A A A C
email

Sexta-feira, 24/04/2015

Ginásio Experimental Carioca Malba Tahan

Tags: 5ªcre, gec.

 

 

O Ginásio Experimental Carioca Malba Tahan, ao longo de três anos, vem trabalhando com entusiasmo e esmero construindo estratégias coletivas com enfoque na participação e aprovação de seus alunos nos concursos para as Escolas de Ensino Médio, com excelência em Educação.


O Ginásio Carioca Malba Tahan, localizado no bairro de Irajá, vem trabalhando arduamente para inserir boa parte de seus alunos nas melhores Escolas de Ensino Médio localizadas no Rio de Janeiro.


Desde 2012 passou a funcionar como Ginásio Experimental Carioca, em tempo integral, atendendo aos jovens do 7º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Com o novo perfil e o ingresso de disciplinas como Projeto de Vida e Protagonismo Juvenil, o GEC Malba Tahan, como ficou conhecido, vem realizando um belo trabalho com a aprovação de jovens nas escolas de Ensino Médio de qualidade, proporcionadas pelos governos Federal e Estadual.


Conheceremos, então, o Ginásio Experimental Carioca Malba Tahan, uma das escolas da 5ª Coordenadoria Regional de Educação que mais aprova alunos nas Escolas de Ensino Médio, primadas pela Educação em excelência.

 



 

 

Agradeço a presteza da professora Valéria Valentim, diretora do GEC Malba Tahan, pelo envio das informações e arquivos.

 

 

Regina Bizarro é a professora Representante do Rioeduca/5ªCRE.

Contatos: reginabizarro@rioeduca.net

Facebook: https://www.facebook.com/rebiza

 

 

                               

 

 

 


  

Sexta-feira, 24/04/2015

Curso de Soroban - Turma 2015.1

Tags: iha, cursos, formação.

 

 

 

O Instituto Municipal Helena Antipoff, através do Centro de Transcrição à Braille, promove a partir de maio o curso: O SOROBAN E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DOS CÁLCULOS MATEMÁTICOS

 

O Soroban é um instrumento utilizado para cálculos matemáticos. Ele ajuda a desenvolver a concentração, atenção, memorização, percepção, coordenação, motora e cálculo mental, principalmente porque o praticante é o responsável pelos cálculos, não o instrumento.


Objetivos do curso: Oportunizar os conhecimentos do soroban aos professores da Rede Municipal; favorecer a aplicação do uso correto das técnicas de operacionalização do soroban; possibilitar o uso do soroban como principal ferramenta de ensino da matemática para alunos com deficiência visual.


Ementa: O Pré-soroban: noções gerais Cuisenaire e material dourado; histórico da utilização do soroban; leitura e escrita de numerais; operações fundamentais de números naturais; leitura e escrita de números decimais; operações fundamentais em números decimais; multiplicação e divisão por 10 e suas potências; potenciação, fatoração em números decimais e radiciação; resolução de M.M.C. e M.D.C; resolução de unidade de medidas (metro, múltiplos e submúltiplo; linear, quadrado e cúbico); capacidade e quantidade; Leitura e escrita de fração e números mistos; operações com frações.


Público Alvo:

 - Professores que atuam diretamente com o aluno deficiente visual;

 - Professores do Atendimento Educacional Especializado;

 - Coordenador pedagógico ou Professor da Sala de Leitura de escolas que possuam alunos com deficiência visual.


Carga Horária: 52h distribuídas em 13 (treze) aulas com quatro horas de duração.

Vagas: 15 vagas no período da manhã (8h às 12h). 

Obs.: Não será formada turma no período da tarde.


Local: Instituto Municipal Helena Antipoff – Rua Mata Machado, nº 15 Maracanã


Período de realização: Maio a agosto de 2015

 - Maio: 19 e 26;

 - Junho: 02, 09, 16, 23 e 30;

 - Julho: 07 e 14;

 - Agosto: 04, 11, 18 e 25;

 

Orientações para Inscrições:

1- As inscrições serão online no link abaixo:

 

CURSO DE SOROBAN - TURMA 2015.1


2. Após a inscrição o professor deverá aguardar a confirmação da mesma. Será respeitada a ordem de inscrição, com prioridade para o profissional que atuar diretamente com o aluno deficiente visual.

3. O professor do AEE deverá realizar o curso como “5º dia”, no seu horário de trabalho.

4. Não haverá dispensa de ponto.

5. Serão certificados os professores que obtiverem oitenta por cento de frequência.
 

 

 

 

                               

 

 

 


  

Sexta-feira, 24/04/2015

Curso de Braille Básico - 2015

Tags: iha, formação, curso.

