A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SME
Retornando 54 resultados para o mês de 'Dezembro de 2012'

Sexta-feira, 28/12/2012

"Abra e Dê a sua Espiadinha..."

Tags: 10ªcre, gec, evento, rio belas artes.

 

 A exposição reúne trabalhos dos alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel produzidos em 2012, nas aulas de Artes Visuais com o professor Alexandro Gaudêncio.

 

Professor Alex Gaudêncio, à esquerda, com alunos na montagem da exposição

 

A “espiadinha” é muito mais do que olhar, ver, espreitar, observar secretamente e espionar.
Tem o intuito de proporcionar a obtenção de informações, de compartilhar conhecimento, de possibilitar a interação e de promover a interdisciplinaridade.

 


Este é o 11º ano de realização da Exposição “Momentos Criativos” que, segundo informações do professor Alex Gaudêncio, apresenta parte da produção desenvolvida durante as aulas de artes visuais com as turmas do 7º, 8º e 9º anos.

 


Como tem sido a prática nos anos anteriores, a mostra já se consagrou na Escola Municipal Princesa Isabel, que hoje funciona como Ginásio Experimental Carioca na 10ª CRE, e vem apresentando uma produção coletiva repleta de criatividade.

 


Os trabalhos produzidos pelos alunos não devem ser vistos como simples tarefas escolares, mas sim como superação que exige dedicação, sensibilidade, imaginação e domínio técnico.

 


Tais características, destacadas pelo professor Alex Gaudêncio como inerentes a uma obra de arte, podem ser vistas na exposição “Momentos Criativos”, que está aberta à visitação pública em sala especial temporariamente transformada em galeria de arte.

 

 


Linhas, cores, formas geométricas, bidimensionalidade, tridimensionalidade, a Op Art, a colagem, as formas planas, polígonos, poliedros, circunferência, círculo, esfera, o figurativismo, o abstracionismo e alguns temas transversais fazem parte da mostra que, nesse ano, destaca também trabalhos relacionados à Semana de Arte Moderna e às Eleições Municipais.

 


Mais uma vez o professor Alex Gaudêncio chama a atenção para a importância do olhar, de forma que não sejam atribuídos nenhum juízo de valor aos trabalhos produzidos pelos alunos. Não há sentido dizer que são feios ou bonitos. Deve-se admirar a capacidade criativa que “o ser humano tem e que deve ser usada ou, ao menos, estimulada em prol de um futuro melhor.”

 


Vamos, então, abrir nossas mentes e corações, "dar uma espiadinha” na exposição "Momentos Criativos" do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel e aplaudir, mais uma vez, a dedicação e profissionalismo do professor Alex Gaudêncio e a produção artística dos seus alunos.

 

Montagem da exposição. Professor Alex Gaudêncio com a ajuda de dois alunos do GEC Princesa Isabel

 

Veja também:

 

Momentos Criativos no Ginásio Experimental Carioca
http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=1657

 

Ginásio Experimental Carioca, Protagonismo e Solidariedade
http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=1678

 


 Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ªCRE.
 Twitter: @SinvaldoNSouza
 WWW.facebook.com.br/SinvaldoSouza
 E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net
 Telefone: (21) 3395-0206


 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/12/2012

Somando os Momentos na 8ª CRE!

Tags: 8ªcre.

 

 

A 8ª CRE despede-se do ano de 2012 com a sensação de dever cumprido!

Contando com uma equipe formada por profissionais que acreditam que a Educação é o caminho para um futuro melhor, a 8ª CRE soma momentos vividos com intensidade, em que os alunos brilharam com demonstrações de desenvolvimento, talento e muito aprendizado!

 

 

 

 

 

 

 

A 8ª CRE recorda momentos de muita alegria vividos em 2012!

E os alunos são os responsáveis por esse sentimento, pois todo o trabalho desenvolvido nas diferentes divisões da Coordenadoria visa o sucesso e o bem-estar de cada criança presente na Escola, Creche ou EDI da 8ª CRE.

