A A A C
email
Retornando 51 resultados para o mês de 'Janeiro de 2013'

Quinta-feira, 31/01/2013

Ser ou Não Ser, Eis a Questão

Tags: 9ªcre, escoladebamba.

Com a chegada do Carnaval e a Cidade se enfeitando para esta grande festa, nada melhor do que conhecer o vencedor do Concurso de melhor Samba-Enredo promovido pelo Projeto Escola de Bamba da Secretária Municipal de Educação.

 

 

 

 

A Escola de Bamba é um projeto que exalta os valores culturais do Carnaval, através de ações nas escolas, culminando com a apresentação de uma escola de samba mirim.

Consiste na articulação de um conjunto de ações de caráter pedagógico e técnico que se constitui na formação de uma escola de samba genuinamente pública municipal. A partir deste ano de 2013 essa escola de samba mirim, que conta com alunos de diversas escolas municipais, irá fechar o desfile oficial do Carnaval Carioca na terça-feira.

 

 

William Shakespeare

 

 

Tendo Shakespeare como enredo para o Carnaval 2013 das Escolas de Samba Mirins, a Escola de Samba Corações Unidos do CIEP, formada por alunos da rede municipal, desfilará no ritmo do Samba-Enredo “Na Dialética do Amor, Um Traço de Shakespeare na Sapucaí”, produzido pelos alunos da E. M. Professor Manoel Maurício que integra o quadro das escolas da 9ª Coordenadoria Regional de Educação em Campo Grande.

 

 

É o segundo ano consecutivo em que a E. M. Professor Manoel Maurício vence o concurso desenvolvido através do Projeto Escola de Bamba da Secretaria Municipal de Educação.

 

 

Prof. Fábio Coordenador do Projeto Escola de Bamba na Maneco em alguns momentos na oficina de produção do Samba.

 

 

Coordenados pelo Professor Fábio do Espírito Santo e pela Professora Simone Pereira, os alunos da Manoel Maurício participam de oficinas de música e percussão ao longo do ano, desenvolvendo diversas atividades que culminam com a produção do samba que é apresentado em concurso dirigido pela Professora Marilene do Núcleo de Extensividade da SME.

 

 

Professora Simone, professora Luci (acima) e professor Fábio com os alunos na comemoração da vitória.

 

 

Para o samba deste ano, a Maneco (como a Escola é chamada carinhosamente pela comunidade escolar) ousou, inserindo como refrão a célebre frase do escritor inglês Willian Shakespeare, em sua língua original: “To be or not to be, that is a question”, impressionando os jurados no dia da escolha do samba.

 

 

A mistura de nossa língua com o inglês, hoje ensinado aos nossos alunos, resultou num “molho especial” que, com certeza, vai temperar ainda mais o carnaval mirim carioca este ano.

 

 

Alunos da E. M. Prof. Manoel Maurício no dia 01/10/2012 na Quadra da Mocidade de Vicente de Carvalho apresentando o Samba-Enredo.

 

 

O desfile das Escolas de Samba Mirins acontecerá na terça-feira de carnaval e a Corações Unidos do CIEP será a terceira escola a desfilar. A Maneco participará do desfile com uma ala composta por 80 alunos da escola.

 

 

 

Conheça a letra e a música do samba-enredo vencedor:

 

 

 

 

NA DIALÉTICA DO AMOR, UM TRAÇO DE SHAKESPEARE NA SAPUCAÍ


“TO BE OR NOT TO BE: THAT IS THE QUESTION”
MINHA ESCOLA VEM CANTAR
PELOS TRAÇOS DO POETA REVELAR.

 

TANTOS PERSONAGENS
NOSSA PRÓPRIA IMAGEM
NESSA VIAGEM SHAKESPEARE A NOS GUIAR
BRILHA O ARTISTA GENIAL
NO PALCO DO MEU CARNAVAL.

 

MISTÉRIOS, FANTASIAS
ALÉM DA NOSSA VÃ FILOSOFIA
AMOR, SENTIMENTO QUE AGITA E ACALMA
LOUCURA QUE INVADE A ALMA.


