A A A C
email
Retornando 306 resultados para a tag '2ªcre'

Terça-feira, 11/12/2018

Representante de Turma: Desenvolvendo a Cidadania

Tags: 2ªcre, educaçãoinfantil.

 

Os alunos do EDI Igor Moraes da Silva participaram de um projeto que incentivou a cidadania e o pensamento democrático.

A partir do momento de eleições que vivemos no segundo semestre de 2018, a professora Tamires Coutinho, regente do Maternal, no EDI Igor Moraes da Silva, aproveitou para desenvolver um projeto cujo os objetivos foram a participação cidadã dos alunos e o incentivo ao pensamento democrático, que contou ainda com a colaboração das auxiliares Viviane Belo e Maria do Carmo.

 

 


O projeto destacou a importância de introduzir a responsabilidade social desde a Educação Infantil. Com a eleição do representante de turma, as crianças do maternal II puderam desenvolver aos poucos as primeiras noções de cidadania, participação política, entendimento do sistema eleitoral (voto individual e secreto, urna, cabine, primeiro turno e segundo turno - quando acontece empate), possibilitando assim a formação inicial de uma consciência política.

 

 

 

 


“Quem você acha que será um bom representante?” – Pergunta feita pela professora Tamires, antes dos alunos escolherem o voto.


A ideia promoveu nos alunos atitudes de cooperação, participação, responsabilidade, tolerância, sensibilidade e espírito de liderança. “Quem ganha a votação se compromete a ajudar a todos no que for preciso e a ser um bom exemplo para seus amigos.” Explica a professora.

 

 

 


As crianças adoraram e ficaram entusiasmadas com o projeto. As famílias e a comunidade escolar apoiaram a ideia.


Em um primeiro momento, foi perguntado aos alunos quem gostaria de se eleger representante. Apenas as fotos das crianças interessadas foram disponibilizadas dentro da cabine para votação. Como ainda são muito pequenos, o sistema de organizar por fotos é importante para que eles possam escolher visualizando. Cada um escolheu um amigo para votação e escreveu o nome do candidato eleito em um papel legível e grande (trabalhando o letramento e o reconhecimento das letras). 


Após todos votarem, os alunos sentaram na roda junto com a professora e contaram juntos os votos. Se houvesse empate, haveria segundo turno.


A criança com mais votos seria o representante durante toda semana, colocaria um crachá de representante e se comprometeria a ajudar todos os amigos e a dar bons exemplos.


“Acho muito bom eles poderem exercer a cidadania. Gostei muito do projeto”. Relatou a mãe de uma aluna da turma. Ela disse, ainda, que a filha chegou em casa contando que votou e que o amigo tinha sido eleito.


Agradecemos a professora Tamires Coutinho por compartilhar conosco esta atividade que incentivou a cidadania e o pensamento democrático na Educação Infantil.

 

Quer saber mais?

O contato do EDI Igor Moraes da Silva é: edisete@rioeduca.net

Telefone: 2484-7809

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 

 



 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 29/11/2018

Aprender Ciências é Bom Demais!

Tags: 2ªcre, ciências.

 

Os alunos do 5º ano da Escola Municipal Mata Machado participaram de atividades lúdicas que ajudaram a fixar o conteúdo de Ciências do 4º bimestre.

 

 

As professoras Daniela Loureiro e Renata Carvalho, regentes das turmas de 5º ano da Escola Municipal Mata Machado, trabalharam dentro do conteúdo do 4º bimestre o Sistema Solar e as Fases da Lua. As atividades propostas foram muito criativas, envolvendo materiais diversos, o que despertou o interesse dos alunos.

 

 

 

 

A primeira atividade foi sobre o Sistema Solar. As crianças tiveram a oportunidade de montar um Sistema Solar percebendo a existência dos oito planetas, suas órbitas e sua posição em relação ao Sol. Para isso foram necessários os seguintes materiais:

 

  • Um LP ou bandeja redonda de papelão;
  • Massinha colorida;
  • Papel laminado;
  • Cola.

