A A A C
email
A Revolução Acontece: o blog da SMETodos os posts escritos por Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca - 7ªCRE
Retornando 38 resultados para o autor 'Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca - 7ªCRE'

Quarta-feira, 30/12/2015

Rio - Minha Alma Canta e se Encanta na Escola Roberto Burle Marx

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

 

A Escola Municipal Roberto Burle Marx teve como tema, em seu Projeto Pedagógico de 2015, os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro.

 

Na Escola Roberto Burle Marx, a cada bimestre, o projeto Rio - Minha alma canta e se encanta foi trabalhado em uma disciplina, um ano de escolaridade e um subtema específico em cada segmento.

No 1º bimestre, as professoras da educação infantil do 2º turno e os professores de Língua Portuguesa e Matemática do 9º ano do 1º turno ficaram responsáveis pelos subtemas Educação e Cultura.

 

Dramatização dos alunos da educação infantil.

 

No 2º bimestre, as professoras do 3º ano do 2º turno e os professores de Ciências e Geografia do 8º ano do 1º turno ficaram responsáveis pelos subtemas Saúde e Meio Ambiente.

 

Horta suspensa cultivada pelos alunos.

 

No 3º bimestre, as professoras dos 4º e 5º anos do 2º turno e os professores de História e Inglês do 7º ano do 1º turno ficaram responsáveis pelos subtemas Política e Cidadania.

 

Apresentação de vídeo educativo sobre Cidadania.

 

No 4º bimestre, as professoras dos 1º e 2º anos do 2º turno e as professoras da educação infantil e de Educação Física e Artes do 6º ano do 1º turno ficaram responsáveis pelos subtemas Saúde e Meio Ambiente.

 

                           Exposição de pinturas feitas pelos alunos representando o Rio de Janeiro.

 

No término do 4º bimestre, o Corpo de Dança homenageou o cinema e alguns dos filmes que o carioca curtiu. As obras cinematográficas escolhidas pelos alunos foram assistidas e trabalhadas durante o ano para que cada uma delas tivesse uma coreografia muito especial. Apresentou-se, então, o Fest Burle Marx de Cinema. A professora responsável pelo Corpo de Dança Thereza Magalhães ensaiou os alunos durante o ano.

 

Homenagem ao filme Frozen: Anna.

 

Homenagem ao filme Frozen: Elza.

Homenagem ao filme Minions.

 

Homenagem ao filme Enrolados: Rapunzel.

 

Diretora adjunta Lyane, diretora geral Sara e coordenadora Heloisa.

 

Grupo de dança reunido.

 

 

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

 

Contato da Escola:

emrbmarx@rioeduca.net

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 02/12/2015

Esgrima na Escola

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

Em setembro, os alunos da turma 1303, da Escola Municipal Professora Marisa Vargas Menezes, vivenciaram o esporte olímpico Esgrima nas aulas de Educação Física.

 

A partir da data em que se comemora a Indepedência do Brasil, acontecimento que pode ser considerado distante dos conteúdos de Educação Física, os alunos da turma 1303 puderam aprender mais sobre o esporte olímpico Esgrima.

Após a apresentação do dia da Independência do Brasil através de um programa infantil, foi mostrada a foto de uma clássica pintura de D. Pedro I às margens do rio Ipiranga, com sua espada desembainhada declamando "Independência ou morte". A partir dessa imagem, os alunos foram questionados a respeito de um esporte que utilizaria a espada em sua prática.

 

 

       Turma 1303 aprendendo mais sobre o esporte oliímpico Esgrima.

 

A Esgrima foi apresentada aos 30 alunos da turma do 3º ano do turno da manhã, e vivenciada durante 3 aulas, com duração de 1 hora e 40 minutos cada, do referido mês.

 

Jogos educativos iniciais para aprendizagem da Esgrima.

 

Jogo "Quem é o mais rápido?".

 

No primeiro momento, foi apresentado um vídeo explicativo sobre os elementos da Esgrima, suas categorias e algumas regras. A partir desse conhecimento prévio, atividades de equilíbrio, agilidade, tomada de decisão e concentração foram trabalhadas na quadra.

Em um segundo momento, os alunos confeccionaram espadas com jornais e fitas adesivas. Muitos alunos auxiliaram seus colegas que não estavam conseguindo enrolar o jornal de forma satisfatória.

 

                                   Deslocamentos para frente e para trás: marchar e romper.

 

                                           Movimento de ataque: afundo (“ataque no alvo”).

 

Os elementos técnicos do esporte desenvolvidos nessa aula foram: a postura básica (guarda), os deslocamentos para frente e para trás (marchar e romper) e um movimento de ataque (afundo). Para o movimento de ataque, espadas confeccionadas foram usadas, assim como alvos previamente construídos pela professora.

