A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 26 resultados para o mês de 'Agosto de 2016'

Quarta-feira, 31/08/2016

Foi um Rio que Passou em Minha Vida

Tags: 2ªcre.

 

 

 

Os alunos da Escola Municipal Senador Corrêa conheceram nossa cidade e sua história através de visitas culturais, o que proporcionou aos jovens fazerem uma nova leitura da cidade do Rio de Janeiro.

 

A professora Rosângela Araújo é regente da turma do sexto ano experimental e considera que as visitas culturais colaboram com o conhecimento de mundo do aluno, além de proporcionar uma interdisciplinaridade com as matérias estudadas em sala de aula. Por isso, a professora nos enviou um relato compartilhando esta experiência pedagógica bem-sucedida pelo segundo ano.


A proposta surgiu ano passado em virtude dos 450 anos do Rio de Janeiro, de apresentar aos alunos do 6º ano experimental da Escola Senador Corrêa, localizada no bairro de Laranjeiras, a cidade maravilhosa com um olhar diferenciado ou perspectiva de olhar diferente da qual os educandos estão acostumados. Mostrar que o Rio não é só feito de Pão de Açúcar, Cristo Redentor e praias, mas dentro de seu espaço geográfico possui um universo de conhecimento cultural e artístico que somado as suas belezas naturais torna ele verdadeiramente uma cidade maravilhosa. O projeto continua em 2016, pois a professora acredita e considera importante visitas a museus, centros culturais e quaisquer projetos complementares fora da escola, sempre fazendo um “link” com as disciplinas.

 

 

Projeto Bike - Educa na Lagoa Rodrigo de Freitas

 

A professora Rosângela cita o pensamento da professora Nádia de Souza que diz: “Fazer com que a escola saia da escola e transponha os muros para descobrir que conhecimento não se constrói unicamente no ambiente escolar.”

 

Centro Cultural da Caixa Exposição Frida Khalo

 

E, partindo deste pensamento, surgiram os objetivos do projeto que são despertar no aluno o interesse pela produção cultural e artística que existem nos museus e centros culturais e desenvolver no discente um olhar crítico a partir das obras e trabalhos observados e levar o aluno a fazer uma nova leitura da cidade do Rio – uma cidade cultural.

 

Exposição Legados da Grécia

 

O público atendido pelo projeto "Foi um Rio que Passou em Minha Vida" é composto por alunos do sexto ano experimental e o período de duração é de fevereiro a novembro. Os educandos sempre participam de maneira positiva e intensa, pois para alguns é a primeira oportunidade para visitar estes espaços culturais.

 

OI Futuro - Museu das Telecomunicações.

 

As visitações são mensais ou bimestrais a espaços culturais e museus.


A professora Rosangela compartilhou conosco os lugares propostos para visitação em 2016:

• Projeto Bike – Educa – Lagoa Rodrigo de Freitas ;

• Centro Cultural da Caixa (Centro) Exposição Frida Khalo ;


• Centro Cultural Banco do Brasil (Centro) Exposição CoMciência e Exposição Permanente de Moedas;

• Oi Futuro Flamengo Exposição – Museu das Telecomunicações ;


• Visita ao cinema São Luiz no Largo do Machado fazendo interdisciplinaridade com os conteúdos de História.

Após as visitas o projeto é registrado através de um bate papo informal, produção textual de alunos como atividade voluntária e fotos das visitas.

Agradecemos a professora Rosângela Araújo por compartilhar conosco esta experiência pedagógica e desejamos sucesso a toda equipe da unidade escolar.

 

O contato da professora Rosângela Araújo é:  rpajas@hotmail.com

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 31/08/2016

Encontro Regional dos Alunos do PEJA da 11ªCRE

Tags: 11ªcre, peja, jovens, adultos.

 

 

 

 

O Encontro Regional de alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos da 11ªCRE, aconteceu no CIEP João Mangabeira, e contou com apresentações, exposições de trabalhos, troca de experiências e reflexão sobre o tema Direitos Humanos. CONFIRA!

 

 

O Encontro Regional de Alunos teve como inspiração a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que foi trabalhada com os alunos de diferentes formas.

 

Slide da apresentação do Encontro e das Escolas participantes

 

Os alunos deram um verdadeiro show de participação. Foi uma linda noite, rica em conhecimento e troca de experiências, relata a Diretora Flavia Oliveira do CIEP João Mangabeira.

