A A A C
email
Retornando 309 resultados para a tag 'eventos'

Segunda-feira, 01/01/2018

Nossas Regiões

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, interdisciplinalidade.

 

Feira Cultural encerra projeto de valorização das culturas regionais do país.

 

A E. M. Marechal Espiridião Rosas, que atende ao 1º Segmento no bairro da Caju, desenvolveu ao longo dos últimos quatro meses de 2017 um trabalho de identificação regional e cultural brasileira através de festividades nacionais, pratos típicos, danças e costumes do folclore regional, onde os alunos puderam conhecer um pouco mais das matrizes étnicas e culturais que formam a identidade nacional.

 


Através do Projeto “Nossas Regiões”, ações foram desenvolvidas englobando as diversas áreas de conhecimento, utilizando os materiais pedagógicos possíveis e os espaços disponíveis da unidade de ensino.

Textos de diversas tipologias foram apresentados e discutidos com os alunos, pesquisas com suporte de diversas mídias, como internet e livros, entrevistas, leitura e reescritas e lendas e mitos das regiões permearam o trabalho.

 

 

Os alunos tiveram também a oportunidade de confeccionar brinquedos e instrumentos musicais que retrataram as diversas regiões estudadas.

Os resultados dos trabalhos realizados foram apresentados a toda comunidade em uma Feira Cultural, onde os presentes puderam assistir apresentações folclóricas das diversas regiões do país.

 

 

Para o professor Marcos, "Mostrou-se uma ótima oportunidade de interagir com a comunidade”. Dona Raquel, mãe de aluno da unidade, diz que "foi muito bom e rico em informações".


"Hoje foi dia de prestigiar, a Feira Cultural, feita com muito carinho por todos da Escola Espiridião Rosas. Parabéns simplesmente arrasaram, estava tudo lindo e caprichado!", fala Tais Silva - mãe de aluno.


"Foi um prazer conviver com os alunos e responsáveis interagindo nesses 4 meses de projeto de sucesso e amor. Me sentido muito feliz!!! ,nos conta a diretora Maria Cristina.

 


"A integração entre escola e comunidade foi muito gratificante. Atingindo nossos objetivos de valorização e resgate da nossa cultura. O trabalho foi realizado de forma interdisciplinar e de maneira bem lúdica tornando o projeto mais prazeroso." - Coordenadora Pedagógica - Rose Catarina.

 

Professores e Equipe Gestora

 

Para Saber Mais:

Escola Municipal Espiridião Rosas

Diretora: Maria Cristina Negreiros

Adjunto: Ana Lúcia Alexandre

Coordenador Pedagógico: Rose Catarina

E-mail: emmrosas@rioeduca.net

Telefone: 3895-8578

 


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 18/12/2017

Pequenos Grandes Escritores

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, riodeleitores.

 

Escola participa de ação projeto, onde textos dos alunos são transformados em livros.

 

Localizada no bairro do Catumbi, a Escola Municipal Estados Unidos atende turmas do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental em dois turnos.

 


Incentivar e estimular o prazer e o interesse pelo mundo da leitura e da escrita, levando os alunos a se perceberem como parte do processo de construção de um livro (autores), além de despertar o gosto pela leitura e escrita, formando estudantes mais críticos com relação ao mundo que o cerca e entender são capazes de desafiar nossa imaginação e possibilitar nosso crescimento intelectual e também enquanto indivíduo são os objetivos principais do “Pequenos Grandes Escritores”, projeto idealizado por Ricardo Monteiro.

 

Alunos Autores reecebendo suas  produções


As atividades do projeto foram desenvolvidas em sala de aula, onde a partir de uma introdução da equipe do PGE (Pequenos e Grandes Escritores), os alunos foram incentivados a escrever e desenhar sobre como viver em paz na comunidade. Após as atividades, os trabalhos foram recolhidos para gráfica, que foi visitada pela turma 1.301 (escolhida como melhor livro). Cada turma teve o seu livro editado e os alunos foram homenageados, em uma festa, recebendo suas produções com a presença dos responsáveis e professores.

