A A A C
email
Retornando 279 resultados para a tag '8ªcre'

Quarta-feira, 19/04/2017

A Arte no Projeto Escola de Bamba 2017

Tags: 8ªcre, escola de bamba, ged.

 

O Projeto Escola de Bamba tem como objetivo trabalhar a cultura do Carnaval nas escolas municipais do Rio de Janeiro. O programa visa formar uma escola de samba constituída somente por alunos, que após participarem das ações planejadas nas unidades, fazem um belo desfile no Carnaval da Sapucaí. 

 

 

Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Mirim Corações Unidos do CIEP, o GRCESM, trabalhou o enredo: "Arteiros, Artífices e Artistas: é na Arte que o ser Humano se ultrapassa!" E no dia 28 de março de 2017 desfilaram e encantaram os presentes na Avenida Marquês de Sapucaí.

Participaram as seguintes escolas da 8ª Cre: CIEP Gilberto Freire, E.M. Madre Benedita, E.M. Coronel Corsino do Amarante, E.M. Clementino Fraga, E.M. Joana Angélica e E.M. Astrogildo Pereira.

O enredo foi trabalhado durante o ano de 2016 e culminou no grandioso desfile no sambódromo e a ala das baianas, composta por alunas do CIEP Gilberto Freire, recebeu o Estamdarte de Ouro!

 

 

O tema Arte como a possibilidade sem limites da expressão humana, foi ricamente desenvolvido nas escolas.  

A professora Diala Azevedo é Assistente II na Gerência de Educação da 8ª CRE e também responsável por coordenar o projeto Escola de Bamba. A professora compartilhou com o Rioeduca uma parte do projeto que inspirou toda a apresentação da escola na avenida:

 

ARTE CLÁSSICA

Podemos dizer que a Arte surgiu junto com o homem, pois ela é a manifestação mais profunda do intelecto e da alma humana.

A arte é responsável por transmitir emoções e por imortalizar fatos, pessoas, épocas e histórias. A arte é o retrato mais fiel das visões do mundo.

Na antiguidade, predominou a arte clássica movimentada pelas artes plásticas com a arquitetura de grandes monumentos e sarcófagos, o surgimento de bustos de pedra e mármore, a produção de objetos de metais e cerâmica e a pinturas em murais. Com o surgimento da literatura pelos gregos e, posteriormente adotada pelos romanos, os primeiros textos teatrais assumiram lugar de destaque pois, na Antiguidade um grande número de pessoas assistia aos espetáculos encenados pelos atores ao ar livre.

A arte sacra foi de suma importância nesse período. Desde o Egito a religião dava o tom em tudo o que se fazia de arte. O período Bizantino predominou os vitrais que retratavam sempre cenários religiosos. Com a chegada do Renascimento rompe-se um pouco os paradigmas da arte clássica e a arte renascentista torna-se um marco de desenvolvimento no pensamento artístico. O Barroco que vem a seguir embora investido das técnicas já avançadas do Renascimento, ainda mantém estreita relação com o universo sacro.
 

 

ARTE MODERNA

Muito tempo depois, a arte moderna vem discutir o fruir da arte. As diversas formas de pensar arte já não só subordinadas ao universo real do ser humano mas, também ao universo interno, emocional e ideológico daquele que pensa arte, faz arte e degusta arte.

Picasso foi um dos primeiros a romper com isso. Um dos nomes mais relevantes do cubismo, revela uma arte desconstituída de forma reais e traços óbvios. Seguido por outros como Salvador Dali e o impressionismo, a arte cria asas e assume um papel libertador.

A arte moderna possibilita que o artista e aquele que desfruta de sua obra, viaje internamente sem freios, sem censuras buscando o seu elo particular com o estético e dando sua ótica individual de compreensível.

Muitos movimentos figuram no cenário da Arte Moderna. A Arte Noveau da belle époque, os musicais norte americanos, a arte urbana com painéis de rua e a pop-arte que reinventa o fazer artístico a partir de materiais até então não utilizados no universo artístico.

No Brasil a semana de 1922 foi um marco no universo da arte. Um grupo de artistas resolve discutir que arte é essa que o Brasil consome e que arte este país pode produzir a partir da sua própria realidade. Tipos característicos da nossa cultura, traços da nossa miscigenação, aspectos singulares da nossa geografia e da nossa vida cotidiana passam a fazer parte do fazer artístico nesse país. Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral, Villa Lobos, entre outros formam um pelotão de arte brasileira que começa a oferecer um novo conceito artístico para este país.

