A A A C
email
Retornando 24 resultados para o mês de 'Fevereiro de 2017'

Terça-feira, 28/02/2017

Aqui o mosquito não se cria - 2ªCRE

Tags: 2ªcre, dengue, zika, chikungunya.

 

No início do ano letivo as escolas da 2ªCRE realizaram uma campanha de conscientização sobre as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

 


A Mobilização contra a Tríplice Epidemia de Arboviroses - Dengue, Zika e Chikungunya – tem como objetivo conscientizar os alunos e a comunidade escolar sobre as ações importantes relacionadas ao combate do mosquito Aedes. Através de atividades pedagógicas e parceria com os postos de saúde, os alunos conheceram várias maneiras de cuidar do ambiente prevenindo a proliferação do mosquito.

A Escola Municipal Shakespeare, seguindo o cronograma que trata dos cuidados e ações sobre este assunto, programou para o dia dez de fevereiro uma caminhada no entorno da escola envolvendo toda a comunidade escolar.


Durante a semana as turmas trataram do assunto da campanha, elaboraram cartazes, assistiram vídeos, realizaram pesquisas e atividades, confeccionaram crachás e panfletos para serem entregues durante a caminhada. A caminhada partiu da escola até o Parque Lage onde foi feita uma parada estratégica.

A animação foi tanta que houve até grito de guerra:

"Meu brother, meu vizinho, minha tia
Elimine a água parada
Aqui o mosquito não se cria!"

 

Dando prosseguimento à campanha: “Aqui mosquito não se cria”, a turma 1502 e sua professora Jaci Simões criaram uma paródia da marchinha Cabeleira do Zezé:

"Olha que a dengue vem aí
Não vai conseguir, não vai conseguir (2x)
Será que vem a Chikungunya
Será que vem aquela Zika
Aqui não vai ter mais jeito
Da dengue persistir
Xó Aedes aegypti (4x) "

 

A marchinha fez parte do grito de carnaval da unidade escolar, onde os alunos participaram indo até a frente da escola para distribuir panfletos e cantar a marchinha.

 

Alunos na campanha contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes.

 

Preocupados com a possível epidemia de Arboviroses, a Escola Municipal Mario da Veiga Cabral e sua comunidade escolar envolveram-se na campanha “Aqui mosquito não se cria”, refletindo a respeito das ações necessárias à prevenção e controle do mosquito Aedes aegypti.

Durante essa reflexão as turmas desenvolveram vários trabalhos destacando as ações de prevenção, os sintomas das doenças, a importância da ação de cada um em seu território, a divulgação da carta de orientação junto às famílias, bem como diversos trabalho artístico a partir do tema. Um dos trabalhos desenvolvidos foi o coral de alunos, que se apresentou aos responsáveis na escadaria da escola, cantando a música da campanha de combate ao mosquito, interpretada por Ivete Sangalo “Palmas pelo Brasil”.

 

Apresentação do coral.

 

Desde que se iniciou o ano letivo, as crianças da Creche Galdino Manoel da Silva vêm trabalhando na campanha “Aqui Mosquito Não se Cria” aprendendo mais sobre algumas medidas de prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes.

Os berçários I e II ouviram histórias e coloriram um mosquito gigante enquanto aprendiam uma música sobre o tema.

Já o maternal I confeccionou placas de conscientização sobre o combate ao Aedes aegypti e se juntou ao Maternal II numa passeata no entorno da creche para chamar a atenção da comunidade para este assunto tão importante.

As crianças do maternal II fizeram um circuito de “Caça ao Mosquito da Dengue” no pátio da unidade escolar e puderam identificar possíveis focos de proliferação do mosquito como água parada em pneus e potes destampados.

Além disso, também foi incluída a rotina de passar repelente várias vezes ao dia e nessa ocasião a equipe pedagógica aproveitou para relembrar com as crianças a importância de fazermos a nossa parte na prevenção e combate as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

No dia da reunião dos responsáveis, a creche recebeu a visita da equipe de saúde da Clínica da Família do bairro do Andaraí, para uma roda de conversa sobre o assunto, trabalhando a conscientização e prevenção das Arboviroses.

 

Passeata em torno da creche.

 

Parabéns às unidades escolares que desenvolveram atividades de conscientização sobre a importância de prevenir a proliferação do mosquito Aedes.

