A A A C
email
Retornando 100 resultados para o mês de 'Setembro de 2012'

Sexta-feira, 28/09/2012

Teatro de Sombras

Tags: 5ªcre, artes.

O Teatro de Sombras chegou à E. M. República Dominicana através da professora da Sala de Leitura, Elisa Bamonte, em parceria com a professora de Artes Plásticas, Juliana Gonzalez.

 

A professora da Sala de Leitura da Escola Municipal República Dominicana, Elisa Bamonte, em parceira com a professora Juliana Gonzalez, de Artes Plásticas, trabalharam o Teatro de Sombras na turma 1301, usando dramatização como instrumento de ensino, em  decorrência do PPP da escola “Nós Fazemos a Diferença: Os Afrodescendentes".


E o que é Teatro de Sombras? 

O Teatro de Sombras é uma das formas (gênero) mais antigas e belas de representação do teatro com bonecos, originário da China, e se espalhou pelo mundo.

 

A ideia deste trabalho partiu da professora Elisa Bamonte, após trabalhar com os alunos na Sala de Leitura o livro “Bruna e a Galinha D’Angola”, de Gercil Almeida, da Editora Pallas.

Clique na imagem para ler o livro.

 

Créditos à Profª Cássia Mariotti/SP


 

Mas quais seriam os objetivos das professoras? 


- incentivar a leitura e interpretação de texto; melhorar a escrita e a leitura oral dos alunos; proporcionar aos alunos o acesso aos diversos tipos de linguagens: corporal, visual e a escrita; promover a socialização e o trabalho em grupo; buscar a participação, o estímulo e crescimento cultural dos alunos.


 

TEATRO DE SOMBRAS

 

 

De acordo com a professora Elisa, após a narrativa do livro, os alunos da 1301 gostaram tanto que montaram um texto coletivo sobre a história. Sob sua orientação, a turma preservou as partes principais do texto, formando um roteiro para o Teatro de Sombras.

Pensando interdisciplinarmente, a professora Juliana Gonzalez, professora de Artes da mesma turma, levou os alunos a concluírem as personagens, já iniciadas por ela, em papel-cartão, colando-as em palitos de churrasco para que estes servissem de base. "É um teatro feito por crianças para crianças." diz a professora. 

 

Professoras Elisa Bamonte e Juliana Gonzalez, junto aos alunos e elenco do Teatro de Sombra

 


Para a confecção do teatro, a professora utilizou uma caixa grande de papelão, cartolina preta, papel de seda, papel crepom vermelho e cola. As personagens foram feitas em papel cartão preto. 


As apresentações foram realizadas na Sala de Leitura, com um grupo de turmas de cada vez. O aluno Cristian foi narrando a história enquanto os colegas ficaram atrás manipulando as personagens. 

 

TV ANGOLA

 

 

Já no 5º ano, turma 1501, as professoras trabalharam a lenda "A Galinha Dangola" como texto norteador, dando continuidade ao tema continente africano usando a Televisão de Papelão - TV Angola. 


Esta lenda tem várias versões, mas a professora Elisa, responsável pela Sala de Leitura, optou pela autora Tata Riá Nkissi Nkassuté. Como proposta de trabalho foi apresentado desenhos como narrativa da lenda, através de uma televisão de papelão que chamaram de TV Angola. 

 

Os objetivos: levar os alunos a aprendizagem através da socialização, da criatividade, da coordenação, da memorização, do vocabulário, entre outros.


O trabalho com a turma foi desenvolvido na Sala de Leitura, da seguinte forma: 

- composição dos grupos;
- leitura e interpretação da lenda;
- comentários orais dos alunos;
- divisão pelos grupos das partes da lenda para os respectivos desenhos em papel ofício;
- colagem dos desenhos;
- exibição do trabalho, na TV ANGOLA por cada grupo.


E finalmente, dia 29 de agosto, houve a apresentação da turma 1501, que dividida em grupos, se apresentaou para todas as turmas as suas criações.

 

Alunos autores-roteiristas e diretores da película "A Lenda da Galinha D’Angola", pela TV Angola 

 

 

"Chamar os colegas para a platéia, encaixar os 'rolos de filme' e caprichar na emoção na voz de cada narrador" foram alguns desafios que os alunos autores tiveram que enfrentar para aprenderem e compartilharem com todas as turmas, sobre a lenda africana A Galinha Dangola.


