A A A C
email
Todos os posts escritos por Sinvaldo do Nascimento Souza, representante do Rioeduca na 10ªCRE
Retornando 3 resultados para o autor 'Sinvaldo do Nascimento Souza, representante do Rioeduca na 10ªCRE'

Sexta-feira, 28/12/2012

"Abra e Dê a sua Espiadinha..."

Tags: 10ªcre, gec, evento, rio belas artes.

 

 A exposição reúne trabalhos dos alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel produzidos em 2012, nas aulas de Artes Visuais com o professor Alexandro Gaudêncio.

 

Professor Alex Gaudêncio, à esquerda, com alunos na montagem da exposição

 

A “espiadinha” é muito mais do que olhar, ver, espreitar, observar secretamente e espionar.
Tem o intuito de proporcionar a obtenção de informações, de compartilhar conhecimento, de possibilitar a interação e de promover a interdisciplinaridade.

 


Este é o 11º ano de realização da Exposição “Momentos Criativos” que, segundo informações do professor Alex Gaudêncio, apresenta parte da produção desenvolvida durante as aulas de artes visuais com as turmas do 7º, 8º e 9º anos.

 


Como tem sido a prática nos anos anteriores, a mostra já se consagrou na Escola Municipal Princesa Isabel, que hoje funciona como Ginásio Experimental Carioca na 10ª CRE, e vem apresentando uma produção coletiva repleta de criatividade.

 


Os trabalhos produzidos pelos alunos não devem ser vistos como simples tarefas escolares, mas sim como superação que exige dedicação, sensibilidade, imaginação e domínio técnico.

 


Tais características, destacadas pelo professor Alex Gaudêncio como inerentes a uma obra de arte, podem ser vistas na exposição “Momentos Criativos”, que está aberta à visitação pública em sala especial temporariamente transformada em galeria de arte.

 

 


Linhas, cores, formas geométricas, bidimensionalidade, tridimensionalidade, a Op Art, a colagem, as formas planas, polígonos, poliedros, circunferência, círculo, esfera, o figurativismo, o abstracionismo e alguns temas transversais fazem parte da mostra que, nesse ano, destaca também trabalhos relacionados à Semana de Arte Moderna e às Eleições Municipais.

 


Mais uma vez o professor Alex Gaudêncio chama a atenção para a importância do olhar, de forma que não sejam atribuídos nenhum juízo de valor aos trabalhos produzidos pelos alunos. Não há sentido dizer que são feios ou bonitos. Deve-se admirar a capacidade criativa que “o ser humano tem e que deve ser usada ou, ao menos, estimulada em prol de um futuro melhor.”

 


Vamos, então, abrir nossas mentes e corações, "dar uma espiadinha” na exposição "Momentos Criativos" do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel e aplaudir, mais uma vez, a dedicação e profissionalismo do professor Alex Gaudêncio e a produção artística dos seus alunos.

 

Montagem da exposição. Professor Alex Gaudêncio com a ajuda de dois alunos do GEC Princesa Isabel

 

Veja também:

 

Momentos Criativos no Ginásio Experimental Carioca
http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=1657

 

Ginásio Experimental Carioca, Protagonismo e Solidariedade
http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=1678

 


 Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ªCRE.
 Twitter: @SinvaldoNSouza
 WWW.facebook.com.br/SinvaldoSouza
 E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net
 Telefone: (21) 3395-0206


 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 26/11/2012

A Escola Amarelinha do Cesarão

Tags: 10ªcre, patrono, mais educação.

 

Localizada no Conjunto Habitacional Octacílio de Carvalho Camará, a Escola Municipal Luiz Caetano de Oliveira possui 36 turmas e funciona em três turnos.

 

 

No conjunto Cesarão, poucas pessoas sabem onde fica a Escola Municipal Luiz Caetano de Oliveira.  No entanto, se a pergunta for sobre a escola amarelinha, certamente o interlocutor interessado será orientado com precisão para chegar a seu destino.

 


 A Escola Municipal Luiz Caetano de Oliveira não é amarelinha, como também o nome oficial do conjunto não é Cesarão.

 


 Segundo informações da diretora, professora Eliete Mendanha da Cunha, o prédio da escola sempre foi pintado de amarelo.  Assim, foi mantida a tradição oral de se falar na “escola amarelinha”, mesmo agora, já com o prédio pintado nas cores oficiais da Prefeitura do Rio: azul e branco.

