A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 43 resultados para o mês de 'Abril de 2013'

Terça-feira, 30/04/2013

"O Livro", Suas Histórias e Imagens

Para celebrar o Dia Nacional do Livro Infantil, em 18 de abril, uma professora apaixonada por leitura não poderia fazer menos. Ela trabalhou com uma turminha “O Livro”, história de Kristine O´Connel. George, que encantou seus alunos pelas características que fazem os pequeninos se apaixonarem: suas histórias e imagens.

 

 

O verdadeiro analfabeto é aquele que sabe ler, mas não lê.
Mario Quintana

 

 

A professora Michelle Moreira é regente da Sala de Leitura da Escola Municipal Pires e Albuquerque. Ela, que é apaixonada por leitura, será a protagonista desta matéria através de uma homenagem ao Dia do Livro que aconteceu em 18 de abril.

 

 

Professora Michelle Moreira, regente da Sala de Leitura da Escola Municipal Pires e Albuquerque.

 


Nas aulas com as turmas, antecipando esta comemoração, a professora Michele Moreira trabalhou atividades relacionadas ao nosso “amigão” Livro. Para isso, usou um livrinho muito especial chamado “O Livro”, de Kristine O´Connel. George. 

 

 

“O Livro”, de Kristine O´Conne.l George.

 

"O Livro" é um conjunto de imagens e textos com poucas palavras, que tem por função reiterar o tema, a ideia que o leitor irá saborear. Ele favorece elementos essenciais para a iniciação da criança em prosa narrativa e descritiva, oferecendo a ela os múltiplos sabores que só um livro lúdico pode colocar ao seu alcance.

 

Conta a história em que um menino, um elefante de pelúcia e um gato ganham um novo companheiro com a chegada de um livro. No desenrolar da história, ele descobre que, apesar de outras utilidades, o prazer está em descobrir o que está dentro dele, suas histórias e imagens.

 

Alunos na Sala de Leitura confeccionando livros a partir da história contada.

 

“É um texto simples, com figuras fortes e coloridas, que encantam os pequenos leitores. Depois da leitura, as crianças desenharam aquilo que mais chamou a atenção na história e, assim, com esses trabalhinhos, fizemos um livrinho!”, relata a professora.

 

Ela contou que a escola está em processo de eleição para a escolha do nome da Sala de Leitura e o Dia do Livro será um grande dia para esse acontecimento. 

 

Está sendo preparado para esse dia várias atividades, como o Sarau de Poesias comemorando Vinícius de Moraes, o resultado do nome eleito da Sala de Leitura e um Piquenique Literário com as turmas do 1 e 2 anos. Enfim, serão muitas as participações das turmas e o dia promete!

 


 

Mural com sugestões de autores célebres candidatos ao nome da Sala de Leitura. Alunos trabalhando "O Livro".

 

“Esta semana, foram apresentados os candidatos, suas biografias e obras. Toda a comunidade escolar participará da votação. O vencedor será divulgado no dia 18 deste mês, quando os alunos farão apresentações de música, recitais e dança – além da exposição de trabalhos e um piquenique literário - para comemorarmos esse importante dia!”, finaliza a professora Michelle.

 

Professora Michelle e os alunos na Sala de Leitura.

 

Agradeço imensamente a presteza da professora Michelle Moreira, regente de Sala de Leitura, assim como a direção da escola, na pessoa da professora Janaina Maria Di Stasio, pelas informações transformadas nessa matéria.

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos.

 

Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

 

Representante do Rioeduca na 5ªCRE _ Professora Regina Bizarro

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                               


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 29/04/2013

Ciências em Ação na E. M. Calouste Gulbenkian

Tags: 1ªcre.

 

 

A Professora Thais Dutra da Escola Municipal Calouste Gulbenkian realizou com seus alunos do 6º ano do Ensino Fundamental o projeto “Explorando o Sistema Solar.”  O que era para ser um conteúdo, inspirou os alunos e se transformou em um projeto que movimentou toda escola.

 


Sistema Solar

 


Conhecer o espaço sideral, estudar o Sistema Solar e descobrir o que existe além do infinito sempre foi um grande desafio para o ser humano. E começar cedo nestas descobertas é algo interessante e atrativo quando se faz através de maquetes e produções de arte.