As professoras, tão gentilmente, explicam como se confecciona uma TV de papelão. 

Material usado:

> 1 caixa de papelão resistente
> 1 cabo de vassoura cortado em dois pedaços
> tinta guache

> pincel
> cartolina preta para os botões, papel laminado para decoração
> tesoura
> cola plástica

> fita adesiva
> papel ofício para o "filme".

 

Passo a passo para confeccionar a TV de Papelão:

1- Recorte um quadrado em um dos lados da caixa para fazer a tela de sua TV. Na parte lateral, próximo à abertura da tela, faça dois furos redondos de cada lado para encaixar os cabos de vassoura – um em cima e outro embaixo.

2- Pinte a caixa por fora, com guache, da cor que preferir.

3- Atravesse a caixa com os dois cabos, pelos furos, deixando pontas para fora para poder rodar o “filme”. 

4- Cole as folhas de papel ofício em sequência e desenhe sua história quadro a quadro, da primeira para a última cena. Uma dica: meça o tamanho do recorte da tela para fazer os desenhos do tamanho certo e não deixar nenhum personagem escondido.
5. Cole com fita adesiva, no cabo de baixo, o fim do “filme”. E enrole todo o papel nesse cabo, deixando sobrar apenas quantidade de folha suficiente para alcançar, esticada, o cabo de cima. Afixe nele a ponta inicial do rolo.
6. Decore a parte da frente da caixa, sob a tela, círculos de cartolina para os botões de volume, sintonizador de canal, desenhe estrelas, círculos em papel laminado e o que mais quiser. Aí é só se esconder atrás dela, rodar o cabo de cima e ir passando o "filme".

 

Parabéns às professoras Elisa Bamonte e Juiana Gonzalez pela brilhante parceria nestes projetos onde a arte e a leitura se fizeram complementar.
 

 
“Não treinar as crianças para a aprendizagem pela força e severidade, mas encaminhá-las para que se divirtam com suas mentes, para que você possa ser mais capaz de descobrir com precisão a tendência peculiar do gênio de cada um.” 

Platão

 

Visitem, acompanhem e comentem as postagens do blog http://escolamdominicana.blogspot.com.br/




Escolas e professores participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos, clicando aqui.

 

Regina Bizarro é Professora da Rede Municipal de Educação e Representante do Rioeduca na 5ªCRE.

Contatos:

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

Twitter: @rebiza

Facebook: #rebiza

                                


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/09/2012

Escola: Berço dos Campeões do Futuro

Tags: 8ªcre.

 

 

Os professores de Educação Física da E. M. Rosa da Fonseca organizaram um torneio de futebol, no dia 31 de agosto. Os alunos, divididos em times, aprenderam lições importantes sobre trabalho em equipe e vida saudável.Todos dedicaram-se muito e o torneio marcou a trajetória da escola neste ano letivo.

 

 

 

 

 

Atualmente, ninguém mais duvida da importância do esporte na vida das crianças e dos jovens.Especialistas dizem, que quanto mais cedo a criança cria o hábito pelo esporte, menos propensão ela tem a doenças. Além de prevenir doenças o esporte contribui no desenvolvimento infantil e também no relacionamento saudável com outras crianças.


 

 

 

 

Esta filosofia prevalece com muita relevância na Escola Municipal Rosa da Fonseca.No dia 31 de agosto foi realizado o Torneio de Futebol, onde todas as turmas foram representadas.

Este foi um projeto elaborado em conjunto pelos professores de Educação Física.

O Torneio de Futebol não só estimula a competição saudável, mas também abre a discussão sobre outros hábitos que influenciam na saúde e bem estar dos jovens.

 

Alimentação balanceada, exercícios físicos, trabalho em equipe e dedicação foram uns dos assuntos abordados no projeto que movimentou toda a escola.

 

 

 

"Atividade física não é apenas uma das mais importantes chaves para um corpo saudável - ela é a base da atividade intelectual, criativa e dinâmica."

                                                                                    John F. Kennedy

 

 

 

  

 

 

A Escola Municipal Rosa da Fonseca recebeu a parceria do Clube dos Oficiais da Vila Militar.

 

No clube, a escola contou com o espaço e com toda a infraestrutura necessária para que a atividade acontecesse da melhor forma possível, com segurança e conforto para os alunos participantes.

