A A A C
email
Retornando 383 resultados para a tag '5ªcre'

Quarta-feira, 15/11/2017

Festival da Primavera

Tags: 5ªcre, festival, primavera.

 

Aconteceu, entre os dias 25/09 a 29/09/2017, o Festival de Primavera do Shopping Via Brasil. O evento, organizado pela Superintendência de Irajá e pelo Shopping, contou com a parceria da 5ª CRE, que participou com a exposição de trabalhos sobre a Primavera de Escolas da região e oficinas ministradas por professores da rede.
 

Exposição de trabalhos

A Exposição fixa em uma loja no terceiro andar foi composta, além das produções dos alunos das escolas da 5ª CRE, pela mostra de fotos “Uma Ceasa, vários olhares”, da Escola Municipal Malba Tahan (projeto desenvolvido pela escola por intermédio do parceiro e ex-aluno Lucas Andrade, que promoveu uma oficina de fotografias junto ao Ceasa).

 

Visitantes prestigiando a exposição

 

A exposição também contou com uma estação de #TrocaDeLivros, projeto desenvolvido na V Semana de Alfabetização da 5ª CRE, onde os visitantes eram convidados a deixar um livro de seu acervo pessoal e trocar por um volume de sua preferência que estivesse na estação.

 

Estação de #TrocaDeLivros

 

Uma das oficinas desenvolvidas pelos professores convidados foi a de Contação de Histórias, ministrada pela professora Rosa da E. M. Mato Grosso, que contou histórias para os alunos da E. M. Gaspar Vianna no espaço Clubinho, que fica no primeiro piso do Shopping.

 

Professora Rosa da E. M. Mato Grosso e alunos da E. M. Gaspar Viana

Contação de histórias

 

Outra ação em que os professores da 5ª CRE estiveram envolvidos foi a Mostra de Dança promovida pelo professor Pedro Bárbara e os alunos da Escola Municipal Mário Paulo de Brito, que apresentaram a coreografia “Cartas para dançar”. A mostra aconteceu na praça de alimentação do shopping.

 

Professor Pedro e os alunos da E. M. Mário Paulo de Brito

 


Alunos dançando na praça de alimentação

 

Os alunos do EDI Deputado Pedro Fernandes também marcaram presença no evento, participando da oficina de replantio de mudas, promovida pela Fundação Parques e Jardins.

 

Alunos do EDI plantando as mudas

 

O evento saudou a Primavera, movimentando o espaço e trazendo beleza e conscientização ambiental para a comunidade de Irajá e adjacências.

 

Sobre a 5ª CRE:

Coordenadora: MARIA HELENA DOS SANTOS PRAZERES COSTA

Endereço: Rua Marupiara / Rocha Miranda.

Tels: 3372-0870 | .3372-0201

  


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 10/11/2017

Projeto Contos, Cantos e Encantos da E.M. Barão do Amparo

Tags: 5ªcre, projeto, sala de leitura, .

 

A Escola Municipal Barão do Amparo com o Projeto Contos, Cantos e Encantos, desenvolvido pela Sala de leitura, trabalhou não somente o gosto pela leitura, mas várias questões relacionadas ao desenvolvimento do ser humano como um todo, em todos os seus níveis de complexidade. Confira!

 

 

Durante o ano letivo, os alunos foram motivados e possibilitados, através do Projeto Contos, Cantos e Encantos, à vivenciarem momentos especiais, compartilhar ideias, desenvolver a autonomia, a autoestima, a criatividade, ampliar conhecimentos e a oralidade, melhorar o desempenho escolar e de maneira prazerosa, lúdica e interativa aprender sobre a Literatura, a Pintura, a Música, a Escultura, a Dança, a Fotografia e o Cinema, ressaltando as Artes em todas as suas dimensões, pois a Arte é capaz de reunir todas as dimensões humana: a emotiva, a racional, a musical, a corporal.

 



No dia 29 de setembro de 2017, em uma linda e agradável tarde de primavera, com muito orgulho e prazer, recebemos na E.M. Barão do Amparo a visita do ator, cantor, compositor ... SÉRGIO LOROZA que gentilmente aceitou o convite para a Culminância do Projeto.