 

 

 

"O Sistema Solar é constituído pelo conjunto de corpos celestes que orbitam o Sol e que, portanto, estão sob sua influência gravitacional. Dentre esses corpos, os maiores são os planetas, que totalizam oito, seguidos pelos cinco planetas anões, vários satélites naturais e inúmeros outros corpos menores, como asteroides e cometas."

(Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_Solar)

 

A Professora Thaís inspira seus alunos através  desta maravilhosa caminhada que é a descoberta da Ciência. A repercussão do projeto foi tanta que os alunos compartilharam os novos conhecimentos com colegas de outras turmas.

 

 

O Universo

 

A Professora iniciou o ensino do conteúdo Universo a partir de uma apresentação em power point com imagens do espaço sideral. Os alunos puderam participar de forma ativa trazendo conhecimentos de programas e documentários que haviam assistido sobre o tema.

 

Professora Thais Dutra com os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental.

 

Dos conhecimentos obtidos sobre o Universo, a turma foi capaz de vivenciar um estudo mais complexo sobre o Sistema Solar. Para melhor visualização do conteúdo, foram construídos modelos do Sistema Solar com os materiais que os próprios estudantes trouxeram para aula, em parceria com a professora de artes, Fátima Vidinha. Materiais como modelos de argila, massinha de modelar, papelão, papel e cola colorida foram utilizados, aumentando ainda mais o prazer no desenvolvimento dos trabalhos.

 

A professora relata que, durante a produção dos trabalhos, percebeu que alguns alunos demonstraram dificuldade. Então, para garantir que todos entendessem realmente o significado e importância do conteúdo ensinado, ela resolveu seguir as dicas do Caderno Pedagógico de Ciências e criar um móbile com as turmas. Os alunos utilizaram bolas de isopor de diferentes tamanhos (representando os planetas), um cabide e barbante para construir a representação do Sistema Solar.

 

Alunos construindo maquetes.

 

Thais conta que ficou muito feliz com a reação dos alunos: “Os alunos ficaram muito orgulhosos dos trabalhos realizados. Enquanto deixamos os móbiles secando, percebemos grande interesse dos alunos menores sobre o assunto. Então montamos uma exposição com os trabalhos no pátio da escola, onde os alunos das turmas de 6º ano apresentaram para as turmas dos menores tudo o que eles haviam feito e aprendido. Foi uma troca muito positiva para todos eles.”

 

Saiba sobre Sistema Solar em:

 

http://emcalouste.blogspot.com.br/

Educopedia 

Sistema Solar, Calendario Maia e Nosso Tempo 

 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 29/04/2013

Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro e Conhecem a 6ª Cre

Tags: 6ªcre.

 

 

Com o objetivo de promover os valores olímpicos e a cultura dos cinco continentes, cerca de 1500 alunos de 103 unidades escolares da 6ª Coordenadoria Regional de Educação desfilaram na praça Granito em Anchieta.

 


Para promover o espírito olímpico, a Prefeitura do Rio de Janeiro levará o projeto Torcida Olímpica para diversos bairros. A primeira edição aconteceu no dia 5 de abril em Anchieta, onde alunos das escolas da 6ª CRE, divididos em dez setores, participaram de um desfile olímpico.

 

Esteve presente Eduardo Paes, Prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Claudia Costin, Secretária de Educação do Rio de Janeiro entre outras autoridades. A cada dois meses, o desfile será realizado com cada uma das onze coordenadorias regionais de educação e suas respectivas escolas.

 

Um sorteio, no dia do desfile, decidiu o continente que cada coordenadoria terá a responsabilidade de divulgar e trabalhar com seus alunos dentro do projeto Torcida Olímpica; que visa promover o conhecimento da cultura de cada país participante das olimpíadas de 2016.

 

Para marcar o 5º ano da Prefeitura Itinerante, o prefeito Eduardo Paes lançou a versão olímpica do projeto que transfere o gabinete do prefeito para as regiões mais carentes da cidade. Batizada de Prefeitura Itinerante Torcida Olímpica, a nova edição tem o objetivo de envolver a população na realização dos Jogos Rio 2016.

