A A A C
email
Retornando 56 resultados para a tag 'formação'

Quinta-feira, 04/05/2017

Conquistas e desafios no 6º ano Experimental

Tags: 9ªcre, sexto, ano, experimental, formação, professores, desafios, ensino, fundamental.

 

Na sala de aula da turma de 6º ano experimental do Ensino Fundamental na Escola Municipal George Washington os alunos encontram na professora Camila Gaspar, a regente de todas as disciplinas. Com organização pedagógica e integração das áreas de conhecimento, os alunos iniciam uma nova etapa educacional com poucas mudanças na estrutura, como nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Na fala da professora, os desafios e conquistas, de ser professor nesta modalidade.

 

“Ser professor do 6º ano experimental é um desafio, pois ”dar conta” de ensinar cinco disciplinas, sendo especialista em uma, exige planejamento e dedicação.”  Prof. Camila Gaspar.

 

(O PLANETA TERRA - movimentos de rotação e translação, estações do ano, inclinação do eixo)

 

A professora conta que, para trabalhar no sexto ano experimental, teve que refinar suas habilidades de combinar conteúdos, pois as disciplinas se relacionam entre si o que a tornou uma profissional mais versátil. O planejamento é pensado de forma que se aproveite a ligação entre os conteúdos das cinco disciplinas, dando ênfase as habilidades a serem adquiridas, trabalhando de forma interdisciplinar, numa visão menos fragmentada do conhecimento com aplicabilidade no dia a dia. Segundo a professora:


“As aulas são pensadas para facilitar a compreensão de como o mundo funciona, através do conhecimento de forma articulada, com práticas que tornam o conteúdo significativo no seu cotidiano e o motive a ser protagonista do processo de aprendizagem.”

 

PRODUZINDO TEXTO SOBRE A CAMPANHA “AQUI MOSQUITO NÃO SE CRIA”

 

A professora afirma a importância da participação nos encontros oferecidos pela Gerência de Educação da 9ª CRE, com a oportunidade de aprendizado através de um programa de formação específico para o professor de sexto ano experimental. Considera ainda fundamental a relação de parceria com a direção da unidade escolar, com a garantia de seu planejamento, incentivo e apoio de subprojetos e atividades específicos do sexto ano experimental.

 

CONSTRUINDO MAPAS MENTAIS

 

A LITOSFERA (TIPOS DE SOLO)

 

Para o professor Mario Sergio Mangabeira, responsável pelos encontros de formação dos professores do 6º ano experimental, na 9ª CRE: “Cada professor tem seu papel. Todos são importantes e contribuem decisivamente para a aprendizagem. É preciso conhecer, valorizar e levar em conta o potencial de cada colega! Há professores que são bons de organizar o material a ser usado, há os que são ótimos no uso das tecnologias, os que têm mais habilidades em determinada área de estudo... Se cada um colocar à serviço da equipe os seus melhores talentos, todos saem ganhando.”

A diversidade dos encontros contribui para a troca entre os pares com a equipe de acompanhamento, inclusive com experiências coletivas de formação. Em março aconteceu o planejamento pedagógico em conjunto com os professores novos divididos por quatro Polos de Planejamento no âmbito da 9@ CRE.

 

Polo de Planejamento na E. M. PRI Yolis da Silva. Dinamizadora: Professora Camila Jordino ( E.M 09.18.031 George Washington)

 

Polo de Planejamento na E.M PRI Professor Antonio Boaventura . Dinamizadora : Professora Sandra Manso

 

Polo de Planejamento na E.M PRI Dulce Araujo. Dinamizadora: Professora Andreia Nascimento ( E.M 09.18.044 Ernesto Nazareth)

 

Polo de Planejamento na E.M PRI Dalva Lazaroni . Dinamizadora: Professora Joyce Werneck (E.M 09.18.041 Antonia Vargas Cuquejo Cuquejo)

 

"Os professores trocaram experiências sobre o projeto, opções de planejamento e dicas para trabalhar de maneira articulada as disciplinas. Foram encontros menos teóricos e mais práticos", relata a professora Joyce Werneck, dinamizadora de um dos pólos de planejamento.



Parabenizamos os professores do Sexto Ano Experimental das unidades da 9ª CRE pela dedicação e compromisso com a educação de nossos alunos.

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 24/04/2017

Aprender a Aprender...6º Ano Experimental

Tags: 1ªcre, projetos, ciências, formaçãocontinuada, .

 

Sucesso na Rede, professores e alunos das turmas de 6º Ano Experimental redescobrem, diariamente, o Prazer em Aprender.

