A A A C
email
Retornando 300 resultados para a tag 'eventos'

Segunda-feira, 11/09/2017

Quem Canta e Dança...Encanta...E Seus Males Espanta!

Tags: 1ªcre, projetos, eventos, educacaoinfantil.

 

Diversidade Musical Brasileira serve como eixo norteador em Espaço de Desenvolvimento Infantil da 1ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

Localizado no bairro do Estácio, bairro boêmio e um dos berços do samba da capital carioca, o EDI Beatriz Vicência Bandeira Ryff tem no Projeto “Quem canta e Dança... Encanta...E seus Males Espanta”, o eixo norteador para desenvolver em seus alunos o enriquecimento de suas vivências musicais, proporcionando um trabalho multidisciplinar através da musicalidade, permeado pelas diferentes áreas do conhecimento e buscando o desenvolvimento das crianças em seus aspectos físico, cognitivo, afetivo e social.

 


Pensado em conjunto por toda comunidade escolar, o projeto vem sendo desenvolvido ao longo do ano: no início foi trabalhado com o aluno a percepção para ouvir os diferentes sons que nos cercam. Os alunos foram levados a ter atenção com os sons do corpo, da natureza, dos animais, do ambiente que cerca a escola... Já no segundo bimestre os alunos tiveram contato com os diversos ritmos que fazem parte da cultura de nossa cidade e de nosso país.

 

 

Histórias e características do frevo, funk, samba, carimbó e forró, dentre outros , fizeram parte do cotidiano das crianças, que puderam estabelecer uma intimidade cultural e musical através das vivências com as características dos diversos ritmos.

 

 


O foco do trabalho ao longo do 3º bimestre são as brincadeiras cantadas, que fazem parte da memória cultural do povo brasileiro. As cantigas apresentam também a diversidade do nosso país.

 


Para finalizar o projeto anual, a unidade está planejando fazer a festa “Natal Brasileiro”, retratando os costumes através dos ritmos.


Renata Soares, Professora de Educação Infantil, nos fala: ”o projeto nos proporcionou um estudo e ampliou nossa visão musical onde realizamos diversas atividades relacionadas as múltiplas linguagens”. Para a professora Elaine Barcelos, “ o projeto trouxe um enriquecimento cultural e musical, através do qual fizemos uma grande viagem pelas regiões e ritmos trabalhados”.


Os mais encantados com o projeto são os pequenos: o aluno Rômulo, de 5 anos, diz “eu gostei do ritmo do carimbo”. Já o Aluno João Mateus, de 6 anos nos conta :”eu gostei de fazer o boné do funk e adorei a dança”. “Eu gostei muito do galo da madrugada e de fazer o guarda-chuva do frevo”, nos conta a aluna Sophia, de 6 anos.

 

 


Para Saber Mais:

EDI BEATRIZ VICÊNCIA BANDEIRA RYFF

Direção: Joseane Abrahão

Diretora Adjunta: Andrea Pacheco

Telefone: 2224-0979

E-mail: edibeatrizvbandeira@rioeduca.net


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 03/07/2017

Jogos Indígenas

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, diversidade.

 

Projeto Interdisciplinar aproxima alunos da Cultura Indígena, através das Artes , da Literatura e Educação Física.

 

Localizada no Imperial Bairro de São Cristóvão, bem ao lado do Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, a Escola Municipal Portugal atende alunos da Educação Infantil ao 6º Ano Experimental e vem se destacando com diversos projetos que integram as várias áreas de conhecimentos. Um dos projetos que merece destaque é o Projeto “Jogos Indígenas”.

 


Temo como ponto de partida a oferta de Literaturas diversas que abordam as manifestações culturais e artísticas nas diferentes comunidades indígenas brasileiras, a professora Camila Louro,de Artes Plásticas e o professor Filipe Cabral, de Educação Física, propuseram a realização dos Jogos Indígenas, com o objetivo de propiciar às crianças vivenciarem um pouco do modo de vida e da cultura indígena brasileira.

 


Para a grande Festa dos Jogos, foram apresentadas as funções da pintura corporal como forma de expressão para diferentes ocasiões e grupos indígenas distintos. Os alunos tiveram oportunidade de realizar a pintura , utilizando os grafismos indígenas.

 

 

Os aspectos corporais de movimento característico dos povos indígenas foram trabalhados durante os jogos. Assim, as turmas foram dividias em grupos indígenas: Pataxós, Caiapós, Yanomamis e Goytacases. Em seguida, foram apresentadas as características e fatos relevantes sobre as quatro nações indígenas e, logo após, iniciaram as disputas nas modalidades propostas: Corrida de Canoa, cabo de força, corrida de toras e arco e flecha.

