A A A C
email
Todos os posts escritos por Greice Duarte (Representante Rioeduca 9ª CRE)
Retornando 9 resultados para o autor 'Greice Duarte (Representante Rioeduca 9ª CRE)'

Quinta-feira, 12/07/2018

A voz e a vez dos alunos na E. M. Arthur Bernardes

Tags: 9cre, gremio estudantil.

 

A participação dos alunos foi marcante, durante a Campanha para Diretoria Executiva do Grêmio Estudantil da Escola Municipal Presidente Arthur Bernardes. Confira!

 

Uma das metas da unidade, promovendo o protagonismo juvenil, é a formação de cidadãos conscientes, críticos, que façam a diferença de forma positiva na sociedade. A voz dos alunos foi acolhida durante todo o processo e a representatividade garantida para o bem estar de toda a comunidade escolar.

  

 

 

A professora Shirlei Videira de Deus, atua como regente de Sala de Leitura da Escola Municipal Presidente Arthur Bernardes. Ela foi a orientadora da Comissão Eleitoral para Diretoria Executiva do Grêmio Estudantil da unidade, que aconteceu no mês de junho nas unidades da rede pública municipal, seguindo o calendário repassado pela Secretaria Municipal de Educação.

 

 

Encontro dos alunos com a Professora Shirlei Videira para encaminhar as orientações da eleição do  Grêmio Estudantil

 

 

O trabalho na UE começou com um diálogo sobre liderança, representatividade, direitos, deveres e organização. Foi importante ressaltar a confiança que os colegas demonstram quando escolhem um representante, que deve ser a voz da turma. Dessa forma, foi aberta um riquíssima discussão sobre o poder e importância do Grêmio Estudantil nas escolas.

A aluna Giuliane Rodrigues da S. Silva, Vice Presidente da Comissão Eleitoral, disse que o Grêmio é a voz dos alunos. Aproveitando essa reflexão, foi acrescentado que sem organização, a voz se torna uma gritaria, gritaria ninguém entende e assim até boas ideias se perdem.

 

 

 

 

Com essa ilustração da professora Shirlei, os alunos compreenderam a importância de uma Diretoria Executiva para organizar as ideias, selecioná-las nas assembleias e executá-las com a participação de todos, ou seja, ações coletivas visando o bem comum.

Destaca-se deste debate o momento em que um membro da Comissão Eleitoral ressaltou que para ser voz é preciso primeiramente saber ouvir.

 

 

Protagonismo: Livro e mural confeccionado pelos alunos com informações referentes ao Grêmio Estudantil

 

A Comissão Eleitoral recebeu a visita de representantes do PRONAIPE (Programa Interdisciplinar de Apoio às Escolas), que acompanharam todo esse processo nas escolas. Os alunos apresentaram-se confiantes e com seus papéis bem definidos. Mostraram o mural preparado com as informações referentes ao Grêmio Estudantil e ficaram orgulhosos ao receber elogios desses profissionais.

 

 

 

Do debate inicial ao dia da posse, surgiram novas dúvidas no meio do caminho. Muitas perguntas, muitas reuniões e esclarecimentos. Assim, a Campanha para Diretoria Executiva do Grêmio Estudantil da E.M Presidente Arthur Bernardes aconteceu com consciência e respeito.

 

 

 

A participação de alunos e professores durante a eleição e posse da Diretora Executiva do Gremio Estudantil da E. M. Arthur Bernardes

 

 

"São alunas e alunos novinhos, mas ativos. Foi gratificante ver o empenho de cada um na formação da chapa, correria na campanha e frio na barriga para o resultado da apuração." Contou a professora Shirlei.

 

 

 

 

 

As alunas integrantes da Chapa Rosa eleitas para a Diretoria Executiva do Grêmio Estudantil

 

A chapa Rosa foi a vencedora, sendo a Diretoria Executiva do Grêmio Estudantil que se empenhará para de fato ser a voz dos alunos.

 

Nas palavras da equipe da E. M. Arthur Bernardes, "uma orquestra onde cada instrumento tem a sua função e afinados dão um show!"


 

Quer saber mais sobre sobre?

Escola Municipal Presidente Arthur Bernardes

Endereço: R. Peropaba, nº125 - Campo Grande/RJ

Telefone: (21) 3394-1193 / 3364-5272

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/06/2018

E.M Medalhista Olímpica Mayra Aguiar celebra o Dia Mundial dos Oceanos

Tags: educação ambiental; ginasio carioca; eletivas.

 

Alunos da Escola Municipal Medalhista Olímpica Mayra Aguiar realizaram um mutirão de limpeza na praia do Recreio, comemorando o Dia Mundial dos Oceanos. 

 

No dia 8 de junho foi comemorado o dia Mundial dos Oceanos. Para comemorar esse dia especial o Projeto de Educação Ambiental da Mayra Aguiar (PEAMA) entrou em ação! 