 

Após o desfile, ainda como parte da Prefeitura Itinerante em Anchieta, o prefeito Eduardo Paes visitou e anunciou novas obras do Programa Bairro Maravilha e intervenções de controle de enchentes no Rio Anchieta. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 30 milhões em obras na região. Os secretários Alexandre Pinto (Obras) e Marcus Belchior (Conservação) também estiveram nas ruas do bairro conversando com os moradores da região.

 

 

Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro e Conhecem a 6ª CRE

 

A 6ª Coordenadoria Regional de Educação recebeu um presente ao ser escolhida para ser a primeira a realizar o desfile olímpico. Com muita garra e criatividade, alunos, professores, gestores, funcionários, responsáveis e elementos da CRE demonstraram os valores olímpicos – excelência, respeito e amizade – através de um belo espetáculo.

 

Durante toda semana, as escolas, creches, EDIs e CIEPs trabalharam com seus alunos várias atividades que tinham por objetivo o conhecimento da história, educação, sociedade, valores morais, cultura de paz e proposta de vida do universo olímpico. Alunos e professores fizeram uma incrível viagem pelo movimento olímpico, contando sua história da Grécia Antiga até os tempos atuais, pela sua organização, pelos símbolos e, principalmente, pela importância que isso tem para a sociedade.

 

A culminância de todo esse trabalho foi o desfile que aconteceu na Praça Granito, em Anchieta, onde as escolas da 6ª CRE, ao som da música Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro, mostraram toda a mitologia que envolve os jogos olímpicos e a cultura de cada país participante.

 

O vídeo Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro é uma composição de Arlindo Cruz, Arlindo Neto e Rogê.

 

Com as Olimpíadas do Rio 2016, é a primeira vez que os jogos olímpicos vêm para a América do Sul, uma grande oportunidade para o Brasil divulgar a sua imagem no exterior.

 

Os jogos acontecerão no mês de agosto de 2016 na cidade do Rio de Janeiro, os XXXI Jogos Olímpicos de Verão. A abertura será realizada  no dia 5 de agosto. A cerimônia de encerramento ocorrerá no dia 21 de agosto. O lema dos jogos será "Viva sua paixão". As duas cerimônias acontecerão no Estádio do Maracanã.

 

A origem dos Jogos Olímpicos é envolta em mistério e lendas. Um dos mitos mais populares identifica Hércules e Zeus, seu pai como os progenitores dos Jogos. Segundo a lenda, foi Hércules que primeiro chamou os Jogos "Olímpicos" e estabeleceu o costume de explorá-los a cada quatro anos.

 

A  bandeira olímpica representa essa união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. A paz, a amizade e o bom relacionamento entre os povos e o espírito olímpico são os princípios dos jogos olímpicos.

 

O setor 1, Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro, foi formado pelos Espaços de Desenvolvimento Infantil e Creches, totalizando 19 unidades escolares e 142 alunos. O pelotão das bandeiras, composto pelos alunos do EDI Firmino Costa, iniciou o desfile. Ele foi seguido pelos alunos do EDI Ana de Barros Câmara, representando os Deuses do Olimpo e pelas alunas de dança do Clube Escolar caracterizando as Cárites - deusas do encantamento e da beleza, da natureza, da criatividade humana, da fertilidade e da dança.

 

Os alunos do EDI Augusto César Sandino vieram representando as profissões na ala Construindo um Mundo Melhor. Os Anéis Olímpicos, que representam os cinco continentes do mundo engajados nas olimpíadas e prontos para uma competição saudável, foram trazidos pelos alunos do EDI Pedro Fernandes. Os demais alunos dançaram usando bermuda branca e blusa da cor de um dos anéis olímpicos.

 

O setor 2, Zeus e Hera Conhecem o Cristo Redentor, foi formado por sete escolas do Complexo I. Nesta ala, os alunos estavam usando bermuda branca, blusa de malha na cor vermelha e levavam nas mãos adereços do Cristo Redentor. Um grupo de meninas do Núcleo de Arte Grande Otelo veio na frente deste setor levando uma réplica deste ponto turístico.