 

 

 

Em duplas, os alunos montaram as maquetes consultando o Caderno Pedagógico, observando tamanho e ordem dos planetas em relação aos outros e ao Sol. A atividade foi muito divertida!

 

 

 

 

A segunda atividade foi sobre as Fases da Lua. Para materializar o conteúdo, os alunos montaram uma pequena maquete, demonstrando as quatro fases da Lua. O material utilizado foi:

 

  • Biscoito com recheio branco;
  • Colher de plástico;
  • Prato descartável.

 

Reunidos em duplas, os alunos esculpiram nos biscoitos os desenhos referentes as quatro fases da Lua. Sem dúvidas, essa atividade, além de divertida, foi muito gostosa!

 

 

 

 

 

 

Eu gostei muito do trabalho do Sistema Solar, porque eu aprendi muita coisa. Eu não sabia a ordem certa dos planetas. No trabalho sobre as fases da Lua foi tudo maravilhoso e a professora explicou tudo direitinho para a gente. No dia 12/11, a gente fez uma atividade deliciosa com biscoitos. Além de deliciosa, a atividade foi muito interessante." – Isabelle Castro, aluna da turma 1.501, comentando sobre as atividades desenvolvidas nas aulas de Ciências.

 

Agradecemos as professoras Daniela e Renata por compartilharem conosco estes relatos de atividade lúdicas que ajudam na construção do conhecimento.

 

Quer saber mais?

O contato da Escola Mata Machado é: emmatta@rioeduca.net

Telefones: 2493-0898 2492-1224

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 27/11/2018

Darwin e a Seleção Natural: Guerra de Bicos

Tags: 2ªcre, ciencias.

 

Os alunos da Escola Municipal Francisco Manuel participaram de uma aula prática de Ciências para compreender melhor como funciona a seleção natural.

 

Para um melhor entendimento sobre a seleção natural e como ela funciona, os alunos do sétimo ano da Escola Municipal Francisco Manuel foram convidados pela professora de Ciências, Deborah Senra Amado, a participarem de uma desafio: A GUERRA DOS BICOS.

Com as observações de Charles Darwin nas Ilhas de Galápagos, a aula prática visou simular o processo de seleção natural através da disponibilidade de alimentos da ilha.

 

 

 

A atividade foi realizada com grande sucesso e interesse dos alunos, que na busca pela “alimentação”, puderam perceber com clareza que na natureza os recursos são limitados, e nem sempre dispomos dos melhores meios para sobreviver.

 

Com o objetivo de refazer as observações do famoso cientista, Charles Darwin, os alunos foram divididos em grupos de quatro integrantes. Dessa forma, foi feita a distribuição das sementes aleatoriamente para cada grupo. Os integrantes do grupo escolheram um tipo de simulador de bico pegador de sementes,  coletaram as sementes em trinta segundos e as contaram.

 

 

 

 

As sementes coletadas em cada rodada deveriam ser separadas. Após cinco rodadas, de trinta segundos cada, foi observado quais sementes foram coletadas e quais sobraram. Os alunos que não conseguissem pegar nenhuma semente eram eliminados do jogo. No final da atividade, os alunos verificaram quais sementes foram coletadas e por quais pegadores.

 

 

 

 

Assim os alunos puderam perceber que na luta pela sobrevivência, aqueles que dispõem dos melhores mecanismos de caça, mais adaptados aos recursos disponibilizados pelo meio ambiente, tem mais chances a sobrevivência.

 

 

 

 

Desta forma, os alunos entenderam como age a seleção natural, selecionando os seres vivos mais adaptados ao ambiente, enquanto os demais vão sendo eliminados, já que não conseguem se adaptar.

 

Todos os alunos gostaram muito de realizar a atividade. A aluna Isabela conseguiu pegar trinta e quatro sementes com uma tesoura serrilhada, pegando sementes de mamão, melão, maracujá e laranja. Ela conta que achou legal ser um pássaro por um dia, isso a fez entender melhor a seleção natural. Já para o aluno Arthur, que escolheu um pregador duro para pegar as sementes, a atividade não foi nada fácil, pois era de difícil articulação. Mesmo assim, para ele a experiência valeu, pois foi divertido e interessante, esclarecendo melhor a seleção natural.

