A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 135 resultados para o mês de 'Julho de 2011'

Sexta-feira, 29/07/2011

Escola Municipal Eduardo Rabelo, transformação em busca da qualidade

Tags: 10ªcre.

Fachada principal da Escola Municipal 10.19.008 Eduardo Rabelo, localizada na Avenida Cesário de Melo,nº 14.145, no Conjunto Octacílio de Carvalho Camará, conhecido popularmente como "Cesarão", em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

 

1. Localização

A Escola Municipal 10.19.008 Eduardo Rabelo está localizada na Avenida Cesário de Melo, nº 14.145, nas proximidades de um logradouro conhecido historicamente como “Curral Falso” que, segundo o historiador santacruzense Benedito Freitas, era o “principal portão de entrada para a Fazenda Real de Santa Cruz”, desde os tempos coloniais.

Atualmente, a escola faz parte da área do Conjunto Habitacional Octacílio de Carvalho Camará, conhecido popularmente como “Cesarão”, tendo à frente o Conjunto Habitacional Rollas.

O nome “Cesarão” é uma referência ao Senador Júlio Cesário de Melo, que foi correligionário do também Senador Camará.

A denominação “Rollas” é uma lembrança aos irmãos Júlio e Joaquim Rolla, empresários ligados ao ramo de jogos e turismo.

É uma unidade escolar de muita visibilidade, pois o prédio foi construído bem em frente à avenida que liga os bairros de Santa Cruz e de Campo Grande, fazendo conexão também com as estradas que vão para Sepetiba, Paciência, Pedra de Guaratiba, Recreio dos Bandeirantes, Barra de Guaratiba e Zona Sul do Rio de Janeiro. Por ali circulam diariamente, ônibus de diversas linhas, e centenas de automóveis, como opção de acesso para o centro da cidade.

 

2. Francisco Eduardo Rabelo, o Patrono da Escola, é considerado um dos maiores especialistas da Dermatologia no Brasil.

Retrato do Patrono da Escola Municipal 10.19.008 Eduardo Rabelo

Reprodução dos Anais Brasileiros de Dermatologia, Volume 64, nº 3
 

 

Em artigo de autoria de Jeorgina Gentil Rodrigues e outros, intitulado “Acervo raro da Sociedade Brasileira de Dermatologia: considerações sobre sua preservação histórica” publicado no volume 84 dos Anais Brasileiros de Dermatologia, nº 1, janeiro e fevereiro de 2009, na Série Memória, encontramos referências biográficas sobre o médico Francisco Eduardo Rabelo, cujo sobrenome, em grafia da época, aparece sempre registrado como Rabello.


Nascido no município de Barra Mansa, em 22 de setembro de 1876 e sepultado no Rio de Janeiro, em 8 de agosto de 1940, Eduardo Rabelo destacou-se no campo da dermatologia, sendo também um dos pioneiros da radioterapia brasileira, sendo fundador do “Instituto do Rádio da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro”, em 1914.


Eduardo Rabello foi também sócio fundador e diretor da Fundação Gaffrée Guinle, em 1923, e membro titular da Academia Nacional de Medicina, em 1917, além de ter participado também da fundação da Sociedade Brasileira de Radiologia, em 1929 e de ter sido condecorado pelo governo francês com o título de “Cavaleiro da Légion d’honneur”.


Além de ter sido homenageado com a designação da Escola Municipal 10.19.008, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, Eduardo Rabello também tem o seu nome perpetuado no Hospital de Geriatria e Gerontologia, localizado no bairro de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e também da Biblioteca da Sociedade Brasileira de Dermatologia, constituída por cerca de 2.250 volumes de obras raras, para servir como referência nacional na área de dermatologia e preservar a memória institucional da SBD.

Médico (1903), um dos pioneiros da Dermatologia no país; funda a Sociedade Brasileira de Dermatologia (1912) e seu Presidente (1925 a 1940); funda o Instituto do Rádio da Faculdade de Medicina do RJ (1914) - pioneira na radioterapia nacional; sócio fundador e diretor da Fundação Graffrée Guinle (1923); membro da Academia Nacional de Medicina (1917); sócio fundador da Sociedade Brasileira de Radiologia (1929).


Reprodução de: http://www.projetovip.net/0922.htm
 

3. Equipe da Direção

 

A direção da Escola Municipal Eduardo Rabelo é constituída pelas professoras Márcia Maria Ferreira, diretora; Eliana Berto Batista, diretora adjunta; Elza Maria Baratta, coordenadora pedagógica e Márcia Cristina da Silva Rodrigues, professora regente da Sala de Leitura Anísio Teixeira.