 

 

ARTE NO BRASIL

A arte no Brasil passa também pelo traço genuíno do brasileiro. O brasileiro traz consigo a mescla do romantismo europeu, da sensualidade negra com a inocência indígena. Essa mescla nos faz singulares na nossa essência. Por isso muitas manifestações chegam ao Brasil e depois de um tempo se transformam em outras vertentes ocasionadas pelo nosso olhar particularizado que difere, e muito, de outras culturas.

A arte Naif tão encontrada nas regiões rurais e de periferia do país, o artesanato vasto do nordeste, o circo mambembe que, até hoje, consiste em entretenimento para cidades essencialmente rurais, as serestas ao cair da tarde nas praças, o teatro infantil feito nos parques, a dança de rua feita nos centros urbanos, o funk carioca, e tantas outras manifestações são renovações da linguagem artística realizadas pelo povo brasileiro.
 

 

 


                      "Todas as artes contribuem para a maior de todas; a arte de viver".
                                                                                                         Bertold Brech

 

O projeto Escola de Bamba reconhece e privilegia os talentosos alunos das escolas públicas do Rio de Janeiro. É uma ação que reconhece uma das mais populares manifestações artísticas do povo carioca!

 

O Rioeduca parabeniza a todas as escolas que participam do projeto e oferece esse espaço para compartilhar outras experiências tão bem sucedidas e significantes como essa! Entre em contato.

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 18/04/2017

A 8ª CRE na Campanha pela Paz!

Tags: 8ªcre, campanha, paz.

A campanha pela Paz envolveu todas as escolas do Rio de Janeiro no dia 6 de abril. A memória da aluna Maria Eduarda, morta em um confronto quando estava dentro de uma escola, foi o ponto inicial para reflexões sobre a Paz na cidade.

 

 

 

 

"Comece por você! Faça a sua parte! Escola também é lugar de criança feliz!"

Professora Simone Fontes - Coordenadora Pedagógica da E.M. Álvaro Alvim

 

 

 

 

As escolas da Prefeitura do Rio de Janeiro se mobilizaram em uma grande campanha pela Paz na cidade.

Por orientação da Secretaria Municipal de Educação, a comunidade escolar promoveu ações para reflexão sobre a cultura da Paz.

Nas escolas da 8ª Coordenadoria de Educação, o dia 6 de abril foi marcado por canções, poesias, abraços e protestos pacíficos.

Muito mais do que dizer não à violência, é preciso entender que todos somos protagonistas na construção da paz, que deve existir nas famílias, na sociedade e em todos os relacionamentos possíveis.

Essa campanha pela paz certamente ficará marcada na lembrança de todos os envolvidos.

 

 

 

"A paz está dentro de cada um de nós. Pratique-a todos os dias!"

Professora Josane Monteiro  - Coordenadora Pedagógica da E.M. Ernesto Franciscone

 

 

 

A campanha da Paz contou com a presença e a participação dos responsáveis dos alunos. Balões brancos, pombinhas feitas de origami, funcionários e alunos de mãos dadas... o pensamento era único!

Mesmo diante de uma questão tão grande e problemática que é a violência nos centros urbanos, as escolas procuraram estimular em cada um o pensamento sobre como pequenos gestos podem ser causadores de um ambiente de tranquilidade e harmonia.

A forma como nos tratamos, os atos de gentileza e cordialidade, as palavras de incentivo e apoio precisam fazer parte do dia a dia dos cidadãos do Rio de Janeiro. A Escola Municipal Rainha Fabíola abordou de forma muito abrangente o conceito de Paz!

 

Equipe da E.M. Roquete Pinto veste branco pela Paz!

 

 

Em algumas escolas os funcionários se vestiram de branco para tornar a união nessa ação ainda mais significativa.

A Paz nas unidades escolares é algo de interesse de toda a sociedade! Ela é possível, portanto todos devem estar envolvidos em sua construção.

As escolas que saíram às ruas do entorno, caminharam de mãos dadas e exibiram a frase "Aqui é um Lugar de Paz!" Em seguida essas faixas foram afixadas nas escolas, em lugar bem visível e mesmo após esse evento, permanecem lá, demonstrando que a busca pela Paz continuará!

