alunos e gritos de combate ao mosquito.

 

"Esse movimento na escola é muito importante. Com o aumento do número de mosquitos no verão, é necessário chamar a atenção para essas doenças que são graves e muitas vezes deixam sequelas. É importante desenvolver atividades práticas sobre esse tema". Ana Paula Muniz - Agente Educadora

 

"Eu aprendi o que é arbovirose e o que essas doenças podem causar às pessoas. Estou tomando os cuidados que aprendi na escola para combater o mosquito".  Raphael Pontes - Aluno da turma 1401

 

 

 

Passeata ao redor do quarteirão.

 

 

 

Murais com trabalhos desenvolvidos sobre as arboviroses.

 

 

Na Escola Municipal Guararapes Cândido, aconteceram várias atividades com o objetivo de conscientizar os alunos sobre as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti e como preveni-las. Em cada turma, alunos e professores conversaram sobre as arboviroses, principalmente, sobre as doenças mais conhecidas: Dengue, Zica e Chikungunya.


• Foram exibidos vídeos abordando o tema;


• Algumas turmas produziram cartazes para a confecção de murais;


• A turma do terceiro ano produziu um pequeno vídeo sobre o assunto trabalhado em sala;


• A escola também agendou uma palestra com a Clínica da Família para abordar o tema na próxima reunião de responsáveis.

 

 

 

Vídeos e atividades sobre as arboviroses.

 

 

Agradecemos as Unidades Escolares que compartilharam conosco as atividades e os projetos desenvolvidos para a conscientização da comunidade escolar !

 

 

 

 

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

  •  

   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/03/2019

CIEP Metalúrgico Benedicto Cerqueira - 5ª CRE

Tags: dengue, mosquito, combate, arbovirose, 5ªcre.

 

As professoras Priscila Rodrigues, Célia Pereira e os alunos do CIEP Metalúrgico Benedicto Cerqueira se engajaram na Semana de Combate às Arboviroses.

Os alunos amaram falar de um assunto tão importante de forma lúdica e criativa. Confira!

 

 

Uma vez por semana, os alunos do 5º ano realizam uma aula de Oficina de Produção Textual. Essa aula tem como objetivo desenvolver a autonomia no processo da escrita, a produção textual criativa e o desenvolvimento do pensamento crítico social. 

 

Em cada aula, é  apresentado um gênero textual e um tema a ser discutido. Em um segundo momento, há uma discussão sobre a temática e uma produção textual a partir das conclusões e trocas feitas durante a discussão. Após isso, há uma revisão e um momento de reescrita para adequar o texto quanto a estrutura, a pontuação,  a clareza, entre outros elementos.

 

 

 

Foi solicitado pela SME, que na semana de 18 a 22 de fevereiro fosse abordada a temática Combate às Arboviroses. Logo, o tema foi trabalhado com atividades diversificadas de forma multidisciplinar e lúdica.

 

A Oficina de Produção Textual foi uma das maneira de abordar o tema. Durante a oficina, foi proposto que os alunos da turma 1501 escrevessem histórias em quadrinhos sobre as Arboviroses e os estudantes da turma 1502 elaborassem textos informativos, que divulgassem aos leitores ações de prevenção das doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

 

 

 

 

A aula rendeu bons frutos, pois os alunos abordaram a temática com propriedade em suas produções escritas. A aluna Júlia Meira (Turma 1501), por exemplo, continuou a pesquisa em casa e montou um vídeo de animação intitulado “5º ano vs Aedes”, disponível a seguir:

 

 

 

 

Para produzir o vídeo, a aluna utilizou como recurso os aplicativos de celular Gachaverse e KineMaster que possibilitaram a caracterização física e psicológica dos personagens, a elaboração do diálogo e a inserção da trilha sonora. A aluna esclareceu que os “bonecos” ficam disponíveis no aplicativo e o usuário pode caracterizá-los a partir das opções ofertadas.Como pano de fundo, foi usada a música educativa “Zum, zum, zum, zum, zum” interpretada por Yasmin Veríssimo. 

 

Ao continuar a atividade em casa, a aluna demonstra que a aprendizagem quando significativa, perpassa os muros da escola, estimula a continuidade da busca pelo conhecimento e contribui para a formação do aluno pesquisador.

 
 

 


Uma outra atividade proposta para os alunos foi a produção do repelente caseiro. Durante sua preparação, foi possível desenvolver conhecimentos científico, matemático e linguísticos.