 

Protagonismo, Interdisciplinaridade e Ação são algumas palavras que já fazem parte do cotidiano das turmas de 6º Ano Experimental na 1ª Coordenadoria Regional de Educação e em toda Rede. Professores e alunos pesquisadores transformam a Sala de Aula num espaço de Construção Coletiva de Saberes.

 

 


Em consonância com diretrizes gerais do Projeto, a 1ª Coordenadoria Regional de Educação vem oferecendo aos professores regentes, em seus Centros de Estudos Regionais, Formação nas diversas áreas do Conhecimentos.

 

 


Uma das temáticas abordadas nos Encontros de Formação foi “O Ensino de Ciências”: Os professores trocaram experiências e discutiram sobre as situações didáticas essenciais para o ensino da disciplina. Situações que envolvem pesquisas, experimentação, produções orais e escritas foram apresentadas e analisadas.

Os professores enfatizaram que o ensino de Ciências deve criar condições para que o aluno faça pesquisas, busque informações, analise dados e desenvolva o pensamento crítico.

 

 

De volta ao campo, foi hora de colocar à mão na massa: professores e alunos se envolveram no Estudo do Sistema Solar, previsto nas orientações para o período.

Na Escola Tia Ciata, o estudo começou com com a música “Sistema Solar”, de Ana Pessoa. A partir da música foram feitas diversas pesquisas e leitura de textos informativos e imagens. Os alunos além de aprender a buscar as informações, também aprenderam a importância do trabalho coletivo para o sucesso de todos. Trabalho sempre mediado pela professora que ao final, propôs que os grupos apresentassem os resultados de suas pesquisas para o Grupo. Momento interação e troca de saberes entre os grupos.

 

 

Outras escolas também utilizaram os conteúdos de Ciências para promover pesquisas e produção de maquetes, como, por exemplo, as escolas Portugal e Marechal Trompowsky. Através das maquetes construídas, alunos puderam organizar e interpretar as informações pesquisadas acerca do tema.

 

 

E o 6º Ano Experimental não para por ai: outros trabalhos interdisciplinares , tendo o aluno como protagonista estão sendo desenvolvidos nas diversas unidades e em breve estarão aqui no Blog “A Revolução Acontece”.

 

Para Saber Mais:

E/1ªCRE/Gerência de Educação

Telefone: 2233-4839

E-mail: gecre01@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 27/02/2017

FormAção - 1ª CRE em Ação 2017 !

Tags: 1ªcre, formação.


A 1ª Coordenadoria Regional de Educação dá continuidade aos Encontros de Formação para gestores e professores das unidades de sua abrangência.

 

O programa de Formação Continuada na 1ª Coordenadoria de Educação 2017 deu seu pontapé inicial com chave de ouro: O Seminário Formação, 1ª CRE em Ação.


A professora Fátima Sueli Joaquim Lourenço, Coordenadora da 1ª CRE, abriu o Calendário de Formação 2017 falando da importância e o papel de todos os presentes na garantia de uma Educação qualitativa para nossos alunos.

 

Professora Fátima, abrindo o Calendário de Formação 2017.


Na oportunidade, gestores das 95 unidades escolares assistiram à brilhante Palestra da Professora Doutora Tereza Penna Firme, que falou  sobre o tema “Os Avanços da Avaliação no Século XXI: O impacto na Aprendizagem, no Ensino e na Gestão”.

 

Professora Teresa Penna Firme, com a Equipe de gestores da 1ª CRE.

 

A palestra foi precedida de uma atividade Musical com o professor Wagner Meirelles, professor de Música de nossa Rede.


Ao final do Seminário, os participantes foram contemplados com uma visita à exposição permanente do Museu do Centro Cultural da Light.

 

Atividade Cultural , durante o Seminário.


Nas primeiras semanas de Fevereiro, as atividades de Formação foram direcionadas aos professores dos Projetos de Reforço Escolar Aceleração e dos  Regentes do 6º Ano Experimental.


Os professores que estão atuando pela primeira vez no 6º Ano Experimental foram acolhidos pelos regentes antigos e  juntos,  conheceram e discutiram os caminho a ser percorrido no ano letivo de 2017.

 

Professores do 6º Ano Experimental, avaliando o ano de 2016.

 

Os professores do Projeto Aceleração tiveram  seu primeiro encontro de Formação Regional, onde o ponto focal da discussão foi a importância da cooperação e do trabalho em equipe, mostrando que “juntos somos mais fortes”, e a organização do trabalho, com porpostas de atividades iniciais para o Projeto.

