A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 9 resultados para o mês de 'Junho de 2014'

Segunda-feira, 23/06/2014

E. M. Professor Castilho e a Copa na Escola

Tags: 10ªcre, esporte.

 

O Projeto desenvolvido pela equipe da E. M. Professor Castilho da 10ª Cre, para o Mundial de 2014 foi um sucesso, projeto este onde cada professor escolheu um dos países participantes da Copa do Mundo para explanar com a turma situações variadas através de trabalhos escolares e pedagógicos.

 

Com o apoio da Diretora Rosany Sarmento, da Diretora Adjunta Ana Cannavaro e da Coordenadora Pedagógica Cleia Vieira, o Professor Marcelo Andriotti realizou um passeio cultural diferente sobre o tema proposto pelo corpo pedagógico escolar intitulado: "Copa na Escola".

 


E nesta viagem a um dos países participantes a França, foi à escolhida para a turma 1.304 da professora Christina Alves, que contou com a ajuda do Professor Marcelo Andriotti e da Professora de Educação Física Roberta.

 

Como mola propulsora o Professor Marcelo Andriotti utilizou o livro, "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.

 

Ele desenvolveu uma apresentação teatral e a Professora de Educação Física Roberta ensaiou os alunos sobre a orientação do Professor Marcelo Andriotti.

 

 

Ao longo do desenvolvimento das atividades, os alunos pesquisaram individualmente sob suas orientações: animais, planetas, água, deserto, vulcões, e muitos temas que iam descobrindo ao longo da leitura do referido livro.

 

A Frase "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" foi trabalhada com o intuito de valorizar a amizade e assim perceber que as virtudes são indispensáveis à formação do ser humano.


O Professor Marcelo Andriotti assim conseguiu estimular o gosto pela literatura, desenvolvendo a criatividade, a curiosidade, etc.

 

 

Marcelo Andriotti: "Brincamos como se o Pequeno Príncipe tivesse (em uma de suas viagens a terra) caído justamente na nossa escola Professor Castilho e trouxesse em sua bagagem mensagens de amor, paz, conhecimento, sabedoria".

 

 

O Professor Marcelo Andriotti desenvolve um projeto social chamado Favela Mundo, atualmente na região da 3ª CRE, em Água Santa, e 90% dos alunos são da rede municipal de ensino. Com esse projeto Marcelo Andriotti, já representou o Brasil em eventos e congressos pedagógicos e culturais em diversos países. Entre eles Cuba, México e até mesmo na ONU, nos Estados Unidos.

 


Parabéns a toda equipe da Escola Municipal Professor Castilho!

 

Texto enviado pela profª Helena Lima da Silva (by helenadetroia)
 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 20/06/2014

Projeto Copinha Gallotti

Tags: 5ªcre, esporte.

 

A Escola Municipal 05.15.053 Senador Francisco Gallotti está no portal Rioeduca mostrando o Projeto Copinha Gallotti baseado no tema do seu Projeto Político Pedagógico, chamado “Cidadania, nós podemos!”.

 

A Escola Municipal 05.15.053 Senador Francisco Gallotti resolveu desenvolver ações norteadas pelo Projeto Político Pedagógico: “Cidadania, nós podemos!”, construído juntamente com a Comunidade Escolar, está subdividido em dois subprojetos semestrais: “Copa da Diversidade: orgulho, respeito e igualdade.” e Lugar de criança é... Na família e na Escola.


“O Projeto Copinha Gallotti foi elaborado para culminar o nosso subprojeto do 1º semestre, objetivando possibilitar a aquisição de valores necessários para a coesão social e mundial, utilizando o esporte como ferramenta de inclusão social. A partir deste projeto pretendemos incluir a criança na cultura de movimento e orientá-la para que ela pratique de forma crítica e autônoma, preparando-a para a dinâmica social e política da nossa sociedade”, relata a professora Claudine Gomes dos Santos.

 


As atividades e as regras da Copinha Gallotti foram planejadas pelos professores de Educação Física Vera Lúcia Alves Macedo Fernandes, Daniel de Souza Silva e Iná Amaral de Assis.


Segundo a professora Claudine, “as atividades elaboradas visaram desenvolver os princípios básicos essenciais para uma competição saudável, resgatando valores como o respeito, a honra, a liberdade, responsabilidade, a justiça, a solidariedade, a honestidade”. E continua, “a Copinha Gallotti, através da execução de suas atividades, desde a explanação das regras a premiação da equipe vencedora, possibilitou a discussão sobre o respeito à diversidade e sobre a tolerância nas práticas esportivas, otimizando a convivência com as diferenças”.


 

Relato da professora Claudine Gomes dos Santos.


O projeto foi estruturado da seguinte forma:

• Iniciamos o nosso projeto com uma linda cerimônia de abertura, que conteve a execução do Hino Nacional Brasileiro, apresentações de danças com o tema Copa do Mundo, leitura de texto interativo sobre o Mundial e apresentação de Capoeira (professores e alunos).


• Os alunos da Ed. Infantil, Maternal II e Classe Especial participaram de atividades lúdicas como futebol gigante, circuito de fundamentos do futebol, gol a gol, peteleco, circuito psicomotor de desenvolvimento das habilidades do futebol, futebol de jornal e jogos pré-desportivos. Foram utilizados materiais recicláveis.