 

 

Sérgio Loroza foi o artista escolhido para receber homenagem por ser um artista completo, que se comunica brilhantemente através de todas as suas aptidões artísticas. O querido ator é exemplo de perseverança, um orgulho por ser fruto de Escola Pública, uma pessoa que progrediu com o seu estudo, esforço e seu notável talento pela Arte. Um ótimo exemplo de que vale a pena estudar e acreditar em nossos sonhos e aptidões artísticas, seja na Dança, na Literatura, na Música, na Pintura, no Teatro... e a escola é um espaço propício para que habilidades sejam descobertas, incentivadas e desenvolvidas.

 

 

Alunos, professores e funcionários tiveram a oportunidade de conversar com o Sérgio Loroza que já atuou em várias novelas da Rede Globo, participa de muitos programas de TV, atuou em diversos filmes e peças de teatro. Participou da Dança dos Famosos, no Domingão do Faustão, e com a sua bela e marcante voz, tem vários CDS gravados, já foi cantor do Monobloco e cantou no último Rock in Rio (set-2017), dublou nos filmes Mogli 2 (canções) e Madagastar 2, o rinoceronte Moto Moto. Atualmente, está atuando na minissérie Filhos da Pátria, na Rede Globo.

Sérgio Loroza recebeu muito carinho, aplausos e mimos e nos encantou com a sua gentileza, simpatia, alto-astral e história de vida.

 

 

Os alunos da Educação Infantil, orientados pelas Professoras Elayne e Luciana, deram as boas-vindas ao ator e fizeram duas lindas apresentações com danças folclóricas, para agradecer a visita.

 As turmas 1.203 e 1.303, orientados pelas professoras Adriana Maia e Simone e a coordenadora Carmem, apresentaram uma linda música, “Pescador de ilusões” (O Rappa), para homenagear o cantor.

Para agradecer o carinho do ator, a Profª Gemma e seus alunos da turma 1.302, presentearam-no com uma linda caricatura, feita pela professora, e emoldurada.

A aluna Nicole Souza Gomes, da turma 1.502, também fez questão de presenteá- lo com uma caricatura feita por ela.

O time de coração do ator Serjão Loroza também foi lembrado, recebendo um presente personalizado da aluna Taila Luiza, da Educação Infantil.

No final do evento, fomos presenteados por duas lindas músicas cantadas pelo cantor, acompanhado pelo nosso aluno percussionista Arthur Rodrigues, da turma 1.502. Foi um momento muito alegre e descontraído!

 

 

Agradecemos imensamente a presença do Sérgio Loroza, tendo a certeza de que será inesquecível e motivadora para todos os meninos e meninas da escola, futuro desse país que precisa de gente de valor, esforçada, talentosa, tão quanto o nosso homenageado.

 

Parabéns pelo trabalho da Sala de Leitura e de toda a equipe da escola, que primam pela excelência e pela qualidade da educação!

 

Sobre a escola:

DIRETORAS: Eloisa Silva e Sheila Rabello
COORDENADORA PEDAGÓGICA: Carmem Rita Barbosa
Telefone da escola:30182319 / 30182463
Telefone pessoal: 996517159
Endereço: Rua Ana Teles 30, Campinho
Blog da escola: baraodoamparo.blogspot.com.br
Responsável pela Sala de Leitura: Marcia Brum
Email pessoal: Marcia-brum@hotmail.com
Email da escola: emaparo@rioeduca.net


 

  


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 27/10/2017

V Semana de Alfabetização da 5ª CRE

Tags: 5ªcre, semana, alfabetização.

 

A V Semana de Alfabetização da 5ª CRE, evento ocorrido entre os dias 18 e 22 de setembro, em consonância ao calendário da rede, aconteceu no Palácio Rio 450, terceira sede da Prefeitura do Rio, em Oswaldo Cruz, inaugurada em 2015.

 

 

Palácio Rio 450

 

Na programação geral, videoconferências, palestras, debates e oficinas fizeram com que a Alfabetização na nossa rede fosse discutida e pensada por novas perspectivas, trocando com os principais agentes desse movimento: os professores dos anos iniciais das escolas da SME RJ, especialistas das universidades e acompanhantes das Coordenadorias Regionais e Nível Central.

Nossa programação regional apostou na “prata da casa” para conduzir as palestras e oficinas.

 

Programação e lembrança da Semana de Alfabetização da 5ª CRE

 

Pela manhã, a videoconferência transmitida pela MultiRio com os especialistas convidados pela SME movimentou o espaço com perguntas respondidas ao vivo e debates surgidos a partir das falas apresentadas.

