A A A C
email
Retornando 68 resultados para o mês de 'Novembro de 2018'

Sexta-feira, 30/11/2018

Família e Escola, Uma Parceria de Sucesso

Tags: cre10, 10ªcre.

 

O EDI Medalhista Paralímpico Ricardo Costa de Oliveira promove interações e vivências com a família com o objetivo de fortalecer o vínculo e a consciência dos direitos e deveres de ser agente do processo de desenvolvimento da criança através das Artes e da Leitura.

 

O EDI Medalhista Paralímpico Ricardo Costa de Oliveira localizado à rua Silvânia, s/nº - Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 22 de setembro de 2016. Atende atualamente 426 alunos distribuídos em nove turmas de Creche, em horário integral e oito turmas de Pré-Escola, em horário parcial. Tem como diretora a professora Sandra Regina Machado Raposo, como diretora adjunta a professora Anna Flavia da Costa da Conceição e como professora articuladora, a professora Marcia Siqueira dos Santos.

 

A equipe de gestão vem desenvolvendo desde a inauguração uma história de avanço e sucesso, onde todos os segmentos estão envolvidos no processo educativo: família e escola devem ter consciência da importância da sua contribuição e responsabilidade como cota para o desenvolvimento da tarefa educativa. Satisfazendo, assim, seus anseios em uma relação saudável na quais direitos e deveres precisam ser respeitados.

 

 

Equipe da Unidade Escolar

 

 

Além disso, buscam auxiliar na formação, através das interações e das relações de amor e respeito, com seus pares, família e escola, crianças que sejam protagonistas do processo de aprendizagem, que contribuam para a transformação no espaço onde estão inseridas, com vias de acesso ao mundo de paz. Para isso, promovem constantes ações, onde a família, possa estar inserida no espaço fazendo parte deste processo.

 

— O tema do Projeto Político Pedagógico da nossa Unidade Escolar é “No JARDIM das cores, cantamos o MARAVILHA para um mundo de paz”. Através da arte, das cores, das relações promovemos, oficinas de artesanato com os responsáveis para que estes estivessem mais próximos das nossas vivências. — afirma a diretora Sandra.

 

Participação dos responsáveis na confecção dos trabalhos

 

 

Esse ano o EDI está desenvolvendo o Projeto o “Livro Viajante”, onde cada criança leva a sua maleta com o empréstimo de um livro de literatura, a família já inteirada da importância de ser agente no processo de desenvolvimento da criança, conta a história e conversa com a criança, sobre este momento e faz um pequeno registro enviando para que possamos estar interagindo sobre este momento.

 

— Estamos muito felizes com o retorno e a participação de todos envolvidos. Continuamos realizando oficinas de artesanatos bem como, outras atividades que tragam estes pais para dentro da escola e se tornem participes de todo processo. — afirma a diretora Sandra.

 

 

Alunos participando do projeto Livro Viajante

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.26.809) EDI Medalhista Paralímpico Ricardo Costa de Oliveira
E-mail: edimoliveira@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 30/11/2018

Projeto "Um milhão de amigos" da E.M. Waldemiro Potsch

Tags: inclusão, projeto, 5ª cre.

 

No Dia I da Inclusão, a Escola Municipal Waldemiro Potsch desenvolveu um projeto chamado "Um milhão de amigos" e, desde esse dia, são muitas as atividades realizadas diariamente na escola. Confira!

 

 

 

A Escola Municipal Waldemiro Potsch, junto com a Coordenadora Daniele Cardoso, se engajaram na questão da inclusão nesse ano de 2018 e desenvolveram o projeto "Um milhão de amigos", com o objetivo de trabalhar a solidariedade, a empatia e a diversidade, além de despertar nas crianças, o respeito pelas diferenças e pela inclusão em todos os seus aspectos.

 

O primeiro movimento do nosso projeto foi a criação dos mascotes. Cada um deles representando uma deficiência.Temos o Jeff, com deficiência física, Davi, o autista e Lucas, com deficiência visual. Além deles, temos também o mascote do Roberto Carlos, pois é dele a música geradora do projeto (Eu quero apenas). 

