A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 29 resultados para o mês de 'Julho de 2017'

Quarta-feira, 26/07/2017

Luz, Câmera, Lima Barreto em Ação!

Tags: 8ªcre, sala de leitura.

 

 Lima Barreto, autor brasileiro, recebe homenagem da escola que leva seu nome com a realização da Semana Luz, Câmera, Lima Barreto em Ação!  O projeto realizado pela Sala de Leitura da unidade escolar conduziu os alunos às atividades de pesquisa, criação e expressão artística, tornando o evento muito mais do que uma celebração ao autor, mas sim uma ação que incentiva a formação de leitores.

 

 

 

Na Escola Municipal Lima Barreto as comemorações do mês de maio têm um valor ainda mais especial, porque no dia 13 deste mês é o aniversário da escola! 

Para a celebração desta importante data foi realizada a Semana Lima Barreto, evento que mobilizou alunos e professores.

O estudo da vida e da obra de Lima Barreto foi subsídio para aprendizagem em várias áreas do conhecimento e envolveu os dois segmentos presentes na escola.

O projeto teve início com a exibição de O Triste Fim de Policarpo Quaresma, em filme e animação.

Em seguida foram desenvolvidas diversas atividades, entre elas, debates, Café Literário, releitura do personagem Policarpo Quaresma, retratação da época da cidade do Rio de Janeiro de Lima Barreto e reflexão comparativa do autor e o Profeta Gentileza.

 

 

O projeto foi idealizado pela professora Christina Veiga, regente da Sala de Leitura da unidade.

A temática do projeto ganhou ainda mais importância quando os alunos perceberam que o patrono da escola é um autor de grande importância para a literatura brasileira.

Apresentar o autor Lima Barreto desperta nos alunos o apreço pela pesquisa e pela história do país, da cidade, do bairro e da própria escola, construindo assim a identidade de todos que fazem parte da comunidade escolar.

O projeto permitiu que os alunos explorassem sua expressão e criatividade, o que resultou em trabalhos ricos em beleza e originalidade!

 

 

O trabalho realizado pela Sala de Leitura da E. M. Lima Barreto cria o envolvimento da criança com a leitura.

Muito mais do que alunos alfabetizados, as escolas precisam estar preparadas para formar alunos leitores e esse é um grande desafio!

Diante desse fato percebe-se cada vez mais a importância das Salas de Leitura e Bibliotecas Escolares como promotoras de ações significativas que contribuam com o trabalho realizado nas salas de aula.

 

 

 

"Muito comum no comércio do Rio de Janeiro na época de Lima Barreto, ainda hoje o comércio ambulante ocupa as ruas da cidade, e não somente as ruas, mas também o transporte público, as praias, as rodovias...  hoje, talvez mais que antes, o vendedor ambulante usa a criatividade para comercializar seus produtos (...)"

                                                                                   

                                                           Texto da Mostra Fotográfica feita pela turma 1701 da E.M. Lima Barreto

 

 

 

O Rioeduca parabeniza toda a equipe pedagógica da E.M. Lima Barreto pelo projeto

"Luz, Câmera, Lima Barreto em Ação!"

 

 

 

Sua escola realizou algum projeto interessante?

Compartilhe com o Rioeduca:

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 25/07/2017

Piquenique Literário

Tags: 7ªcre, projetos.

 

    Alunos da Escola Municipal Eunice Weaver realizaram um piquenique literário e aproveitaram para recitar poemas e aprender mais sobre esse gênero literário.

 

No dia 24 de maio, a turma do sexto ano da Escola Municipal Eunice Weaver realizou seu primeiro piquenique literário. A organização do piquenique foi feita pelos alunos sob a orientação da professora da sala de leitura Clarice e dos professores regentes da turma.

 

Professora Clarice da Sala de Leitura e duas alunas do 6º ano.