 

 

À tarde, os professores Marianne Flor, da E.M. Mato Grosso; Sérgio Castanheira, da E. M. Maestro Pixinguinha; Rosa Maria, da E.M. Albert Sabin; Lilian Christ da Gerência de Educação da 5ª CRE, assim como Nilce Allevato e Liliana Secron abrilhantaram nossas discussões com temas relevantes para a prática cotidiana dos alfabetizadores presentes. Contação de histórias, arte, música e poesia, educação especial, alfabetização de jovens e adultos, produção textual e jogos de linguagem foram os temas das ações regionais.

 

 Nossos palestrantes/ Fotos das oficinas

 

Convidados trazidos pelos nossos palestrantes deram um toque especial aos debates e propostas levantadas.

 

A poesia da equipe do Proinape                      Leila e Monalisa da equipe 5 do Instituto Helena Antipoff

                        A música e a poesia do Luiz Poeta                     A música da orquestra e a dança da turma especial da E.M. Carneiro Felipe

 

 


Uma exposição de trabalhos enviados pelas escolas decorou o espaço com as produções dos alunos. Muitas ideias bacanas de atividades! E a Campanha #TrocaDeLivros, onde os professores eram convidados a levar um livro de seu acervo pessoal para deixar na estação de troca e escolher um outro de seu interesse, foi uma grande ação de movimentação da leitura, ação pensada nas formações dos professores regentes do primeiro ano, que interessou e envolveu muitos professores.

 

 

Toda a programação foi pensada pelas acompanhantes de alfabetização Dyone Andrade e Maria Teresa Leal, e equipe da GED da 5ª CRE, juntamente com sua Gerente, Glória Martins e a Coordenadora Maria Helena dos Santos Prazeres, com muito carinho, pensando no aproveitamento do professor regente quanto aos conhecimentos e ideias trocadas, com o intuito de conhecer as práticas de alfabetização bem sucedidas e contribuir para a construção de uma educação de qualidade com equidade para todos os alunos da rede municipal do Rio de Janeiro.

As professoras curtiram muito a Semana, se deliciaram com os momentos de troca e reflexão e se despediram dela com o desejo que encontros como este aconteçam mais vezes durante o ano.

 

Acompanhantes de Alfa Maria Teresa e Dyone – GED 5ª CRE

 

Conheça a 5ª CRE:

Coordenadora: MARIA HELENA DOS SANTOS PRAZERES COSTA

Endereço: Rua Marupiara / Rocha Miranda.

Tels: 3372-0870 | .3372-0201

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sábado, 14/10/2017

Matemática em Movimento com Professor Rafael Costa

Tags: matemática, desafios, games, jogos, projeto, 5ªcre.

 

Na Escola Municipal José do Patrocínio, 5ª CRE, a Matemática é uma disciplina ativa e conta com a colaboração e participação dos alunos e de professores através do Projeto Matemática em Movimento, idealizado pelo professor de Matemática Rafael Costa.

 

A Escola Municipal José do Patrocínio, localizada em Irajá, conta com professores engajados em ofertar aos seus alunos uma educação de qualidade, através da participação dos mesmos em projetos que despertem o interesse dos alunos e consequentemente, contribua para o êxito do processo ensino aprendizagem.


Destacamos alguns subprojetos do Projeto “Matemática em Movimento” trabalhados entre os anos de 2016 e 2017 do professor de Matemática Rafael Costa. Além do Projeto, o professor também criou um site disponível para obtenção dos materiais utilizados pelos professores:

https://educacaomatematicablog.wordpress.com/ .

E um Canal com vídeo aulas no YouTube para auxiliar os alunos com dúvidas e resoluções de questões de provas:

https://www.youtube.com/channel/UCLf3KHnlhaUAy34bRGBd3hw?view_as=subscriber


A seguir, os subprojetos trabalhados:


Cálculo de área, perímetro e volume de sólidos


Período de aplicação: 4° Bimestre de 2016

Idealizador: Professor Rafael Costa (Matemática)

Turmas participantes: Sétimos anos.

Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e um resultado comum entre eles através do diálogo.
Para isso formamos equipes de 4 a 5 alunos para que, em conjunto, trabalhassem os conceitos de área, perímetro e volume sobre um material concreto que o grupo ficou responsável por levar (qualquer caixa). Os alunos foram orientados que cada grupo deveria levar a caixa, régua, cartolina e tesoura para cumprirmos as etapas previstas em cada item.