Com o final do ano letivo, é gratificante olhar para trás e perceber que valeu a pena todo o trabalho e dedicação das equipes pedagógicas, gestores e funcionários.

 

 

 

 

A cada dia, nas escolas da 8ª CRE, os alunos participam de atividades que foram pensadas visando seu desenvolvimento individual e coletivo.

Graças a essa metodologia, em 2012, tivemos vários alunos premiados no esporte, nas artes e homenageados pela criatividade. Além dos alunos, as escolas também receberam prêmios de reconhecimento dos resultados obtidos durante o período.

Dessa maneira, as escolas da região vão formando sua identidade e percebendo seu papel de grande importância na vida dos jovens cariocas.

 

 

 

Partindo da esquerda: Soraya Eschenazi, Sônia Marques (Coordenadora da 8ª CRE), Rosangela Pate, Marcelo Fernandes, Sandra Fernandes, Regia Lana, Diala Azevedo e Jô Brilhantino

 

 

 

Em parceria com o Rioeduca, as escolas da 8ª CRE contribuiram com registros e fotos de seus projetos e ações realizadas durante o ano.

As publicações dessas ações são fundamentais para compartilhar o conhecimento entre todas as escolas da Rede e, ao mesmo tempo, para valorizar o trabalho de todos os envolvidos.

Agora é tempo de celebração, de festa e de descanso...

Ao iniciar o Novo Ano, a 8ª CRE estará mais uma vez preparada para receber seus alunos e, com eles, construir mais um ano de aprendizado, conquistas e vitórias. Tudo em busca da Educação de Qualidade na cidade do Rio de Janeiro!

 

 

Assista ao vídeo com imagens de algumas equipes e escolas da 8ª CRE:

 

 

 

 

 

 

 

    "Sucesso, saúde, harmonia e prosperidade sejam constantes em 2013!"

                                     
  Fred Mendonça - Diretor da E.M. Mário Fernandes Pinheiro

 

 

 

 

"As sementes da vida precisam ser semeadas com paz e amor.
Viver com alegria, coragem e
determinação de seguir adiante.
Viver o presente com sabedoria
e plenitude para que o ontem
seja um sonho de felicidade e
cada amanhã uma visão de esperança"

                                                        Erika Brasil - Diretora Adjunta da E.M. Presidente Médici

 

 

 

 

"QUE NESTE NATAL O AMOR RENASÇA NO CORAÇÃO DOS HOMENS E PERDURE POR TODOS OS DIAS DE 2013, TRAZENDO PAZ E ALEGRIA PARA TODOS NÓS"

                                                        São os votos da Equipe da E.M. Engenheiro Pires do Rio

 

 

 

 

"Que Papai Noel realize todos os sonhos em 2013!!!
Como gestora nova, agradeço o apoio e o carinho!
FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE REALIZAÇÕES"


                                                       Eliane Corrêa e a equipe da E.M.Cel.PM Flávio Martins

 

 

 

 

 

 

Andrea Moraes, Diretora Adjunta, os alunos da turma 1201 e Isabelle Andrade, Regente da turma.

 

 

 

Meu agradecimento a todas as escolas que enviaram seus projetos e fotos para serem postados no Rioeduca.

Um agradecimento especial à Senhora Sonia Marques, Coordenadora da 8ª CRE, pelo apoio ao trabalho, e à Jô Brilhantino, que sempre vibra e comenta as postagens da 8ª CRE!

Que, em 2013, possamos reafirmar nossa parceria, pois a Revolução só Acontece mesmo dentro das escolas!

 

 

 

 

Desejo um Novo Ano abençoado para todos!

 

 

 

Meus Contatos:

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: Prof_Neilda

 

 

 

                                       

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 27/12/2012

Uma Luz para o seu Caminho na E. M. República do Líbano

Tags: 4ªcre, projetos.

