A A A C
email
Retornando 403 resultados para a tag 'blogsdeescolas'

Terça-feira, 11/02/2014

Escola de Pais – Unindo Família e Escola

Tags: 2ªcre, blogsdeescolas, educaçãoinfantil, edi.

No dia 23 de março, aconteceu o primeiro encontro de 2013 da “Escola de Pais” nas unidades escolares que atendem alunos da Educação Infantil.

 

Sabemos sobre a necessidade da parceria entre família e escola para o bom desenvolvimento da criança. Este trabalho realizado em equipe proporcionará aos pequeninos maior segurança na aprendizagem e no sucesso da vida escolar.


A “Escola de Pais” está direcionada aos pais e responsáveis dos alunos da Educação Infantil. Neste encontro é possível compartilhar informações e experiências, proporcionando o conhecimento entre os responsáveis e fortalecendo o vínculo entre família e escola.


Algumas unidades escolares da 2ª CRE registraram em seus blogs a dinâmica da “Escola de Pais” do mês de março, orientada pela Gerência de Educação Infantil.

 

No Espaço de Desenvolvimento Infantil Bárbara Ottoni, os pais e responsáveis foram recebidos pela equipe de direção, professores e funcionários. Logo que entraram na escola, participaram de um lanche e depois se reuniram para uma conversa com a direção e outros responsáveis.


O momento foi de muita atenção à fala da diretora Taíssa, que explicou sobre o trabalho desenvolvido no ambiente escolar. Após isto, os responsáveis se dirigiram às salas para fazer uma atividade relacionada à escolha do nome da criança.


Em um papel escreveram o nome da criança, enfeitaram e relataram o porquê da escolha. Além disto, construíram um blocão com o tema “O que você gostaria de ficar sabendo antes do seu filho nascer e que ninguém lhe contou?" E, por último, avaliaram o encontro.


 

 

Pais participando da atividade sobre a escolha do nome de seus filhos.

 

 

Atividade com os nomes e confecção do blocão.

 

A Escola Municipal Leitão da Cunha registrou em seu ambiente virtual as orientações sobre a “Escola de Pais”, falando sobre seus objetivos e explicando seu desenvolvimento e importância.

 

 

Responsáveis na "Escola de Pais".

 

Na Creche Municipal Doutor Sérgio Arouca, a reunião do dia 23 de março também foi muito proveitosa. O encontro buscou conversar sobre a seguinte questão: “qual a expectativa dos responsáveis em relação à creche?”


A equipe do berçário realizou com os responsáveis a dinâmica do barbante, formando uma grande teia onde todos estão unidos por objetivos comuns.


As turmas do maternal contribuíram com relatos emocionantes dos responsáveis, que estão registrados no blog da creche.


Após estas atividades, os pais e responsáveis participaram da dinâmica “Cada Nome uma História”.


Cada nome tem uma história, o nome de cada criança carrega em si um pedaço da história de seus pais. Os responsáveis foram convidados a refletir sobre a história dos nomes dos seus filhos e como isto contribui para a identidade de cada um”. Retirado do blog da creche.

 

 

Responsáveis participando da dinâmica do barbante.

 

 

Produção dos responsáveis sobre o nome das crianças.

 

No encontro realizado na Escola Municipal General Humberto de Souza Mello, os pais e responsáveis puderam refletir sobre as relações familiares e tiveram a oportunidade de falar seus anseios na formação dos filhos.


O momento que os responsáveis mais gostaram foi quando  escreveram numa folha o nome dos seus filhos e ornamentaram o papel, para que ficasse o mais bonito possível. Depois, falaram para o grupo o motivo da escolha dos nomes ”. Retirado do blog da escola.

 

 

Coordenadora Pedagógica conversando com os responsáveis.

 

 

Responsáveis assistindo à reunião.

 

 

 

Parabéns às equipes das unidades escolares pela realização de encontros que contribuem para a parceria entre família e escola.