 

 

Desta vez o Projeto da E.M Medalhista Olímpica Mayra Aguiar da Silva atuou em conjunto com o Centro de Educação Ambiental Marapendi no mutirão de limpeza da praia do Recreio. O combate à poluição plástica e o olhar sobre o atlântico foram temas do trabalho de campo com os estudantes.

 

Alunos da E. M. Mayra Aguiar na entrada do Centro de Educação Ambiental Marapendi

 


Participaram do mutirão de limpeza e da visita guiada ao Parque Natural Municipal Marapendi os alunos inscritos nas disciplinas eletivas de educação ambiental e práticas sustentáveis; coleta seletiva; e reaproveitamento de óleo vegetal.

 

 

 

 

 

Conhecer para preservar

 


Os principais objetivos foram conhecer a fauna e a flora, identificando a necessidade de preservação do ecossistema; compreender as relações e a importância das bacias hidrográficas; refletir sobre consumo, resíduos e impactos ambientais.


 

Visita guiada ao Parque Natural Municipal Marapendi 

 


Para Eliezer, estudante do 7º ano, a iniciativa é importante, por ajudar animais como: peixes, tartarugas e pássaros, que acabam se alimentando de material plástico descartado pelo ser humano na praia. Ele afirma que gostou muito do trabalho de campo e levará essa experiência para a vida, passando o aprendizado para seus futuros filhos e netos.

 

 

 

Em ação: alunos combatendo a poluição plástica em mutirão na praia do Recreio dos Bandeirantes. 

 


O coordenador geral do projeto, professor Rodrigo Fontes, diz que foi inspirador ver a disposição e comprometimento dos estudantes juntos no combate à poluição plástica. A luta por uma geração mais crítica em relação à questão ambiental, a reflexão sobre as práticas de consumo e a disposição e uso adequado dos resíduos são urgentes para a qualidade de vida da sociedade atual e para as gerações futuras.

 

A poluição plástica foi tema do Dia Mundial do Meio Ambiente este ano e é um dos maiores desafios ambientais do nosso tempo. Segundo a ONU, as estatísticas mostram que haverá mais plásticos nos oceanos que peixes até 2050.

 

 

 

O PEAMA (Programa de Educação Ambiental da Mayra Aguiar) que envolve alunos e professores em ações para um mundo sustentável. 

 


O PEAMA vem trabalhando com estes e outros temas socioambientais, atuando com diferentes métodos e abordagens pedagógicas. O projeto tem como base a educação ambiental crítica e a busca por práticas sustentáveis. Seus pilares são as ações ligadas à qualidade da água, a coleta seletiva e o reaproveitamento do óleo vegetal. Essas ações são coordenadas, respectivamente, pelas professoras de ciências Jaqueline Azambuja, Juliana Ramos e Bianca Pieroni. Além disso, o projeto conta com o apoio técnico operacional da Profª Helena Horvat (Sala de Leitura) e da Profª Simone Carvalho (Artes) e a cooperação de todo o corpo docente da escola.

 

Parabéns aos alunos e professores pela realização de práticas de Educação Ambiental dentro e fora da escola!
 

Saiba mais sobre o PEAMA, entre em contato com a unidade:

Escola Municipal Medalhista Olímpica Mayra Aguiar

Endereço: R. Frei Timóteo - Campo Grande, Rio de Janeiro - RJ, 23066-540

Telefone: (21) 2086-4078

Coordenador Geral do PEAMA: Rodrigo Araujo Fontes / PEF Geografia

 

 

Quer ver sua publicação aqui? Faça contato!


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 14/06/2018

Projeto Esgrima no Primário Antonio Boaventura

Tags: 9cre; primario carioca; esgrima; educação fisica.

 

A esgrima fez parte das atividades dos alunos do 6º ano Experimental, no Primário Professor Antonio Boaventura, no primeiro bimestre deste ano.

 

 

O professor de Educação Física, Alberto Esteves Daniel, tem desenvolvido esta ação junto a outros colegas em práticas integradoras entre as diferentes áreas do conhecimento. O Prof. Felipe (Artes) e os professores Thiago Castro (Turma 1602) e Sandra Manso (Turma 1601) integraram a esgrima às suas aulas. Com isso, os alunos ampliam seus conhecimentos, além de desenvolverem a agilidade, concentração e velocidade.

O projeto Esgrima, idealizado pelo professor Alberto Esteves, foi desenvolvido para as duas turmas de 6º experimental da E. M. Professor Antônio Boaventura e articulou a Educação Física com outras disciplinas, contemplando os seguintes aspectos:

Objetivo Conceitual:

  • Conhecer um pouco da história da esgrima e suas peculiaridades.