 

O contatos das unidades escolares citadas são:

Escola Municipal Shakespeare emshakespeare@rioeduca.net

Escola Mário da Veiga Cabral emvcabral@rioeduca.net

Creche Galdino Manoel da Silva cmgaldino@rioeduca.net

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 28/02/2017

Escolas da 11ª CRE na campanha "Aqui mosquito não se cria"

Tags: 11ªcre, aedes, mosquito, cria.

 

 

Na 1ª Semana de Mobilização da campanha “AQUI MOSQUITO NÃO SE CRIA”, as Unidades Escolares da 11ª CRE realizaram diversas atividades escolares e a Caminhada de conscientização da Epidemia, com procura de possíveis focos do mosquito. CONFIRA!

 

 

O Decreto Rio n.º 42 795, de 01/01/2017 instituiu, na cidade do Rio de Janeiro, ESTADO DE ALERTA contra a tríplice epidemia de ARBOVIROSES – DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA.

Em atendimento ao Decreto, as equipes das escolas estão realizando junto aos alunos, trabalhos e atividades de conscientização da epidemia, a fim de acabar com os focos de mosquito. No dia 10 de Fevereiro, as unidades realizaram uma aula-passeio pelo bairro, no entorno da escola, conscientizando a comunidade escolar e procurando por possíveis focos.

Veja abaixo alguns registros:

 

E. M. Abeilard Feijó e E.M. Orlando Dantas

 

E. M. Alice Tibiriça

 

A escola Bilíngue Holanda, além de realizar a caminhada e as atividades relacionadas ao Mosquito Aedes aegypti, aproveitou o material disponibilizado pela Multirio e fez os alunos do terceiro ano cantarem juntos com os alunos da educação infantil o Samba "Pra Dengue Sambar".

 

E. M. Holanda

 

E.M. Álvaro Moreyra

 

 

O professor de Educação Musical da E. M. Anita Garibaldi, Frederico Martius Moreira, compôs para as crianças cantarem no projeto de erradicação do Aedes aegypti, A Marchinha do Mosquito.

 

 

 

"Deixei água parada no quintal,
O mosquito colocou os seus ovinhos
em dez dias o zumbido era infernal
Pois nasceram uns duzentos mosquitinhos
Peguei dengue e um vizinho pegou zika
Meu amigo isso não é brincadeira
O danado do mosquito é traiçoeiro
É melhor não dar bobeira"

 

 

E. M. Belmiro Medeiros

 

CIEP Dr. João Ramos de Souza

 

Os alunos da Educação Infantil do EDI Neusa Maria Goulart Brizola além das diversas atividades realizadas, brincaram de procurar imagens dos mosquitos e não podiam confundi-los com a imagens de moscas que também estavam espalhadas pelo pátio. Ao encontrá-las deveriam pegar o spray de inseticida e matá-los, ilustrando como se deve fazer na vida real. Lembrando, que o spray encontrava-se vazio e havia sido limpo pelas educadoras para que não causasse nenhum mal quando manuseado por eles. 

 

 

 

 

E. M. Cuba

O Berçario realizou atividades e jogos de combate e procura a mosquitos. 

 

Creche Municipal Dr. Antônio Monteiro e Creche Municipal Stella Maris

 

E. M. Rodrigo Otávio

 

E. M. Dunshee de Abranches

 

O EDI Tenente Pedro de Lima Mendes realizou diversas atividades na educação infantil: Vasinho anti Dengue, Letra Inicial (Objetos com M), Circuiro Pega o Mosquito, etc

 

EDI Tenente Pedro de Lima Mendes

 

E. M. Cândido Portinari

 

E. M. Conjunto Praia da Bandeira 

 

A E. M. Especial Rotary Club compareceu em uma feira famosa, perto da escola e aproveitou que estava cheia para distribuir panfletos de conscientização.

 

E.M. Especial Rotary Club

 

 

"Parabéns a todos, pela mobilização que fizeram junto aos professores, alunos, funcionários, agentes, responsáveis e toda a equipe escolar para que trabalhos tão lindos fossem criados e confeccionados. Conseguimos acompanhar todas as Escolas. Tivemos de tudo: Caminhadas, cartazes, panfletagem, desenhos, blocos de carnaval, marchinhas, máscaras, mosquitos confeccionados com os mais diversos materiais, teatro. Quanta riqueza e criatividade! Se depender das nossas Escolas, Creches e EDI "Aqui mosquito não se cria!" Parabéns a todos!"

(Tania Maria de Souza Bendas Coordenador E/11ª CRE)

 

 

Quer saber mais sobre?

