A A A C
email
Retornando 327 resultados para a tag '7ªcre'

Terça-feira, 13/11/2018

Coma Bem, Viva Melhor!

Tags: 7ªcre, projetos.

 

O EDI Professora Norma Andrade Nogueira participa da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional 2018 promovida pelo PNAE ( Programa Nacional de Alimentação Escolar). A Jornada tem como tema norteador a promoção da alimentação saudável e a prevenção da obesidade infantil no ambiente escolar. 

 

O EDI Professora Norma Andrade Nogueira desenvolveu diversas atividades envolvendo os temas  propostos pela Jornada de Educação Alimentar e Nutricional 2018 (EAN). Confira agora o relato enviado ao Rioeduca sobre as atividades, considerando os temas: Propaganda e publicidade de alimentos para o público infantil e envolvimento da família na alimentação escolar: Vamos aprender juntos!

 

 

 

Tema : Propaganda e publicidade de alimentos para o público infantil

Título : Coma bem, viva melhor!

 

Especialistas apontam a publicidade infantil como grande vilã do aumento do consumo dos alimentos altamente calóricos, processados e com baixo valor nutricional. Sendo assim, ela está diretamente ligada a obesidade infantil, uma vez que as crianças são consideradas sensíveis e vulneráveis a propaganda.


Não é incomum encontrar crianças fazendo escolha pelo suco de caixinha do super-herói favorito, o biscoito que ela viu no anúncio do intervalo do desenho e por aí vai.


As propagandas são abusivas e provocam malefícios a saúde, pois essa exposição corrobora com a promoção de hábitos alimentares não saudáveis, que ficam enraizados na nossa cultura.


Sendo assim, pensamos em trazer para essa etapa da Jornada de EAN a discussão de novas formas de promover os alimentos saudáveis, através do relato e da escuta das crianças, garantindo que elas possam se expressar e serem representadas nesse processo.


O trabalho com as crianças se iniciou com a apresentação de alguns alimentos, onde eles puderam experimentar, sentir das mais diferenciadas formas. As turmas da pré-escola foram convidadas a montar um piquenique com alimentos saudáveis e durante esse processo as crianças foram instigadas a gravar pequenos vídeos falando sobre os alimentos ali inseridos, as frutas.

 

Crianças experimentando frutas diversas.

 

 

Piquenique realizado na unidade escolar.

 

 

Crianças reunidas, após o piquenique.

 

Num segundo momento, eles puderam assistir vídeos e se reconheceram enquanto autores do processo de divulgação e promoção de uma alimentação de qualidade.

 

Ainda dentro do tema, as turminhas do maternal 1 prepararam um outdoor a partir de atividades realizadas com os responsáveis e as crianças, com o intuito de conscientizar a importância de consumir produtos naturais, in natura.

 

Por fim, Eles fizeram um suco de abacaxi com hortelã, retirado na nossa horta e após a degustação e aceitação pela grande parte das crianças, elas seguiram na confecção do outdoor, no hortifrúti do maternal 1 o abacaxi é rei! Os responsáveis se surpreenderam com aceitação por parte das crianças.

 

 

 

 

Tema: Envolvimento da família na alimentação escolar

Título: De bem com seu prato - família e creche servindo saúde e alimentando a vida!

 

Envolver as famílias não é uma tarefa fácil, no entanto, essa parceria é fundamental para o desenvolvimento das crianças. Sendo assim, o EDI Norma tem a preocupação de estabelecer e reafirmar esse vínculo constantemente, pois acreditamos que essa é uma condição indispensável para uma educação de qualidade.


No primeiro momento, convidamos a mãe do pequeno Arthur, que é estudante de nutrição para uma entrevista com as turminhas da pré-escola. As crianças elaboraram vários questionamentos a respeito dos alimentos, de sua importância e da profissão da mãe convidada, Joelma.

 

 

Roda de conversa com a Joelma, mãe do Arthur e estudante de nutrição,

 


Após a entrevista e de uma conversa sobre a importância da merenda escolar, sua formulação, e seus benefícios os pequenos foram para a cozinha preparar o suco do Hulk e um das Princesas, para acompanhar o almoço.


Suco do Hulk


Ingredientes:

2 folhas de couve (da horta)
Suco de algumas laranjas

Procedimento: 

Coloque tudo no liquidificador, depois é só passar na peneira e pronto!
Sirva com gelo.