O grupo permanece à frente da direção da unidade escolar desde 2006. De lá para cá ocorreram inúmeras transformações, tanto em termos de realizações e conquistas pedagógicas, quanto em melhorias dos espaços utilizados pelos alunos, professores e funcionários.


A Biblioteca Anísio Teixeira, por exemplo, que ocupava uma sala no quarto andar do prédio escolar, foi transferida para o térreo, em área de grande circulação e melhor acessibilidade, sendo atualmente um dos locais mais freqüentados pelos alunos, conforme informou a professora Márcia Cristina.
 

Márcia Maria Ferreira, a vida inteira entrelaçada com a Escola Eduardo Rabello
 

Na Sala de Leitura Anísio Teixeira, da E.M. Eduardo Rabello: Márcia Cristina da Silva Rodrigues, regente da Sala de Leitura, Márcia Maria Ferreira, diretora (ao centro) e Elza Maria Baratta (à direita) coordenadora pedagógica.

 

Hoje ela é a diretora, mas já foi aluna, merendeira, professora do primeiro segmento, deu aulas como professora de História e também teve o seu tempo como residente, pois seus pais trabalhavam e residiam na escola. O pai era servente e a mãe, merendeira.

 

Márcia Maria não esconde o orgulho que tem pela Escola Eduardo Rabello, que atualmente dirige com grande competência e dedicação ainda maior.

 

Foi aluna da quarta até a sexta série da Escola Eduardo Rabelo, seguindo para o antigo Centro Interescolar Fernando de Azevedo, atualmente Escola Municipal Fernando de Azevedo.

 

Fez concurso para merendeira, e também escolheu a Escola Eduardo Rabelo, o mesmo fazendo quando conseguiu a sua primeira matrícula como professora II, somente saindo de lá, por breve tempo, para trabalhar na escola vizinha, General Gomes Carneiro, quando as matrículas para o primeiro segmento foram encerradas.

 

Após concluir o curso superior, formando-se em História, Márcia Maria, voltou para a Escola Eduardo Rabelo, elegendo-se em 2006, para o cargo de direção, que ocupa até hoje.
 

Eliana Berto Batista professora bem próxima da direção

 

Segundo o Dicionário Eletrônico Houaiss de Língua Portuguesa, adjunto é aquele que está unido, próximo, que auxiliar, que é assistente ou assessor.

 Talvez seja uma boa definição para o trabalho desenvolvido pela diretora adjunta da Escola Municipal Eduardo Rabello, professora Eliana Berto Batista, com quem conversei muito rapidamente, porque ela estava preocupada com o lançamento das notas em planilhas, preparando-se para o Conselho de Classe que foi realizado no dia seguinte à minha visita à escola para o Rioeduca.

 Eliana, pelo que pude observar e ouvir das demais interlocutoras, durante a entrevista na E.M. Eduardo Rabello, também veio somar e contribuir com a sua experiência, participando da equipe da direção atual.
 

Elza Maria, a coordenadora pedagógica que vem participando do processo de transformação da escola.

 

Ao contrário da diretora Márcia Maria, que sempre morou nas proximidades da Escola Eduardo Rabello, a coordenadora pedagógica Elza Maria Baratta, vem diariamente da Tijuca para Santa Cruz.

Mesmo tendo oportunidade de pedir remoção, continua preferindo trabalhar na Escola Eduardo Rabello, por ter se adaptado muito bem ao grupo de profissionais e à comunidade.

Para poder acompanhar de perto a sua mãe, por problemas de saúde, Elza Maria chegou a solicitar a cessão para uma escola perto da sua casa, na Tijuca, mas em menos de dois anos, resolveu voltar para a 10ª CRE.

“Acho que foi a primeira vez que uma professora, vinda de bairro distante, pediu para voltar para Santa Cruz, pois em geral, o que mais acontece é o inverso”, diz a coordenadora pedagógica sorrindo.
 

Márcia Cristina Rodrigues, dinamizado

a Sala de Leitura Anísio Teixeira

 

A Sala de Leitura da Escola Municipal Eduardo Rabello é um espaço relativamente pequeno, para mais de 1.000 alunos, na verdade há cerca de 1.030 matriculados, mas é bastante acolhedora e muito bem organizada.

Márcia Cristina, que também mora no Conjunto Cesarão e trabalha na Escola Silvia de Araújo Toledo, em matrícula do Estado, à noite, também participou de todo o processo de transformação da E.M. Eduardo Rabello, compondo a chapa de renovação, que assumiu a direção em 2006.


Dos projetos marcantes, a professora regente da Sala de Leitura Anísio Teixeira cita a participação da escola na Maratona de Histórias, Festival de Poesias e, neste ano letivo de 2011, do Projeto “Gentileza gera gentileza”, cuja intenção é dar continuidade nos próximos anos, sempre visando à mudança no comportamento e forma de agir dos alunos.