 

NA LITERATURA COM SEUS VERSOS ENCANTOU
NO TEATRO A PLATÉIA EMOCIONOU
NO CINEMA E TV SUA OBRA EM CARTAZ
SERES ENCANTADOS, DEUSES OU MORTAIS
NAS ENTRELINHAS DA HISTÓRIA
NÃO ESQUECEREMOS JAMAIS
SE A VIDA IMITA A ARTE
NÃO QUERO TRAGÉDIA
VIVO EM COMÉDIA
PRA SORRIR MUITO MAIS
AMAR OU NÃO AMAR: EIS A QUESTÃO
NA PROVA DE FOGO
O AMOR VENCE O JOGO
O FINAL FELIZ É A LIÇÃO


 

UM TRAÇO DE AMOR NA SAPUCAÍ
PODE APLAUDIR
UM SHAKESPEARE ENCANTADO
COM OS CORAÇÕES TOTALMENTE APAIXONADO.

 

(Samba-Enredo Composto pelos Alunos da E.M. PROFESSOR MANOEL MAURÍCIO)

 

 

 

Vídeo com trecho da apresentação do Samba durante a escolha que definiu o samba como o grande vencedor.

 

 

   

Parabéns à E. M. Manoel Maurício pelo bi campeonato do Samba-Enredo da Escola de Bamba e por abrilhantar, desta forma, o Carnaval Mirim Carioca.

Desejamos muito sucesso na Avenida!

 

 

 

Profª Márcia Cristina Alves Representante da 9ª CRE:

E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net

Twitter: @marciacrisalves
 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 30/01/2013

Escola: A Extensão de Muitas Famílias!

Tags: 8ªcre.

Não é novidade que cada vez mais a participação da família no processo de aprendizagem é fundamental.

A participação dos pais e responsáveis é de grande importância tanto nas reuniões e atividades que a escola promove, quanto no acompanhamento da aprendizagem e dos estudos em casa.

Essa postura de parceria é a que todas as escolas na 8ª CRE esperam em 2013.

 

 

 

 

 

Mostra de Experiências do Projeto Ciência Hoje na 8ª CRE - Evento aberto aos responsáveis.

 

 

Quando o assunto é a aprendizagem das crianças, a palavra fundamental é participação!

A família estabelece com a escola uma parceria que soma de forma muito significativa no processo de aprendizagem e desenvolvimento do aluno.

Atitudes, como verificar e supervisionar os deveres de casa, estabelecer junto com o filho um horário para estudos, perguntar sobre a escola e mostrar-se interessado no que o aluno aprende, são pequenos gestos que valem muito!

 

 

"O aluno precisa compreender a escola como uma extensão de sua família!

Um espaço para aprender, trocar, envolver-se afetivamente e crescer!"

 

 

Participação dos Pais na Semana da Educação Infantil -  Creche Municipal Mulheres do Quafá.

 

 

É muito relevante que venha de casa a potencialização do trabalho feito na escola, a fim de que o aprendizado possa ser ampliado.

É dever da família valorizar cada desafio vencido pelo aluno, mostrando que aprender é também uma forma de crescer na vida pessoal e profissional. Através de uma boa Educação, as crianças podem, sim, realizar seus sonhos no futuro!

O papel da família na aprendizagem não se resume nas relações que os pais e responsáveis precisam estabelecer com a criança. É muito importante que essa relação se estenda à escola e aos professores.

 

 

 

Encontro da Família no Ciep Amilcar Cabral.

 

 

 

"Além das reuniões, os pais podem participar de outras atividades, como por exemplo, festas, rodas de leitura ou apresentações dos alunos que sejam abertas à comunidade"

                                                                                                        Andréa Ramal

 

 

Atualmente, os pais têm frequentado mais a escola dos filhos. Não só nas reuniões bimestrais, que tratam do desempenho dos alunos, mas a família tem estado presente até mesmo nas decisões sobre diferentes assuntos do universo escolar, tornando a escola realmente um espaço democrático!

Segundo a doutora em Educação Andrea Ramal, os pais devem comparecer à escola mesmo quando seus filhos apresentam um bom rendimento.

As sugestões, o conhecimento do projeto Político Pedagógico da escola e até mesmo a troca de experiências constituem os elementos enriquecedores de uma parceria que só tem a acrescentar na busca pelo sucesso escolar!