 

Acima, professores dos Projetos Aceleração 6 e 8, em Oficina de Dança de Integração, com a professora Nadir Alves.

 

Abaixo, professora Glória Arouca, apresentando Atividades Complementares para os Projetos.   

 

Os Coordenadores Pedagógicos estiveram reunidos durante o mês discutindo assuntos relevantes para o andamento do trabalho ao longo do ano letivo. Professora Valéria Jaconiano, Gerente de Educação , no dia 14 de fevereiro, promoveu um Diálogo sobre o Processo de Diagnose nas turmas de Alfabetização, além de discutirem sobre a Elaboração do Plano Educacional Individualizado, o PEI.

 

Professora Valéria, conversando com os Coordenadores Pedagógicos sobre Diagnose e Plano Educacional Individualizado.

 

No último dia 17 de fevereiro, os Coordenadores Pedagógicos também tiveram a oportunidade de refletir sobre o Processo de Avaliação, a partir da palestra da professora Tereza P. Firme, numa manhã de aprendizagem, no Auditório da Editora Florescer, ao lado do Boulevard Olímpico.

 

Professora Teresa Penna Firme, conversando com os Coordenadores Pedagógicos sobre Avaliação.

 

Esse foi apenas o começo do Formação – 1ª CRE em Ação 2017. O trabalho está apenas começando!

 

 


Para Saber Mais:

1ª Coordenadoria Regional de Educação

Gerência de Educação 

Rua Edgard Gordilho, 63 – Saúde

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net
 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 16/09/2016

Semana de Alfabetização 2016

Tags: 1ªcre, alfabetização, eventos, formação continuada.

 

 

 

 

Semana de Alfabetização da 1ª CRE mobiliza os atores do processo para a Importância da Ação-Reflexão-Ação.



ALFABETIZAÇÃO! EIS a QUESTÃO !, Projeto de trabalho da Gerência de Educação da E//1ªCRE, apresentou na Semana de Alfabetização 2016, discussões com as unidades de Ensino de sua abrangência, acerca das mudanças nas práticas sociais de comunicação, sobre o desenvolvimento de novas tecnologias associadas às novas propostas pedagógicas, relacionadas à alfabetização inicial e ao ensino de línguas em geral, de forma dialógica sobre a natureza didática e a natureza pedagógica, percorrido na reflexão sobre as práticas de ensino.

 

 


A Semana comecou com a Palestra “Reflexões sobre processos de Alfabetização na Educação Infantil”, proferida pela professora Cátia Moura, da Gerência de Educação Infantil, tendo como público-alvo os Professores Articuladores e Coordenadores Pedagógicos. 

 

Professora Cátia Moura

 

Dando continuidade, a terça-feira foi dedicada aos professores do alfabetizadores, que participaram do Visionamento do Programa Interações Pedagógicas, da MultiRio, dinamizado pelos Professores Formadores de Alfabetização: E/1ªCRE/GED, CED e Escola de Formação Paulo Freire.

 

"Boneca de Lata" - contação de Histórias durante a Semana
 

O quarto dia foi de Ação em dose dupla, Palestra “Mídia e Educação”, proferida Professora Simone Monteiro da CED/Mídia-Educação, que reuniu professores das Salas de leitura das unidades da coordenadoria pela manhã. Na parte foi reunido os professores de Educação Física, que pariticparam do Encontro “Alfabetizar com o Movimento”, dinamizado pela Professora Bianca.

 

Acima professoras Valéria (Gerente da GED) , Silvana (Boneca de Lata) e Simone Monteiro (Gerente de Mídia da SME)

 

Abaixo, professores de Educação Física participando da Palestra "Alfabetizar com o Movimento".


Fechando as Ações da Semana com Chave de Ouro, os Coordenadores Pedagógicos foram premiados com a Palestra da professora Morgana Rezende, que falou sobre o tema “Alfabetização: do que estamos falando?”

 

Professora Morgana Rezende



Todas as ações durante a semana foram abertas com atividades culturais: apresenações de flauta, contação de histórias e, no encerramento, o Coral da Escola Mem de Sá, regido por policial da UPP da região onde a escola está localizada.

 

Acima, apresentação Musical na Abertura da Semana , na Editora Florescer.

 

Abaixo, alunos da Escola Mém de Sá , com a professora Fátima Sueli (Coordenadora da E/1ªCRE) após apresentação do Coral dos alunos no encerramento da Semana de Alfabetização

 

Para Saber Mais:

Gerência de Educação da E/1ªCRE

Telefone:  2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca,net

 



 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share