 

As equipes posaram orgulhosas para as fotos. Naquele dia, todos se mostraram vitoriosos por tanto aprendizado adquirido no desenvolver do projeto, tanto na escola quanto fora dela.

 

 

 

 

 

 

O projeto foi um sucesso absoluto, graças à iniciativa dos professores de Educação Física, do apoio de toda equipe pedagógica, funcio nários e da direção da E. M. Rosa da Fonseca.

O resultado foi uma tarde agradável em clima de ordem e harmonia.

 

 

 "Uma Escola só se faz grande, quando grandes profissionais se encontram e apoiam ações que trazem benefícios para toda a comunidade escolar."

 Patricia Nogueira - Coordenadora Pedagógica da E. M. Rosa da Fonseca

 

 

 

 

 

"O Portal Rioeduca é uma excelente fonte de material pedagógico de qualidade, tendo em vista a aplicabilidade das atividades e projetos relatados.

Daí, a grande importância do compartilhamento de ações por parte dos professores da Rede, independentemente do tamanho ou da grandiosidade do trabalho realizado nas Unidades Escolares."

                                                                                    Professora Patricia Nogueira - E.M. Rosa da Fonseca

 

 

 

O Rioeduca aguarda o relato da sua escola.

Compartilhe conosco!

Procure o representante da sua CRE.

 

 

 

 

Meus contatos:

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: Prof_Neilda

 

 

 

 

                                       

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/09/2012

Primavera de Leituras

Tags: 3ªcre, riodeleitores, educaçãoinfantil, blogsderioeducadores, blogsdeescolas.


A leitura para a Educação Infantil e a Primavera para a natureza trazem colorido, riqueza e vida nova. Acompanhe as experiências das professoras Elidia Correia, Mônica Fonseca e Tânia Cruz unindo estas duas forças na 3ª CRE.
 

 

 

A primavera é o renascer da natureza adormecida durante todo o inverno. Ainda que a nossa cidade não tenha as estações tão marcadas como nas regiões temperadas do país, podemos perceber as diferenças sutis que a passagem de uma estação à outra estabelece. Amendoeiras com suas folhas espalhadas pelo chão e as flores que despontam alegres ao final de setembro são algumas delas.
Assim também é a ação da descoberta da mundo da leitura para os alunos da primeira infância. Seu universo já tão imaginativo é enriquecido pelas histórias que vai ouvindo para florescer na alfabetização.

A professora Mônica Fonseca, da Sala de Leitura da E. M. Brício Filho, levou as turmas da Educação Infantil de sua escola a ler a Primavera como época de transformação. E eles reciclaram muito transformando lixo em beleza como a lagarta se torna borboleta. As leituras vieram através de livros e vídeos. Depois de muito trabalho, a beleza toma toda uma parede do pátio.

 

 

 

 

 

Já a professora Tânia Cruz, da E. M. Reverendo Álvaro Reis, escolheu o terreno do folclore para plantar a semente do amor pela leitura. A cantiga de roda A Linda Rosa Juvenil encanta pela ludicidade e possibilita aos alunos viver o que leram. A beleza da natureza (rosa) que adormece e aguarda o tempo correr (inverno) até que um rei (sol) venha despertá-la para a alegria de todos. Esse mergulhar na leitura fazendo-a parte de si é mais uma semente plantada.

 

 

 

 

 

 

 

Mas nem só de natureza vive a Primavera. A tecnologia também está fazendo uma revolução acontecer, trazendo vida nova para a educação.
A professora Elidia Correia, da E. M. Senegal, retratou esta transformação com seus alunos. A leitura em diferentes mídias da Primavera da Lagarta, de Ruth Rocha, enriquecida com vídeos, música, recontação da história aproxima as crianças do mundo que elas vão encontrar. Então desenhar a lagarta no tablet e escrever um e-mail a ela avisando da chegada da primavera passa a fazer parte da leitura de mundo deles.

 

 

 

 

 

 

 

A Primavera e a leitura são um compartilhar de beleza e saber que enriquece a todos. Com estas experiências, elas participaram da Primavera de Ideias organizada pela professora Raphaella Marques, da 7ª CRE, em seu blog Estudando e Navegando. O objetivo era divulgar atividades que envolvessem a magia da leitura e recursos digitais.