De início os alunos foram convidados a realizarem pesquisas sobre o profeta Gentileza e registrar em caderno próprio tudo que eles encontrarem que esteja relacionado à gentileza, quer seja no espaço escolar, em suas casas, nas ruas, no trânsito, no meio ambiente. Os alunos desenvolvem a produção de textos literários e poéticos, que serão selecionados para um festival de poesias.

Márcia Cristina mostra fotos em um mural existente na Sala de Leitura, onde aparecem diversos funcionários e professores segurando livros que foram selecionados para indicação aos alunos.

Márcia Cristina da Silva Rodrigues, professora regente da Sala de Leitura Anísio Teixeira, da Escola Municipal Eduardo Rabello, tendo ao fundo o mural com textos produzidos por funcionários, alunos e professores comentando obras literárias e sugerindo a leitura.

Segundo a professora regente da Sala de Leitura, o interesse dos alunos é muito grande, e isso se deve à visibilidade que foi dada ao espaço e à sua localização, com ótima acessibilidade, por encontrar-se instada no primeiro piso, em área de grande circulação para as salas e refeitório.
 

 

4. Leandro Oliveira dos Santos, Nota 10 em Matemática na Prova Rio 2010.

Aluno Leandro Oliveira dos Santos, atualmente cursando o 9º ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal Eduardo Rabello, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

Quando chego à Escola Municipal Eduardo Rabello verifico que há vários cartazes homenageando o aluno Leandro Oliveira dos Santos, atualmente cursando o 9º ano.


Ele foi um dos premiados pela Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura do Rio de Janeiro, com um netbook entregue pela secretária Claudia Costin em solenidade realizada no Aterro do Flamengo, no dia 11 de julho de 2011.


Leandro, que passou a ser citado como uma referência de bom aluno em Matemática, tanto na Escola Eduardo Rabello como na 10ª CRE, participou, em 2010, da avaliação aplicada aos 190 mil alunos de 968 escolas municipais, destacando-se na Prova Rio, quando cursava o 8º ano.


Durante a entrevista que o aluno premiado concedeu ao Rioeduca, foi possível saber que ele pretende prestar concurso para o Colégio Naval e sonha tornar-se oficial da Marinha brasileira.
Leandro não esconde o orgulho que sente, em estar sendo homenageado na escola onde estuda, e de ser cumprimentado pelos seus colegas e também pelos professores, aos quais faz questão de elogiar e também de agradecer pelo apoio e dedicação.

Nunca é demais relembrar que a Prova Rio é uma avaliação externa com testes de Português e Matemática, que gera o IDE-Rio (Índice de Desenvolvimento da Educação do Rio), utilizado como base para a premiação anual dos professores e funcionários das escolas da rede municipal.

Aluno Leandro (no centro) tendo ao seu lado esquerdo à professora de Matemática e a sua mãe, e ao lado direito a coordenadora pedagógica e a diretora Márcia Maria Ferreira. Ao fundo painel pintado pelo ex-aluno Leonidas.

 

                                          

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/07/2011

Mobilização Educopédia 6ª.CRE

Tags: educopédia, 6ªcre, blogsdeescolas, protagonismojuvenil.

 

 

 

Visando a  iniciar o processo de capacitação dos professores da Rede do município do Rio de Janeiro em Novas Tecnologias Educacionais, a E/SUBTE ofereceu o primeiro encontro para mobilização do uso da Educopédia em nossas escolas. A capacitação aconteceu no período de 18 a 22 de julho de 2011.

 

Eu estive presente na Mobilização Educopédia da 6a.CRE (para professores), que aconteceu na E.M. Rose Klabin, com as dinamizadoras Mabi e Valquíria, e fiz alguns registros fotográficos que gostaria de compartilhar com a rede...

 

 

Apresentação da proposta...

 

 

 

No primeiro plano (imagem acima), o aluno monitor da E.M. Rose Klabin, Arthur Britto (9o. ano), que gerencia o blog de sua escola (R.K. NOTÍCIAS), auxiliando os professores que tiveram dificuldades com as máquinas. Ao fundo, a dinamizadora Mabi apresentando a proposta da Educopédia

 

 

Professores da 6a.CRE concentrados na capacitação e  a dinamizadora Valquíria (ao fundo).