 

 

Curso De Braille Módulo Inicial Ampliado
Instituto Municipal Helena Antipoff

 

O Instituto Municipal Helena Antipoff, através do Centro de Transcrição à Braille, promoverá a partir de maio o curso: A LEITURA E A ESCRITA NO SISTEMA BRAILLE: UM CAMINHO PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL NO CONTEXTO ESCOLAR – MÓDULO BÁSICO AMPLIADO

 

Objetivos do curso: Propiciar o desenvolvimento pedagógico do aluno com deficiência visual; Possibilitar ao professor respostas educativas às necessidades educacionais dos alunos com deficiência visual; Favorecer o ensino do Sistema Braille e sua aplicação na Língua Portuguesa; Proporcionar o aprofundamento das normas técnicas de transcrição de textos em Braille; Introduzir a simbologia matemática e química.


Ementa: O papel do Sistema Braille na vida da pessoa cega; O reconhecimento e exploração do alfabeto; disposição do Braille na reglete -- leitura e escrita ; disposição espacial dos textos em Braille; Escrita de números; Operações Fundamentais; Normas técnicas para a produção de textos em braile; Símbolos usados em outros idiomas, inexistentes em Português ou representados por sinais Braille diferentes; Código Matemático Unificado para Língua Portuguesa: prefixos alfabéticos e sinais unificadores; Índices e marcas; Números; Operações aritméticas fundamentais e relações numéricas elementares; Frações, potências e raízes; Grafia Braille para Informática: princípios básicos, lista de Sinais Simples (ordem Braille). Lista de Prefixos (ordem Braille) , sinais Codificados, regras para a Utilização dos sinais, normas de aplicação, escrita braille em contexto informático.


Público Alvo:

 - Professores que atuam diretamente com o aluno deficiente visual;

 - Professores do Atendimento Educacional Especializado;

 - Coordenador pedagógico ou Professor da Sala de Leitura de escolas que possuam alunos com deficiência visual.

Carga Horária: 60h distribuídas em 15 (quinze) aulas com quatro horas de duração.

 

Vagas: 30

 15 no período da manhã (8h às12h).

 15 no período da tarde (13h às 17h)

 

Local: Instituto Municipal Helena Antipoff – Rua Mata Machado, nº 15 Maracanã

 

Período de realização: Maio a setembro de 2015

 - Maio: 15, 22 e 29;

 - Junho: 12, 19 e 26;

 - Julho: 03 e 17;

 - Agosto: 07, 14, 21 e 28;

 - Setembro: 04, 11 e 18;

 

Orientações para Inscrições:

1- As inscrições serão online no endereço:


CURSO DE BRAILLE BÁSICO - 2015

 

2. Após a inscrição o professor deverá aguardar a confirmação da mesma. Será respeitada a ordem de inscrição, com prioridade para o profissional que atuar diretamente com o aluno deficiente visual.

3. O professor do AEE deverá realizar o curso como “5º dia”, no seu horário de trabalho.

4. Não haverá dispensa de ponto.

5. Serão certificados os professores que obtiverem oitenta por cento de frequência.
 

 

 

 

                               

 

 

 


  

Sexta-feira, 24/04/2015

Na minha sala não pega internet, e agora?

Tags: saladeaula, internet.

 

 

Um dos dilemas enfrentados por professores que utilizam ou planejam utilizar novas tecnologias em sala de aula é a falta ou a baixa velocidade da conexão à internet. Aliás, esse é um problema que o país precisa enfrentar ferrenhamente. Segundo Relatório da Akamai, empresa de soluções para internet, o Brasil ocupa a 89ª posição do ranking de internet mais rápida do quarto trimestre de 2014, perdendo seis posições em relação a 2013 – apesar do aumento de 11% na velocidade. No continente americano, estamos em 10º lugar, atrás de países como Colômbia, Equador, Uruguai e Argentina.


É claro que o cenário ideal é uma internet com boa velocidade de conexão e chegando a todos os cantos do Brasil. Contudo, pensando nesse desafio, que é de todas as secretarias municipais de educação do país, a Educopédia disponibiliza algumas alternativas.


Especificamente para os 5º e 9º anos, todas as aulas de Língua Portuguesa e de Matemática estão disponíveis para download em Flash Player. Isso significa que, uma vez salvas na máquina ou em um pen drive, o professor poderá utilizá-las em sala como se estivesse conectado, com os mesmos vídeos, links e animações. É o que chamamos de conteúdo off-line. Além dessas aulas, os livros, minigames, vídeos e as aulas do Pé de Vento do 1º e 2º anos compõem o núcleo off-line.

 


 


Quanto às demais aulas digitais, todas possuem uma versão em Power Point, que o professor pode facilmente baixar e até customizar. A seguir o link com um tutorial para baixar os vídeos do YouTube, que são indicados nas aulas: http://migre.me/pvM5l

 


 


A Educopédia é um REA (Recurso Educacional Aberto) e está licenciada sob Creative Comons (CC BY 3.0 BR), assim, é possível compartilhar e adaptar as aulas à realidade de cada turma remixando, transformando e até criando a partir do material.