A A A C
email

Sexta-feira, 15/03/2019

Escola Municipal Walquir Pereira - 10ªCRE

Tags: 10cre, cre10, arbovirose.

 

A Escola Walquir Pereira faz caminhada na comunidade, roda de conversa e acompanhamento do ciclo de vida do mosquito para conscientizar os alunos no combate das Arboviroses.

 

A E/CRE (10.19.081) Escola Municipal Walquir Pereira está localizada a Estrada de Sepetiba, 13.501 – Nova Sepetiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A unidade atende a 30 turmas, com 930 alunos do 1º ao 5º do Ensino Fundamental. Tem como diretora a professora Carolina Thiele Azeredo, como diretora adjunta a professora Tatiana Oliveira Agostinho e como coordenador pedagógico o professor Júlio Cesar Salino de Sousa.

A Unidade Escolar apresenta um grupo muito unido e participativo, que já começou o ano mobilizando todos os alunos na conscientização do cuidado com a saúde de toda a comunidade do entorno.

As turmas do 1º ano das professoras Ivana, Geiseane, Lorrayne e Mirtha, provaram que desde pequeno é que se aprende sobre o cuidado com a vida em família e com amigos vizinhos, pois a responsabilidade é de todos no combate às Arboviroses. O trabalho pedagógico de conscientização com os alunos se deu a partir da abordagem sobre a necessidade de não deixar o mosquito transmissor da Dengue nascer e crescer.

 

Alunos em atividade sobre Arbovirose

 

Foram realizadas rodas de conversas, nas quais os discentes contaram sobre o que já sabiam a respeito do tema, histórias de amigos e familiares que já foram contaminados pela doença e as consequências na saúde das pessoas, revelando assim, suas visões de mundo e a diversidade das suas vivencias. 

Aproveitando as fases iniciais do seu processo de alfabetização e letramento, eles puderam declamar versos temáticos para alertar as outras turmas sobre a relevância do assunto. Além disso, de modo lúdico e muito divertido, participaram da produção de fantasias que remetiam aos agentes de vigilância em saúde, fazendo menção ao seu importante trabalho na prevenção dos casos de Dengue.

 

Professora Gerlane Pessoa e seus alunos

 

— As ações do projeto de conscientização oportunizaram novas aprendizagens e ricas experiências, tão importantes na formação dos meus alunos. — declara a professora Ivana

 

As turmas do 2º e 3º anos enfatizaram o conhecimento a respeito do mosquito Aedes Aegypti e como ele se prolifera. Os alunos puderam observar o ciclo de vida do Aedes e entender como acontece a rápida proliferação.

 

— Como havia larvas na fase de pupa já presenciamos em nossa amostra a presença do mosquito. Abordamos onde ele se reproduz e como evitar sua proliferação. Pesquisamos as doenças transmitidas e seus sintomas. — afirma a professora Carla Renata

 

Os alunos dos 4°, 5° e 6° anos participaram de uma roda de conversa no pátio interno, onde foram levantadas várias questões. A partir do conhecimento prévio das crianças, novas informações foram inseridas no contexto, realizando, assim, um estudo de casos de doenças transmitidas pelo mosquito no cotidiano dos alunos. Os professores expuseram em sala de aula sugestões de pesquisas e as turmas se dividiram em  grupos e tópicos, tais como: O que é arbovirose?; Quais as principais doenças causadas?; Qual é o ciclo de vida do mosquito; Principais sintomas? e Como prevenir?

 

 

Professora Mirtha Iara e seus alunos

 

Finalizando esse grande evento, que foi realizado pela Unidade Escolar, os alunos fizeram uma caminhada no entorno da escola, conscientizando os moradores locais sobre o cuidado com o ambiente.

 

— Somos responsáveis pelo mundo em que vivemos, cuidar do ambiente é cuidar da nossa saúde. O empenho dos alunos foi emocionante, a vontade de aprender e compartilhar aquilo que sabiam fez toda a diferença. — afirma a professora Aniele

 

Os alunos criaram um grito de guerra para cantar durante a caminhada:
 

"Sem moleza, sem bobeira.
Sou aluno Walquir Pereira
Cuidado com esse mosquito
Ele pode fazer mal
Se você não se cuidar
Vai direto pro hospital
Não deixe água parada
Nem aqui e nem ali
Esse é o recado dos alunos da Walquir
."

 

 

Quer saber mais sobre o nosso trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.081) E. M. Walquir Pereira
Diretora:
Carolina Thiele Azeredo
Diretora adjunta: Tatiana Oliveira Agostinho
E-mail: ediwpereira@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 15/03/2019

Escola Municipal José Emygdio de Oliveira - 5ªCRE

Tags: arboviroses, mosquito, dengue, aedes.

 

A Escola Municipal José Emygdio de Oliveira desenvolveu o Projeto Carioca saudável, carioca sustentável, em ambiente bem-cuidado, mosquito não se cria.

Os alunos participaram de várias atividades muito bacanas! Confira algumas delas.