Suco das Princesas


Ingredientes:


2 Beterrabas
Suco de algumas laranjas

Procedimento:

Coloque tudo no liquidificador, depois é só passar na peneira e pronto!
Sirva com gelo

 

 

 Aprendendo a receita de sucos com ingredientes saudáveis.

 

A atividade foi dirigida pelas lactarista da unidade com o auxílio das crianças. Os responsáveis acompanharam a atividade e acabaram degustando a receita junto aos seus pequenos, que demostraram familiaridade com a receita preparada. Os pais se mostraram bem surpresos com a aceitação das crianças e isso só comprova que uma alimentação saudável começa aqui sim e desde muito cedo!

 

Lavando a couve para o suco do Hulk.

 

 

 

         Preparando a receita Ratatouille.
 

 

O berçário também participou desta etapa da jornada de EAN. Eles prepararam biscoitinhos para receber os responsáveis em um chá da tarde, feito com ervas da nossa horta.


As professoras trouxeram a já conhecida da turma, a Dona Maricota com sua cesta saudável para preparar o chá com os responsáveis. A atividade foi muito divertida e abriu possibilidades para muitas trocas com as famílias.

 

Hora da história : a cesta de Dona Maricota.

 

 

                 Hora do chá : atividade de integração com a família.
 

 

Parte da equipe do EDI e crianças do maternal 2.

 

 

 

 

O EDI Norma acredita e apoia a ideia da interação com as famílias, pois esse movimento enriquece as nossas atividades e contribui com para o pleno desenvolvimento dos nossos pequenos.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato do EDI Professora Norma Andrade  Nogueira:

edinogueira@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 30/10/2018

Aula Passeio no Museu do Pontal

Tags: 7ªcre, projetos.

 

No último dia três de agosto, mês de comemoração do folclore, a turma 1201 da Escola Municipal Átila Nunes Neto fez uma visita, em aula passeio, ao Museu Casa do Pontal, dando continuidade ao projeto da escola “Trabalhando valores e formando cidadãos”.

 

A Escola Municipal Átila Nunes Neto está situada no bairro do Anil, próximo à Rio das Pedras, região que abriga um grande número de trabalhadores imigrantes, em maioria nordestinos, responsáveis por tecer a cultura local. A ideia de percepção e identificação do acervo apresentado na visita ao museu proposto pela unidade escolar, valorizou muito a saída pedagógica.

 

 

 

 

Situado no Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do país. Seu acervo - resultado de 40 anos de pesquisas e viagens por todo país do designer francês Jacques Van de Beuque - é composto por cerca de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX.

 

A exposição permanente do Museu reúne, em 1.500 m² de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do Brasil. Mostradas tematicamente, abrangem as atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas.

 

 

Atividade realizada com arte educadores do Museu do Pontal.

 


No museu, as crianças foram recebidas por arte educadores que as convidaram a uma viagem cultural, utilizando linguagens como a música, o teatro de bonecos, o cordel, a “contação” de histórias, desafios, trovas e versos. Com uma encantadora proposta pedagógica e os roteiros adaptados à faixa etária da turma, a visita teatralizada estimulou os alunos à reflexão sobre a diversidade cultural brasileira, as relações entre o mundo do campo e o das grandes cidades, os processos migratórios, as práticas culturais e sociais, a expressão do folclore, dos processos criativos e das memórias afetivas.

 

 

Atividade com música sobre o Bumba meu Boi.

 

 

Peça de teatro com bonecos no Museu do Pontal.

 


Os objetivos de desenvolver o aspecto cultural dos alunos, no que diz respeito à observação, reflexão e identificação com o acervo e as atividades interativas do museu, levar o educando à vivência em outros ambientes para além dos muros da escola, mostrar aos estudantes a valorização da cultura de outras regiões do país, proporcionar um momento lúdico, foram plenamente atingidos.

 

 

Alunos criando esculturas com argila e tinta.

 


        Material produzido com argila pelo alunos.

 

 

Após a visitação, os alunos moldaram livremente em argila, pintaram suas peças e foi observado como resultado traços de identificação em relação ao acervo do museu.

 

 

          Grupo de alunos que estiveram no Museu do Pontal.

