A A A C
email
Retornando 108 resultados para a tag '11ªcre'

Terça-feira, 20/06/2017

Meio Ambiente: Exposição Cultura e Sustentabilidade

Tags: 11ªcre, sustentabilidade, meio, ambiente.

 

No dia 1º de junho o CIEP João Mangabeira abriu as portas para a comunidade para expor todos os trabalhos referentes ao projeto "Eu cultivo, tu cultivas, nós cultivamos", que foi trabalhado no primeiro trimestre de 2017 com os alunos do PEJA (Educação de Jovens e Adultos), sobre Cultura e Sustentabilidade. CONFIRA!

 

Cultura e Sustentabilidade fazem parte do Projeto Político Pedagógico da unidade escolar para o 1° trimestre deste ano. O lema "Eu cultivo, tu cultivas, nós cultivamos" teve como objetivo para o PEJA o despertar da atenção para as atitudes do cotidiano que podemos adotar para viver uma cultura de sustentabilidade frente ao consumismo e desperdício.

A proposta foi lançada no início do mês de março para toda a unidade escolar. Ao longo do trimestre, os professores trabalharam a questão da sustentabilidade como tema transversal em suas aulas. Equipe de direção e secretaria também fizeram a sua parte, reaproveitando folhas usadas para rascunho, evitando impressões desnecessárias, reduzindo o consumo de copos descartáveis, reaproveitando sobras de material de papelaria, entre outros.

 

Objetos e obras de arte apartir de materiais descartados

 

Os alunos do PEJA, em particular, produziram objetos e obras de arte a partir de materiais que seriam descartados, ressignificando o seu uso.

Toda essa produção foi exposta no dia primeiro de junho no auditório da unidade. Os alunos puderam apreciar as suas próprias obras e as que seus colegas produziram. Todas as oito turmas do PEJA expuseram trabalhos: porta-joias, bancos, enfeites de mesa, quadros, jogos infantis, cortina de porta, entre outros materiais.

 

Alunos do PEJA motivados ressignificando objetos

 

Uma das alunas da turma 191, ao admirar a produção da sua turma e dos demais colegas, exclamou: "Sim, nós somos capazes, né professora!?" Os alunos sentiram-se orgulhosos de ver a sua produção exposta e de perceber o valor que os colegas deram aos materiais que produziram.
 

 

Trabalhos dos alunos do turno único

 

Já os alunos da educação infantil ao 6º ano, do turno único, também se envolveram no lema do projeto e realizaram a exposição no dia 12 de maio, possibilitando a circulação de informações, configurando um momento de grande aprendizado para todos os alunos e responsáveis que participaram do evento. 

 

Trabalho realizado pelos alunos do turno único

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: CIEP João Mangabeira

Equipe de Direção: Flavia Ferreira de Oliveira (diretora e professora orientadora do PEJA), Leandro Alves dos Santos (diretor-adjunto), Patrícia Maria Braz Brenha Ribeiro (diretora-adjunta e professora regente do PEJA) e Elisa Bastos Aguero Guimarães (coordenadora pedagógica)

Telefone: (021) 3975-3715 / 2465-1551

 

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 06/06/2017

A importância do lúdico no desenvolvimento da criança

Tags: 11ªcre, lúdico, infantil, imaginação.

 

A professora Silvia Ribeiro, da E. M. Magdalena Tagliaferro, sabe muito bem da importância do lúdico no desenvolvimento da linguagem na educação infantil, tendo realizado um trabalho belíssimo a partir da história "João e o Pé de Feijão". CONFIRA!

 

A partir da contação da história "João e o Pé de Feijão", a professora Silvia Ribeiro da turma EI - 51 realizou diversas atividades relacionadas ao conto, trabalhando o letramento e desenvolvendo as capacidades motoras, o desenvolvimento da fala e escrita dos alunos.

 

Alunos desenhando como eles achavam que era o gigante da história

 

O tio Jorge, como carinhosamente é chamado o funcionário da Comlurb, ajudou como modelo, usando sua silhueta para o desenho do temido gigante!

Os alunos contornando o Gigante. A roupa em TNT foi feita sob medida.

 

A imaginação era o que não faltava, com folhas, algodão e giz de cera, desenharam o grande Pé de Feijão chegando às nuvens.

Colagem e desenho: criando através da imaginação

 

Através das brincadeiras e das atividades propostas os alunos trabalharam noções matemáticas por meio de gráficos e contagem, assim como a linguagem oral, desenvolvendo a leitura e a escrita.

Gráfico "Você gosta de feijão?"

 

Os contos de fadas tem papel importante na formação humana, pois abordam assuntos diretamente ligados às grandes questões de nossa existência, como a coragem, a justiça, a vida, a velhice e a morte, a luta entre o bem e o mal. Na medida em que percebemos que nossos medos são compartilhados com outras pessoas, nos identificamos com a sociedade e a cultura da qual fazemos parte. (Portal Brasil)

 

 

Surpresa na sala! Os feijões cresceram demais na terra mágica.

 

A turma ficou feliz com a visita surpresa da galinha que coloca ovos de ouro, através de votação a maioria dos alunos escolheu o nome BELA. Com massinha e glitter dourado, fizeram vários ovinhos para a Bela poder chocar.