 

A Light realiza atividades educativas nas escolas sobre o consumo eficiente de energia especialmente para crianças e adolescentes. Nesse projeto, estudantes aprendem que economizar energia ajuda a preservar o planeta. É a sustentabilidade realizada na prática.

 

 

(...) todo conhecimento provém da experiência; e a Psicologia subjetivista, em contraste, calcada no substrato psíquico, entende que todo conhecimento é anterior à experiência, reconhecendo, portanto, a primazia do sujeito sobre o objeto (Freitas, 2000:63).  

 

 

A Escola Municipal República do Líbano, apresenta:


“Projeto uma luz para o seu caminho”, a Light nas Escolas!

 

A Escola Municipal República do Líbano vem desenvolvendo de forma lúdica e criativa (com vídeo, teatro, oficinas e exposição) atividades que promovem uma maior consciência para a utilização eficiente da energia com reflexos positivos ao meio ambiente. Acompanhe a página e veja como isso acontece!

 

 

 

 


"Bons hábitos podem mudar realidades. É o que a ação Uma Luz para o seu Caminho, por meio do Projeto Light nas Escolas, tenta colocar em prática na comunidade de Vigário Geral.

 

 

 

 

O objetivo é conscientizar sobre o uso racional da energia elétrica. Para isso, utilizamos o material recebido pela Light, como os kits com materiais educativos (cinco livros, álbum seriado, jogo e vídeo), elaborados de acordo com a faixa etária e o ano de escolaridade e ilustrados pelo cartunista Ziraldo.

 

 

 

 

"Como culminância, foi marcada a visitação da U.E. ao Museu da Light nos dias 10 e 14 de dezembro". Texto: Professora Carla Elisa - Coordenadora Pedagógica da Unidade

Ensinar para as crianças a diferença entre querer e precisar é um dos principais objetivos de nossos educadores. Pois, acreditamos que fomentar um padrão de comportamento totalmente consciente fará toda a diferença na preservação do meio ambiente.

Nosso objetivo é levar informação para que as famílias gastem cada vez menos energia de forma errada e, com isso, sensibilizá-las para diminuir os elevados níveis de ineficiência e desperdício na utilização dessa energia. É nesse sentido que a poupança se revela tão importante para nós educadores.

 

 

Parabéns à Escola pela parceria com a LIGHT na realização de um trabalho que leva o aluno a compreender o conceito de sustentabilidade e a importância dele na vida de todos nós.

 

 

Ana Accioly
Professora e Representante Rioeduca.net da 4ªCoordenadoria Regional de Educação
anaaccioly@rioeduca.net
Twitter: @Ana_Acioly

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 27/12/2012

AfroMostra 2012 e Olimpíada das Cores

Tags: 6ªcre, meioambiente, artesvisuais, educaçãofísica, competições, protagonismojuvenil.

 

A E. M. Gilberto Amado, em parceria com o programa Mais Educação, desenvolveu vários projetos voltados para a aprendizagem significativa e cidadã durante o ano de 2012. A Afromostra e o projeto Olimpíada das Cores objetivaram proprocionar aos alunos uma aprendizagem conectada com o seu universo de interesse. O sucesso foi total!

 

 

A Escola Municipal Gilberto Amado, localizada no bairro Guadalupe, Zona Norte do Rio de Janeiro, começa seu atendimento na Educação Infantil - modalidade Creche - e vai até o 5º ano. Possui Classe Especial, Sala de Recursos e atendimento a jovens e adultos com necessidades especiais.

 

 

A escola orientou todas as suas atividades de 2012 a partir do Projeto Político Pedagógico - Escola é Tudo de Bom - em parceria com o programa Mais Educação, voltando esforços para oferecer um ensino de qualidade aos seus alunos, traduzidos nos ótimos índices de desenvolvimento que são apresentados nas avaliações.