 

No quadro foram revisados todos os tópicos que já tinham sido ministrados aos alunos, inclusive com resolução de diversos exercícios, deixando as orientações de como realizar as atividades: primeiramente coletando as medidas das arestas para o cálculo do volume e posteriormente os cálculos das áreas e perímetros.

Após coletarem os dados, iniciaram os processos de contas seguindo as orientações que já tinham recebido e anotando todos os resultados encontrados para resumir posteriormente na finalização da atividade que foi a construção de cartolinas com os sólidos planificados juntamente com os cálculos feitos.

Todos os cartazes foram colocados para a exposição nas paredes da escola após revisão dos cálculos feitos e a devida pontuação para os alunos envolvidos.

 

 

Ferinhas de ouro

Período de aplicação: Anos de 2016 e 2017.

Idealizador: Professor Rafael Costa (Matemática)

Turmas participantes: 6°, 7° e 8°anos.
 

 

Desenvolvimento do projeto:

Cada aluno, dentro do contexto do bimestre, tem diversas avaliações qualitativas e quantitativas (participação, envolvimento nas atividades de aula e de casa, proatividade nos projetos de jogos, notas das avaliações escritas – testes e provas , entre outros).
Tudo isso é levado em consideração para gerar a nota dos alunos, assim como também seu desempenho geral nas outras disciplinas. 
Após cada bimestre é feita a organização dos alunos gerando um pequeno ranking na turma. Os dois melhores alunos envolvendo todos os quesitos citados, receberam a premiação do bimestre.

Além da premiação por bimestre, fazemos também a premiação especial quando temos um evento diferente do habitual na escola. Como exemplo, o ‘simuladão’ que realizamos com as turmas de todos os oitavos e nonos anos.

Outra característica do projeto Ferinha de ouro é ofertar ao final do ano, caso alguém consiga permanecer em todos os bimestres ganhando todas as medalhas do período, um pequeno troféu para destacar e valorizar o grande feito.

Operação com números inteiros, equações do 1° grau e sistemas de equações


Período de aplicação: Ano letivo de 2016 e 2017.

Idealizador: Professor Rafael Costa (Matemática).

Turmas participantes: Turmas do sétimo ano.

Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles.

Para isso, formamos equipes de 4 a 5 alunos para que em conjunto buscassem as soluções dos problemas. Os grupos possuíam um líder que era escolhido de acordo com as notas do bimestre, equalizando assim a disputa. Os problemas foram projetados através de um Datashow e construídos no Excel mantendo sua estrutura de forma oculta em formato de “batalha naval”. Assim os alunos só souberam do desafio a ser enfrentado no momento em que seu grupo escolher uma linha e uma coluna para liberar o desafio.

As equipes formadas escolheram um personagem de desenho para representar seu grupo. Esses personagens percorrerão um tabuleiro digital construído no software Geogebra, com diversas casas surpresas de acordo com seus acertos e erros das questões. A quantidade de casas só foi liberada no término de cada desafio selecionado.



Fig.1 Tabela de tarefas de números inteiros

Fig. 2 Tabela de tarefas de sistemas de equação

Fig. 3 e Fig. 4 Tabuleiro do jogo
 

O desafio escolhido por um grupo foi realizado por todas as equipes em um tempo relativo que é contado a partir do momento que a questão é mostrada. Ao término do tempo, os alunos mostraram o desenvolvimento ao professor (administrador), que pede para que um integrante realize a questão no quadro para explicar aos grupos como se resolve o problema, fazendo assim com que todos os integrantes dos grupos estejam sempre ligados e por dentro da tarefa a ser realizada. Essa etapa depende do envolvimento dos elementos do grupo e da avaliação do professor na possibilidade de ser executada.

 

Após verificação das resoluções, é constatado quais grupos acertaram e movimentamos os personagens no tabuleiro. A atividade contou como parte da pontuação do teste dos alunos onde cada equipe recebeu uma nota de acordo com o progresso dentro tabuleiro.

 

Jogo da Velha Humano


Período de aplicação: Primeiro bimestre de 2017.

Idealizador: Professor Rafael Costa (Matemática).

Turmas participantes: Turma 1706.