 

 

                                                                    Informações enviadas pela professora Rosely  Coutinho

 

 Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato da E.M. Átila Nunes Neto;

emaneto@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 23/10/2018

Aprendendo com a Pipa

Tags: 7ªcre, projetos.

 

O CIEP Pablo Neruda , no mês de agosto, desenvolveu atividades envolvendo o folclore brasileiro, a partir de um brinquedo bem popular , a pipa , e também apresentou aos alunos um pouco do universo cordelista.

 

Trabalhando o rico folclore brasileiro na Sala de Leitura do CIEP Pablo Neruda, as turmas de 1° e 2° anos conheceram a história do livro "A fábrica de pipas", do autor Pedro Veludo, e conheceram algumas brincadeiras e brinquedos que fazem parte da nossa cultura. A pipa foi escolhida e cada aluno fez a sua. 

 

 


Atividade de escrita a partir da história contada sobre a pipa.

                                                        

 

Após conversar, refletir e experimentar, os alunos entenderam que jogar no celular é muito bom, mas soltar pipa, jogar bola de gude, pular corda e brincar de pique com os amigos, é muito melhor. Os alunos empinaram suas pipas e elas voaram pela sala de leitura com a professora Kátia.

 

 

Brincando com a pipa feita pelos alunos.

 


Os alunos das turmas de 1° ano brincaram de caça palavras e os do 2° ano produziram seus próprios textos, é claro, falando de pipas. Os trabalhos produzidos foram voar em um painel, no qual os alunos puderam reconhecer suas produções, que, por sua vez, valorizavam e estimulavam  a leitura e as diferentes atividades que a mesma pode disparar.

 

 

Caça palavras  e outras ativdades com a pipa.

 

 

Mural com ativdades sobre a pipa.

 


Com alunos de 4º e 5 º anos, o trabalho da sala de leitura partiu para o universo dos cordelistas, onde os alunos conheceram e descobriram que o cordel  é uma forma de arte bem tradicional, uma poesia popular muito usada no Nordeste. Nesse contexto, o Cordel veio parar  no CIEP Pablo Neruda e inspirou os  alunos do 4º e 5º anos. 

 

 

Produções dos alunos.

 

 

Exposição dos trabalhos de cordel.

 

 

Informações enviadas pela coordenadora Michele Montenari

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato do CIEP Pablo Neruda:

ciepneruda@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 22/10/2018

Redescobrindo os Tipos de Frases

Tags: redescobrindo, 7ªcre.

 

Cada Ponto, Uma Expressão

Redescobrindo os tipos de frases

 

Trabalhar os tipos de frases é muito importante para aperfeiçoar a leitura e a escrita. É por meio dos sinais de pontuação que demonstramos a entonação desejada na escrita, organizamos e damos fluidez a um texto. Que tal começar esse tema com uma videoaula do canal Redescobrindo?

 

 

 


Elaborado pelas professoras Lyvia Teixeira e Juliana Rebelo da Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro, o canal faz uma abordagem lúdica dos conteúdos da alfabetização. As videoaulas interativas apresentam jogos, dinâmicas e oportunidades de expressão corporal.

 

 

Para compreender melhor a função dos pontos é necessário perceber que temos expressões diferentes para cada intenção.

 


 

Usamos os tipos de frases todo o tempo enquanto falamos. E isso é tão natural que às vezes nem percebemos que elas estão presentes no nosso dia a dia. E nada como recursos do cotidiano das crianças para que elas possam compreender melhor os conteúdos.

 

 



 

Os jogos são excelentes estratégias para aprendizagem, por isso as crianças do segundo ano foram estimuladas a exercitar a pontuação de uma forma bem lúdica e prática.

 

 

 


E agora é hora da história ! Qualquer livro pode servir de base para essa atividade e nós escolhemos “Chapeuzinho Vermelho, uma história borbulhante”, uma releitura do conto tradicional.
E como a turma 1201 e a 1202 adoram histórias. É hora de colocar a mão na massa e escrever frases com os tipos que foram vistos nessa aula.

 

 

 

 

 

A pontuação é muito importante para nos expressarmos. A criança que aprende a pontuar amplia sua capacidade de interpretação de texto e suas possibilidades de descrever suas intenções.

 

 


Acesso o canal Redescobrindo e descubra como aprender pode ser divertido! 

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share