 

 

 

 

Leiturinhas no EDI Professora Edith Marques de Souza.

 

 

Seguindo o Exemplo

 

 

A escritora e especialista em Literatura Infantil Ieda de Oliveira ressaltou que a leitura é um hábito passado essencialmente pelo exemplo.

Contar historinhas para as crianças é um bom começo para despertar um leitor ávido por novas e emocionantes narrativas.

 

 

“A transição entre ouvir as histórias contadas pelos pais e ler as histórias tem que ser uma busca própria da criança."

                                                          Ieda de Oliveira

 

 

Segundo a escritora, os pais não devem restringir entre os livros infantis quais os que os filhos devem ou não ler.

Dentro do contexto de cada faixa etária, as crianças devem fazer suas escolhas e então começar a exercitar seu espírito crítico.

Neste momento, é essencial que os pais perguntem sobre o livro, comentem e se mostrem interessados pelo que o aluno lê e expressa em suas considerações.

Pais leitores facilmente irão gerar filhos leitores! A tendência natural é que os filhos sigam o exemplo de seus pais.

 

 

 

Formatura na Creche Municipal Célia Alencar.

 

 

Sendo a escola a extensão de muitas famílias, a 8ª CRE trabalhará em 2013 para que cada aluno se perceba pertencente ao espaço escolar e receba nele todo o apoio e incentivo para descobrir e desenvolver suas habilidades.

 

 

 

 

 

Família e Escola, a hora da volta ao trabalho está próxima!

Vamos lá?

 

 

 

Professores, este espaço é todo seu!

Entre em contato com o Rioeduca e compartilhe suas experiências educacionais!

 

 

 

 

 

Email: neildasilva@rioeduca.net

Twitter: Prof_Neilda

 

 

Fonte: Publicação da MultiRio - 12/2012

 

 

 

 

                                       

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 30/01/2013

Renascer: Abrem-se as Cortinas

Tags: 3ªcre, artescênicas, creches.

 

 

Ver desabrochar um novo mundo e descortinar-se diante de seus olhos todo um universo de vida e fantasia é a magia do Teatro. A Creche Municipal Renascer abre as cortinas e nos mostra sua experiência no mundo das artes.

 

 

O Teatro é uma das manifestações culturais mais antigas, junto à Música e à Poesia. Transportar seus espectadores para um mundo novo, com seres diversos vivendo aventuras bem diante de seus olhos é um poder avassalador, principalmente, para a primeira infância. A fantasia já é parte integrante das vidas desses pequeninos. Fazer de conta é a sua maneira de assimilar o mundo e o conhecimento. Então, para eles é muito fácil se deixar levar pela magia de ver uma história acontecer quando se abre a cortina.

 


A Creche Municipal Renascer, aproveitando a feliz vizinhança com a Central Técnica de Produções do Teatro Municipal, desenvolveu um projeto político pedagógico que valoriza as manifestações culturais e o teatro como a mais completa delas.

 

 

 

 

 

Além da visita fantástica ao depósito de figurinos e cenários, a equipe técnica do Teatro Municipal vem proporcionando um auxílio luxuoso aos profissionais da creche na montagem de produções teatrais desde 2006. Estas montagens teatrais são baseadas nos subprojetos político pedagógicos e todas as fases de produção são realizadas pela equipe da creche. Quem nos conta é a diretora Waléria Paixão: “ Este pequeno projeto teatral está sempre acompanhando nosso Projeto Anual, pois a escolha do tema da peça sempre está baseada em um subtema do projeto e tem como objetivo principal levar o teatro até as crianças. Produção de texto, leitura, escolha de elenco, marcação de palco, ensaio das músicas e danças, produção do cenário e musical, direção e produção executiva da peça requerem a divisão de toda a equipe em diferentes grupos em um cronograma que começa em junho e tem seu ponto alto em outubro com a apresentação."