Objetivos Procedimentais:

  • Realizar movimentos básicos da esgrima; 
  • Vivenciar atividades que exijam agilidade, concentração e velocidade de reação. 
  • Criar estratégias para ludibriar o companheiro e pontuar.

Objetivos Atitudinais:

  • Reconhecer a importância do outro para realização da atividade;
  • Respeitar as diferenças e dificuldades do companheiro;
  • Melhorar as relações intra e interpessoais.
  • Cooperar com o outro entendendo que o espírito de equipe é necessário para manutenção da ludicidade da atividade;
  • Respeitar e cuidar do outro;
  • Cumprir as regras e reconhecê-la como necessária.


As atividades aconteceram através dos seguintes momentos:


1° Momento Teórico

 Apresentação de vídeos com informações sobre a esgrima como: Apresentação dos equipamentos e espaços utilizados na prática da esgrima, sistema de pontuação etc.

2° Momento Teórico

Discussão e reflexão sobre o acesso a esta modalidade esportiva, bem como sobre a possibilidade de adaptação dos equipamentos e espaços para aplicação no ambiente escolar.
 

3° Momento Teórico

Definição e coleta dos materiais necessários para produção das espadas e alvos.

 

 

1ª Atividade Prática (Toque de Mãos)

Os alunos foram separados em duplas, dispostos um de frente para o outro com uma distância aproximada de 2mts.
Os alunos foram orientados a saltitar com um dos braços projetados a frente e ao comando do professor, por meio de um sinal sonoro do apito, deveriam se deslocar a frente e tocar a mão do companheiro o mais rápido possível e após, retornar ao lugar inicial.
Posteriormente na mesma disposição, os alunos foram numerados em grupo 1 e 2. Quando o professor falava grupo 1, este se deslocava para frente tentando tocar a barriga do companheiro, enquanto o grupo 2 deveria se deslocar para trás o mais rápido possível, para evitar que fosse tocados e vice versa.


 

 

2ª Atividade Prática (Acerte o Alvo)
Toda turma foi dividida em grupos de 5 a 6 alunos. Enfileirados e em postura de ataque, os estudantes deveriam acertar com uma das mãos um alvo amarrado no teto (bola pequena de papelão amarrada com barbante) que foi pendurado a frente de cada grupo. Posteriormente, os alunos usaram uma espada de jornal sem tinta e depois com tinta nas pontas para acertar os alvos. Após acertarem se dirigiam para o fim da fila dando oportunidade a outro colega do grupo.

 


 

3ª Atividade Prática

Produção das espadas de jornal com algodão na ponta e seus respectivos alvos nas aulas de Artes.

 

 

4ª Atividade Prática (Combate)
Toda turma foi dividida em duplas num espaço específico, cada aluno estava com seu alvo de papelão fixo ao peito e sua espada de jornal com tinta na ponta. Após o comando do professor, foram orientados a pontuar tocando a ponta de suas espadas nos alvos dos companheiros, atentando para as regras pré-estabelecidas e cuidado com o companheiro. Ao final o alvo que estivesse com menos marcas de tinta era o vencedor da dupla.

 

 

 

Clique aqui e assista um vídeo com momentos especiais desta aula.
 

 

Depoimento dos alunos:

 

“Eu nem sabia que existia esse esporte, achei muito legal, vou fazer uma espada para brincar com meus colegas fora da escola”.

“Eu achei muito legal, nunca imaginei que um dia eu praticaria esgrima na escola”

“Foi muito legal, diferente, mas legal, poderíamos fazer mais vezes, eu me diverti muito ”

 

 

 

Para o professor Thiago Castro, PEF, regente da turma 1602 (6º ano experimental):“A aula de esgrima promovida pelo professor de Educação Física, Alberto, contribuiu significativamente para aprendizagem dos alunos, uma vez que este assunto foi um norte interdisciplinar para as aulas que eu leciono: trabalhamos a leitura, utilizamos medidas de tempo, construímos uma linha do tempo da história do esgrima até a sua chegada ao Brasil e verificamos os países envolvidos na formação desse esporte até os dias de hoje. A interdisciplinaridade é fundamental no ensino contemporâneo. Fazer os alunos estudarem outras disciplinas a partir do esporte trazido pelo professor Alberto foi meu maior ganho. “

 

 

Para a diretora geral da unidade, Adriana Santos:“É muito gratificante poder contar com profissionais como o professor Alberto, que com sua prática inovadora leva o aluno a experimentar esportes pouco acessíveis à nossa comunidade. Tudo isso a despeito da escassez de recursos e envolvendo seus colegas regentes que são contagiados e embarcam nas suas ideias, enriquecendo também suas aulas. Temos o compromisso de oferecer aos nossos alunos uma Educação de qualidade e de mostrar que a Escola Pública é espaço de aprendizagens significativas que farão a diferença e irão marcar de forma positiva a vida dos nossos alunos, preparando-os para o futuro, sejam quais forem as suas escolhas. Nossa equipe e, neste caso, o professor Alberto, nos ajuda a sonhar cada vez mais alto e nos mantermos firmes em nosso propósito. Quando trabalhamos com amor, nada é impossível”. 

