A A A C
email
Retornando 16 resultados para o mês de 'Junho de 2014'

Segunda-feira, 30/06/2014

Educador X Fonoaudiólogo é Sucesso Garantido na Educação.

Tags: especialistas, saúde.


A atuação do fonoaudiólogo na escola é voltada para a prevenção de diversas alterações, nas áreas da linguagem (mais detalhada nesse artigo), voz, audição e motricidade orofacial. A atuação em conjunto com educadores pode trazer benefícios para os escolares, e também, para os professores.


Fonoaudiologas Raiane D'Andréa, Dharana Gaia e Nayany Leite

 


Em nosso país há um enorme número de crianças que apresentam alguma dificuldade de aprendizagem, e por muitas vezes não conseguem acompanhar atividades que envolvam leitura e escrita no contexto escolar.



Estudos comprovam que parte dos alunos, com algum problema de aprendizagem, sofre com falhas nos processos de alfabetização. Essas falhas somadas ao contexto socioeconômico da criança, podem levar a problemas como repetência e maior defasagem escolar.


Fonoaudiólogas( Rafaela Gomes e Raiane D'Andréa)


Em alguns países, já ocorre programas de intervenção, organizados por educadores e fonoaudiólogos para crianças identificadas com alguma dificuldade escolar. Elas são expostas a diversas atividades para auxiliar no processo de alfabetização. Uma boa parte das crianças superam as dificuldades ao final dos programas, e as que não superam, são encaminhadas para tratamentos mais específicos.



A fonoaudiologia ganha cada vez mais espaço no âmbito educacional, uma vez que, é capaz de desenvolver ações para investigar os problemas de leitura e escrita existentes, e assim, realizar ações educativas que possam permitir o desenvolvimento de métodos que vão auxiliar no processo de alfabetização melhorando o rendimento escolar dos alunos.

 


 

 

Dharana Gaia Rodrigues - Fonoaudióloga formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pós-graduanda em Neurociências pelo Instituto de Psiquiatria- IPUB/UFRJ. Atua com crianças que apresentam dificuldades de desenvolvimento da linguagem oral e escrita.

 

 

Texto enviado pela profª Maria Helena Lima (by helenadetroia)

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 24/06/2014

Informativo Multírio - 24 de junho

Tags: informativomultirio.

 

Multirio Web Rádio
Multirio

Nova série destaca a importância da consciência ambiental

Nesta quarta-feira (25), estreia uma nova série licenciada sobre meio ambiente na programação. Cuidar da natureza não era uma preocupação de Lucas, Clara e Kruger, principalmente por causa da falta de conhecimento dos três. O Lar das Gaivotas, lugar charmoso com lagos e árvores, foi devastado ao longo do tempo. A situação do local é preocupante. Por isso, as gaivotas resolvem chamar o Menino Terra, um super-herói que conversa com as pessoas e ensina sobre como ajudar a preservar o meio ambiente. A animação O Menino Terra vai ao ar na quarta-feira (25), às 20h15, no canal 26 da NET.

 

A sutileza do imaginário infantil em Cidade de Leitores

O programa destaca alguns aspectos da produção literária e cinematográfica infantojuvenil atual. Leila Richers conversa com a escritora Rosa Amanda Strausz. Ganhadora do prêmio Jabuti com Mínimo Múltiplo Comum, livro para adultos, a autora começou a escrever para os pequenos depois de ser mãe. Seus livros partem da observação fina da criança, e tratam com humor e leveza assuntos como morte, sexualidade e desigualdade social. Outra convidada é a jornalista Flávia Moretti, produtora de Superfantástico!, festival de filmes brasileiros que valoriza o folclore, a literatura e o imaginário infantil. Em Cidade de Leitores, a literatura, as expressões artísticas, os autores e suas obras estão em destaque, a favor do diálogo entre as diversas linguagens. O programa vai ao ar na quarta-feira (25), às 20h30, no canal 26 da NET; e na quinta-feira (26), às 9h30, na BandRio.

