A A A C
email

Quarta-feira, 17/04/2019

Aos Professores de Inglês da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro

Tags: inglês, curso.

 

Massive Open Online Course: Teaching Grammar Communicatively

 

 

O Projeto de Extensão CEALD (Colaboração, Estratégias de Aprendizagem e Letramento Digital), em parceria com o Escritório Regional de Língua Inglesa (RELO Brazil), do Departamento de Estado Americano, está oferecendo, gratuitamente, aos Professores de Inglês da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro um Massive Open Online Course: Teaching Grammar Communicatively.


O MOOC Camp será um curso híbrido (online e presencial), de 30 de abril a 04 de junho de 2019. Os encontros presenciais serão sempre às terças-feiras, no Instituto de Letras da UERJ, das 16h10min às 17h40min. O objetivo é o desenvolvimento profissional, o compartilhamento de ideias e o fortalecimento de comunidades de professores. O número de participantes é limitado (20 vagas) e as inscrições podem ser feitas no link abaixo, até 29 de abril.

 

Link de inscrição: https://forms.gle/t7TaEDJ13d53Gv988

Observação: É exigido o nível intermediário de proficiência linguística. 

 

 

Enviado por: Equipe de Língua Inglesa - GEF II e Programa Bilíngue


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 17/04/2019

Escola Municipal General Humberto de Souza Mello – 2ªCRE

Tags: 2ªcre, riodejaneiro, solidariedade.

 

Os alunos do segundo segmento da Escola Municipal General Humberto de Souza Mello prestaram solidariedade às vítimas das chuvas, que aconteceram em abril no Rio de janeiro.

 

A atividade realizada pelos alunos das turmas 1.601, 1.701 e 1.801 tem como título “Rio Solidário” e foi orientada pelos professores Lilyana Mara, regente de Língua Portuguesa, Bruno de Oliveira, regente de Geografia e por  Jardel Sandy, Coordenador Pedagógico.


Consternados pelas fortes chuvas que abateram a cidade no mês de abril, a equipe pedagógica  e os alunos se reuniram para realizar esta atividade. A ação tinha como objetivos principais: incentivar os cariocas a buscarem locais seguros em caso de catástrofes naturais e manifestar a solidariedade de todo o grupo da Escola General Humberto de Souza Mello aos atingidos pelas chuvas e suas famílias.

 

 

 

 


Os alunos, com o auxílio de seus professores, confeccionaram mensagens de apoio às famílias atingidas pela catástrofe, além de ilustrações e textos informativos sobre como se manter seguro em episódios como esse.

 

A partir das vivências, das informações que ouviram nos meios de comunicação e de conceitos aprendidos em aulas de diferentes disciplinas, os estudantes confeccionaram folhetos informativos, desenhos e mensagens de apoio ao Rio de Janeiro como um todo, principalmente aos que foram mais atingidos pela catástrofe natural.

 

 

 

 

 


“Neste momento, mais do que nunca é hora de mostrar a união e a solidariedade do povo carioca. Essa situação, embora difícil, permite que vários assuntos sejam discutidos em sala de aula, como por exemplo: o descarte correto do lixo, como funciona o sistema de drenagem de uma cidade e as estratégias para se manter em segurança no caso de catástrofes naturais. Temas muito importantes para formação dos nossos estudantes enquanto cidadãos. Coordenador pedagógico - Jardel Sandy

 

 

 


Parabenizamos a toda equipe da Escola Municipal General Humberto de Souza Mello por esta bela atitude de incentivo a solidariedade com o próximo!

Obrigada por compartilhar conosco! Desejamos sucesso!

 

 

Quer saber mais? Entre em contato com a unidade escolar:

Escola Municipal General Humberto de Souza Mello 

Email: emghmello@rioeduca.net

Telefones: 2284-1569 / 2284-1254 / 2284-1562

 

 

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/04/2019

Projeto Cineclube nas Escolas

Tags: gel, cineclube.