Na terceira aula, as habilidades desenvolvidas foram colocadas à prova em combates que, além da técnica adquirida, exigiram iniciativa e, podemos dizer, coragem dos alunos. Para a realização dessa aula, foi enviado um bilhete às famílias explicando o que aconteceria na aula, sugerindo que os alunos levassem outra roupa para participarem da atividade.

 

    Combate entre equipes.

 

Os alunos que não estavam com roupas adequadas para a prática de atividades físicas ou não podiam participar por outros motivos auxiliaram na marcação dos pontos das duas equipes. Todos os demais alunos participaram da prática.

 

                                                            Contagem de pontos feita pelos alunos.

 

Cada combate aconteceu entre dois alunos vestindo coletes de papelão revestidos de fita adesiva e amarrados ao corpo com fitas, óculos de proteção, suas espadas e guache de duas cores que representavam as equipes.

Antes de iniciar o combate, cada aluno molhava a ponta de sua espada no guache de sua cor e, a cada marca feita no colete do adversário, um ponto era marcado para o time que acertou a pontaria. Cada dupla tinha 40 segundos para pontuar a favor da sua equipe.

O projeto foi um sucesso!

Os alunos responderam muito bem às novas vivências, e foram percebidos desempenhos acima das expectativas. Professores de outras disciplinas registraram a atividade final com fotos e, assim como a direção, parabenizaram a todos pela participação e desenvolvimento do trabalho.

 

                           Turma 1303 com roupas reservas para a atividade de combate de Esgrima.

 

A professora de Educação Física Aurea Sakamoto, da turma 1303, conta que foi uma experiência única e positiva! E que pode finalizar o relato desse projeto com a clássica expressão da Esgrima "Touché!".

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!
 

 

               

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

Contato da escola:

emmarisavargas@rioeduca.net

 

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 21/10/2015

Água para Beber, Água para Viver!

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Anna Maria Niemeyer desenvolveu o projeto "Água para beber, água para viver" no mês de agosto.

 

Realizado no EDI Anna Maria Niemeyer, o projeto Água para beber, água para viver teve como proposta apresentar para as crianças uma visão ampla que envolve inúmeros problemas que o mundo atual vem enfrentando em relação à falta de água e à importância de economizar água. 

Nos tempos atuais, é imprescindível que, de forma interdisciplinar, a educação aborde o meio ambiente para que as crianças conheçam e valorizem as leis da natureza e, acima de tudo, aprendam a cuidar dos nossos recursos naturais promovendo o desenvolvimento sustentável.

 

     Exposição de trabalhos para a comunidade escolar.

 

A Educação Ambiental é um processo de aprendizado que busca formar uma consciência sobre a postura do homem em relação ao meio ambiente. Tem como objetivo informar e transformar os indivíduos em participantes das decisões de sua comunidade. Daí a importância de trabalhar desde cedo a Educação Ambiental no ensino formal, sendo integrada ao currículo de forma a promover uma melhor aprendizagem e despertar a sensibilização do alunado contextualizado com a realidade em sua formação como cidadão crítico e participativo.

Para desenvolver o tema, o projeto considerou a seguinte questão como estratégia: onde encontramos água? A partir desse questionamento, as crianças puderam aprender sobre a água presente no corpo, nos alimentos e na natureza.

Entre os objetivos gerais, pode-se destacar a valorizaração de  atitudes de manutenção e preservação dos espaços coletivos e do meio ambiente, assim como a conscientização do papel do homem na preservação dos rios, lagos e mares e, ainda, perceber a dependência dos seres vivos em relação ao meio ambiente, em especial à água.

O projeto também mostrou para as crianças que a água está presente em quase tudo na nossa vida: no corpo, na higiene, na alimentação, nas frutas, nos transportes, no mar, nas plantas. É importante reconhecer o valor e a importância da água como recurso natural e indispensável à vida.

Considerando os objetivos específicos do projeto, valorizou-se o trabalho em grupo para o aluno ser capaz de uma ação crítica e cooperativa para a construção coletiva do conhecimento. O aluno foi incentivado a preservar o meio ambiente e desenvolver o hábito de formular questões, diagnosticar e propor soluções para problemas reais. Durante o projeto, as informações foram registradas através de desenhos, painéis, listas e textos coletivos.

 

Trabalhando a água no corpo

 

Alunos aprendendo sobre a água existente no corpo humano.

 

 

Trabalhando a água nos alimentos

 

Conhecendo mais as frutas para depois saborear uma salada de frutas.

 

 

Trabalhando a água na natureza

 

Plantando sementes de girassol e criando uma horta suspensa no EDI.

 

A avaliação do projeto Água para beber, água para viver foi feita através de experiências coletivas e Individuais e, também, com uma exposição dos trabalhos realizados durante o mês de agosto na Feira de Ciências com visitação dos pais. A partir do tema central, que era a Água, as turmas foram divididas para trabalhar um conteúdo específico para a exposição.

 

Turma EI 31 - PROFESSORA: Adriana / Márcia

Tema: Lendas da Água - Iara / Cobra Honorato / Boto cor de rosa / Vitória-régia

 

Trabalhando com a pintura de papelão e sucata.