 

O impacto da hiperconexão nas relações humanas

No Conceito & Ação desta sexta-feira (27), Cristina Amaral entrevista a professora Cristina Franco Ferraz sobre a influência das redes sociais e da internet no jeito de ser e de agir na sociedade. O programa levanta questões como o impacto da hiperconectividade no desenvolvimento dos jovens, as diferenças entre as relações na rede e no mundo físico, e os efeitos positivos e negativos da web no trabalho e no ambiente escolar. A ideia é refletir sobre como as ligações sociais são estabelecidas na era virtual. Para enriquecer o debate, são exibidos trechos da série Em Tempo Real. Conceito & Ação promove a reflexão sobre as principais questões da Educação e assuntos relacionados, sob a ótica do desenvolvimento humano e sustentável. O programa vai ao ar na sexta-feira (27), às 20h30, no canal 26 da NET.

 

Siga-nos no Twitter

A MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio.

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO | 
MULTIRIO Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.
Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria multirio@rio.rj.gov.br

 

Siga-nos no 
Twitter Portal 
Multirio

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 23/06/2014

E. M. Professor Castilho e a Copa na Escola

Tags: 10ªcre, esporte.

 

O Projeto desenvolvido pela equipe da E. M. Professor Castilho da 10ª Cre, para o Mundial de 2014 foi um sucesso, projeto este onde cada professor escolheu um dos países participantes da Copa do Mundo para explanar com a turma situações variadas através de trabalhos escolares e pedagógicos.

 

Com o apoio da Diretora Rosany Sarmento, da Diretora Adjunta Ana Cannavaro e da Coordenadora Pedagógica Cleia Vieira, o Professor Marcelo Andriotti realizou um passeio cultural diferente sobre o tema proposto pelo corpo pedagógico escolar intitulado: "Copa na Escola".

 


E nesta viagem a um dos países participantes a França, foi à escolhida para a turma 1.304 da professora Christina Alves, que contou com a ajuda do Professor Marcelo Andriotti e da Professora de Educação Física Roberta.

 

Como mola propulsora o Professor Marcelo Andriotti utilizou o livro, "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.

 

Ele desenvolveu uma apresentação teatral e a Professora de Educação Física Roberta ensaiou os alunos sobre a orientação do Professor Marcelo Andriotti.

 

 

Ao longo do desenvolvimento das atividades, os alunos pesquisaram individualmente sob suas orientações: animais, planetas, água, deserto, vulcões, e muitos temas que iam descobrindo ao longo da leitura do referido livro.

 

A Frase "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" foi trabalhada com o intuito de valorizar a amizade e assim perceber que as virtudes são indispensáveis à formação do ser humano.


O Professor Marcelo Andriotti assim conseguiu estimular o gosto pela literatura, desenvolvendo a criatividade, a curiosidade, etc.

 

 

Marcelo Andriotti: "Brincamos como se o Pequeno Príncipe tivesse (em uma de suas viagens a terra) caído justamente na nossa escola Professor Castilho e trouxesse em sua bagagem mensagens de amor, paz, conhecimento, sabedoria".

 

 

O Professor Marcelo Andriotti desenvolve um projeto social chamado Favela Mundo, atualmente na região da 3ª CRE, em Água Santa, e 90% dos alunos são da rede municipal de ensino. Com esse projeto Marcelo Andriotti, já representou o Brasil em eventos e congressos pedagógicos e culturais em diversos países. Entre eles Cuba, México e até mesmo na ONU, nos Estados Unidos.

 


Parabéns a toda equipe da Escola Municipal Professor Castilho!

 

Texto enviado pela profª Helena Lima da Silva (by helenadetroia)
 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 20/06/2014

Projeto Copinha Gallotti

Tags: 5ªcre, esporte.

 

A Escola Municipal 05.15.053 Senador Francisco Gallotti está no portal Rioeduca mostrando o Projeto Copinha Gallotti baseado no tema do seu Projeto Político Pedagógico, chamado “Cidadania, nós podemos!”.

 

A Escola Municipal 05.15.053 Senador Francisco Gallotti resolveu desenvolver ações norteadas pelo Projeto Político Pedagógico: “Cidadania, nós podemos!”, construído juntamente com a Comunidade Escolar, está subdividido em dois subprojetos semestrais: “Copa da Diversidade: orgulho, respeito e igualdade.” e Lugar de criança é... Na família e na Escola.