Conteúdo abordado: Operações básicas (Soma, Subtração, Multiplicação e Divisão)

Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles.
Para isso formamos equipes de 4 alunos para que em conjunto eles buscassem as soluções das contas básicas descritas no quadro com um determinado tempo para realizá-las. O tabuleiro com o “Jogo da Velha” tradicional foi disposto no chão com a utilização de fita crepe. A cada acerto da equipe, o aluno representante da mesma se posicionava no tabuleiro de acordo com a vontade do seu grupo, procurando ganhar o “Jogo da Velha” da equipe adversária.

 



 

 

Resolução de problemas envolvendo as 4 operações básicas

Período de aplicação: Segundo bimestre de 2017.

Idealizador: Professor Rafael Costa (Matemática).

Turmas participantes: 1606 e 1607.

Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles.
Para isso formamos equipes de 4 a 5 alunos para que em conjunto eles buscassem as soluções dos problemas. Os grupos possuíam um líder que era escolhido de acordo com as notas do bimestre, equalizando assim a disputa. Os problemas foram projetados através de um Datashow e construídos no PowerPoint. Cada slide possuía um desafio a ser resolvido por eles. Assim os alunos só souberam o desafio a ser enfrentado no momento em que passássemos para o próximo slide.



Slides com os problemas desafios e o tabuleiro do jogo


As equipes formadas escolheram um personagem de desenho para representar seu grupo. Esses personagens percorrerão um tabuleiro digital construído no software Geogebra, com diversas casas surpresas de acordo com seus acertos e erros das questões. Essa quantidade de casas só será liberada no término de cada desafio selecionado.

O desafio aberto foi realizado por todas as equipes, um tempo relativo foi contado a partir do momento que a questão é mostrada, ao término do tempo, os alunos ordenadamente por grupos mostraram o desenvolvimento ao professor (administrador), que verificou desenvolvimento da questão, fazendo as devidas intervenções. A quantidade de casas que o personagem anda se acertar é estipulado pelo professor de acordo com a dificuldade relativa dos alunos nas resoluções.


Após o término de cada questão e o movimento dos personagens, mudávamos para o próximo desafio. A atividade contou como parte da pontuação do teste dos alunos onde cada equipe recebeu uma nota de acordo com o progresso dentro tabuleiro.

 

 

 

Aulão Matemático (Combate Matemático – 1801 x 1802)

Período de aplicação: 3° Bimestre 2017.

Idealizadores: Professor Rafael Costa e Professor Cláudio Teixeira.

Turmas participantes: Turmas 1801 (Cláudio) e 1802 (Rafael).

Conteúdo abordado: Questões de concursos diversos com conteúdos já abordados.

Fig 1 Exemplo de questão trabalhada


Desenvolvimento do projeto:

O trabalho busca não só a aprendizagem matemática, mas sim o bom relacionamento entre os alunos, a aceitação de opiniões divergentes, e a busca por um resultado comum entre eles.

Para isso formamos 4 equipes de aproximadamente 15 alunos, sendo 2 equipes da 1801 e 2 equipes da 1802. Os grupos são independentes e não podiam se comunicar. Para selecionar os grupos dentro da turma, foram tirados times entre dois alunos com maior nota no bimestre. Os problemas foram projetados através de um Datashow e construídos no Power Point.


Grupos reunidos na atividade

 

Um tempo máximo foi proposto para cada questão, para que os alunos resolvessem e repassassem aos juízes (Professores) suas justificativas e respostas, e que avaliaram o ganho da pontuação ou não.
Após o tempo esgotado verificamos quais grupos acertaram o desafio e pontuamos através da movimentação de personagens escolhidos por eles em um tabuleiro digital criado no Geogebra.

Ao final, a turma 1802 ganhou por uma pontuação de diferença mínima e foi reforçada a ideia de uma competitividade sadia entre as turmas e que nesse combate todos são vencedores.

 

 

 

 

Parabéns ao trabalho de excelência realizado pelos professores e pela escola!

Demonstração de que a educação se faz com compromisso, responsabilidade e muito amor pelo que se faz.

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.14.020) - Escola Municipal José do Patrocínio 
Diretor(a): HELANE TAVARES SIAS MARTINS
Endereço: Rua Gustavo de Andrade 270 - Irajá
Cep: 21235-500
Telefone: 3455-8524
E-mail: empatrocinio@rioeduca.net     

Site do Professor Rafael Costa:

https://educacaomatematicablog.wordpress.com/

Canal do YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCLf3KHnlhaUAy34bRGBd3hw?view_as=subscriber

  


   
           



Yammer Share