 

 

Professores e escolas, participem também do portal Rioeduca. Entrem em contato com o representante de sua CRE para divulgar o trabalho de vocês. Cliquem aqui para conhecê-lo!

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

Renata Carvalho – Professora da Rede e representante da 2ªCRE, no portal Rioeduca
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 05/02/2014

Mantendo o Olhar Atento

Tags: 3ªcre, blogsdeescolas, .

 

 

 

Educar já é, em si, uma tarefa especial. Torna-se ainda mais quando os alunos precisam de um olhar mais atento. As escolas E.M. Rubens Berardo e Tagore mantêm o olhar focado nas necessidades especiais de seus alunos.

 

Para ensinar é preciso aprender sempre. Assim, a coordenadora Tânia Barbosa organizou com o grupo de professores da E.M. Rubens Berardo um sistema para que todos tenham acesso ao material para formação continuada. Ela seleciona textos, vídeos e arquivos sobre a temática escolhida. Em março, o tema foi as necessidades especiais que podem acometer nossos alunos.

 

A reflexão abrange, inclusive, comentários sobre a legislação, além de informações que detalham as dificuldades a serem superadas por nossos alunos. Também tem espaço para as dicas de como melhor atendê-los.

Se você também quiser saber um pouco mais, acesse a pasta Centro de Estudos Rubens Berardo. Lá, os textos falam de dislexia, dislalia e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

Já os vídeos abaixo ainda tratam de TDAH e de baixa visão. São ótimas dicas sobre como atendê-los e auxiliá-los na superação de suas dificuldades.

 

 

Dicas para professores com alunos portadores de TDAH Como Estrelas na Terra, Toda Crianc?a é Especial Políticas públicas educacionais crianças com transtornos do déficit de atenção e com transtornos de aprendizagem Baixa visão em alunos: dicas Image Map

 

 

Mas o olhar deve estar atento também para a afetividade e a integração com toda a comunidade escolar. É essencial que os alunos se sintam respeitados em suas diferenças e tenham espaço para desenvolverem suas capacidades.

 

Na Escola Municipal Tagore, as diferenças são acolhidas nas salas de aula, com a inclusão de alunos portadores de necessidades especiais na sala de recursos, nas classes especiais e até nas atividades extraclasse.

 

 

 

No vídeo, a criatividade é estimulada para que sentimentos e ideias sejam expostas de diferentes maneiras. O giz, o papel, o lápis e o próprio corpo servem de instrumento de expressão. A participação efetiva na comunidade escolar faz com que a autoestima aumente e o prazer de aprender aflore, vencendo quaisquer obstáculos.

 

 

 

Nosso olhar atento na busca do conhecimento e buscando no olhar de cada um deles aquela força especial vai apontando o caminho a seguir.

Confiram também outras atividades deles no blog.

A preparação da homenagem às mães chama atenção pelo empenho dos alunos em fazer o melhor para aquelas que os acompanham sempre.

 

 

Angela Freitas é Professora da Rede Municipal e

representante da 3ª CRE, no Portal Rioeduca.

E-mail: angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

RIOEDUCA/3ªCRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 29/01/2014

Ouvindo Mãos

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsdeescolas.

 

 

 

A professora Fabiana Costa, regente da Sala de Leitura, partilhou via e-mail uma atividade do Projeto Inclusão da E. M. Reverendo Álvaro Reis. A escola abraçou o uso da Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS.

 

 

Parodio o livro Vendo Vozes, de Oliver Sacks para apresentar este projeto que envolve a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Ela é a primeira língua dos portadores de deficiência auditiva e precisa ser aprendida como nós aprendemos a falar português em nossa primeira infância com nossos familiares. É necessário estar imerso em um universo que utilize a língua de sinais para aprendê-la. Por isso, é importante o contato do aluno surdo com a língua em seu cotidiano.