“O Projeto Copinha Gallotti foi elaborado para culminar o nosso subprojeto do 1º semestre, objetivando possibilitar a aquisição de valores necessários para a coesão social e mundial, utilizando o esporte como ferramenta de inclusão social. A partir deste projeto pretendemos incluir a criança na cultura de movimento e orientá-la para que ela pratique de forma crítica e autônoma, preparando-a para a dinâmica social e política da nossa sociedade”, relata a professora Claudine Gomes dos Santos.

 


As atividades e as regras da Copinha Gallotti foram planejadas pelos professores de Educação Física Vera Lúcia Alves Macedo Fernandes, Daniel de Souza Silva e Iná Amaral de Assis.


Segundo a professora Claudine, “as atividades elaboradas visaram desenvolver os princípios básicos essenciais para uma competição saudável, resgatando valores como o respeito, a honra, a liberdade, responsabilidade, a justiça, a solidariedade, a honestidade”. E continua, “a Copinha Gallotti, através da execução de suas atividades, desde a explanação das regras a premiação da equipe vencedora, possibilitou a discussão sobre o respeito à diversidade e sobre a tolerância nas práticas esportivas, otimizando a convivência com as diferenças”.


 

Relato da professora Claudine Gomes dos Santos.


O projeto foi estruturado da seguinte forma:

• Iniciamos o nosso projeto com uma linda cerimônia de abertura, que conteve a execução do Hino Nacional Brasileiro, apresentações de danças com o tema Copa do Mundo, leitura de texto interativo sobre o Mundial e apresentação de Capoeira (professores e alunos).


• Os alunos da Ed. Infantil, Maternal II e Classe Especial participaram de atividades lúdicas como futebol gigante, circuito de fundamentos do futebol, gol a gol, peteleco, circuito psicomotor de desenvolvimento das habilidades do futebol, futebol de jornal e jogos pré-desportivos. Foram utilizados materiais recicláveis.


• Os alunos do 1º ao 6º ano participaram de um torneio com sistema de eliminatória simples, com equipes formadas por jogadores agrupados por faixa etária, podendo participar todos os alunos da Unidade Escolar, tendo apenas com critério pré-estabelecido a questão disciplinar. As equipes foram caracterizadas através de coletes com as cores da bandeira do Brasil.


• Os alunos das equipes que disputaram as eliminatórias simples, do 1º ao 6º ano, e venceram os jogos finais do torneio, receberam medalhas e representaram todos os participantes de nossa Unidade Escolar. Encerramos o projeto através de uma solenidade com a execução do Hino Nacional Brasileiro e a entrega das medalhas aos atletas vencedores. Este projeto constituiu-se de foram democrática e nossos alunos foram contemplados com uma competição saudável, onde responderam a nossa proposta de trabalho de forma positiva, demonstrando através da alegria e dos aplausos, que o importante não era a premiação e sim a união e confraternização que o esporte proporciona.



A Copinha Gallotti representou o encerramento do nosso subprojeto semestral (Copa da Diversidade: orgulho, respeito e igualdade.) e contribuiu para a nossa prática pedagógica, exigindo atenção e disciplina nas atividades e estes são elementos fundamentais para qualquer aprendizado.


Ainda, segundo a professora Claudine, os alunos aprenderam que o esporte tem a capacidade de unir pessoas e até mesmo nações. A diversidade e o respeito às diferenças fizeram-se presentes em todas as atividades.


 

E finaliza, “nossa escola compreende que o esporte atua em varias frentes: comunicação, expressão, emoção, educação e emancipação para a transformação social e é como essa perspectiva que pretendemos implementar novas ações como esta, a fim de desenvolver a cultura esportiva com a finalidade de formar o cidadão crítico, criativo e protagonista de sua própria história”.

 

 

Escola Municipal Francisco Gallotti no Facebook:


https://www.facebook.com/francisco.gallotti.37
 

 

Texto enviado pela professora Regina Bizarro

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share