 

 

 


Durante a semana, cada criança leva um boneco para casa e registra no caderno que acompanha o boneco, todas as atividades que o boneco "participou", sempre com a preocupação de suas limitações. Conversamos com as crianças a questão da acessibilidade para o boneco com deficiência física, a questão das necessidades do autista e do com deficiência visual e as crianças descrevem no caderno como foi sua experiência. Essa parte do projeto estimula a escrita, o registro espontâneo e os cuidados que devemos ter com o próximo, uma vez que o boneco deve ser "cuidado" pelo aluno.

 

 

 


Durante o período do projeto (setembro a novembro),a música "Eu quero apenas..." será trabalhada em todos os seus versos ( violência, solidariedade, desejos, amor ao próximo) . Além disso, cada professor está "linkando" a música ao seu trabalho, produzindo textos, interpretando a música, destacando sua mensagem que diz respeito à liberdade de expressão, ao direito de ir e vir, ao direito de viver em liberdade e o desejo de se viver em um ambiente de paz, temas atuais e constantes em nossas vidas . Novas versões surgiram a partir do que cada um "quer apenas" e , a cada semana, um novo trabalho fica exposto no pátio da escola. 

 

 

 


Essa semana, recebemos a visita do Professor Vanderlei Vazelesk , doutor em História, organizador do livro "Agrarismos" e que possui deficiência visual desde que nasceu. Sua palestra foi um verdadeiro show de superação e esforço. As crianças adoraram conhecer e interagir com o professor que foi muito solícito em responder sobre toda a limitação que a cegueira impôs em sua vida e como ultrapassou seus limites, inclusive publicando seu livro em outra língua. 

 

 

 


A professora Iracema é a nossa contadora de histórias e está percorrendo as salas contando histórias dirigidas ao tema ou histórias em braile, dando oportunidade às crianças de sentir nos dedos como é feita a leitura por uma pessoa com deficiência visual. 

 

 

 


A professora Kátia de Educação Física desenvolveu atividades onde o aluno é privado de algum movimento, simulando os jogos paralímpicos. Na atividade desta semana, os alunos só podiam utilizar os braços para jogar a bola para o outro campo sem deixá-la cair. 

 

 

 


O projeto foi um sucesso!!! Na Waldemiro Potsch, a inclusão acontece!

 

 

 

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: Escola Municipal Waldemiro Potsch 
Diretor: MONICA DE SOUZA LEITE
Endereço: Rua Riacho Doce s/n, Osvaldo Cruz
Telefone: 3017-3977 | 3015-9829
E-mail: empotsch@rioeduca.net 

 


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 29/11/2018

As Diferentes Linguagens com a Matemática Divertida

Tags: 9ª cre, educação infantil, matemática, conhecimento.

 

O EDI Engenheira Elaine Monsores Pires trabalha a importância do ensino da Matemática divertida, através do lúdico na Educação Infantil. 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Engenheira Elaine Monsores Pires está localizado na rua Itaúnas s/nº - Campo Grande, zona Oeste do Rio de Janeiro. O EDI atende a 11 turmas, do Berçário ao Pré-II. A professora Marlene Moreira atua como Diretora da Unidade de Ensino, enquanto que a professora Elisabete Goulart exerce o cargo de Diretora Adjunta. A professora Tania Regina exerce a função de professora articuladora. A Unidade, inaugurada em 22/07/2016, tem a missão de promover, através de um ambiente acolhedor e estimulador, o desenvolvimento integral das crianças, com foco na cidadania, na inserção cultural, construção de valores e autonomia.

 

 

Escola e comunidade em perfeita sintonia

 

O Projeto Político Pedagógico (PPP) "Uma Proposta de Vida, Saber Cuidar" proporciona, de forma intencional, oportunidades para aprendizagens e desenvolvimento da criança, garantindo acesso às diferentes linguagens (oral, escrita, matemática, corporal, ciências naturais e sociais) por meio das quais se expressam e desenvolvem interações, de forma integral. Além disso, propõe o aumento do conhecimento de si e do mundo em que se vive, promovendo um conjunto de práticas que articulam os saberes e fazeres.