 

No campo da linguagem, se trabalhou o gênero textual receita; na matemática foram exploradas as medidas de capacidade, as operações de adição e multiplicação e as relações de custo x benefício (sistema monetário); já no campo científico foi discutida a eficácia do uso do repelente (industrializado e caseiro), assim como, outras formas de prevenção, características do vetor e sintomas das doenças.


Os alunos levaram uma cópia da receita para casa, de modo que pudessem compartilhar com seus familiares.
 

 

Para a culminância da Semana contra as Arboviroses foi elaborado um Quiz com perguntas relacionadas a tudo que foi aprendido em sala de aula. As atividades contribuíram para a construção de cidadãos críticos e conscientes que suas atitudes podem ajudar a melhorar o ambiente em que estão inseridos.

 

O objetivo maior desse projeto foi despertar em cada aluno a sua participação e protagonismo para a resolução de um problema que afeta toda a nossa sociedade. Se todos contribuíssem nesse combate à proliferação do mosquito, venceriamos as Arboviroses. 

 

Recursos utilizados:

Textos de diferentes gêneros sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti (Revista em quadrinhos “ Menino Maluquinho: Maluquinhos contra a Dengue”, folder sobre a Dengue, entre outros.)
Folhas de ofício
Hidrocor
Ingredientes para a receita ( álcool, cravo da índia e óleo de bebê).

Metodologia: aula expositiva dialogada, experiência e pesquisa.

 

Parabéns pelo trabalho tão importante e fundamental na busca de uma melhor qualidade de vida ! 

Essa luta é de todos nós e os alunos do CIEP Metalúrgico Benedicto Cerqueira  já aprenderam, de fato, essa lição!

 

Sobre a escola:

CIEP Metalúrgico Benedito Cerqueira
Diretor: CLEIDE DE ABREU ARAUJO
Endereço: Rua Sidônio País 227
Bairro: Cascadura 
Telefone: 3355-3697
E-mail: ciepbenedito@rioeduca.net 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 26/03/2019

Nas Escolas da 2ª CRE o Aedes Aegypti Não Tem Vez

Tags: 2ªcre, dengue, arboviroses.

 

As unidades escolares da 2ª CRE estão trabalhando a importância da prevenção das doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

 

Conscientizar a comunidade escolar é fundamental para o desenvolvimento de atitudes diárias que evitem a proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela.  As unidades escolares da 2ª CRE estão trabalhando no mês de fevereiro esse pensamento de conscientização.

 

Testando os conhecimentos sobre as arboviroses.

 

 

A Escola Municipal Sergio Vieira de Mello, realizou a “Semana de Combate as Arboviroses”. O objetivo das atividades desta semana foi conscientizar a comunidade escolar sobre a importância de combater a proliferação das Arboviroses. Toda a escola esteve envolvida no processo e foram desenvolvidas as seguintes atividades:


• Jogo de tabuleiro humano com os alunos, a partir de perguntas sobre a proliferação e combate ao mosquito;


• Mutirão para identificar possíveis focos no terreno da escola;


• Murais com trabalhos dos alunos: desenhos e textos;


• Palestra com a Clínica da Família sobre transmissão, prevenção e sintomas das principais arboviroses;


• Confecção, com material reciclado, do mosquito transmissor;


• Dramatização sobre o tema;


• Vídeos educativos;


• Música “Xô Dengue”.


Os alunos demonstram um conhecimento prévio sobre a temática e alguns responsáveis salientaram que os filhos chegaram em casa inspecionando os possíveis focos do mosquito transmissor das Arboviroses.

 

 

Produção de murais sobre o assunto.

 

 

A Creche Municipal dos Sonhos realizou o projeto “Arboviroses, sem chances para o Mosquito”. Seu objetivo principal foi conscientizar as crianças sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, mobilizando os funcionários da creche, os pais, os vizinhos e toda a comunidade.


Os alunos da creche participaram de rodas de conversas sobre a Dengue e seus perigos, assistiram a uma dramatização realizada pela professora e participaram da elaboração de cartazes que foram espalhados pela escola.


Os alunos do berçário sentaram-se em grupos e cada um pintou uma parte do corpo do mosquito, após isso, cada aluno montou o seu.


A turma do Maternal I pintou a raquete que mata o mosquito, individualmente. Na ponta da raquete havia um fio de nylon com o mosquito pendurado. Os alunos também assistiram a uma dramatização apresentada por fantoches.