 

Os alunos da turma seguiram uma sequência de atividades: listagem do que precisariam para o evento, confeccção de convites, pesquisa , seleção e análise de poemas de autores diversos. Os escritores trabalhados foram : Mário Quintana, Clarice Lispector, Vinicius de Moraes, entre outros.

 

   Convite elaborado pelos alunos.

 

Dessa forma, puderam conhecer as formas e caracterísitcas desse gênero literário (estrofes, versos, uso de metáforas e em alguns casos, o uso de rima).

 

        Cesta de livros para utilizaçao pelos alunos.

 

        Aluno lendo o Mar e os Sonhos de Rosena Murray.

 

A diretora adjunta Juliana acompanhando a atividade realizada.

 

     Professora  Cláudia e Clarice junto com os alunos.

 

Lanche coletivo para encerramento da atividade.

 

O piquenique literário aconteceu no pátio externo da escola com momentos de muita emoção e sensibilidade com a leitura de textos poéticos por alunos, professores, coordenação, direção e funcionários.Ao término da atividade, o encerramento foi feito com música e lanche coletivo.

Informações enviadas pela unidade escolar.

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

Contato da E.M. Eunice Weaver:

emeunicew@rioeduca.net

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 24/07/2017

3Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar

Tags: 6ªcre, meio ambiente, .

 

Na semana do meio ambiente, entre 05 e 09 de junho, a E. M. Max Fleiuss se mobilizou e realizou várias ações com o objetivo de chamar a atenção dos alunos para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais que, até então, eram considerados, por muitos, inesgotáveis. Vamos conhecer o trabalho realizado pelos professores e alunos da unidade escolar?

 

Projeto realizado com as turmas do 5.º ano da E.M. Max Fleiuss, localizada em Pavuna

 

A professora Regina Pereira iniciou as reflexões sobre o meio ambiente apresentando aos estudantes algumas imagens de ambientes preservados e outras de lugares poluídos. O choque inicial foi inevitável! Eles ficaram impressionados com a diferença entre eles. Este foi o pontapé para que um questionamento fosse feito aos alunos da turma 1501: em que ambiente você quer viver? Eles exprimiram suas ideias, contaram situações vividas e observadas nos ambientes escolar e familiar. Ao final, chegaram à conclusão de que é necessário que cada um faça a sua parte para que o quadro atual seja modificado.

Em seguida, assistiram um vídeo a respeito dos cuidados que precisamos ter com o meio ambiente e sobre a importância dos 3Rs: reduzir, reutilizar e reciclar. Esta atividade foi realizada, buscando promover uma reflexão sobre a produção de lixo e o manejo sustentável dos produtos e materiais usados no dia a dia. Com esses três passos, os alunos desta turma do 5.º ano compreenderam que é possível garantir um mundo melhor para esta e para as gerações futuras.

 

Plantio de hortaliças

 

Construção da "Horta da Amizade"

 

Montagem  de painel fotográfico

 

A professora Bruna Grasiela, turma 1502, trabalhou com os alunos esta temática através da construção de mandalas com CDs usados e esmaltes doados por uma empresa de cosméticos. As crianças prepararam os CDs para receber os desenhos produzidos por elas: retiraram a parte adesiva, limparam e pintaram. A turma 1503, sob a orientação da professora Juliana Martins, confeccionou brinquedos e cartazes com materiais que iriam para a lixeira. Aqui foram colocados em prática as etapas reutilizar e reciclar. Os materiais, ao invés de serem descartados, ganharam uma nova utilidade, evitando o acúmulo de lixo. 

 

 

Campanha de coleta de óleo usado

 

Reduzir, Reutilizar e Reciclar são ações essenciais que qualquer cidadão responsável pode e deve seguir para contribuir com o desenvolvimento sustentável. Os alunos e professores da E. M. Max Fleiuss deram um importante passo rumo à preservação do meio ambiente em que vivem. Aprenderam que a partir de pequenas atitudes podemos realizar grandes e importantes ações em benefício do planeta. Muitos alunos, ao final do trabalho, relataram situações do seu dia a dia que demonstraram que alguma coisa já estava mudando no comportamento deles: tomar um banho mais rápido; desligar a torneira na hora de escovar os dentes; desligar a televisão quando não estiver vendo; não jogar comida fora; levar sua própria bolsa para o supermercado; doar roupas e sapatos que não serviam mais.