 

 

 

Essa mobilização foi valiosa por promover discussões e o pensar coletivo da promoção da Cultura da Paz em nossos espaços! Parabéns a todas as escolas do Rio de Janeiro e em especial às unidades da 8ª Coordenadoria de Educação! 

Somos todos pela Paz!

 

 

Para compartilhar o que está acontecendo na sua escola, entre em contato com o Rioeduca!

Queremos a sua escola como destaque na próxima matéria!

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 05/04/2017

Aprender Valores para Mudar o Mundo!

Tags: 8ªcre, dengue.

 

A Educação de Valores é uma questão fundamental da sociedade atual. Espera-se da escola esse importante papel na formação dos cidadãos, pois no ambiente escolar as relações devem se estabelecer seguindo os princípios que podem promover uma sociedade mais justa, consciente e respeitosa.

 

A Escola Municipal O'Higgins irá desenvolver durante todo o ano o projeto "Valores para a Vida, Sempre!". O projeto visa proporcionar aos alunos a oportunidade de reflexão sobre aspectos muito importantes para a vida em sociedade. 

O respeito foi o primeiro tema a ser desenvolvido. As ações promoveram a reflexão não só sobre o respeito ao próximo, mas também o respeito à si mesmo, aos seus próprios sentimentos e ao ambiente que vivemos.

O tema Valores apresenta-se como atual e muito propício. Há um apelo da sociedade para temas como Inclusão, Preconceito, Diversidade, Cidadania e outros tantos que, uma vez bem trabalhados, podem resultar em uma sociedade melhor para todos.

 

Alunos apresentando a peça "Um Mosquito no Reino Encantado"

 

Atualmente, um dos desafios para os moradores do Rio de Janeiro é vencer as doenças que são causadas pelo mosquito Aedes Egypti.

A Prefeitura do Rio de Janeiro tem apresentado propostas para a campanha "Aqui Mosquito Não se Cria" e as ações estão acontecendo em todas as escolas da rede.

Na Escola Municipal O'Higgins levar ao entendimento dos alunos que todos temos responsabilidade na luta contra a existência de criadouros do mosquito, faz parte da compreensão de que cada um precisa colaborar para o bem comum, e esse é um aprendizado para toda a vida!

 

 

Os alunos do 5º ano da E.M. O'Higgins foram incentivados pela professora regente da Sala de Leitura, Viviane Mainenti, à escrever uma peça teatral.

 

"Nessa peça, o mosquito Aedes Egypti invade o Reino Encantado. É a primeira vez que um Conto de Fadas se depara com a presença de um mosquito que pode causar doenças tão graves. O rei fica muito preocupado e lança vários decretos para que seus súditos protejam o reino (...) todos deveriam fazer uma grande vistoria em todos os espaços para evitar a proliferação do mosquito. Foi uma peça que a turma começou a escrita no ano passado e aprimoraram no ano atual. Deu gosto de ver os alunos encenando a peça que partiu de um texto coletivo da turma!"

Ana Rosa - Diretora da E.M. O"Hiiggins

 

 

Alunos no pátio assistindo ao vídeo da MultiRio

 

No pátio da escola foi exibido o vídeo "MultiRio com as Escolas no Combate ao Aedes". O vídeo apresenta instruções preventivas para a população. Alunos e responsáveis participaram desse momento e posteriormente foram para as ruas da redondeza da escola distribuir os panfletos que foram criados pelos alunos.

Com base no vídeo, os professores alertaram sobre a presença de mais uma doença que pode ser causada pelo mosquito: a febre amarela! Essa informação torna o combate ao mosquito algo de maior importância.

 

"O mosquito Aedes está agindo silenciosamente, mas nós estamos de olho! Os cariocas não se renderão! A responsabilidade é de cada um, dentro de suas casas, dentro do quintal... O Rio de Janeiro sempre será a Cidade Maravilhosa! Vamos juntos nessa luta!"

Ana Rosa - Diretora da E.M. O'Higgins

 

Assim a cada dia e a cada aprendizagem, professores, alunos e responsáveis estão construindo valores e compromissos pautados no conhecimento, na cooperação e no trabalho em equipe.

 

 

Alunos prontos para irem às ruas divulgar a campanha de combate ao mosquito Aedes Egypti

 

 

O Rioeduca parabeniza a todos os envolvidos no projeto "Valores para a Vida, Sempre!"