 

 

“Desde o começo do ano, nós estamos, equipe da direção, sala de recursos, professores, funcionários e instrutor de LIBRAS, buscando uma escola que seja acessível a todos, onde todos possam ser protagonistas neste meio. Como ações para tal, estamos fomentando o uso de LIBRAS por todos os alunos, colocando etiquetas, ensinando alguns sinais de comunicação simples e a datilologia (alfabeto em LIBRAS), permitindo um convívio maior entre o alunado e o instrutor e outras atitudes.”, nos relata o professor Douglas Neves, da sala de recursos.

 

Ainda segundo o professor Douglas, ao projeto político pedagógico da escola Construindo a Cidadania com a Formação de Valores foi adicionado o subprojeto Valor da Inclusão porque: “No caminho para esta sociedade (mais justa), entendemos que se faz necessário trabalhar na perspectiva da inclusão, valorizando a diversidade e fomentando a aceitação das diferenças individuais, sejam elas quais forem". O objetivo é: “Uma escola inclusiva em que todos entram e todos aprendem.” 

 


 

 

Então, com o trabalho conjunto da sala de recursos, do instrutor de LIBRAS Augusto Machado e da sala de leitura, o projeto tomou forma. Os alunos das turmas do quarto e quinto anos foram apresentados à língua de sinais e conscientizados da sua importância. Uma oficina de LIBRAS realizada pelo instrutor ensinou e fomentou o uso da língua de sinais na escola. Foram colocadas etiquetas com alguns sinais mais simples e o alfabeto de sinais (datilologia) foi divulgado. Uma música foi escolhida e, com ajuda das professoras Tatiana Moraes, da turma 1401, e Hebe Duarte, da 1501, os ensaios começaram.

O resultado podemos ver no vídeo que mostra a festa de Páscoa da escola. O intérprete de LIBRAS foi o cinegrafista emocionado do evento que registrou, entre lágrimas, a apresentação da música “cantada” na língua de sinais.

 

 

A inclusão, então, ocorre em uma via de mão dupla. O professor Douglas ainda arremata:

 

“Crescem todos: nossos alunos DA (deficientes auditivos) aprendem sua língua primeira em um ambiente em que esta é valorizada e os que não o são acabam apreendendo mais uma língua e um universo de possibilidades.”  

 

Visitem o blog da escola para conhecer um pouco mais o trabalho e o projeto. Deixem seu comentário por lá também.

 

 

 

Angela Freitas é Professora da Rede Municipal e

representante da 3ª CRE, no Portal Rioeduca.

E-mail: angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

RIOEDUCA/3ªCRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 21/01/2014

Shakespeare Canta e se Encanta com Vinicius de Moraes

Tags: 2ªcre, blogsdeescolas.

No ano do centenário do poeta Vinicius de Moraes, a Escola Municipal Shakespeare fará um passeio através dos poemas e das canções deste grande autor e compositor.

 

 

O projeto “Shakespeare Canta e se Encanta com Vinicius de Moraes” surgiu pela comemoração do centenário do nascimento de Vinicius de Moraes no ano de 2013. A equipe pedagógica planejou para a comunidade escolar um ano de sensibilização através das músicas e poemas deste grande escritor focando nos temas transversais. A ideia é ao longo deste ano relacionar o tema com o patrono da unidade escolar, William Shakespeare que, também, se utilizava da produção escrita para manifestar toda a sua criatividade e genialidade.

 

Como objetivo principal, o projeto pretende desenvolver em cada um as relações interpessoais, o amor pela vida, o respeito, a liberdade de criação, a musicalidade, as artes, a literatura e suas abrangências.

 

As professoras Claudia, diretora da unidade escolar, e Vivian, coordenadora pedagógica, enviaram ao portal Rioeduca informações sobre o projeto. Elas nos contam que para trabalhar este tema tão rico, que é Vinicius de Moraes, o projeto didático da escola foi dividido em quatro temas a serem trabalhados nos bimestres do ano letivo.