11ª Coordenadoria Regional de Educação - E/11ªCRE

Gerência de Educação - GED

Email: gedcre11@rioeduca.net 

Telefone: 3383-8144

 

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 27/02/2017

FormAção - 1ª CRE em Ação 2017 !

Tags: 1ªcre, formação.


A 1ª Coordenadoria Regional de Educação dá continuidade aos Encontros de Formação para gestores e professores das unidades de sua abrangência.

 

O programa de Formação Continuada na 1ª Coordenadoria de Educação 2017 deu seu pontapé inicial com chave de ouro: O Seminário Formação, 1ª CRE em Ação.


A professora Fátima Sueli Joaquim Lourenço, Coordenadora da 1ª CRE, abriu o Calendário de Formação 2017 falando da importância e o papel de todos os presentes na garantia de uma Educação qualitativa para nossos alunos.

 

Professora Fátima, abrindo o Calendário de Formação 2017.


Na oportunidade, gestores das 95 unidades escolares assistiram à brilhante Palestra da Professora Doutora Tereza Penna Firme, que falou  sobre o tema “Os Avanços da Avaliação no Século XXI: O impacto na Aprendizagem, no Ensino e na Gestão”.

 

Professora Teresa Penna Firme, com a Equipe de gestores da 1ª CRE.

 

A palestra foi precedida de uma atividade Musical com o professor Wagner Meirelles, professor de Música de nossa Rede.


Ao final do Seminário, os participantes foram contemplados com uma visita à exposição permanente do Museu do Centro Cultural da Light.

 

Atividade Cultural , durante o Seminário.


Nas primeiras semanas de Fevereiro, as atividades de Formação foram direcionadas aos professores dos Projetos de Reforço Escolar Aceleração e dos  Regentes do 6º Ano Experimental.


Os professores que estão atuando pela primeira vez no 6º Ano Experimental foram acolhidos pelos regentes antigos e  juntos,  conheceram e discutiram os caminho a ser percorrido no ano letivo de 2017.

 

Professores do 6º Ano Experimental, avaliando o ano de 2016.

 

Os professores do Projeto Aceleração tiveram  seu primeiro encontro de Formação Regional, onde o ponto focal da discussão foi a importância da cooperação e do trabalho em equipe, mostrando que “juntos somos mais fortes”, e a organização do trabalho, com porpostas de atividades iniciais para o Projeto.

 

Acima, professores dos Projetos Aceleração 6 e 8, em Oficina de Dança de Integração, com a professora Nadir Alves.

 

Abaixo, professora Glória Arouca, apresentando Atividades Complementares para os Projetos.   

 

Os Coordenadores Pedagógicos estiveram reunidos durante o mês discutindo assuntos relevantes para o andamento do trabalho ao longo do ano letivo. Professora Valéria Jaconiano, Gerente de Educação , no dia 14 de fevereiro, promoveu um Diálogo sobre o Processo de Diagnose nas turmas de Alfabetização, além de discutirem sobre a Elaboração do Plano Educacional Individualizado, o PEI.

 

Professora Valéria, conversando com os Coordenadores Pedagógicos sobre Diagnose e Plano Educacional Individualizado.

 

No último dia 17 de fevereiro, os Coordenadores Pedagógicos também tiveram a oportunidade de refletir sobre o Processo de Avaliação, a partir da palestra da professora Tereza P. Firme, numa manhã de aprendizagem, no Auditório da Editora Florescer, ao lado do Boulevard Olímpico.

 

Professora Teresa Penna Firme, conversando com os Coordenadores Pedagógicos sobre Avaliação.

 

Esse foi apenas o começo do Formação – 1ª CRE em Ação 2017. O trabalho está apenas começando!

 

 


Para Saber Mais:

1ª Coordenadoria Regional de Educação

Gerência de Educação 

Rua Edgard Gordilho, 63 – Saúde

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net
 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 23/02/2017

Recesso Escolar para os Profissionais da Educação

Tags: decreto, recesso, educação.

 

O Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, decreta nesta quinta-feira, dia 23, que as escolas, creches e Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) da Rede Pública de Ensino não terão expediente, permanecendo fechadas, nos dias dois e três de março (quinta e sexta-feira) de 2017.

Estes dois dias serão considerados recesso escolar para os profissionais da educação lotados nas unidades escolares que não estiverem em gozo de férias.

 

 

ACESSE AQUI O DECRETO RIO 


   
           



Yammer Share