 

Para conhecer o vídeo que foi apresentado na E.M. O'Higgins, clique abaixo:

 

l

 

 

Sua escola pode ser a próxima a compartilhar com todos as ações que nela ocorrem.

Entre em contato com o Rioeduca!

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 22/03/2017

Uma Viagem Ecológica ao Mundo das Maravilhas

Tags: 8ªcre, dengue, unesco.

 

O CIEP Amilcar Cabral é uma das Escolas Associadas da UNESCO. Seguindo o tema que foi escolhido para o ano de 2017, a equipe pedagógica propõe uma viagem que promete muito aprendizado para toda a comunidade escolar.

 

 

A Organização das Nações Unidas proclamou o ano de 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. A instituição busca o reconhecimento do grande potencial da indústria do turismo, que responde por cerca de 10% da atividade econômica mundial.

A iniciativa visa contribuir para a luta contra a pobreza e promover a compreensão mútua e o diálogo intercultural, temas centrais da missão da UNESCO.

 

"Ao designar 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, a Assembleia Geral das Nações Unidas enfatizou “a importância do turismo internacional para promover mais entendimento entre os povos de todos os lugares, o que leva a uma maior conscientização sobre o rico patrimônio de várias civilizações, e a uma melhor apreciação dos valores inerentes às diferentes culturas, contribuindo dessa forma para fortalecer a paz no mundo”.

 

 - Irina Bokova, diretora geral da UNESCO -

 

 

O CIEP Amilcar Cabral faz parte do grupo de escolas associadas da Unesco no Brasil. Em consonância com o tema da instituiçao para 2017, a escola vai desenvolver durante o ano o projeto "Viagem Ecológica ao Mundo das Maravilhas!"

As propostas irão promover a reflexão sobre o turismo no Brasil, em especial na região sudeste, levando à comunidade local a perceber a responsabilidade de cada indivíduo sobre o ambiente em que vivemos.

O turismo sustentável é um tema de grande impacto, pois é preciso conscientizar para estimular novos comportamentos e fortalecer o comprometimento entre todos os envolvidos com o mesmo.

A escola é um espaço privilegiado de discussão e estímulo de novas práticas. Todo o investimento nos alunos pode refletir nas futuras gerações, e é esse o objetivo.

 

 

A Classe Especial, sob a regência da professora Elaine Pereira, também está desenvolvendo atividades sobre o tema. Para falar de turismo, viagem, região sudeste e todos os temas transversais ao projeto anual, a professora planejou atividades com mapas, livros da literatura infantil que abordam o tema e muitas atividades lúdicas e artísticas.

As salas de aula do CIEP Amilcar Cabral estão propondo aos seus alunos a oportunidade de embarcar a cada dia em uma viagem cheia de conhecimentos pelas regiões do Brasil.

Para iniciar essa viagem, no Rio de Janeiro temos uma das festas mais populares do mundo: o Carnaval!

Além de trabalhar o tema e realizar um bailinho na escola, os alunos refletiram sobre a importância de brincar o carnaval com consciência de preservar o ambiente da cidade: não sujar as ruas, usar material reciclado nas fantasias, campanha para não usar penas de animais nos adereços e outros tantos conceitos.

 

 

Em tempos de mobilização contra o Aedes aegypti, o tema continua de forma ainda mais dinâmica.

Um "Mundo de Maravilhas" é um mundo sem doenças causadas por mosquitos! A eliminação dos criadouros é uma responsabilidade de cada cidadão.

No CIEP Amilcar Cabral, a campanha "Aqui Mosquito Não se Cria!" movimentou toda a comunidade escolar. Soluções para o lixo, materiais recicláveis, coleta seletiva e união de forças contra o mosquito foram pauta das atividades. A  "Viagem Ecológica ao Mundo das Maravilhas" está só começando...

Para acompanhar as atividades do CIEP Amilcar Cabral no decorrer do ano letivo, clique AQUI!

 

 

"A UNESCO acredita que o acesso à informação e a compreensão dos fatos são fundamentais para que as mudanças sociais ocorram."

(www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/unesco-resources-in-brazil/media-service/ )

 

 

O Rioeduca parabeniza toda a equipe do CIEP Amilcar Cabral pelo desenvolvimento do projeto. Desejamos que seja um ano letivo de muito sucesso!

 

 

 

 

Sua escola pode ser a próxima a compartilhar experiências aqui.

Entre em contato com o Rioeduca!

 


   
           



Yammer Share