 

 

No final de novembro, a escola realizou a AfroMostra 2012, que foi a culminância dos diferentes investimentos artísticos e literários produzidos pelos alunos, com  ênfase no tema Africanidade e destaque especial na divulgação do projeto Mais Educação. Projeto esse que procura integrar diferentes saberes, espaços educativos, pessoas da comunidade e conhecimentos, tentando construir uma educação que pressupõe uma relação de aprendizagem para a vida significativa e cidadã.

 

 

A união do Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Gilberto Amado com o programa Mais Educação só trouxe ganhos para a aprendizagem dos alunos durante o ano de 2012. O resultado dessa parceria foi traduzido em uma Revista Especial, que mostra todo o trabalho desenvolvido com os alunos e suas famílias.

 

 

 

O programa Mais Educação proporcionou aos alunos da Escola Municipal Gilberto Amado uma aprendizagem conectada ao universo de interesse  dos alunos.

 

 

 

AfroMostra 2012

 

 

(...) Para viver democraticamente em uma sociedade plural é preciso respeitar e valorizar a diversidade étnica e cultural que a constitui. Por sua formação histórica, a sociedade brasileira é marcada pela presença de diferentes etnias, grupos culturais, descendentes de imigrantes de diversas nacionalidades, religiões e línguas (...). (MEC / SEC, 1998)

 

 

A temática História e Cultura Afro-Brasileira, inclusa nas Redes de Ensino através da Lei n.º 10.639/03, tem por objetivo o estudo de História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional; resgatando, assim,  a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política, que são pertinentes  à História do Brasil.

 

 

 

 Africanidade é a amplitude e valorização da cultura africana, reconhecendo, valorizando, significando e ressignificando as práticas culturais africanas. Os debates sobre as africanidades estão fundamentados no conceito de etnia em contraposição ao de raça. O objetivo é construir um espaço de liberdade cultural onde a sociedade possa trabalhar a questão sem a idealização do dominador branco.

 

 

Esses conteúdos foram ministrados no âmbito de todo o currículo da Escola Municipal Gilberto Amado, em especial na área de Educação Física através dos professores Marcelo Faria, Andréa Leandro e Eloina Jesus.

 

 

As ações pedagógicas foram orientadas pelas professoras Rosângela Ramos (Sala de Leitura), Marilda Arcanjo (Diretora Adjunta) e Josane Peçanha (Coordenadora Pedagógica). Todas as atividades desenvolvidas tinham por objetivo principal interferir na construção de uma pedagogia da diversidade e garantir o direito à educação, superando opiniões preconceituosas sobe os negros, denunciar o racismo e implementar ações afirmativas, rompendo com o mito da democracia racial.

 

 

Veremos a seguir algumas páginas da Revista Especial criada pela Escola Municipal Gilberto Amado para conhecer um pouco do trabalho que foi desenvolvido na escola. Nas páginas 1 e 2, podemos perceber a herança cultural africana no Brasil, que chegou através do tráfico negreiro.

 

 

Sua influência na formação do povo brasileiro é vista até os dias atuais: dança, música, religião, culinária e idioma. Essa ascendência se faz notar em grande parte do país, em virtude da migração dos escravos.

 

 

 

Alguns instrumentos  musicais brasileiros, como o berimbau, o afoxé e o agogô são de origem africana. O berimbau é o instrumento utilizado para criar o ritmo que acompanha os passos da capoeira, mistura de dança e arte marcial criado pelos escravos no Brasil Colonial.

 

 

 

 

Para os africanos, as máscaras representam um disfarce místico com o qual poderiam absorver forças mágicas dos espíritos e assim utilizá-los em benefícios da comunidade. Serviam também para identificar os membros de certas sociedades secretas.

 

 

 

Na escola, valores sociais e morais são reforçados e também é nesse espaço que muitos preconceitos são perpetuados de forma quase imperceptível. Portanto, é também na escola que se deve propiciar a reflexão crítica sobre a valorização da cultura negra, criando espaços para manifestações artísticas que proporcionem a reflexão da realidade e afirmação positiva dos valores culturais negros pertencentes à nossa sociedade.