Secretaria Municipal de Educação


Gerência de Leitura


Projeto Cineclube nas Escolas
 

 

O Projeto Cineclube nas Escolas, da Gerência de Leitura da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a RioFilme e com o Comitê Executivo da União Internacional de Arquitetos, UIA2020Rio, realizou no dia de hoje (16 de abril) às 9h30min, no Cine Carioca Méier – Imperator, localizado à Rua Dias da Cruz, 170, a Sessão de Abertura do Projeto Cineclube nas Escolas 2019, que este ano terá como temática O Rio Todo (em) Prosa, tendo em vista que nossa cidade recebeu título de primeira Capital Mundial da Arquitetura pela Unesco e sediará o Congresso Mundial de Arquitetura 2020, evento que será um marco na história cultural da cidade.


O Projeto: O Rio todo (EM) Prosa será desenvolvido pelas Escolas da Rede Municipal e contará com a produção dos alunos da Educação Infantil ao 9º ano, incluindo a Educação de Jovens e Adultos, visando valorizar a Memória e a Importância da Cidade do Rio de Janeiro no contexto do nosso país.


Nessa sessão, foi exibido o documentário São Sebastião do Rio de Janeiro – A Formação de uma Cidade, de Juliana de Carvalho. O filme conta o surgimento de nossa cidade e suas transformações ao longo dos anos a partir de imagens de arquivo, simulações em 3D, filmagens atuais e depoimentos.

 

Após a sessão, professores e convidados participaram de uma roda de conversa com Pedro da Luz, Presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RJ) e membro do Comitê Organizador do Congresso Mundial RIO 2020 e com o Arquiteto Adilson Roque dos Santos, Doutor em Ciência na área de Concentração em Ecologia pela UERJ. Na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, trabalha nos Projetos de Pesquisa sobre a flora da Cidade. Adilson participa do documentário sobre a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.


Fátima Paes, Coordenadora de Investimentos da RIOFILME/Empresa Distribuidora de Filmes - participa do Encontro - cinéfila e cineclubista, atua profissionalmente na atividade cinematográfica desde 1977. Trabalhou na EMBRAFILME onde acompanhou projetos do Programa Interação e Educação Básica e Contextos Culturais – MEC. A Coordenadora da RIOFILME sempre participou de Projetos de Cinema e Educação, como a Oficina Cine/Escola do Grupo Estação e o Programa Cinema. Profissional de Marketing fundou a Trópicos Eventos, que atuava em lançamentos de filmes brasileiros.

 

Texto enviado por: E/SUBE/CEB/GEL - Gerência de Leitura


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/04/2019

A SMERJ vai levar debate sobre a Lei Maria da Penha para as escolas da Rede

Tags: lei, maria da penha.

 

Secretaria Municipal de Educação vai levar debate sobre a Lei Maria da Penha para as escolas da Rede

 

 

Para sensibilizar a comunidade escolar sobre a questão da violência doméstica, buscando a conscientização como forma de evitar o problema que atingiu 221.238 famílias no Brasil segundo registros do Anuário Brasileiro de Segurança Pública (2017), nesta segunda-feira, 15/4, cerca de 50 professores e servidores da Prefeitura do Rio debateram o programa Maria da Penha Vai à Escola – transformado em lei sob o nº 6.427, em 18 de dezembro de 2018, e sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella.

A programação faz parte do seminário “Mulher cidadã: Maria da Penha vai à escola”, uma realização das Secretarias Municipais de Educação e de Assistência Social e Direitos Humanos.

A ação estimula as escolas municipais a incluírem no seu calendário palestras, debates, seminários, vídeos e outros recursos para ampliar a divulgação do tema e difundir a cultura de paz.

Para a chefe de gabinete da SME, Heloísa Sermud Braz, que participou do evento, é importante destacar a temática dentro da sala de aula.

- Nossos alunos formam a base da sociedade e há muitas famílias chefiadas por mulheres. Elas precisam ser valorizadas e ampliar o debate na sala de aula sobre essa lei tão importante permite que os alunos entendam mais sobre direitos e deveres - disse Heloísa, que representou a Secretária Municipal de Educação, a professora Talma Romero Suane.

Também estiveram presentes no seminário a Subsecretária de Políticas para a Mulher da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Joyce Braga; a representante do Comitê de Gênero da Educação, Waléria de Carvalho e Carla de Araújo, promotora do Ministério Público, que lançou o livro “As Marias do Brasil” sobre casos de violência doméstica.

 

Texto e fotos: Assessoria de Comunicação Social da SME


   
           



Yammer Share