 

No setor 3, Poseidon Mergulha nas Águas do Rio de Janeiro, quinze unidades escolares -  EDIs e Creches - trouxeram alunos com roupas de banho e acessórios: touca de banho, óculos de mergulho, prancha, boia, macarrão, pé de pato, roupão e bola de vôlei de praia.

 

No setor 4, formado por 7 escolas do Complexo I, Afrodite e Deméter Elogiam as Belezas dos Pontos Turísticos Cariocas. Os alunos vestiam de bermuda branca e blusa de malha amarela. Além disso, seguravam desenhos de pontos turísticos do Rio de Janeiro: Floresta da Tijuca, Pão de Açúcar, Arcos da Lapa, Maracanã, Calçadão de Copacabana, Museu de Arte do Rio de Janeiro e Jardim Botânico.

 

No meio do desfile, Dionísio Festeja o Carnaval! Este setor foi formado por nove escolas do Complexo III, totalizando 227 crianças. Os alunos Tuan Matheus (catorze anos) e Joana Falcão (doze anos) da Escola Municipal Antenor Nascente vieram vestidos de Mestre-Sala e Porta-Bandeira apresentando o carnaval carioca para Dionísio, deus do vinho e do prazer. Uma parte dos alunos estava fantasiada  com materiais reciclados. A outra parte veio trazendo placas com o nome das quinze escolas de samba mais famosas do Rio de Janeiro.

 

O Pelotão das Bandeiras traz o símbolo maior que retrata o orgulho de uma grande nação.

 

O símbolo dos Jogos Olímpicos é composto por cinco anéis entrelaçados, com as cores azul, amarelo, preto, verde e vermelho sobre um fundo branco. Foi originalmente concebido em 1913 pelo Barão Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos e criador do lema olímpico "Citius, altius, fortius" (mais rápido, mais alto e mais forte).

 

Alunos da 6ª CRE representam os Deuses do Olimpo e as oportunidades de trabalho que surgem para o Rio de Janeiro com relação ao trabalho.

 

Os alunos da 6ª CRE transmitiram, durante o desfile, os valores olímpicos e, portanto humanos, que são os maiores propulsores do imaginário heróico que transpira dos Jogos Olímpicos para o público e que mantém vivo esse fenômeno que mobiliza, excita e emociona a tantos ao redor do planeta.

 

Foi uma alegria enorme, para os alunos da 6ª CRE, contribuir para trazer mais civismo para as nossas crianças e para a cidade, além de fazer com que o espírito olímpico caminhe pelas ruas do Rio de Janeiro.

 

É fundamental levar para a sala de aula a conscientização dos valores e da importância da prática de esportes, não só para a saúde, mas também para a formação de cidadãos.

 

Assim como a festa do Carnaval, o Olimpismo também é uma filosofia de vida que exalta e combina de forma equilibrada as qualidades do corpo, vontade e mente. Procura criar um estilo de vida baseado na alegria do esforço, no bom exemplo e no respeito por princípios éticos fundamentais e universais, os valores, associando e combinando esporte com cultura e educação.  

 

Atena se Encanta com os alunos da 6ª CRE no setor 6, formado por dez unidades escolares do Complexo III. Nesta ala, os alunos vieram uniformizados e segurando bolas de gás azul. Um banner em que estava escrito 6ª CRE, 1º Lugar no Alfabetiza Rio 2012 deu um toque todo especial a esta ala.

 

No setor 7, Hermes – deus do vento e da velocidade - Anuncia os Valores Olímpicos, a ala foi formada por oito escolas do Complexo IV e os 220 alunos mostravam placas com valores a serem desenvolvidos pelas pessoas: solidariedade, respeito, amizade, igualdade, excelência, inspiração, determinação e coragem. Os alunos da Escola Municipal Thomas Jefferson fizeram uma encenação sobre o respeito no trânsito.

 

Hefesto – deus grego do fogo – Acende a Tocha Olímpica no setor 8. As unidades escolares do Complexo IV trouxeram alunos com uniforme das equipes dos Jogos Estudantis, das Oficinas do Mais Educação e alunos cadeirantes.