 

 

Jogo de dominó feito pelos professores

 

 

A Unidade Escolar desenvolveu o projeto de forma que as turmas sistematizassem os conhecimentos do sistema alfabético e matemático, de um modo contextualizado e global, evitando uma aprendizagem fragmentada e sem significado para as crianças dessa faixa etária. A partir de jogos como trilha, jogo da memória, quebra cabeça gigante, dominó gigante, jogo da velha humano, pinturas e descobertas com cores, os alunos puderam desenvolver habilidades psicomotoras próprias da idade.

 

 

Professores desenvolvendo as atividades com os alunos

 

As atividades também envolveram blocos de encaixe, formas geométricas, simetria, representação bidimensional e tridimensional, tangram, bingo, calendário, etc. Foi contemplado o desenvolvimento sócio-moral, uma vez que respeitar as regras, o grupo, discutir propostas, argumentar em conflitos e respeitar decisões coletivas são desafios para as crianças. O grupo se empenhou em conhecer os jogos, em se apropriar das regras, em confeccionar cada detalhe  e, por fim, em sistematizar e escrever estas regras para compartilhar com a comunidade escolar.

 

 


    Pais acompanham atentamente as atividades feitas pelas crianças

 

 

Foi construído um "Tapete Sensorial" com o objetivo de experimentar sensações com diversos materiais tais como: areia, pedras, algodão, serragem, sementes, sal grosso e esponjas. Esses materiais foram expostos no chão, formando a imagem de um jardim com bichinhos, flores e figuras geométricas. Os responsáveis cooperaram na doação, assim como, na montagem do Jardim das Sensações, favorecendo a interação família-escola.

 

 

 

Alunos experimentando diversas sensações

 

 

A contação de história também foi contemplada no projeto da unidade. A partir da história "Eu sou o redondo", o grupo foi convidado a pensar nas formas das coisas. Fizeram observações dos corpos e da natureza e identificaram elementos/objetos que possuem formas circulares, quadradas e triangulares. 

 

 

Pais orgulhosos com o desenvolvimento das crianças

 

 

A participação e produção das crianças foram priorizadas em todo o processo do projeto, pois o potencial criativo, o desenvolvimento do pensamento e o grafismo devem ser valorizados na Educação Infantil.

 

 

 

Para saber mais sobre o Espaço de Desenvolvimento Infantil Engenheira Elaine Monsores Pires:
Direção Geral: Marlene Moreira
Direção Adjunta: Elisabete Goulart
Professora Articuladora: Tania Regina
Telefone : 3438-4924
Email: ediemonsores@rioeduca.net

 

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 29/11/2018

E.M. Ministro Lafayette de Andrada Conhecendo Triângulos e Quadriláteros com o TANGRAM

Tags: 4ªcre, tangran, matemática, exposição, oficina.

 

E.M. MINISTRO LAFAYETTE DE ANDRADA

Conhecendo Triângulos e Quadriláteros com o TANGRAM

 

Com o objetivo de classificar os sólidos geométricos em prismas e pirâmides e os reconhecer em objetos do cotidiano, a E.M Ministro Lafayette de Andrada utiliza, como ferramenta pedagógica, o  Tangram. A atividade foi realizada no PEJA da Unidade Escolar e contou com apoio de toda a equipe.

 

 

 

Inicialmente, o conteúdo foi exposto com a ajuda do Power Point, em seguida, os alunos receberam as planificações e as separaram em três grupos: prismas, pirâmides e corpos redondos. Além disso, os estudantes pintaram e confeccionaram o mural da sala, a partir do material recebido e conteúdo trabalhado.

 

 

 

 

Para a fixação dos conceitos, também foi realizada uma oficina com jujubas e palitos de dentes, que representavam as arestas e vértices dos sólidos.

 

 

 

 

Participaram da atividade toda a equipe de professores e os alunos das 4 turmas do PEJA II (151,152,161 e 162).

 

 

 

Parabéns pela excelente atividade desenvolvida!

 


Unidade Escolar: E/CRE(04.31.014) - Escola Municipal Ministro Lafayette de Andrada - 11335
Diretor: SOLANGE PIMENTEL PEREIRA
Endereço: Rua Poço Central, S/Nº Cidade Alta
Bairro: Cordovil
Cep: 21010-260
Telefone: 2485-1377
E-mail: emlandrade@rioeduca.net

 

Contato para Publicações:


   
           



Yammer Share