 

Confecção de brinquedos com sucata

 

Confecção de jogos pedagógicos com material reciclado

 

Parabéns às professoras do 5.º ano e à toda equipe da E. M. Max Fleiuss pelo trabalho de excelência que realizam! A única maneira real de sustentabilidade é aquela que começa pela educação do consumidor quanto à necessidade de buscar um equilíbrio entre o que se quer e a sustentabilidade do planeta.

 

Quer saber um pouco mais sobre a Escola Municipal Max Fleiuss e as atividades sobre o meio ambiente? Entre em contato!

Escola Municipal Max Fleiuss
E-mail: emfleiuss@rioeduca.net
Telefone: (21) 2474-1336

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 21/07/2017

Trabalhando o tema "África"

Tags: 5ªcre, áfrica, .

 

E. M. Tarsila do Amaral promove atividades e reflexões sobre o continente africano, no que diz respeito à organização social, produções culturais e aspectos territoriais.

 

A Escola Municipal Tarsila do Amaral é uma escola de primeiro segmento. Porém, essa unidade escolar participa do Projeto da Prefeitura do Rio de Janeiro chamado 6º ano experimental. Esse Projeto veio ao encontro das necessidades de se “minimizar" o impacto das grandes mudanças físicas e psicológicas pelas quais os alunos passam na faixa etária de 11 e 12 anos”, levando a um melhor desempenho, gerando autoestima, com boas perspectivas para o estudo no segundo segmento no ensino fundamental.

 

 

O objetivo do trabalho desenvolvido com as turmas 1602 e 1603 da Escola Municipal Tarsila do Amaral, pela Professora Eliane Linhares, foi conduzir os alunos a uma reflexão sobre a dinâmica africana no que diz respeito à organização social deste continente, bem como produções culturais e aspectos territoriais.

 


A problematização do trabalho girou em torno do reconhecimento do outro, o que significava para o africano perder território na ocasião da diáspora africana, a riqueza cultural africana (dança, provérbios, artefatos), lideranças negras que contribuíram para a conquista da igualdade para os africanos, a heterogeneidade da África, divisão territorial e influência africana na cultura brasileira.

 


É importante que as escolas desconstruam preconceitos e que todos os alunos se sintam representados nos espaços escolares e construam o conceito de que não importa a cor da pele de alguém e sim, a valorização do ser humano.

 


A pesquisa com os alunos, que teve uma duração de duas semanas,  foi uma culminância em relação aos conteúdos que falam sobre a África. Como estava dentro do bimestre o dia Internacional da África, que é comemorado no dia 25 de maio, justificou-se mostrar fora do espaço da sala de aula as construções dos alunos. Portanto, os trabalhos foram expostos nos corredores da escola para que fossem apreciados e valorizados por toda a comunidade escolar. Foram utilizados como fontes de pesquisa as revistas National Geographic, Revista Semana da África na UFRGS, Livro Falando Banto, gravuras e textos pesquisados na internet.

 


Texto enviado pela profª Eliane Linhares.

 

Parabéns pelo trabalho realizado pela escola, incentivando e trabalhando o conhecimento de uma cultura que tem grande relevância na construção da cidadania brasileira através de atividades colaborativas, contando com a participação e o trabalho em equipe dos alunos para o êxito da proposta pedagógica.

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.14.028) - Escola Municipal Tarsila do Amaral
Diretor: Renata Azevedo Costinhas da Silva
Endereço: Rua Hannibal Porto 451, Irajá
Telefone: 3373-2039 | 3373-2293
E-mail: emtarsila@rioeduca.net

Lembre-se de deixar seu comentário!yes
 

 


   
           



Yammer Share