• Os alunos do 1º ao 6º ano participaram de um torneio com sistema de eliminatória simples, com equipes formadas por jogadores agrupados por faixa etária, podendo participar todos os alunos da Unidade Escolar, tendo apenas com critério pré-estabelecido a questão disciplinar. As equipes foram caracterizadas através de coletes com as cores da bandeira do Brasil.


• Os alunos das equipes que disputaram as eliminatórias simples, do 1º ao 6º ano, e venceram os jogos finais do torneio, receberam medalhas e representaram todos os participantes de nossa Unidade Escolar. Encerramos o projeto através de uma solenidade com a execução do Hino Nacional Brasileiro e a entrega das medalhas aos atletas vencedores. Este projeto constituiu-se de foram democrática e nossos alunos foram contemplados com uma competição saudável, onde responderam a nossa proposta de trabalho de forma positiva, demonstrando através da alegria e dos aplausos, que o importante não era a premiação e sim a união e confraternização que o esporte proporciona.



A Copinha Gallotti representou o encerramento do nosso subprojeto semestral (Copa da Diversidade: orgulho, respeito e igualdade.) e contribuiu para a nossa prática pedagógica, exigindo atenção e disciplina nas atividades e estes são elementos fundamentais para qualquer aprendizado.


Ainda, segundo a professora Claudine, os alunos aprenderam que o esporte tem a capacidade de unir pessoas e até mesmo nações. A diversidade e o respeito às diferenças fizeram-se presentes em todas as atividades.


 

E finaliza, “nossa escola compreende que o esporte atua em varias frentes: comunicação, expressão, emoção, educação e emancipação para a transformação social e é como essa perspectiva que pretendemos implementar novas ações como esta, a fim de desenvolver a cultura esportiva com a finalidade de formar o cidadão crítico, criativo e protagonista de sua própria história”.

 

 

Escola Municipal Francisco Gallotti no Facebook:


https://www.facebook.com/francisco.gallotti.37
 

 

Texto enviado pela professora Regina Bizarro

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 18/06/2014

A Jornada Pedagógica de Educação Infantil na 8ª CRE

Tags: 8ªcre, jornadapedagogica, edi.

 

Na Escola Municipal Pedro Moacyr, da 8ª CRE, a Jornada Pedagógica da Educação Infantil foi um momento de reflexão e formação para todos os profissionais, onde ocorreram muitas aprendizagens, estudos, trocas de experiências e novidades.

 

A MultiRio em parceria com a Gerência de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação trouxeram a esta Jornada discussões mais atualizadas envolvendo a primeira infância.

 

Teoria e Prática unidas para que o fazer pedagógico alcance a dimensão esperada por todos os envolvidos: gestores, professores, educadores, aluno e seus responsáveis.

 

Integrando vida e arte, a Jornada foi intitulada: "Educação Infantil: O Pedagógico de Tudo e de Todos.".

 

 

Segundo a Professora Branca Azaleia Lima do EI 14: "A Jornada deste ano foi bem interessante, mais contextualizada com a realidade pedagógica do nosso dia a dia."

 

Nesta Jornada ocorreram rodas de conversa em torno de produções cinematográficas que remeteram os profissionais e todos os envolvidos a infância, em diferentes tempos históricos e disposições especiais.

 

 

 No 1º Momento aconteceu a sessão de cinema com vários filmes: "Como Estrelas na Terra", Cuerdas, Pequenas Flores Vermelhas e etc. Filmes elogiados.

 

No 2º Momento os professores envolvidos assistiram a um vídeo onde acontecia uma Roda de Conversa entre Especialistas e Profissionais da Rede sobre o filme assistido e o tema proposto.

 

No 3º Momento ocorreram propostas diversas realizadas pela mediadora e Coordenadora Pedagógica Fátima Sanches.

 

 

Segundo a Coordenadora Pedagógica Fátima Sanches: "A Jornada foi um sucesso!"

 

 

A Diretora Elaine Santos, a Diretora Adjunta Genair e a Coordenadora Pedagógica Fátima Sanches deram o apoio necessário para que a V Jornada de Educação Infantil na Escola Municipal Pedro Moacyr fosse um sucesso.

 


Texto da profª Helena Lima da Silva (by helenadetroia)


"As vezes, mal se imagina o que pode passar a representar na vida de um aluno um simples gesto do professor."

(FREIRE, 2001, p.9).
 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 13/06/2014

A Jornada Pedagógica de Educação Infantil na 7ª CRE

Tags: 7ªcre, jornadapedagogica.

 

A Jornada Pedagógica de Educação Infantil aconteceu no período de 5 a 10 de junho e constituiu-se em relevante ferramenta de reflexão e formação para todos os profissionais envolvidos com a educação integral à criança de seis meses a cinco anos e onze meses.

 

 

 

Com o propósito de integrar a vida e a arte, a jornada de 2014 teve como tema: O Pedagógico de Tudo e de Todos, propondo rodas de conversa entre acadêmicos e profissionais da Rede em torno de produções cinematográficas que nos remetam a infância, em diferentes tempos históricos e disposições espaciais.

 

 

 

 

O CIEP João Batista dos Santos, como escola Polo, recebeu a E.M. Frederico Eyer e as creches conveniadas: Semente de Amor, São Francisco, Emelien Lacay, Nova Esperança e a Supervisora da 7ª CRE, Eliane da Paixão.

 

 

 

 

 

 

Parabéns a todos os profissionais que participaram dos encontros!

 


Imagens e texto da profª Lucimere, enviado pela profª Roberta Vitagliano – 7ª CRE
 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share