 

 

 

 

 

 

Ela continua, agora, falando sobre o trabalho realizado com os alunos:

“Porém, o trabalho com as crianças começa bem antes, com atividades feitas de expressão corporal e de encenação de pequenos textos, às vezes, feito por eles, às vezes, reproduzindo histórias de livros já conhecidos em forma de teatro de fantoche. O medo em relação a alguns personagens é trabalhado com as crianças que assumem diferentes papéis através da brincadeira de ser bruxa, lobo, mula-sem-cabeça, boi-da-cara-preta e, assim, acabam desmitificando-os."

 

 

 

 

 

 

Em 2012, o projeto Crescer Saudável: Renascer de uma Sociedade Sustentável levou à produção da peça A Festa da Estrelinha. No projeto e na peça, são trabalhadas as atitudes sociais que formam indivíduos conscientes e responsáveis, conhecedores de seu papel na sociedade e na diferença que fazem quando são cidadãos atuantes e transformadores. O texto é da professora de educação infantil Telma Coutinho e apresenta os personagens dos contos de fada influenciados pela atitude social positiva da Estrelinha.

Confiram o vídeo e notem que a abertura das cortinas faz parte do ritual de apresentação da peça, mesmo não sendo em um teatro:

 

 

 

 

 

 

No final desta semana, os professores retornam às suas unidades escolares para planejarem o ano letivo de 2013. Hora de planejar o mundo novo que irá surgir! Já, já, as cortinas irão se abrir!
 

 

 

 

Angela Freitas é Professora da Rede Municipal e

representante da 3ª CRE, no Portal Rioeduca.

E-mail: angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

RIOEDUCA/3ªCRE

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 30/01/2013

Organize o Material na Volta às Aulas

Tags: família.

 

Os últimos dias que antecedem o início das aulas são cercados de ansiedade tanto para os responsáveis quanto para as crianças.

 


A organização do material que os pequenos usarão no dia a dia da escola pode se transformar num momento de união, em que adultos e crianças poderão aproveitar para organizar lápis, borracha, lápis de cor, encapar e etiquetar os cadernos.

 

No final do ano letivo de 2012, os alunos da educação infantil ao 4º ano receberam o kit de férias, contendo, além de um caderno de férias com atividades de revisão do conteúdo pedagógico de 2012, mais alguns materiais: dois lápis, borracha, apontador, giz de cera, cola branca, régua, caderno de desenho, tudo isso em uma pasta polionda.
.

 

 

Alunos da E.M. Belmiro Medeiros na cerimônia de entrega do kit em 29 de novembro de 2012.
Em destaque, a pasta que contém o kit.

 

 

As atividades do Caderno de Férias foram desenvolvidas para serem realizadas com o apoio da família e têm como objetivo sua participação e a consolidação dos conteúdos trabalhados ao longo do período letivo, propondo novos desafios nesse período de recesso escolar das crianças.

 

No Caderno de Férias, além dos trabalhos que deverão ser realizados com o apoio dos responsáveis e entregues ao professor que atenderá sua turma no início de 2013, há também informações de como os responsáveis podem participar da vida escolar dos filhos. As dicas, que estão no verso do Caderno, foram retiradas do Guia da Educação em Família, que é distribuída no início do ano letivo a todos os alunos da rede municipal.


 

 Dicas que estão no verso do Caderno de Férias, retiradas do Guia da Educação em Família.

 

 

 

Os responsáveis, além de auxiliá-las realizando as tarefas de Caderno de Férias e arrumando os materiais em sua mochila, também podem e devem propor às crianças que  organizem os materiais que sobraram do ano anterior em local claro, visível e de fácil acesso, num ambiente que irá favorecer a leitura e estudo.

 

 


  

 

 

Pode ser interessante você organizar com a criança:

  • um quadro de avisos, agenda;
  • vasilhas, potes ou caixas para melhor arrumação dos lápis e outros materiais,
  • caixas para organização do material da escola, de pesquisa, livros e revistas.

 

 

 

Use sua criatividade e proponha desde o início do ano a organização.

 

 

Após acordos feitos e materiais separados, ajude-o com carinho a arrumá-los e guardá-los em sua mochila. Certamente, esse ano, seu filho terá muito mais cuidado com tudo aquilo que ele mesmo ajudou a organizar.

 

 


 Taís Ferraz Duarte é Professora da Rede Municipal

e colaboradora do Portal Rioeduca.

E-mail: taisduarte@rioeduca.net
 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share