 


Quanto ao conjunto habitacional, talvez por ficar localizado no início da Avenida Cesário de Melo, no sentido de Santa Cruz para Campo Grande, o povo resolveu rebatizá-lo de “Cesarão”, embora o nome oficial seja Conjunto Habitacional Octacílio de Carvalho Camará.

 


Octacílio Camará, um político muito famoso na antiga Zona Rural do Distrito Federal, também empresta o nome à principal via de ligação do centro de Santa Cruz à Avenida Brasil, e a uma estação ferroviária da Supervia.  Ele foi eleito senador e um de seus correligionários mais próximos, o deputado Júlio Cesário de Melo, deu origem ao apelido Cesarão.

 


Luiz Caetano de Oliveira, o Patrono da Escola Municipal 10.19.022, da 10ª CRE, foi engenheiro e professor da Escola Politécnica do Rio de Janeiro, da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro e do Colégio Santo Inácio.  Colaborou na Comissão de Melhoramentos e Obras Municipais, no ano de 1914, além de aparecer também como autor do livro “Rudimentos de cálculo diferencial e de cálculo integral”, publicado em 1939, pela Editora Melhoramentos.

 


Na escola, encontra-se o retrato do patrono em bico de pena, devidamente emoldurado.  O que chama a atenção de todos que visitam pela primeira vez a E.M Luiz Caetano de Oliveira é a quantidade enorme de belíssimos murais tanto nas salas de aula como espalhados pelos corredores.

 


São os trabalhos expostos que confirmam o quanto professores e alunos gostam de estar naquele ambiente, mesmo diante de tanta adversidade.  A escola localiza-se em uma área de permanente conflagração social, com disputas entre facções dos conjuntos Rollas e Cesarão, que, infelizmente, acabam interferindo na vida escolar e na harmonia comunitária.

 


Para desenvolver sua metodologia pedagógica, a direção e professores da escola elaboraram um PPP que recebeu o título principal de “Sustentabilidade com qualidade de vida”, propondo educação para uma vida sustentável, com desenvolvimento da consciência ambiental.

 


De acordo com as informações do PPP, a comunidade atendida pela UE é proveniente de loteamentos clandestinos que foram surgindo em torno da escola ao longo dos anos.

 


Como se trata de alunos de famílias de baixa renda, os profissionais se desdobram para proporcionar a todos uma visão de mundo condizente com os programas da Secretaria Municipal de Educação, sempre com o objetivo de reduzir a evasão e ampliar a permanência do aluno na escola, oferecendo atividades de oficinas no contraturno.

 


Uma dessas oficinas é a banda de música, composta por alunos do 2º ao 5º ano, cujo maestro é o dedicado professor Justino.

 


Segundo informações da diretora adjunta, a professora Mônica Cristina, o aproveitamento escolar dos alunos participantes da banda de música tem melhorado consideravelmente.

 


Na minha visita à escola, as crianças se empolgaram tocando acordes do Hino Nacional Brasileiro e souberam responder com exatidão as perguntas que fiz sobre as características dos instrumentos musicais.  Eles também mostraram conhecimentos sobre Luiz Gonzaga, um dos compositores que interpretam.


Outras oficinas, além da banda de música, são desenvolvidas na E.M Luiz Caetano de Oliveira, que está integrada ao Programa Mais Educação, do MEC.

 


São várias atividades optativas, realizadas com acompanhamento pedagógico, em sistema de contraturno, visando a aumentar a oferta educativa nas escolas públicas.

 

 

 

 

 

 


Além de contar com a participação ativa dos professores e funcionários, a direção recebe integral apoio do Conselho Escola Comunidade e mantém parceria com diversos setores da comunidade, contando com a presença de oficineiros, colaboradores, voluntários e funcionários de apoio.

 


É assim, com uma gestão democrática direcionada a atender os anseios de significativa parte da população do conjunto Cesarão, que a direção, os professores e os funcionários da “Escola Amarelinha”, Luiz Caetano de Oliveira, estão desenvolvendo o seu trabalho pedagógico, em busca do cumprimento das metas estabelecidas pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

 


Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ª CRE
Contatos: E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net
Twitter: @SinvaldoNSouza
Facebook/SinvaldoSouza

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 31/10/2012

Saúde e Educação, a parceria que vem dando certo

Tags: 10ªcre, pse, dentescola.