 

No primeiro bimestre o tema que está sendo trabalhado pela escola tem como título “Eu Sei que Vou te Amar”. Neste período, a  proposta pedagógica é desenvolver ações que oportunizem aos participantes  refletir sobre o que amamos ou quem amamos e o que se deve fazer para ser amado. Identificar os diferentes tipos de amor, como por exemplo: amor próprio, amor fraternal, amor físico e material, amor pelo esporte, amor pelos amigos, pela família, pelo ambiente que se vive, amor aos animais e amor pela pátria. Trabalhar as relações existentes na escola, na família e na comunidade.

 

 

Mural confeccionado pela turma 1.101, onde os alunos representaram através de desenhos o que amarão por toda a vida.

 

O tema que será trabalhado no segundo bimestre é “Embarcando na Arca de Noé”. Através desta obra, que proporciona um vasto trabalho multidisciplinar, e também aproveitando o Ano Internacional de Cooperação da Água (UNESCO), a proposta da unidade escolar é trabalhar o meio ambiente visando favorecer um relacionamento mais responsável e harmonioso entre homem e natureza.

 

“O Brasil e sua Cultura nas Canções de Vinicius de Moraes” é o tema proposto pela Escola Municipal Shakespeare para o terceiro bimestre de 2013. Neste período, a escola propõe um trabalho com canções tendo como objetivo proporcionar uma discussão e reflexão sobre a identidade cultural e as várias culturas existentes em nosso país nos diferentes contextos sociais, econômicos, políticos e históricos.


Para encerrar o ano letivo de 2013, o tema escolhido foi “Que Seja Infinito Enquanto Dure”. No quarto bimestre o trabalho que será realizado na unidade escolar pretende criar, compartilhar e consolidar mentalidades, costumes, atitudes, hábitos e comportamentos que respeitem o direito à vida levando os envolvidos a perceberem as consequências pessoais e sociais de suas escolhas.


 

Eu Sei que Vou te Amar

 

O tema do primeiro bimestre já está sendo trabalhado com bastante entusiasmo e compromisso pelos alunos e professores da Escola Municipal Shakespeare. No blog da escola estão registrados os momentos do desenvolvimento do projeto.


A professora de Artes Visuais Fernanda Morais iniciou o projeto montando com todos os alunos um mosaico. A ideia da atividade era montar imagens sugeridas na canção de Vinícius de Moraes. Para isto, os alunos usaram retalhos de papéis coloridos recortados com tesoura ou rasgados cuidadosamente com as mãos. Conforme os alunos rasgavam ou recortavam os seus papéis, colavam em um suporte mais resistente.


 

Alunos realizando a atividade para a confecção do mural.

 

Mural produzido pelos alunos nas aulas de Artes.

 

Nas aulas de Educação Física, a professora Fabíola, engajada com o planejamento, optou neste bimestre trabalhar com jogos cooperativos, como um caminho para a promoção da boa convivência e do bem-estar comum.

 

Atividades nas aulas de Educação Física.

 

As turmas 1.501, da professora Angela, e 1.302, da professora Ana Paula, após ouvirem e interpretarem a letra da música “ Eu Sei que Vou te Amar”, também declararam o seu amor confeccionando um belo mural com fotos e desenhos.

 

Mural feito pelas turmas 1.501 e 1.302.

 

Na Sala de Leitura, a professora Ione Ferreira trabalhou o tema através da leitura do livro “Meu Coração é um Zoológico”, de Michael Hall.


O livro relata o amor de um menino pelos animais, proporcionando o debate sobre o amor e o respeito a esses seres vivos. Após a atividade, foi sugerido aos alunos confeccionarem um personagem da história com recortes de coração.

 

Atividade realizada na Sala de Leitura.

 

Visitando o blog da Escola Municipal Shakespeare podemos encontrar mais detalhes sobre este projeto que está encantando o ano letivo de 2013.

 

http://escolamunicipalshakespeare1.blogspot.com.br/

 

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

Renata Carvalho – Professora da Rede e representante da 2ªCRE, no portal Rioeduca
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share