A A A C
email
Retornando 64 resultados para a tag 'blogsderioeducadores'

Quarta-feira, 21/11/2012

Escola e Comunidade

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsdeescolas, blogsderioeducadores.

 

 

A escola está sempre inserida em uma comunidade e com ela interage para o crescimento de todos. Conhecer as necessidades e potencialidades do bairro faz parte do processo educativo dos alunos. A professora Joice Pinter e toda a comunidade escolar da E. M. Levy Neves da 3ª CRE comemoraram os 30 anos da escola estreitando estes laços.

 

A professora Joice Pinter, de Língua Portuguesa, já vinha desenvolvendo um trabalho voltado para a ação dos alunos sobre os temas estudados, como vimos na postagem Protagonismo Tirando a Droga de Cena. Com a proximidade da comemoração dos 30 anos da escola, ela propôs que os alunos escrevessem reportagens que mostrassem os bairros atendidos pela escola: Tomás Coelho e Engenho da Rainha. A partir das atividades previstas pelo caderno pedagógico dos alunos e das pesquisas realizadas por eles, as reportagens retratariam os problemas do bairro, mas também a busca de soluções. A apropriação do bairro pelos alunos conscientiza e mobiliza uma aprendizagem aplicada diretamente para a vida. Confiram as melhores reportagens publicadas no blog Escrevinhar pra Valer.

 

 

 

 

 

 


Esta e outras atividades foram destaque da celebração dos 30 anos da E.M. Levy Neves e marcam também a estreia do blog da escola. A exposição dos trabalhos realizados durante todo o ano letivo apresentou a história da escola e de seu entorno, suas modificações ao longo do tempo e o reconhecimento do ambiente, através de maquetes, artesanato e outras representações. Em toda a amostra, está presente o resgate da relação afetiva entre aluno e escola e a valorização de um histórico de serviços prestados neste período.

 

 

 

 

 

 

Além disso, a partir das perguntas dos alunos da turma 1602 e com as imagens registradas por eles na escola, a professora Jo Joice elaborou o Game do Patrono. É um jogo de perguntas e respostas sobre a história de Levy Neves, cirurgião-dentista que empresta o nome à escola. O objetivo é que o jogo possa ser utilizado por outras turmas para que todos conheçam mais sobre seu patrono. No blog da escola, você pode encontrar a maioria das respostas e jogar  também.

 

 

 

 

 

 

Em vídeo publicado no blog da escola, podemos conferir as imagens e os trabalhos expostos na festa. Leiam também as poesias da turma 8801 da professora Solange sobre a marca que a escola deixa na vida de seus alunos. Comunidade e escola “Plantando Sonhos e Colhendo Realidades”, como pretende o projeto político pedagógico desta unidade escolar, só podem render bons frutos.

 

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 17/10/2012

Água Santa em Projeto

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsderioeducadores.

 

Projetar é apontar as armas para que o alvo seja atingido com êxito. As armas da professora Patrícia Faria são seus alunos da turma 1502 e o alvo é um futuro sustentável para o bairro de Água Santa onde fica localizada a E.M. Brigadeiro Faria Lima da 3ª CRE.

 

 

 

Tendo a sustentabilidade como linha mestra do projeto político pedagógico, a E.M. Brigadeiro Faria Lima desenvolveu importantes atividades neste ano letivo como já conferimos no post Feira Interdisciplinar de Sustentabilidade. A professora Patricia Faria da turma 1502 resolveu acrescentar outro relevante ingrediente a esta reflexão: voltar os olhos para a sua comunidade - seu bairro, seus vizinhos, suas alegrias e problemas locais. É da apropriação de seu bairro que se pode atuar no mundo.

 


Desde o início do ano, a turma foi colocada a par deste objetivo de maior conhecimento de seu bairro, suas mazelas e potencialidades. O blog Ciências e Ambiente na Brigadeiro foi criado para registrar as ações do grupo. O caminho da ciência já havia sido escolhido.

 

 

 

 

 

 

Objetivos traçados, coube a todos o conhecimento da história do bairro a partir de seu nome e da ocupação humana dos espaços. O registro dos problemas atuais e a observação da geografia local foram outras atividades realizadas pelos alunos. Passado e presente contribuíram para uma visão bastante realista do entorno da escola e do bairro como um todo.

 

 

 

 

 

 

Com os conceitos adquiridos, eles puderam imaginar a Água Santa do início da sua história e projetar, a partir dos trabalhos sobre sustentabilidade, a Água Santa ideal.

 

 

 

 

 

 

Surgiram do desejo dos alunos ônibus ecológicos circulando pelas ruas e um Centro de Reciclagem para que o lixo acumulado em local inadequado não aparecesse mais nas fotos. Então, desse belo trabalho histórico-científico cresceu o amor pelo bairro e a consciência da manutenção das atitudes sustentáveis para o futuro de todos. A apropriação dos conhecimentos e de sua comunidade aumenta a responsabilidade com o futuro. Atuar conscientemente é obrigatório para quem projeta um bairro melhor no futuro.

 

 

 

 

Imagens e informações retiradas do blog da turma.

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/09/2012

Primavera de Leituras

Tags: 3ªcre, riodeleitores, educaçãoinfantil, blogsderioeducadores, blogsdeescolas.


A leitura para a Educação Infantil e a Primavera para a natureza trazem colorido, riqueza e vida nova. Acompanhe as experiências das professoras Elidia Correia, Mônica Fonseca e Tânia Cruz unindo estas duas forças na 3ª CRE.
 