 

 

Nessa perspectiva, a Escola Municipal Gilberto Amado percebeu ser primordial romper com o modelo vigente na sociedade brasileira e oferecer um ensino-aprendizagem que estivesse  pronto a valorizar os conhecimentos dessa cultura.  Essa decisão teve por objetivo principal fazer acontecer mudanças nos valores morais dos alunos e ainda buscar a conscientização e envolvimento da comunidade escolar; pois, em muitos casos, o preconceito está enraizado no seio da família, sendo repassado de geração em geração.

 

 

Com essas ações, espera-se que a consciência de valorização do ser humano ultrapasse os muros da escola, se espalhe por toda a comunidade e, também, destrua as fronteiras da violência e do preconceito racial.

 

 

 

A Fundação Palmares é o primeiro órgão federal vinculado ao Ministério da Cultura com o objetivo de apoiar as iniciativas culturais afro-brasileiras. Durante todos esses anos, a Fundação vem se consolidando no reconhecimento da importância das Ações Afirmativas, como princípio do resgate da dívida histórica para com os negros brasileiros. 

 

 

 

 

A Cor da Cultura é um projeto educativo de valorização da cultura afro-brasileira, fruto de uma parceria entre o Canal Futura, a Petrobras, o Cidan – Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, a TV Globo e a Seppir – Secretaria especial de políticas de promoção da igualdade racial. O projeto teve seu início em 2004 e, desde então, tem realizado produtos audiovisuais, ações culturais e coletivas que visam práticas positivas, valorizando a história deste segmento sob um ponto de vista afirmativo.

 

 

 

"(...) todo brasileiro, mesmo o alvo de cabelo louro, traz na alma e no corpo a sombra ou, pelo menos, a pinta do indígena e do negro." (FREYRE, 1993)

 

 

 

Olimpíada das Cores busca a União dos Povos

 

 

A Olimpíada é o evento  mais importante e emblemático do esporte. Disso não há dúvida! Seu objetivo é permitir que todos os países e povos de diferentes origens e etnias possam competir e se unir, mostrando que é possível um mundo mais igual, saudável e amigável.

 

 

A própria Bandeira Olímpica representa essa união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. "O mais importante nos Jogos Olímpicos não é vencer, mas participar; como a coisa mais importante na vida não é triunfar, mas lutar. O essencial não é conquistar, mas ter lutado bem”. Esta foi a frase atribuída ao Barão de Coubertin, por representar a essência do espírito esportivo.

 

 

Essa frase resume a essência da Escola Muncipal Gilberto Amado  no ano de 2012. A Olimpíada das Cores foi realizada com os alunos da escola e aproveitada ao máximo, para que as crianças pudessem conhecer outros povos e diferentes culturas. E, também, deixando de lado a competição para torcer pelos atletas e incentivar a prática de esportes.

 

 

 

A prática esportiva como instrumento educacional visa o desenvolvimento integral das crianças, capacita o sujeito a lidar com suas necessidades, desejos e expectativas, bem como, lidar com as expectativas e desejos dos outros. Tudo isso de forma que elas possam desenvolver as competências técnicas, sociais e comunicativas, essenciais para o seu processo de desenvolvimento individual e social.

 

 

 

 

O esporte, como instrumento pedagógico, precisa se integrar às finalidades gerais da educação, de desenvolvimento das individualidades, de formação para a cidadania e de orientação para a prática social. O campo pedagógico do Esporte é aberto para a exploração de novos sentidos/significados, ou seja, permite que seja explorado pela ação dos educandos envolvidos nas diferentes situações.
 