 

 

Corrida de Toras

 

Cabo de Força

 

Ao final dos Jogos Indígenas todos participaram de uma dança coletiva para celebrar a participação no Projeto.

 


Para Saber Mais:

ESCOLA MUNICIPAL PORTURAL

Direção: Patrícia Ponte

Direção-Adjunta: Amanda Melo

Coordenação Pedagógica: Luana Lobão

Professores Responsáveis pelo projeto: Camila Louro e Filipe Cabral

Telefone: 3895-8632

E-mail: emportugal@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 26/06/2017

Abertura dos Jogos Estudantis da E/1ªCRE

Tags: 1ªcre, eventos, projetos.

 

1ª Coordenadoria Regional de Educação realiza a Cerimônia de Abertura do XXVI Jogos Estudantis .

 

A manhã da segunda-feira, dia 12 de junho, foi especial para as Escolas da 1ª Coordenadoria Regional de Educação: Foi realizada a Cerimônia de Abertura de mais uma edição dos Jogos Estudantis da E/1ª CRE, na sede do Clube Regatas Vasco da Gama, em São Januário.

 


Em sua 26ª Edição, a Cerimônia teve início com a tradicional entrada da Bandeira da Paz, seguida do Desfile de Entrada das escolas participantes.

A entrada do Pelotão da Bandeira, composta por alunos da Escola Floriano Peixoto, foi seguida da execução do Hino Nacional, do Juramento e da Entrada da Tocha Olímpica.

 


A Gerente de Educação, professora Valéria Jaconiano, fez o discurso, agradecendo o empenho de todas as escolas e professores envolvidos no evento e , declarando aberto oficialmente o XXVI Jogos Estudantis da 1ª CRE.

Acima, professora Valéria Jaconiano, Gerente de Educação da 1ª CRE. Abaixo, professora Cristina Brum, representando a SME

 


O Coral da Escola Portugal, sob regência da professora Marta Broxado , realizou uma apresentação para todos os presentes, abrilhantando ainda mais o evento.

 

Coral da E.M. Portugal, com a professora Marta Broxado.

 


Para Saber Mais:

Gerência de Educação

Telefone: 2233-4839

E-mail: gedcre01@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 05/06/2017

Escola é Lugar de Paz - 1ª CRE

Tags: 1ªcre, eventos, projetos.

 

 

“Se a Educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda”. (Paulo Freire)

 

Escolas, EDIS e Creches da 1ª Coordenadoria Regional de Educação mobilizaram toda a Comunidade Escolar em mais uma ação transformadora: continuar o trabalho com a Cultura de Paz.

 


E para que esse trabalho seja realmente transformador, as unidades perceberam que é primordial proporcionar aos nossos jovens a compreensão de palavras-chaves para conviver em harmonia: Justiça, Tolerância, Solidariedade e Igualdade.

 

 

E, assim, todas as comunidades, nas diferentes escolas e unidades de educação infantil, vêm sendo mobilizadas com o objetivo principal de modificar o pensamento e ações das pessoas no sentido de promover e criar a Cultura da Paz!

 


Diversas ações multidisciplinares vêm acontecendo e proporcionam aos alunos, responsáveis e professores , através das diversas linguagens, mudanças de atitudes para que a Escola sempre seja "Um Lugar de Paz” .

 

 

Cada vez mais caminhando para que seja a essência do que o Educador Paulo Freire expressa em sua poesia:


Escola é....


... o lugar que se faz amigos.


Não se trata só de prédios, salas, quadros,

Programas, horários, conceitos...

Escola é sobretudo, gente

Gente que trabalha, que estuda

Que alegra, se conhece, se estima.

O Diretor é gente,

O coordenador é gente,

O professor é gente,

O aluno é gente,

Cada funcionário é gente.

E a escola será cada vez melhor

Na medida em que cada um se comporte

Como colega, amigo, irmão.

Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados”

Nada de conviver com as pessoas e depois,

Descobrir que não tem amizade a ninguém.


Nada de ser como tijolo que forma a parede,Indiferente, frio, só.

Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,

É também criar laços de amizade,É criar ambiente de camaradagem,

É conviver, é se “amarrar nela”!

Ora é lógico...

Numa escola assim vai ser fácil

Estudar, trabalhar, crescer,

Fazer amigos, educar-se, ser feliz.

 

 

 

É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo.
(Paulo Freire)

 

 

 


   
           



Yammer Share