 

Turma: EI 32 Professora: Lilian

Tema: Rio, de ponta a ponta, por terra, céu e mar (trabalhando os meios de transporte)

 

     Dramatização com a música "A canoa virou".

 

Turmas: EI 11 Professora: Maria Antonia

Tema: O ciclo da água e as doenças transmitidas pela água

 

      Campanha e apresentação para as outras turmas sobre a dengue.

 

Turmas: EI 23 Professora: Maria Antonia

Tema: Rio de terra, céu e mar

 

                                                 Conhecendo o globo terrestre e a água no planeta.

 

Turma: EI 21 Professora: Patricia

Tema: Rio de todas as cores

 



Experiência da flor colorida, com água e anilina.


 

As fotos realizadas durante a produção das atividades foram expostas em forma de painel no dia da Feira de Ciências. Aconteceu uma sessão de cinema com pipoca para os pais, na qual foram apresentados vídeos das atividades realizadas por todas as turmas durante o mês de agosto para a realização da feira nos horários determinados pela direção da escola.

 

Pais presentes na Feira de Ciências.

 

Professoras Maria Antonia e Lilian com a professora e diretora adjunta Patricia na Feira de Ciências.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 


Contato da escola:

ediannaniemeyer@rioeduca.net

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 23/09/2015

I Gincana de Matemática

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

No dia 28 de agosto, aconteceu a I Gincana de Matemática da Escola Gastão Monteiro Moutinho para incentivar e favorecer a aprendizagem dos alunos.

 

A Gincana de Matemática foi idealizada como um projeto para fazer parte da grade fixa da escola, e elaborada totalmente baseada nos descritores de Matemática. As turmas de 5º ano se reuniram, montaram suas equipes e torcidas. As turmas de 4º e 6º anos participaram como expectadores e incentivadores.

 

   Circuito da I Gincana de Matemática.

 

Todo o regulamento e atividades foram elaborados pela direção, coordenação e pela professora das turmas 1501 e 1502, contando com a participação de todos no momento de sua execução. Foi muito bonito ver a dedicação e entrosamento para que tudo desse certo!

As crianças estavam realmente empenhadas, e passaram o mês inteiro se dedicando ao estudo da matemática. O resultado ultrapassou as expectativas! 

 

                                  As três primeiras estações da gincana com desafios matemáticos.

 

                                        Quarta e quinta estações da I Gincana de Matemática.

 

                               Alunos reunidos para acompanhar atividades das equipes competidoras.

 

A Gincana de Matemática foi dividida em três etapas.

A primeira consistia em cada capitão de equipe sortear uma pergunta, respondendo-a, podendo utilizar duas consultas ao seu grupo.

A segunda foi a etapa do sino. Além do conhecimento matemático, também exigia agilidade. Cada participante da equipe teve a chance de correr até o sino, e conquistar a chance de resposta para a sua equipe somando mais pontos para ela.

A terceira era um circuito de cinco estações, nas quais a equipe que realizasse o percurso em menor tempo conquistaria a maior quantidade de pontos para sua equipe.

 

                               Alunos atentos para resolverem os desafios matemáticos da I Gincana.

 

No término de todas as etapas, a comissão se reuniu, fez o somatório dos pontos, realizando considerações sobre penalidades e melhor torcida.

Veja, abaixo, a classificação geral:


4º lugar - Equipe Amarela
3º lugar - Equipe Vermelha
2º lugar - Equipe Azul
1º lugar - Equipe Verde

 

             Equipes participantes da I Gincana de Matemática.

 

Reforço de Matemática


Além da Gincana de Matemática, a escola realiza atividades de reforço de matemática durante o ano. A equipe compartilha o pensamento de que qualquer aluno é compromisso de todos, pois, hoje, ele pode não ser meu aluno e, no próximo ano letivo, ser. Sendo assim, toda a equipe é envolvida no processo.

 

 Aulas de reforço de matemática com uso do data show.
 

 

A coordenadora pedagógica Andrea Otilio se empenha, ministrando aulas de reforço especiais de matemática para os alunos do 5º ano. As aulas iniciaram no dia 10 de agosto, e acontecem todas as segundas-feiras.


Além da utilização da apostila, os alunos também utilizam a EDUCOPÉDIA, ferramenta da Prefeitura que oferece aulas digitais e interativas para professores e alunos com conteúdo curricular abordado de forma lúdica e prática.

Os alunos do 5º ano têm se aplicado bastante. Trazer o lúdico para a sala de aula é uma escolha pedagógica que dá muito certo. O objetivo, claro, é o aprendizado, mas com uma motivação especial é sempre melhor!

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Acesse o blog da escola, veja mais fotos, e acompanhe o trabalho desenvolvido:

http://emgastao.blogspot.com.br/

Contato da unidade escolar:

emmoutinho@rioeduca.net

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share