 

 

VÍDEOS 

(VER AINDA BLOG EDUCOPÉDIA)

 

institucional sobre a Educopédia

 

Publicando uma aula na #NovaEducopédia

 

 

NOTAS:

Conheçam o blog da Educopédia: http://educopedia2010.blogspot.com/

A plataforma Educopédiahttp://www.educopedia.com.br/educopedia/

E ainda o blog da E.M. Rose Klabin (gerenciado por alunos monitores): R.K. Notícias:  http://rknoticia.blogspot.com/

 

 

 

PROFESSORES, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, DIRETORES.... NÃO DEIXEM DE ENVIAR OS PROJETOS QUE SUA ESCOLA TEM  REALIZADO PARA QUE POSSAM SER DIVULGADOS EM NOSSO PORTAL: RIOEDUCA NET!

 

E Concorram ao Troféu Rioeduca.net - O Oscar da Educação Carioca (cliquem no link ao lado para saber mais):  http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1098

 

 

Como publicar os projetos e blog(s) de sua escola?

 

Enviem informações para o representante Rioeduca de sua CRE: cliquem no link para conhecê-los:  http://www.rioeduca.net/sobrenos.php

 

E BOA SORTE!

 

                                           

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/07/2011

EDI Wesley Guilber Rodrigues de Andrade / 6ª.CRE

Tags: 6ªcre, creches, edi, blogsdeescolas, visitas, eventos.

 

EDI WESLEY GUILBER RODRIGUES DE ANDRADE


O prefeito e a Secretária Municipal de Educação inauguraram, dia 20 de maio de 2011, às 8h, o Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Wesley Guilber Rodrigues de Andrade / 6ªCRE, em homenagem ao aluno morto no Ciep Rubens Gomes / 6ªCRE, em Barros Filho, em julho do ano passado (2010).
 

O EDI Wesley Guilber Rodrigues de Andrade, situado na Estrada de Botafogo, em Costa Barros, oferece 150 vagas para crianças de seis meses a 3 anos e 11 meses.

 

O espaço possui salas de atividades, berçários, lactário, fraldário, sala de primeiros atendimentos e biblioteca, com livros para a Primeira Infância.

 

 

Crédito da imagem: Portal da Prefeitura do Rio de Janeiro

 

CONHEÇAM O BLOG DO EDI WESLEY GUILBER...

 

 

 

O EDI Wesley Guilber está inaugurando seu blog: visitem e sigam! http://ediwesleyguilber.blogspot.com/

 

 

NOTAS:

Ver Portal da Prefeitura do Rio de Janeiro:

 http://www.rio.rj.gov.br/web/guest/exibeconteudo?article-id=1788447

 

 

PROFESSORES, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, DIRETORES.... NÃO DEIXEM DE ENVIAR OS PROJETOS QUE SUA ESCOLA TEM REALIZADO PARA QUE POSSAM SER DIVULGADOS EM NOSSO PORTAL: RIOEDUCA NET!
 


E concorram ao Troféu Rioeduca.net - O Oscar da Educação Carioca (cliquem no link ao lado para saber mais): http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1098
 

 

Como publicar os projetos e blog(s) de sua escola?
 
Enviem informações para o representante Rioeduca de sua CRE: cliquem no link para conhcê-los: http://www.rioeduca.net/sobrenos.php

 

BOA SORTE!


 

                                           

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/07/2011

Blog Quem Conta um Conto, Ganha um Ponto! - 7ª CRE

Tags: 7ªcre, blogsderioeducadores.

 

Conheçam o blog da Mathildy, personagem que vem encantando as crianças desde 2009 e as envolvendo de forma lúdica, criativa e bastante interativa no universo da leitura! A personagem, criada pela professora Cynthia Caputo, é uma boneca contadora de histórias que já se apresentou um várias maratonas de Histórias da SME, e este ano irá se apresentar na Lona Cultural de Jacarepaguá, na Maratona de Histórias da sétima CRE, além de várias escolas da rede. A Mathildy conta histórias e canta, tocando violão. A base das histórias é de autoria da renomada Bia Bedran.

 

 

O espaço virtual, além de ser educativo, é voltado para o incentivo à leitura, que é o projeto que a docente começou recentemente a desenvolver como regente de Sala de Leitura da Escola Municipal Professor Albert Einstein. O blog traz informações e notícias relativas à leitura e à educação, apresenta uma enquete sobre o conceito de “leitor”, e também divulga outros blogs educativos.

 

 

Além de tudo isso, a professora ainda tem um projeto em fase inicial, chamado O Mundo Mágico de Ana, que apresenta uma turminha de personagens em 3D que irá viajar pelo mundo dos contos de fadas, incentivando a leitura, e combatendo vários vilões que querem impedir que o prazer de ler seja difundido entre as crianças. Essa idéia promete!

 

Cliquem AQUI e conheçam o conteúdo do blog na íntegra!
 

 

                                           

 

 

 


   
           



Yammer Share