 

Parabéns à equipe da E. M. Prof.Antonio Boaventura pela inovação na prática esportiva com os alunos!

 

Quer saber mais sobre esta ação?

Escola Municipal Prof. Antonio Boaventura

Rua Nova Era , 401, Campo Grande

Telefone: 2323-7025

Direção: Adriana Santos e Andrea Santos

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 17/05/2018

EDI Joari na 1º Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

Tags: 9cre, edi, merenda escolar, educação alimentar.

 

Participação do EDI Joari na Jornada de Educação Alimentar e Nutricional com o projeto "Delícias do Brasil"

 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil, Joari, participou, durante o ano letivo de 2017, da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional - FNDE e Programa Nacional de Alimentação Escolar. 

 

A diretora geral do EDI Joari, Isabela Costa (segunda à direita), recebendo, em março de 2018, a certificação pela experiiência "Delícias do Brasil" realizada na unidade.

 

A partir da participação, a escola foi selecionada pelo relato: “Delícias do Brasil” para participar em Março de 2018 do 1º Encontro da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional, em Recife!

 

O projeto teve como objetivo principal o resgate de uma parte do patrimônio culinário que integra a memória afetiva e cultural brasileira, por meio de alimentos que foram esquecidos ao longo do tempo ou ainda desconhecidos por nossas crianças e familiares. 

 

Além disso, o projeto buscou promover a valorização de uma alimentação saudável, cuidados contra obesidade infantil e a promoção do conhecimento das mais variadas espécies de frutas, hortaliças, legumes existentes em nosso país.

 

Inicialmente, o corpo docente tomou conhecimento do livro Alimentos Regionais Brasileiros, sugerido na plataforma e disponível aos participantes. A literatura infantil também foi utilizada como importante ferramenta para despertar o interesse em conhecer os mais diferentes pratos do nosso Brasil. Dessa maneira, elegeu-se o livro infantil “Delícias do Brasil”, da autora Ieda de Oliveira, para a realização de uma leitura coletiva, com alunos e responsáveis, em homenagem à cultura e ao povo brasileiro.


“Ah, o Brasil e a sua diversidade... Cada cantinho com uma cultura,
um sotaque, um hábito culinário. Cada lugar com seu charme,
seu povo carismático, sua alegria de viver e sua história!" 

 

Após a leitura do livro com as crianças e suas famílias, se propôs a confecção de receitas de pratos típicos de nossa região como: Paçoca de Amendoim e Cuscuz de Coco.

 

Leitura do livro "Delícias do Brasil" para crianças  e famílias.

 

Oficinas culinárias também foram realizadas, com o objetivo de envolver a comunidade escolar e disseminar informações de alimentos regionais brasileiros. Logo, foram exploradas diferentes áreas do conhecimento: Linguagem oral e escrita (registro das receitas), Linguagem matemática (contagem e medidas dos ingredientes), Ciências naturais (misturas e transformações), Ciências Sociais (histórias culturais dos pais e responsáveis, a partir de algumas receitas, aspectos geográficos e regionais), dentre outras.

 

Atividade sobre as regiões do Brasil com as crianças

 

 

Confecção da receita de cuscuz e paçoca - delícias do Brasil.

 

 

Distribuição dos alimentos produzido pelas crianças.

 

Dentre as riquezas observadas, foi pesquisada, principalmente, a da culinária brasileira. Surgindo assim, novas pesquisas sobre os alimentos das diferentes regiões do Brasil, desdobrando-se  em outras variadas atividades, entre junho e julho de 2017.

O trabalho foi muito enriquecedor, segundo a avaliação da equipe. No aspecto nutricional despertou a curiosidade para a experimentação das frutas e verduras das regiões. Já no aspecto cultural, foi enriquecedor, pois houve uma gama de conhecimentos relacionados as diferentes regiões do Brasil.

 

A diretora da unidade no Encontro da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional, em março de 2018, em Recife

 

Parabenizamos a equipe de professores, crianças e familiares pela valorização da alimentação saudável e ampliação do conhecimento das mais variadas espécies de cardápios e alimentos do Brasil.

 

Para saber mais, entre em contato:
E/CRE (09.18.819) EDI Joari
Situado à Rua Berizal, s/nº Campo Grande Rio de Janeiro - RJ
Diretor: Isabela Carvalho Costa
Diretor-Adjunto: Isamara Carvalho Sardinha
Professor Articulador: Márcia Christina Von A. Menezes
edijoari@rioeduca.net

 

  


   
           



Yammer Share