 

Responsáveis participando da Cerimônia de Homenagem aos Pequenos Grandes Escritores


“Meu príncipe escreveu um livro, o primeiro de muitos...” nos conta Monica Monteiro, mãe do aluno João Miguel da turma 1101. Já a professora Elaine Carvalho nos fala: “Estou muito feliz de fazer parte da história dos meus alunos de uma forma tão especial...”.


“O Projeto deu aos alunos uma prova de que eles são capazes conquistar o mundo...” nos fala Alda Reis, Diretora Adjunta. “...A partir deste projeto os alunos perceberam que podem viajar o mundo através de suas próprias palavras...” conclui Flavio Oggioni, Secretário Escolar.

 

Equipe do Projeto com Equipe Gestora da Unidade Escolar


Para Saber Mais:

Escola Municipal Estados Unidos

Direção: Alessandra Nunes e Alda Maria Reis

Coordenação Pedagógica: Gabrielle Vieira

Telefone: 2213-5658

E-mail: emeunidos@rioeduca.net


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 20/11/2017

Feira Cultural da Alice

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, diversidade.

 

Escola de Benfica desenvolve projeto de valorização pessoal através do resgate da Cultura brasileira.


Situada no bairro de Benfica, a Escola Municipal Alice do Amaral Peixoto atende turmas em horário parcial, divididas em dois turnos, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental.

 

 

Ao longo do ano letivo, a Escola vem desenvolvendo vários projetos com o objetivo de desenvolver e fortificar a cultura de Paz na comunidade em que está inserida, numa ação voltada para a construção de valores, pautada no diálogo e integração entre todos os segmentos da Escola.

Dentre os projetos desenvolvidos pela Unidade Escolar ao longo do ano letivo, destacamos o Projeto “Valorizando a Vida Através do Resgate da Cultura Brasileira”, pensado por toda equipe com o objetivo de que, através do conhecimento da cultura do próprio povo, valorizar as ações de Respeito, Tolerância e Solidariedade entre as pessoas, além de ampliar o conhecimento dos alunos sobre as diferentes culturas que contribuíram para a formação do povo brasileiro.

 

 

Inicialmente, os professores propuseram pesquisas envolvendo História, Geografia, costumes, música, folclore, culinária, lendas, pontos turísticos, personalidades, enfim, as contribuições das regiões do Brasil para a formação da identidade do Povo Brasileiro.

Os professores I que atuam com as turmas foram responsáveis pelas apresentações das danças folclóricas típicas de cada região, favorecendo e enriquecendo o conhecimento dos alunos acerca das regiões estudadas.

Todo o resultado desse trabalho foi apresentado à Comunidade Escolar durante realização da “Feira Cultural da Alice”.

 

 


Para a Diretora da unidade, professora Rosana, “foi um momento riquíssimo, onde foram trabalhadas as cinco regiões do Brasil. Pais e responsáveis se identificaram culturalmente, contribuindo muito para a realização desse projeto, com pratos típicos e materiais para a exposição. Com isso, conseguimos resgatar a nossa riqueza cultural que se encontra adormecida: o nosso Folclore Brasileiro”.

 

 


“Os responsáveis gostaram muito da iniciativa da Feira Cultural, principalmente do stand da região Nordeste, haja vista que nossa U. E. em sua maioria é formada por filhos de nordestinos. Muitos responsáveis elogiaram o formato interativo da feira, onde puderam conhecer a riquíssima cultura brasileira, ver apresentação de danças típicas, participar da confecção de artesanatos e degustação da culinária de todas as regiões do Brasil....”  nos fala Rafaela, Coordenadora Pedagógica.

 

 


Para Saber Mais:

Escola Municipal Alice do Amaral Peixoto

Direção: Rosana Mello e Luana Leal

Coordenação Pedagógica: Rafaela Fernandes

Telefone: 3895-8645

E-mail: emapeixoto@rioeduca.net

 

 



 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 06/11/2017

Professor Antônio, Medalhista Carioca da Educação

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, educacaofisica, professor.