 


O Programa Saúde nas Escolas, lançado no Rio de Janeiro no início de 2011, vem proporcionando excelentes resultados nas unidades escolares da 10ª Coordenadoria Regional de Educação

 

A Escola Municipal 10.19.047 Joaquim da Silva Gomes, da 10ª CRE, é uma das unidades beneficiadas com a parceria entre as secretarias de Educação e de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro, principalmente a partir da gestão da secretária Claudia Costin no início de 2009.

 


Além das Salas de Saúde, implantadas nas Escolas do Amanhã, para primeiros atendimentos aos alunos com o programa Saúde nas Escolas, são inúmeras as ações contando com a parceria das duas secretarias.  Essas ações incluem, desde a inserção de alunos surdos em escolas municipais, passando pelo Programa de Promoção de Saúde e Cidadania “Dentescola”, até consultas oftalmológicas, com distribuição de óculos, vacinação, palestras e visitação às unidades municipais de saúde.

 

 

Foto enviada pela assistente social Janaína de Souza Mattos

Foto copiada do Blog http://oticssantacruz.blogspot.com.br/2011/09/odontologia.html

 


 

No dia 25 de setembro de 2012 (terça-feira), alunas do 9º ano, turma 1903, da Escola Municipal Joaquim da Silva Gomes, em companhia do professor de Matemática, Raul, visitaram o Centro Municipal de Saúde Lincoln de Freitas Filho (CMSLFF), localizado na Rua Álvaro Alberto, em Santa Cruz.

 


O convite, feito pelo Dr. Marcelo, odontólogo sanitarista do CMSLFF, incluiu uma programação matinal de visitação, palestras e oficinas.
 

 

Em relato feito à professora Sheila Silva, coordenadora pedagógica da E.M. Joaquim da Silva Gomes, as alunas da turma 1903 descreveram alguns dos temas, que incluíram conceitos de promoção à saúde, abordados durante a visita e a palestra,

 

 


 

Após a palestra apresentada pelo Dr. Marcelo, o professor Raul e as alunas da turma 1903, visitaram todas as dependências do CMSLFF e conheceram os diversos serviços prestados à população da Zona Oeste, em particular aos moradores de Santa Cruz.

 


A aluna Maiara Oliveira disse que ficou muito bem impressionada com a dedicação dos profissionais do Centro Municipal de Saúde e considerou importante a palestra do Dr. Marcelo, principalmente por ele ter chamado a atenção para inúmeras doenças que precisam de cuidados especiais como a hanseníase e a tuberculose.

 


Fabrícia disse que gostou quando o odontólogo falou sobre dentição, esclarecendo que os dentes não têm que ser, como algumas pessoas supõem, totalmente brancos.

 


De um modo geral, as alunas da E.M Joaquim da Silva Gomes que visitaram o Centro   Municipal de Saúde  Lincoln de Freitas Filho, elogiaram a abrangência da abordagem da palestra apresentada pelo Dr. Marcelo.  Ele deu exemplos de várias doenças, citou formas de tratamento e resumiu, segundo palavras da aluna Alexia Andrade, dizendo que todas as pessoas devem ser tratadas e olhadas com especial carinho, principalmente em relação aos cuidados que cada um deve ter com a sua saúde.

 


Por ter sido tão positiva e proveitosa a visita da EMJSG ao Centro Municipal de Saúde Lincoln de Freitas Filho, as alunas do 9º ano já planejam ações para divulgar na escola tudo o que aprenderam com o Dr. Marcelo, além de produzir murais com informações sobre os cuidados que todos devem ter com a saúde e incentivar a visita de outras turmas ao CMSLFF.

 


A professora Sheila, coordenadora pedagógica da escola, responsável pela organização da visita, e o professor Raul, que acompanhou as alunas ao CMSLFF, também elogiaram a iniciativa do Dr. Marcelo e o comportamento das alunas, que se interessaram e fizeram muitas perguntas durante a palestra.

 


 

Fotos acima: 1 - Alunas da 1903 visitando o CMSLFF. Foto enviada

por Janaína de Souza Mattos

Foto 2 - Professora Sheila dos Santos, sentada à esquerda, com as alunas que participaram da visita ao Centro Municipal de Saúde Lincoln de Freitas Filho.

 

Contato: Professor Sinvaldo do Nascimento Souza, representante do Rioeduca na 10ª Coordenadoria Regional de Educação.

E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net
Twitter: @SinvaldoNSouza
Facebook: Sinvaldo Souza


 


 

 

 

                                      

 

 

 


   
           



Yammer Share