 

Ares e Artemis – deuses da guerra e da caça – Celebram a Paz no setor 9. Contando com a participação de 160 alunos do Complexo II, o espirito de harmonia foi demonstrado nos desenhos da pomba da paz  e no respeito aos torcedores dos times cariocas.

 

O desfile terminou com Apolo – deus da beleza e da juventude -  Iluminando a União entre os Povos. O Ciep Oswald de Andrade que faz parte do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) trouxe 120 alunos representando o legado das olimpíadas. Em seguida, 205 alunos seguiram com as bandeiras dos países participantes das olimpíadas.

 

E para finalizar com grande estilo e com um verdadeiro espírito de união, a ala dos professores e funcionários da 6ª CRE deu um verdadeiro show de alegria, respeito e amizade.

 

Atena é, na mitologia grega, a deusa da guerra, da civilização, da sabedoria, da estratégia, das artes, da justiça e da habilidade.  Ela se encanta com a sabedoria dos alunos da 6 CRE que ficaram em primeiro lugar no Alfabetiza Rio 2012.

 

A prática esportiva como instrumento educacional visa o desenvolvimento integral das crianças, jovens e adolescentes, capacita o sujeito a lidar com suas necessidades, desejos e expectativas, bem como, com as necessidades, expectativas e desejos dos outros, de forma que o mesmo possa desenvolver as competências técnicas, sociais e comunicativas, essenciais para o seu processo de desenvolvimento individual e social.

 

Os alunos da 6ª CRE demonstraram que conquistar respeito é conquistar confiança e apreço. Quem respeita sempre terá a possibilidade de ser respeitado e terá como retorno das pessoas um alto nível de confiança e comprometimento.

 

Os Jogos Paraolímpicos tem por objetivo dar uma oportunidade para reconhecer o potencial de todos os seres humanos dentro da sociedade.

 

Os alunos da 6ª CRE mostram um conjunto de ações que promovem, na sociedade, uma mudança na forma de relacionamento entre os indivíduos. A cultura de paz é imprescindível para pensarmos na tolerância, no relativismo cultural, no respeito à diversidade e, sobretudo, na democracia.

 

Alunos da 6ª CRE Despertam para os Valores Olímpicos

 

Com este desfile, a 6ª CRE deseja que o carioca se transforme, cada vez mais, em um povo que saiba colocar em prática os valores olímpicos fundamentais para que a nossa cidade continue Maravilhosa.

 

Com coragem, a primeira das qualidades humanas que garante todas as outras, e respeito, independente da raça, credo ou posição social, alcançaremos a igualdade, pois a verdadeira felicidade de um povo só acontecerá na aceitação das diferenças.

 

Que a amizade de nosso povo seja capaz de reduzir o sofrimento, duplicar as alegrias e dividir a dor. Que o carioca saiba criar os caminhos que levam à excelência das realizações. Que todos sejam capazes de acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé e da inspiração nas pequenas coisas um grande motivo para ser feliz.

 

Enfim, que o verdadeiro sucesso cresça do querer, da determinação e da persistência em chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos, no mínimo, fará coisas admiráveis.

 

Equipe da 6ª CRE demonstra toda a sua alegria ao final do desfile olímpico.

 

 

Nós somos a seXta  Cre!

 

 

Gostou desta postagem? Não esqueça de deixar um comentário! Ele é muito importante para nós!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª Cre

Facebook: Patricia Fernandes

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

  

 

                               

 

 

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/04/2013

Professora Graça: 40 Anos de Histórias da Escola Municipal Maestro Pixinguinha

Tags: 5ªcre.

 

No mês de março, a Escola Municipal Maestro Pixinguinha completou 40 anos de histórias e a atual Regente da Sala de Leitura, professora Graça, estava presente no dia da sua fundação.

 

 

No último dia 27, a comunidade da Escola Municipal 05.14.003 Maestro Pixinguinha esteve reunida para comemorar os 40 anos de fundação. A escola estava cheia. Muitos ex-professores, diretores, alunos e convidados foram saudá-la, mostrando que a Pixinguinha deixa marcas de saudade em todos.