Parte dos murais apresentados, com o objetivo de interagir entre a leitura e compreensão da Declaração e imagens relaciondas aos seus artigos

 

Os alunos do CIEP João Mangabeira trabalharam artigo por artigo da Declaração e os representaram através de desenhos e recorte e colagem.

 

Já nas rampas de acesso ao auditório, alunos e professores encenavam procurando interagir e problematizar o assunto com o público.

 

Na primeira foto, alunos da E.M. Rodrigo Otávio realizaram uma apresentação teatral, problematizando os Direitos Humanos no cotidiano

 

Logo após o Diretor Adjunto do CIEP Dr. João Mangabeira, Leandro Alves, coordenou os envolventes trabalhos que contaram com leitura dos artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, apresentação teatral, declamações e muita emoção por parte de todos.

 

Na foto em destaque, os alunos da E.M. Capitão de Fragata Didier declamaram poesias

 

O encontro encerrou num clima descontraído e com a certeza de uma noite muito educativa para todos.

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: CIEP João Mangabeira

Telefone: 3975-3715

E-mail: ciepjoaom@rioeduca.net

 

 

Parabéns as escolas envolvidas e aos alunos pelos belos trabalhos realizados e apresentados neste encontro!

 

 

Contato para publicações:

Laura Fantti Davilla Serpa - Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 30/08/2016

Caminhos Fundacionais do Rio de Janeiro

Tags: 1ªcre, eventos, projetos.

 

 

 

 

Projeto proporciona aos alunos da Escola Municipal Júlia Lopes de Almeida, em  Santa Teresa, o sentimento de pertencimento à Cidade Maravilhosa

 

Idealizado pelo professor de Ensino Religioso, Lindoberg Campos, e desenvolvido nas turmas de 4º e 5º Ano da Escola Municipal Júlia Lopes de Almeida, em Santa Teresa, o projeto Caminhos Fundacionais do Rio de Janeiro procurou possibilitar o conhecimento da História da Fundação da Cidade do Rio de Janeiro, não apenas através dos livros, mas perscrutando os sítios nos quais "a História aconteceu".

 

Busto de Estãcio de Sá

 

Na seara de comemoração do Aniversário da Cidade, o projeto oportunizou o contato efetivo com o substrato cultural formador da História da Cidade do Rio de Janeiro, além de contribuir para a afirmação do seu pertencimento e de sua identidade como cidadão carioca.

 

Rio Carioca

 

Através da Literatura, Música e Monumentos, os alunos foram convidados a conhecer, por meio de aulas-passeio, os caminhos relacionados à fundação do território de sua cidade e, ao percorrê-los, apropriou-se das mudanças, permanências e evoluções que ela, e principalmente seu povo, conheceram ao longo da História.

 

Ladeira da Misericórdia - Morro do Castelo

 

Durante o desenvolvimento do projeto, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o Rio Carioca, sua Nascente e sua Foz. Rio esse que deu nome aos moradores da cidade.

Puderam também conhecer o local de Fundação da Cidade , por Estácio da Sá, além de visitar vários espaços e monumentos que têm registrados momentos importantes do "nascimento" de nossa Cidade.

 

Túmulo de Estácio de Sá - Igreja dos Capuchinhos

 

Um desdobramento muito importante foi o incentivo à Produção Escrita, através da atividade "Cartas para Estácio", onde os alunos escreveram cartas endereçadas ao fundador Estácio de Sá, relatando as mudanças por quais a Cidade passou desde a fundação.

Para Lindoberg, o Projeto "permitiu a apropriação e sentimento de pertencimento ao espaço público".

 

 

Saiba mais sobre alguns locais visitados pelos alunos:

 

RIO CARIOCA:

http://arte.folha.uol.com.br/tudo-sobre/rio-em-transformacao/rio-carioca/

MORRO DO CASTELO:

http://www.riodejaneiroaqui.com/portugues/morro-do-castelo.html

MUSEU HISTÓRICO NACIONAL:

http://www.museuhistoriconacional.com.br/

FORTALEZA DE SÃO JOÃO:

http://www.rio.rj.gov.br/web/riotur/exibeconteudo?id=157394

TÚMULO DE ESTÁCIO DE SÁ:

http://www.correiocarioca.com.br/html/materias/igreja_capuchinhos.html

 

 

Um pouco mais sobre a Escola Júlia Lopes de Almeida:

Direção: Rosângela Favorita S. Razal

Professor Responsável pelo Projeto: Lindoberg Campos

Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 3466 - Santa Teresa.