 

Por fim, a aluna Bruna Gabriela escreveu que a atividade da seleção natural foi bem divertida, porém foi difícil pegar algumas sementes. Com isso, ela pôde perceber que nem todos os pássaros conseguiriam sobreviver, apenas os que conseguissem pegar uma maior diversidade de sementes. Ela conseguiu coletar sessenta e quatro sementes e foi a vencedora do jogo reunindo o maior número de sementes com uma maior diversidade.

 

Agradecemos a professora Deborah Senra por compartilhar conosco estas atividades de ensino de Ciências e desejamos sempre muito sucesso a toda comunidade escolar.

 

 

 O contato da Escola Francisco Manuel é: efmanuel@rioeduca.net

Telefones: 3238-4592 ou 3238-4591

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 13/11/2018

Aprender a Ler de A a Z: O Aniversário do Senhor Alfabeto

Tags: 2ªcre, alfabetizacao, literatura.

 

Os alunos do terceiro ano da Escola General Humberto de Souza Mello participaram, ao longo do ano, de um projeto de incentivo à leitura que culminou com uma grande festa de aniversário.

 

O projeto “Aprender a Ler de A a Z” envolveu a comunidade escolar e despertou nos alunos o gosto pela leitura. A professora Vera Nácia iniciou o projeto com a turma no início do ano com o objetivo de motivar os alunos a lerem e a escreverem e, secundariamente, mas não menos importante, desenvolver algumas competências socioemocionais como responsabilidade, cuidado, empatia e amabilidade. Em reportagem anterior a esta, é possível conhecer mais sobre o projeto, basta clicar aqui.

 

Comemoração do aniversário do senhor Alfabeto.

 


No mês de setembro, aconteceu a culminância do projeto: uma festa de aniversário para o senhor Alfabeto. Os alunos demonstraram-se entusiasmados e envolvidos com a organização da festa, que gerou muita leitura e escrita durante as aulas.


Etapas da segunda fase do projeto:

 

 

  • Confecção da lista de presente;
  • Preparação de presente e cartões de aniversário;
  • Confecção do convite;
  • Preparação da festa: lista das comidas e bebidas, arrumação do painel e da mesa;
  • Oficina de cupcake com o tema letras;
  • Comemoração do aniversário do senhor Alfabeto e das crianças que fizeram aniversário no mês de setembro.

 

Cupcakes preparados na oficina.

 

 

Atualmente, a professora Vera Nácia está regente da Sala de Leitura da escola e a professora Flávia Rossi deu continuidade ao projeto com a turma, iniciativa que também foi abraçada pela direção da Unidade Escolar.

 

 

Alunos animados comemorando o aniversário do senhor Alfabeto.

 


Abaixo seguem alguns relatos dos alunos sobre a participação no projeto:

 

“Cara, tipo ... eu tô muito ansiosa pra festa dele, ai meu Deus!!!” - Aluna Ketlen falando com as amigas da turma sobre o aniversário do senhor Alfabeto.


“Tia, posso levar o Senhor Alfabeto para casa? - Aluna Ana Luisa

 

“Essa foi a melhor festa de aniversário que fui.” - Aluno Daniel

 

“É tão gostoso fazer cupcake, que delícia!” – Aluna Samyra

 

Agradecemos a professora Vera Nácia por compartilhar conosco registros esta atividade de incentivo a leitura e a escrita, mostrando como as atividades lúdicas são importantes no cotidiano dos educandos. Desejamos sucesso a toda comunidade escolar!

 

Quer saber mais?

O contato da Escola General Humberto de Souza Mello  é: emglmello@rioeduca.net

Telefones: 2284-1569 / 2284-1254

 

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 


 


   
           



Yammer Share