 

 

Votação para o nome da Galinha. Maioria decidiu por 'Bela'

 

 

Parabéns a professora Silvia por  além de desenvolver em seus alunos as habilidades de escrita e matemática, oportunizar a socialização, o letramento e a autonomia!

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: Escola Municipal Magdalena Tagliaferro

Telefone: (021) 2465-0235 / 3975-3506

 

Contato para publicações: 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 23/05/2017

Pilares da Cultura de Paz

Tags: 11ªcre, paz, pilares.

 

As turmas do 3º ano da E. M. Holanda, localizada na Ilha do Governador, tem desenvolvido um trabalho sobre a importância do diálogo na escola, envolvendo todos na discussão e no enfrentamento à violência e promoção da paz em nossa cidade. Confira!

 

Desde o início do mês de abril de 2017, a Rede Municipal de Ensino da Cidade do Rio de Janeiro vem se mobilizando em torno da afirmação “Aqui é um lugar de paz”. Tendo em vista este movimento, as turmas 1301 da professora Marli Rojas e 1302 da professora Elisa Gonçalves desenvolveram um trabalho com seus alunos sobre a cultura de paz.

 

Mural confeccionado pelos alunos participantes do projeto

 

Foi trabalhado com os alunos o movimento da Cultura de Paz que iniciou-se oficialmente pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) em 1999 e empenha-se em prevenir situações que possam ameaçar a paz e a segurança – como o desrespeito aos direitos humanos, discriminação e intolerância, exclusão social, pobreza extrema e degradação ambiental – utilizando como principais ferramentas a conscientização, a educação e a prevenção.

No primeiro momento foi discutido com os alunos a definição da ONU para cultura de paz: "Cultura de Paz é um conjunto de valores, atitudes, modos de comportamento e de vida que rejeitam a violência, e que apostam no diálogo e na negociação para prevenir e solucionar conflitos, agindo sobre suas causas".

Abaixo o vídeo do projeto desenvolvido pelas turmas das professoras Marli Rojas e Elisa Gonçalves.

 

Pilares da Cultura de Paz - Turmas 1301 e 1302

 

A premissa da UNESCO é de que a cultura de paz “está intrinsecamente relacionada à prevenção e à resolução não-violenta de conflitos” e fundamenta-se nos princípios de tolerância, solidariedade, respeito à vida, aos direitos individuais e ao pluralismo.

De acordo com David Adams, um dos ícones dessa Cultura no mundo, a Cultura de Paz tem como base 8 pilares, que foram apresentados aos alunos no segundo momento do trabalho.

 

Mural: Eu promovo a Guerra quando e eu promovo a paz quando.

 

Finalizando, os alunos após a reflexão e o debate confeccionaram desenhos e frases sobre "ações que promovem a paz" e "ações que promovem a guerra" que viraram um lindo mural e está exposta na escola.

 

Aproveite e siga o blog da escola clicando aqui

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: Escola Municipal Holanda

Telefone: (021) 3975-6082 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 09/05/2017

Identidade: Uma construção necessária

Tags: 11ªcre, creche, identidade.

 

No dia 20 de Abril a Creche Municipal Doutor Antonio Monteiro, localizada na Ilha do Governador, convidou a todos da comunidade escolar para conhecer as atividades do projeto identidade intitulado "Eu, você e os outros uma construção necessária". CONFIRA!

 

Cada criança tem um jeito próprio de compreender o mundo, partindo da observação, estabelece relações com a realidade e com o meio em que vive para, então, reconhecer a si e ao outro. Sendo assim ao explorarmos o eixo identidade e autonomia procuramos envolver nossos pequenos em atividades que explorem a descoberta, a criatividade e as possibilidades de cada um, com muito afeto e compromisso!

A turma EI 31 das professoras Tatiana Bambino e Camila Menezes se divertiu posando para fotos, em um documento de identidade em tamanho aumentado.

 

Turma EI-31: Conhecendo o documento oficial de identidade

 

Um mural com o autoretrato de cada funcionária e equipe docente foi exposto, junto com seu nome e sobrenome. Um boneco de nome "Arthur" foi muito utilizado para trabalhar as partes do corpo relacionando com o ambiente onde vivem, valorizando o auto cuidado e o respeito que todos devem ter um com o outro.

 

Mural com autoretrato. Destaque para o boneco Arthur sentado no banco

 

Todos os dias um aluno levava o Arthur para casa, lembrando que teria que cuidar do amigo com muito carinho.

 

"Todas as coisas têm nome
Casa, janela e jardim
Coisas não têm sobrenome
Mas a gente sim

Todas as flores têm nome
Rosa, camélia e jasmim
Flores não têm sobrenome
Mas a gente sim"

Gente tem sobrenome - Toquinho

 

 

Trabalhos confeccionados juntamente com os alunos

 

Responsáveis junto aos filhos, olhando cada trabalho exposto

 

Parabéns a todos os envolvidos, por oportunizar a criança a construção da sua identidade e autonomia! 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: Creche Municipal Doutor Antônio Monteiro

Telefone: (021) 3975-6082

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share