 

 

A primavera é o renascer da natureza adormecida durante todo o inverno. Ainda que a nossa cidade não tenha as estações tão marcadas como nas regiões temperadas do país, podemos perceber as diferenças sutis que a passagem de uma estação à outra estabelece. Amendoeiras com suas folhas espalhadas pelo chão e as flores que despontam alegres ao final de setembro são algumas delas.
Assim também é a ação da descoberta da mundo da leitura para os alunos da primeira infância. Seu universo já tão imaginativo é enriquecido pelas histórias que vai ouvindo para florescer na alfabetização.

A professora Mônica Fonseca, da Sala de Leitura da E. M. Brício Filho, levou as turmas da Educação Infantil de sua escola a ler a Primavera como época de transformação. E eles reciclaram muito transformando lixo em beleza como a lagarta se torna borboleta. As leituras vieram através de livros e vídeos. Depois de muito trabalho, a beleza toma toda uma parede do pátio.

 

 

 

 

 

Já a professora Tânia Cruz, da E. M. Reverendo Álvaro Reis, escolheu o terreno do folclore para plantar a semente do amor pela leitura. A cantiga de roda A Linda Rosa Juvenil encanta pela ludicidade e possibilita aos alunos viver o que leram. A beleza da natureza (rosa) que adormece e aguarda o tempo correr (inverno) até que um rei (sol) venha despertá-la para a alegria de todos. Esse mergulhar na leitura fazendo-a parte de si é mais uma semente plantada.

 

 

 

 

 

 

 

Mas nem só de natureza vive a Primavera. A tecnologia também está fazendo uma revolução acontecer, trazendo vida nova para a educação.
A professora Elidia Correia, da E. M. Senegal, retratou esta transformação com seus alunos. A leitura em diferentes mídias da Primavera da Lagarta, de Ruth Rocha, enriquecida com vídeos, música, recontação da história aproxima as crianças do mundo que elas vão encontrar. Então desenhar a lagarta no tablet e escrever um e-mail a ela avisando da chegada da primavera passa a fazer parte da leitura de mundo deles.

 

 

 

 

 

 

 

A Primavera e a leitura são um compartilhar de beleza e saber que enriquece a todos. Com estas experiências, elas participaram da Primavera de Ideias organizada pela professora Raphaella Marques, da 7ª CRE, em seu blog Estudando e Navegando. O objetivo era divulgar atividades que envolvessem a magia da leitura e recursos digitais.

Confiram os detalhes, planejamentos e imagens nos blogs citados acima. Seja bem vinda a Primavera!

 

 



 

 

 

Contate-nos

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 21/09/2012

Protagonismo Tirando a Droga de Cena

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, saúde, blogsderioeducadores.

 

Tornar o aluno sujeito de sua própria aprendizagem é o objetivo de todo professor. A professora Joice Pinter colocou seus alunos para construir conhecimento para toda a comunidade escolar da Escola Municipal Levy Neves, da 3ª CRE.

 

 

O blog faz parte das aulas de língua portuguesa da turma 1801. Lá, a professora registra informações relevantes ao planejamento de cada aula como já vimos no post Escrevinhar pra Valer – Prof.ª Joice Pinter. Foi lá que ela registrou a paródia de marchinha de Carnaval que agora será retomada.

Frequentando o curso sobre Prevenção à Dependência Química, na 3ª CRE, ela resolveu inscrever-se no Concurso Tirando a Droga de Cena. A proposta foi apresentada aos alunos no post Tirando a Droga de Cena: Que Tal Fazermos um Vídeo ?

 

 

 

 

 

 

 

Ela apresentou outros vídeos vencedores para exemplificar. A marchinha O Crack não é Bom, produzida em fevereiro, foi escolhida com fio condutor do vídeo. Segundo a professora: “ O vídeo trata das músicas de carnaval que insinuam direta ou indiretamente o uso de drogas como álcool, lança -perfume, além de posturas de embriaguez encaradas naturalmente como brincadeiras típicas de carnaval.

Os textos, interpretados pelos alunos no vídeo, questionam essas músicas e posturas, problematizando o tema em questão. A criação de uma marchinha seria a proposta de alertar os jovens dos perigos da utilização das drogas .

Ao final, a série de imagens deixa um recado para aquele menino da comunidade, que solta pipa e ainda não tem ideia do perigo das drogas em sua vida “ Ei, você aí, não fume isso aí!”. Em seguida, as imagens abordam o triste retrato dos jovens zumbis destruídos pelo crack, abandonados pelas ruas em sono profundo e sendo detidos por agentes públicos nas cracolâncias, deixando em destaque a mensagem final: O crack não é bom.”

 

 

 

 

 

 

 

 

O vídeo foi roteirizado e produzido em conjunto. As dependências da escola e entorno serviram de cenário. O resultado é uma colagem de imagens e diferentes linguagens utilizadas para expressar seus pensamentos e refletir sobre temas importantes como o uso de entorpecentes. Apesar dos poucos recursos audiovisuais, a mensagem é bastante clara. A droga não deve fazer parte do teatro da vida.

 

 

 

 

 

 


Confiram este e outros projetos e atividades das turmas da professora Joice Pinter em seu blog Escrevinhar pra Valer. A barra lateral contém várias sugestões de atividades, textos e jogos. Não percam!

 

 

 

 

 

 

Imagens e textos retirados do blog ou enviados pela professora via e-mail

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share