 

 

Preocupados com a questão da conscientização sobre o cuidado que todos nós devemos ter para combater às Arboviroses, a Escola Municipal José Emygdio de Oliveira planejou, dentro do seu Projeto Político Pedagógico, uma Semana de Combate às Arboviroses (18 a 22 De Fevereiro), na qual foi trabalhada o Projeto Carioca saudável, carioca sustentável, em ambiente bem-cuidado, mosquito não se cria. Nessa semana, várias atividades foram desenvolvidas e destacamos algumas delas nas turmas de 4º, 5º, 7º, 8º e 9º anos. Foi um trabalho muito gratificante, que contou com a participação de todos, inclusive dos responsáveis.

 

CANTINHO DA CONSCIÊNCIA: ACERTE NO FOCO! – 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

A turma 1402 criou um cantinho para aprender o que fazer contra as Arboviroses. Os alunos precisavam sinalizar as situações que facilitavam o acúmulo de água. Uma excelente atividade da turma do 4º ano, que tem como regente a professora Rosana Gomes. A atividade demonstrou que é possível aprender brincando!

 


 

 

CAMPANHA COM OS REPONSÁVEIS – 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Os alunos da professora Camila elaboraram panfletos com orientações para combater as Arboviroses e os distribuíram para toda comunidade escolar. Dessa forma, os responsáveis foram incluidos na causa.

 


 

JOGOS, JOGRAU E OFICINA DE BONECOS – 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Depois de dialogar, interpretar textos, jogar, ler poesias e desenvolver atividades diversificadas sobre as Arboviroses, as turmas 1501 e 1502 (das professoras Lissia AlvesCelena Assumpção) confeccionaram o Aedes aegypti para compor um mural de alertas e cuidados relacionados ao assunto.
 

 

MEMORY GAME – 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Foi desenvolvido um jogo da memória que tinha como tema os cuidados necessário contra o Aedes. Uma atividade lúdica que ao mesmo tempo que trabalhava questões de prevenção, também explorava o vocabulário dos sintomas da Dengue em Inglês. Tal proposta contou com a orientação da professora Cláudia.

 

 

JOGO DO COMBATE ÀS ARBOVIROSES – 7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

A professora Jéssica Rodrigues dinamizou sua aula de Matemática no 7º ano colocando seus alunos para produzir jogos. O material tinha como objetivo ensinar como é simples combater as doenças transmitidas por mosquitos, além de explorar conceitos matemáticos. 

 

 

FORMAÇÃO DE GRUPOS PARA AÇÕES DE INTERVENÇÃO – 7º ANO DO ENSINO FUDAMENTAL

Os alunos, orientados pela professora Alyne Moraes (Educação Física), atuaram em parceria com a Comlurb realizando ações de intervenção dentro da Unidade Escolar na busca de possíveis focos do mosquito.
 

 

 

JOGO DA MEMÓRIA - 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Criação de um jogo para embalar a campanha de prevenção às Arboviroses. Com orientação da professora Veruska de Artes, os alunos produziram cartas e se divertiram jogando. Para pontuar era preciso associar o erro ao acerto.

 


 

PANFLETAGEM EM INGLÊS: INTERNACIONALIZANDO A CAMPANHA – 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Explorando o vocabulário de Inglês, por meio do aprendizado sobre os sintomas da dengue, foi possível internacionalizar a campanha dos cariocas. A panfletagem em inglês foi orientada pela Professora Cláudia e ultrapassou os muros da escola.

 

 

CAMINHADA NO ENTORNO DA UNIDADE ESCOLAR – 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 

Os jovens da Unidade Escolar protagonizaram ações de conscientização nas residências e nos comércios próximos da escola, por meio de uma caminhada com o professor Bruno Silva de Ciências. Afinal, escola é isso: envolver a comunidade escolar através de ações promovidas por esse espaço público educacional. 

 



   

Esse trabalho é muito importante e de grande Relevância Social. A campanha contra as Arboviroses é necessária, uma vez que as doenças transmitidas por mosquitos continuam assolando o Rio de Janeiro, principalmente no período das tradicionais chuvas de verão. Sendo assim, torna-se necessário o trabalho contínuo com toda comunidade escolar, em especial com nossos alunos, que se tornam protagonistas no combate ao problema, sobretudo, na localidade que habitam. Apenas 10 minutos semanais são necessários para atuar contra um problema que provoca um elevado número de vítimas todos os anos.

 

Todos precisam fazer a sua parte e a Escola Municipal José Emygdio de Oliveira já está fazendo a sua!

Vamos todos juntos nessa força!

 

Sobre a escola:

Escola Municipal José Emygdio de Oliveira
Diretor Geral: Eliana Fátima C. Morgado Nabuco de Araújo
Diretor Adjunto: Cláudia Alves Pereira

Coordenador Pedagógico: Marcus Vinicius Rocha Vieira
E-mail: ememygdio@rioeduca.net 
Telefone: 3016-4831 / 3017-3253

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 14/03/2019

E.M. David Perez - Conhecendo Nossa Escola - Semana de Acolhimento

Tags: 4ªcre, conhecimento, acolhimento, atitudes.