 

Em suas palavras iniciais, o diretor José Roberto declarou: "hoje comemoramos não a fundação de um prédio, mas 40 anos de história de uma instituição que faz parte da história da vida de muitas pessoas. Somos uma fábrica de histórias".

 

Há 40 anos, uma professora que ainda hoje trabalha na escola também estava na inauguração. Ela se chama Maria das Graças Lopes Felga e hoje é regente da Sala de Leitura.

 

Diretor da E.M. Maestro Pixinguinha, professor José Roberto, e Maria das Graças, professora regente da Sala de Leitura.

 

 

Estiveram presentes as professoras: Valéria Médici, Maria Helena e Glória Mascarenhas, respectivamente, Coordenadora, Coordenadora Adjunta e Gerente de Educação da 5ª CRE. Presente, também, a profª. Regina Bizarro, representante do Portal Rioeduca na 5ª CRE.

 

Na terceira foto: professoras Valéria Médici, Maria Helena e Glória Mascarenhas, respectivamente, Coordenadora, Coordenadora Adjunta e Gerente de Educação da 5ª CRE. Na primeira, segunda e quarta fotos: ex-professores da escola.

 

Apresentações das turmas.

 

As apresentações foram preparadas com muito carinho, todas com músicas do Maestro Pixinguinha. O coral, recém-criado, fez uma bela apresentação.

 

Coral de alunos da escola.

 

40 Anos de Histórias, conta a Professora Maria das Graças Lopes Felga

 

A Professora da Sala de Leitura, Maria das Graças Lopes Felga, nos relata que chegou à escola em 1973, recém-formada, com muita vontade de ensinar e, segundo ela, mal sabia que iria aprender muito mais que isso.


Naquela época, a escola ainda não tinha recebido nome, era conhecida apenas como a “Escola Nova da Rua Alecrim”, lembra a professora.


E continua: “o Brasil estava de luto, pois havia perdido um dos maiores músicos da nossa história, Alfredo da Rocha Viana Filho, Pixinguinha como era conhecido. Mas, em 28 de março de 1973 a escola foi inaugurada recebendo o nome de Maestro”.


Segundo ela, muitos professores, diretores, alunos e funcionários contribuíram desde aquela época de alguma forma, pois tinham os mesmos sentimentos, muita vontade de acertar.


“Tivemos muitas alegrias, grandiosas festas juninas, torneios esportivos (onde conseguimos muitos troféus), passeios, almoços do dia dos Mestres, festivais de músicas e danças, peças de teatro, a comemoração do centenário de Pixinguinha (1997) e os aniversários da nossa escola. Muitos alunos se formaram dentistas, professores, arquitetos, químicos. Temos também trabalhadores honrados e caixa do supermercado que fica próximo à escola. Tenho tristes lembranças também, os tiroteios na comunidade que tanto prejudicam, assim como o incêndio da escola que aconteceu ano passado. Triste, também, foram perdas de professores, alunos e funcionários. Tenho boas lembranças das minhas turmas maravilhosas, alunos maravilhosos. E foi aqui que fiz grandes amigos. Aqui, passei grande parte da minha vida e hoje eu digo: Obrigada Escola Maestro Pixinguinha!”, finaliza a professora Graça.

 

A Escola Municipal Maestro Pixinguinha também faz parte da revolução na educação carioca.

Veja mais aqui.

 

 


 Foto atual e antiga da professora Maria das Graças.

 

Parabéns à professora Maria das Graças Lopes Felga pelo relato enviado especialmente ao Portal Rioeduca.

 

Agradecemos a direção da E.M. Maestro Pixinginha na pessoa do professor José Roberto e na intermediação do professor Vinícius, de Língua Portuguesa, pela atenção sempre dispensada ao Portal Rioeduca. 

 

Conheçam, também, o blog da E.M. Maestro Pixinguinha:

http://maestropixinguinha.blogspot.com.br/

 

 

Convite ao Portal Rioeduca, através da sua representante na 5ª CRE.

 

 

 Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos. Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro. A lista dos blogs da 5ª CRE vocês encontram aqui.

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                               


   
           



Yammer Share