A professora Sônia Maria Souza, regente do Maternal II, confeccionou com os alunos o ciclo de vida do mosquito. A turma também estudou sobre os cuidados necessários em relação a prevenção e cuidados com a saúde. Por fim, os estudantes  pintaram o mosquito para montar cartazes.


A turma do Maternal II também interagiu na historinha, utilizando os fantoches, sobre as diversas formas de contágio de doenças causadas pelos chamados arbovírus, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

 

 

Dramatização e produção de raquetes.

 

 

Murais informativos sobre as Arboviroses.

 

 

Historinha com fantoches sobre as diversas formas de contaminação das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

 

 

Já a Escola Municipal Anne Frank trouxe como temática a "Sustentabilidade Cidadã".. A escola deu ênfase a sustentabilidade social e ao convívio em grupo para o acolhimento escolar.


Trabalhando a ideia a partir dos pilares: sustentabilidade social, ambiental e econômica, o foco de trabalho foi a sustentabilidade ambiental e o papel da comunidade no processo de prevenção das doenças existentes dentro deste espectro e transmitidas pelo mosquito.


Dentre os objetivos das atividades desta semana estavam:

  • identificar a escola como um espaço social de trocas, reponsabilidade, acolhimento e aprendizado;
  • reconhecer o papel de participação e comprometimento junto ao grupo;
  • refletir sobre a importância das ações individuais e coletivas para o seu próprio bem-estar e de toda sua comunidade;
  • buscar estabelecer relação entre os conteúdos e elementos do currículo escolar com  as práticas vivenciadas no desenvolvimento do projeto, buscando estabelecer o diálogo, a conscientização e o aprendizado no processo ensino aprendizagem.


Todas as turmas da unidade escolar participaram das atividades. Essas foram muito proveitosas e conscientizaram sobre a importância de combater o mosquito transmissor das Arboviroses.


Seguem descritas abaixo as atividades realizadas pelas turmas da unidade escolar na semana destinada ao trabalho sobre as arboviroses.

Turma: 1101- Os Agentes Mirins (DAN) Detetives da Anne Frank elaboraram um mural para exposição, construído a partir da contextualização, discussão e informação sobre o tema. Fizeram também uma expedição de busca e caça a possíveis focos de proliferação do mosquito dentro da escola;


1.201 e 1.202 - Com a proximidade do carnaval a turma escolheu elaborar uma paródia sobre os perigos da proliferação da doença e como preveni-la;


1.301 e 1.302 - A partir da contextualização do tema, ao longo da semana, a turma organizou uma passeata para alertar a comunidade escolar da importância do combate a doenças causadas pelo Aedes aegypti;


1.401 e 1.502 - A turma realizou uma pesquisa para identificar a origem das arboviroses e como elas chegaram ao Brasil. Depois da pesquisa, foi construído um mural para exposição, com o objetivo de informar e compartilhar, com o grupo, o aprendizado;


1.402- A turma montou um mural de exposição com charges relacionadas a proliferação do mosquito e a transmissão de doenças;


1.501- A partir da contextualização, discussão e vídeos sobre o tema, a turma realizou um trabalho, no qual o foco foi os possíveis instrumentos de auxílio a quebra do ciclo do mosquito. A turma pesquisou e criou uma armadilha para capturar mosquitos, a “Mosquitérica”. Procedimento que auxilia no processo de prevenção da doença.


A professora de Artes construiu, coletivamente, um mosquito gigante com material reciclável, estabelecendo relações com a reutilização de materiais para o trabalho e sua importância na sustentabilidade ambiental. O mosquito encontra-se exposto na Unidade Escolar.

 

 

Cuidados e preveção contra o mosquito causador das Arboviroses.

 

 

Bloco "Xô, Mosquito" e mosquito gigante construído com material reciclável nas aulas de Artes.

 

 

Agradecemos as unidades escolares que compartilharam conosco as atividades desenvolvidas sobre a conscientização do combate ao mosquito Aedes aegypti.

 

 

Quer saber mais? Entre em contato com as unidades escolares.

 

Escola Municipal Sergio Vieira de Mello

Telefones: 3114-1244 / 3114-1245

Email:  emsvmello@rioeduca.net

 

Creche Municipal dos Sonhos

Telefone: 3161-0901

Email: cmsonhos@rioeduca.net

 

Escola Municipal Anne Frank

Telefones: 2558-7898 / 2552-6492

Email: emfrank@rioeduca.net

 

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 


 


   
           



Yammer Share