 

Professor de Educação Física é homenageado com a Medalha Carioca de Educação, por desenvolver projeto de Educação Física Inclusiva.

 

Atuando na Rede Municipal de Ensino, desde 1994, o professor Antônio Carlos Fernandes desenvolve, desde 2015, Projeto de Educação Física Inclusiva na Escola Municipal Floriano Peixoto, escola localizada no bairro de São Cristóvão e que atende alunos da Educação Infantil ao Quinto ano do Ensino Fundamental.

 


Desenvolvido a partir da participação no Curso Portas Abertas para a Inclusão – parceria da SME, através do Instituto Helena Antipoff, Instituto Rodrigo Mendes UNICEF e Função Barcelona – o projeto foi pensado com o objetivo de criar e desenvolver atividades físicas inclusivas em que todos os alunos, com deficiência ou não, pudessem participar ativamente da aula.

 

 

Dentre diversos projetos desenvolvidos nas onze coordenadorias regionais de Educação, o projeto do professor Antônio foi escolhido para representar o Brasil em um Seminário da UNICEF, realizado na cidade de Barcelona.

 

 

E o projeto foi ganhando visibilidade, ultrapassando os muros da escola, levando os conhecimentos e práticas inclusivas à toda comunidade escolar, com envolvimento efetivo de professores, funcionários, responsáveis e alunos, além da rede de apoio que atende à escola.


Hoje, o projeto de Educação Física está incorporado ao Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Floriano Peixoto, com sua metodologia e atividades fazendo parte do cotidiano das aulas de Educação Física desenvolvidas na unidade, completamente integrada à rotina da escola.

 

 


Além de trabalhar ativamente para que a Educação Física inclusiva contribua para o sucesso do processo ensino aprendizagem dos alunos, professor Antônio é um apaixonado pela escola em que atua, sempre ativo na realização de eventos que movimentam e dão vida ao espaço escolar, contribuindo para maior integração entre os diversos atores que atuam na Escola Floriano: realiza Olimpíadas Escolares, incentiva e cria condições para que os alunos participem de torneios, Shows de Talentos, dentre outras atividades de cunho pedagógico e cultural.

 


A coroação do trabalho de qualidade que é desenvolvido pelo professor Antônio Carlos veio recentemente com o recebimento da Medalha Carioca de Educação, honraria concedida pelo Conselho Municipal de Educação e que elege personalidades que contribuem, de forma significativa, para a qualidade do Ensino na Cidade do Rio de Janeiro. A Cerimônia de Premiação ocorreu no último dia 24 de outubro, na Escola de Formação do Professor Carioca Paulo Freire.

 

Participação no Programa Papo Carioca, da Prefeitura do Rio , sobre a Medalha Carioca

Durante a Cerimônia, na Escola Paulo Freire, recebendo a Medalha das mãos da Subsercretária de Ensino, professora Nazareth

 

 

Para Antônio Carlos, “essa indicação veio como reconhecimento desse trabalho que a gente faz com muito amor e muita dedicação. Isso nos motiva, nos faz querer mais, o que é muito bom para os nossos alunos”, afirma.


Para Solange Comerlato, Coordenadora Pedagógica da Escola Floriano Peixoto, “o professor Antônio é um ser humano que acredita no protagonismo do aluno, ousa e permite que o outro ouse também, com credibilidade e sensatez que lhe são peculiares. Tem um ótimo relacionamento com a direção, coordenação, demais profissionais, responsáveis e alunos que atuam nesta unidade escolar. A Escola Floriano sempre investe, dentro do que é possível, para que este professor extravase a sua forma de ser, colaborando e acreditando no seu fazer".

 

São professores como Antônio Carlos que transformam a vida de milhares de crianças cariocas. Parabéns!

 

Pra Saber Mais:

Escola Municipal Floriano Peixoto

Direção: Otília Muller e Fátima Cardoso

Coordenação Pedagógica: Solange Comerlato

Telefone: 3895-8634

E-mail: emfpeixoto@rioeduca.net

 


  


   
           



Yammer Share