 

Conhecendo nossa escola - Semana de Acolhimento
 


A Escola Municipal David Perez (04.31.002), da 4a CRE, localizada no bairro de Cordovil, realizou uma semana especial para acolher seus alunos. A direção da escola, composta pela professora Cristiane Lomar e adjunta Ana Julia Bernardo, juntamente com a equipe da Unidade Escolar  priorizou na semana de acolhimento  o sentimento de pertencimento e de prazer em estar na escola.

 

Acolhimento dos alunos história do "Baldinho dos bons sentimentos".

 

 

 

Acolhimento dos responsáveis com a atividade "Receita de Monstrinho"

 

Foram realizadas oficinas por áreas de interesse dos alunos, tendo como fio condutor o desenvolvimento do Protagonismo Infantil. Os alunos participaram de oficinas, tais como: "Friendship", oficina de pipa, circuito funciona e oficina de artes. Além disso, os responsáveis foram envolvidos na atividade de acolhimento "Receita de monstrinhos". Como Culminância a escola recebeu a visita dos personagens "Jujú e Jajá", que alegraram a garotada.

 

 

Circuito Funcional com equipe de Educação Física

 

Os alunos começaram o ano desejando bons sentimentos aos colegas, após ouvir a história baseada na Psicologia Positiva. Também foi construída uma linha do tempo com a história de vida dos estudantes.

 

 

Oficina dos Grandes Artistas 

 

 

Oficina de Letramento

 

 

Oficina de Pipas

 

 

 

Oficina de Sustentabilidade

 

 

Oficina "Friendship"

 

 

Culminância da Semana de Acolhimento

 

 

"Nossa escola agradece a oportunidade de mostrar um pedacinho do trabalho que é feito com uma equipe que tem se esforçado muito para transformar nossa sociedade através de atitudes diferenciadas. Juntos somos mais fortes." disse Professora Tatiane de Castro Nogueira Mynssen

 

 

Parabéns a Equipe do E.M. David Perez pelo excelente trabalho realizado!

 

 


Quer saber mais sobre?
Unidade Escolar: E/CRE(04.31.002) - Escola Municipal David Perez - 11350
Diretor: CRISTIANE LOMAR DE HEREDIA DONADIO
Endereço: Rua Pacheco Júnior, S/Nº 
Bairro: Braz de Pina
Cep: 21211-170
Telefone: 2482-3112
2482-3830
E-mail: emperez@rioeduca.net

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 14/03/2019

Semana de acolhimento na E.M São Camilo de Lellis

Tags: 9ª cre, primário, classe especial, acolhimento.

 

Histórias de Ziraldo, cooperação e sonhos agitam a semana de acolhimento da Escola Municipal (09.18.039) São Camilo de Lellis

 

 

Durante a Semana de Acolhimento, que ocorreu de 11/02 a 15/02/2019, a Escola Municipal (09.18.039) São Camilo de Lellis, situada na Av. Aldo Botelho, s/nº, Campo Grande, sob o olhar cuidadoso da Diretora Eliane Francisca, realizou diversas atividades cooperativas para receber os alunos do 1º ao 5º ano e as Classes Especiais DI e TGD.

 

 

Alunos realizam as atividades na semana de acolhimento

 

 

A unidade de ensino possui tradição em ensinar alunos especiais, sendo uma referência no bairro. A inclusão é trabalhada constantemente na escola e os alunos interagem de tal forma que apresentam expressiva evolução cognitiva e social. Além disso, valores de respeito à diversidade e cidadania são trabalhados diariamente pelos professores. O objetivo é sempre formar alunos competentes, solidários e autônomos. 

 

Os alunos da turma 1501, juntamente com a professora Laísa Gomes de Lima Bispo, e os alunos da turma 1502, juntamente com a professora Sonia Cristina Carreiro da Silva, foram os protagonistas dessa semana. Para iniciar o ano letivo com aprendizagem e muita diversão, as turmas de 5º ano receberam os novos colegas com abraços, danças e turismo pela escola.

 

 

Alunos em perfeita sintonia durante a semana de acolhimento

 

 

Para sensibilizar os alunos e para que pudessem se expressar, através de uma atividade interativa envolvendo a participação coletiva, cada criança foi convidada a colocar seu sonho em uma nuvem e depois prendê-la no mural da turma.

 

 

Alunos escrevendo seus sonhos e colocando-os no mural

 

 

Todos os alunos foram auxiliados pelos colegas do 5º ano, que ajudaram a escrever, desenhar e pintar cada sonho. Não faltou roda de conversa e até as histórias de Ziraldo fizeram parte desse momento único e inesquecível.

 

 

As histórias de Ziraldo contadas na semana de acolhimento

 

 

Para saber mais sobre a Escola Municipal São Camilo Lellis:

Direção Geral: Eliane Francisca da Costa Souza
Direção Adjunta: Renata Thophilo Gallo
Coordenação Pedagógica: Aline Pinheiro Velloso da Silva
Telefone: 3394-1950
Email: emsclelis@rioeduca.net

 


Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações


   
           



Yammer Share