Confiram os detalhes, planejamentos e imagens nos blogs citados acima. Seja bem vinda a Primavera!

 

 



 

 

 

Contate-nos

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/09/2012

Família Miguel Calmon fazendo história na Internet

Tags: 10ªcre, blog, rio sustentável.


 

 

A Escola Municipal Miguel Calmon é a mais antiga do bairro de Paciência, Zona Oeste do Rio de Janeiro. É também, de todas as unidades escolares da 10ª CRE, aquela que mantém o seu blog há mais tempo em permanente funcionamento.

 

 

Direção da Escola Municipal Miguel Calmon: Lúcia, diretora; Denise, diretora adjunta; Graciene, coordenadora pedagógica e Cris Dias, professora regente da Sala de Leitura.

Fotos copiadas do blog: http://www.emcalmon.blogspot.com.br/ 

É muito comum que as direções das escolas entrem em contato com os representantes do Rioeduca nas Coordenadorias Regionais de Educação, solicitando a divulgação dos seus blogs no portal. O pedido da Escola Municipal Miguel Calmon tem um significado especial, porque se trata da mais antiga escola do bairro de Paciência e aquela que já escreve boa parte da sua história pela Internet.

Alunos da Escola Municipal Miguel Calmon no passeio ao Pão de Açúcar.

Foto copiada do blog: http://www.emcalmon.blogspot.com.br/ 

 


 Fui pesquisar um pouco sobre o blog da E. M Miguel Calmon e redescobri o caminho percorrido pela escola desde abril de 2005, quando foi inserida a primeira postagem, conforme consta dos arquivos do blog inicial, que ainda pode ser consultado a partir do link disponibilizado até hoje para consulta http://www.miguelcalmon.blogger.com.br/archive.html

 


Na primeira postagem, para familiarizar o leitor com a escola, há texto informativo intitulado “Um pouquinho da Miguel Calmon”, citando que a escola está localizada na Estrada de Santa Eugênia, afastada a 68 quilômetros do centro do Rio de Janeiro e que o prédio, construído há mais de sessenta anos, não aparenta ser tão antigo.

 


Para a coordenadora pedagógica daquela época, professora Violeta Ferreira da Silva, também de acordo com o texto da postagem, não havia receita magica para o bom desempenho da escola. "Trabalhamos de forma a integrar todos com o mesmo objetivo: o sucesso do aluno. Muitos professores lecionam hà bastante tempo na Miguel Calmon e conhecem bem a comunidade. Algumas Professoras moram no bairro. A cada ano chegam novos professores e a renovação também é salutar ! “

 


As postagens subsequentes vão mostrando tudo o que se fez e o que se faz na Escola Municipal Miguel Calmon, de forma bastante objetiva e bem ilustrada com fotos da direção, dos funcionários, dos professores e principalmente, dos alunos em atividades.

 


A história mais recente da Escola Miguel Calmon continua sendo escrita e postada no blog que agora deve ser acessado a partir do link: http://www.emcalmon.blogspot.com.br/

 

 

Círculo Montesoriano, alunos em atividades na Semana de Alfabetização, na Escola Municipal Miguel Calmon. Foto reproduzida do Blog http://www.emcalmon.blogspot.com.br/ 


Fui conferir para conhecer um pouco sobre o Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Miguel Calmon, que se resume no tema: “Sustentabilidade: essa ideia pode mudar sua vida”.

 


Neste ano de 2012, após a realização da Conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, a Rio+20, a Escola Municipal Miguel Calmon vem trabalhando com ênfase em vários subtemas relacionados à sustentabilidade, como dever de todos e de cada um, mantendo os mesmos objetivos pedagógicos para que o aluno se destaque como agente atuante e transformador da sociedade.

 

Na montagem abaixo, professores da Escola Municipal

Miguel Calmon, em fotos copiadas do blog  http://www.emcalmon.blogspot.com.br/


É a Família Miguel Calmon escrevendo a sua história também na Internet.

 


Visite o blog da escola: http://www.emcalmon.blogspot.com.br/ 

Contatos: Professor Sinvaldo do Nascimento Souza, representante do Rioeduca na 10ª Coordenadoria Regional de Educação.
E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net

Twitter: @SinvaldoNSouza
 

 

 

 

                                      

 

 

 


   
           



Yammer Share