 

 

 

A educação e o esporte devem andar sempre juntos, pois além de tratar de ações ligadas ao corpo, a prática esportiva permite uma maior  sociabilidade e integração entre as crianças dentro da escola. Nesse sentido, a Escola Municipal Gilberto Amado viu, nos jogos olímpicos, a oportunidade de ampliar as práticas esportivas e trabalhar a aprendizagem e as diferenças, sejam elas  raciais, religiosas, políticas ou culturais.

 

 

A universalização do esporte dá oportunidade aos alunos de vivenciarem experiências esportivas, recreativas e de lazer, que poderão contribuir significativamente para a formação integral das crianças que se encontram no ambiente escolar.

 

 

 

Projeto Mais Educação, uma relação de Aprendizagem para a Vida

 

 

O Programa Mais Educação atende, prioritariamente, escolas de baixo IDEB situadas em capitais, regiões metropolitanas  e grandes cidades em territórios marcados por situações de vulnerabilidade social que requerem a convergência prioritária de políticas públicas e educacionais.

 

 

 

A educação que este Programa quer evidenciar é uma educação que busque superar o processo de escolarização tão centrado na figura da escola. A escola, de fato, é o lugar de aprendizagem legítimo dos saberes curriculares e oficiais na sociedade, mas não se deve tomá-lo como única instância educativa.

 

 

Ele é operacionalizado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD), em parceria com a Secretaria de Educação Básica (SEB) por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) direcionado para escolas prioritárias.

 

 

As atividades fomentadas são organizadas em diversos macrocampos: acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos em educação, cultura e artes, cultura digital, promoção da saúde, educomunicação, investigação no campo das ciências da natureza e educação econômica.

 

 

Um dos objetivos principais do Mais Educação é diminuir as desigualdades educacionais por meio da jornada escolar. Recomenda-se adotar, como critério para definição do público, os seguintes indicadores: estudantes em situação de risco; estudantes em defasagem série / idade; estudantes em processo de evasão, abandono e repetência.

 

 

 

É preciso oferecer às crianças e aos jovens diferentes linguagens, valorizando suas vivências e modificando o próprio ambiente escolar e a produção do conhecimento.

 

 

 

 

As diferentes formas que as crianças e os jovens utilizam para se expressar são as suas linguagens, por meio das quais demonstram o que sentem e pensam sobre o mundo que os cercam. Tais linguagens não podem ser ignoradas e devem estar presentes na organização do espaço escolar, em diálogo com os saberes institucionalizados.

 

 

As atividades desenvolvidas para os alunos da Escola Municipal Gilberto Amado, participantes do programa Mais Educação estão relacionadas com as atividades que já são realizadas na escola. Seu Projeto Político Pedagógico traduz a filosofia e a forma de organização pedagógica e curricular, traduz as intenções e relações estabelecidas entre todas as atividades no ambiente educativo.

 

 

 

Esse processo todo implica alianças com os familiares e com os responsáveis pelos estudantes. Para que a educação seja “integral”, a família participa ativamente da vida escolar. Portanto a escola deve promover o diálogo com a família.

 

 

 


 

 De acordo com o projeto educativo em curso na escola, são escolhidas seis atividades, a cada ano, no universo de possibilidades ofertadas. Uma destas atividades, obrigatoriamente, deve compor o macrocampo acompanhamento pedagógico.

 

 

 

Durante o ano de 2012, o programa Mais Educação juntamente com o Projeto Político Pedagógico  causou um impacto sobre a qualificação do ambiente escolar, partindo da hipótese de que a participação da comunidade, o desenvolvimento de atividades de cultura, esporte, lazer, dentre outras, contribuem para que a Escola Municipal Gilberto Amado se torne um espaço atrativo para seus alunos.

 

 

Parabéns a toda equipe da Escola Municipal Gilberto Amado por transformar o espaço escolar em um lugar significativo para alunos, professores e responsáveis!

 

 

Desejamos a todos um ótimo 2013! Que o ano que se inicia seja de muitas realizações! Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Nós somos a CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

                                

 

 

 


   
           



Yammer Share