Telefone: 2225-2412

E-mail: emjalmeida@rioeduca.net

 

 

Escola do Amanhã, localizada no bairro de Santa Teresa, próximo à Comunidade do Morro dos Prazeres, atualmente atende alunos do 1º ao 5º ano , em regime de Turno Único.

O nome da escola é uma homenagem a Júlia Valentim da Silveira Lopes de Almeida, escritora, jornalista, iluminista, abolicionista, defensora da educação e dos ideias feminista que nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de setembro de 1862 e morreu na mesma cidade, em 30 de maio de 1934.

 

Professor Lindoberg coom os alunos em trabalho de campo

 

 

Professor Alexandre Roque de Araujo

Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação alexandrearaujo@rioeduca.net

Twitter: @Alexandre_Roque

Whatsapp 98733-1970

COMENTE E COMPARTILHE

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 29/08/2016

Jogos Olímpicos da Gaspar Vianna

Tags: 5ªcre.

 

 

 

Em consonância com o PPP 2016 da Escola Municipal Gaspar Vianna “Somos Todos Campeões”, no qual a escola tem trabalhado com seus alunos os valores olímpicos: Amizade, Respeito, Excelência, Igualdade, Inspiração, Determinação e Coragem, foi realizado o projeto “Jogos Olímpicos da Gaspar Vianna”.

 

O objetivo foi apresentar para os alunos, em um primeiro momento, como acontece oficialmente uma abertura dos jogos olímpicos para que pudessem acompanhar a mesma, e nos dias subsequentes foram realizadas diversas competições em diferentes modalidades por segmento (Educação Infantil, fundamental I e fundamental II).
   

 

ABERTURA DOS JOGOS OLÍMPICOS DA GASPAR VIANNA

Na quarta-feira, dia 6/7/2016, foram abertos os jogos olímpicos da Escola Municipal Gaspar Vianna. Todos os alunos participaram da nossa abertura oficial. A cerimônia de abertura procurou copiar todos os passos de uma cerimônia original de abertura dos jogos Olímpicos, com a execução do Hino Nacional, apresentações musicais, danças, discursos das autoridades presentes, hasteamento das Bandeiras, do país anfitrião, da bandeira olímpica e da bandeira dos jogos da Gaspar Vianna e a entrada das placas com os nomes de cada delegação participante.


O evento foi elaborado pela equipe de Educação Física da escola (Professores: Luana Maria, Ana Clara Soares, Amarilio, Wallace Chamarelli, Michelle Couto) com a participação dos demais professores, alunos e funcionários.


Na parte musical, a apresentação dos professores Bianca Neme (Profª Inglês) e Mário Sant’Anna (prof. Ciências), cantando e tocando. Abrilhantando a festa, uma apresentação marcante e especial da Banda Marcial, regida pela Professora Jurema Dias (Profª Música).


As turmas 1101 e 1103 das professoras Maria Alice e Rosemary, apresentaram um pout pourri com ritmos populares brasileiros como samba, funk e axé. Algumas alunas do segundo segmento apresentaram uma coreografia utilizando os arcos presentes na bandeira olímpica que representam os continentes competidores.


Um ponto emocionante foi também o pronunciamento da diretora geral Viviane Bianchi abrindo oficialmente os nossos jogos.


Os alunos do primeiro e segundo segmento entraram segurando placas com o nome dos países participantes dos jogos olímpicos de 2016 e, em seguida, a entrada da Bandeira Olímpica trazida pelo pelotão da bandeira.


Como apresentadores, a participação dos professores Plínio Nunes (profº Matemática), Bianca Neme (Profª Inglês), Wallace Chamarelli (Profº Educação física) e a Coordendora Daniele Gomes.


A tocha olímpica foi elegantemente conduzida pelo professor Amarílio (Profº Educação Física) que acendeu a pira olímpica, simbolizando o início das competições.


Num trabalho conjunto entre professores da Educação Infantil, Educação Especial, ensino fundamental, direção, coordenação, funcionários e alunos, foi um espetáculo!!!!!!!

Confira agora algumas fotos:

 

 

AS COMPETIÇÕES

 

COMPETIÇÕES DO 1º SEGMENTO:

Após a abertura oficial dos jogos olímpicos da Gaspar Vianna, no dia 7 de julho de 2016, o primeiro dia de competições foi marcado por grande animação, empenho e espírito esportivo de todos os alunos, inclusive os do primeiro segmento de nossa escola. Vocês vão ver que galera empenhada!!!


Tivemos no turno da manhã futsal para os meninos e queimado para as meninas do 2º ao 5º, incluindo os alunos das classes especiais, e no turno da tarde um circuito de atividades para os alunos do 1º ano e Educação Infantil. Todos muito animados e torcendo para suas equipes favoritas.


Todas as atividades foram ministradas e orientadas pela Equipe de professores de educação física com o total apoio dos demais professores regentes das turmas em questão.

 

 

COMPETIÇÕES DO 2º SEGMENTO E PROJETOS:


Completando a semana olímpica nos dias 13 e 14 de Julho aconteceram os jogos do segundo segmento. Tivemos competição de: Handebol, Voleibol, Basquete e Futsal. 

 

 

SOBRE OS JOGOS OLÍMPICOS:


Considerado o maior evento esportivo do planeta, os Jogos Olímpicos têm como objetivo estimular a competição sadia entre os povos dos cinco continentes. Como já dizia o Barão de Coubertin (Pierre de Coubertin), considerado o fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, “o importante não é vencer, mas competir. E com dignidade”.

  • História

De acordo com a mitologia grega, o herói Hércules criou as Olimpíadas por volta de 2.500 a.C., na Grécia antiga, para homenagear o pai dele, Zeus. Contudo, os primeiros registros históricos das Olimpíadas são de 776 a.C., quando os atletas vencedores começaram a ter seus nomes registrados. Nessa época, os reis de Ilia, de Esparta e de Pissa aliaram-se para que, durante os jogos, houvesse trégua sagrada em toda a Grécia. A aliança foi realizada no templo de Hera, localizado no santuário de Olímpia. Essa é a origem do termo “Olimpíadas”.

  • Era Moderna

Atenas foi a cidade que sediou a primeira olimpíada da Era Moderna, em abril de 1896, com delegações de 14 países. Ao todo, 241 atletas competiram em nove modalidades. Desde essa época, os Jogos Olímpicos passaram a ser realizados de quatro em quatro anos, à exceção de 1914 e 1918 e 1939 e 1945, quando ocorreram a Primeira e Segunda Guerra Mundial, respectivamente.

Números em 2016: ps Jogos Olímpicos de 2016 serão realizados no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 5 e 21 de agosto. Uma curiosidade é que, depois de muitos anos, o Rugby e o Golfe voltaram ao quadro de esportes.

 

Confira alguns números dessa edição:

• 41 esportes
• 37 arenas
• 206 países
• 306 provas diferentes
• 136 modalidades femininas
• 161 masculinas

Fonte: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/educacao-fisica/os-jogos-olimpicos.htm

 

Para saber mais sobre a escola

Gaspar de Oliveira Vianna, médico e cientista paraense, nasceu em Belém a 11 de maio de 1885. Foi aluno do antigo Liceu Paraense, hoje Colégio Estadual Paes de Carvalho. Estudou Medicina no Rio de Janeiro, pois àquela época não existia ainda uma Faculdade de valor, versando sobre temas de Histologia, Histopatologia, Parasitologia, Micologia, Dermatologia e Terapêutica. Foi ele quem esclareceu, aos 23 anos de idade, as alterações anátomo-patológicas da então recém-descoberta doença de Chagas. Aos 27 descobriu a cura das leishmanioses, contribuindo para a salvação de milhões de vidas, em quatro dos continentes do globo, pelo que é considerado UM DOS MAIORES BENFEITORES DA HUMANIDADE. Genial e incansável, em menos de seis anos de exercício da profissão publicou 22 trabalhos científicos de inestimável valor.


Não é grande orgulho a Escola Municial 05.14.023 Gaspar Vianna trazer o nome deste médico exemplar como patrono?


A escola municipal Gaspar Vianna está localizada no Bairro Araújo em Irajá, conta com atendimento desde a Educação Infantil até o 9º ano e prima por uma educação de qualidade, busca permanente dos gestores e dos professores dessa unidade escolar.
 

Desenho do aluno Patrick Rosemberg em 18/05/2011 – foto de Gaspar Vianna

 

A escola:

E.M. 05.14.023 Gaspar Vianna
Rua Heron Domingues 122, Irajá - 21230-420
emvianna@rioeduca.net
3372-5041 3372-5665
http://emgasparvianna.blogspot.com.br/

 


 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share